Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Especial Enigmas - Ficheiros secretos: Extraterrestres

Em 1938, o cineasta Orson Welles transmitia pela rádio americana uma adaptação do livro A Guerra dos Mundos, que dava conta da invasão de seres extraterrenos no planeta Terra. O pânico instalou-se, pois todos pensavam tratar-se de factos reais. Isso provou apenas a enorme curiosidade e medo que existe com a possibilidade de não sermos os únicos seres vivos da galáxia. Ao longo dos anos têm sido relatados alguns casos (supostamente) reais de ovnis e extraterrestres testemunhados por algumas pessoas. Conheça os mais famosos, e por que razão nunca se conseguiram provar estas situações tão estranhas e inexplicáveis.

 

A vida extraterrestre é sempre um assunto polémico quando abordado. Somos realmente os únicos seres vivos desta enorme galáxia? Mas se existem outros por aí, porque não nos visitam com mais frequência? Os ufologistas garantem que não estamos sozinhos nesta imensidão de espaço e que alguns episódios que se passaram em várias partes do mundo provam exatamente isso. Porém, apesar de algumas testemunhas já terem relatados os casos mais extraordinários, os governos dos diferentes países trancam todas as pesquisas a sete-chaves e transformam estas supostas provas em autênticos ficheiros secretos. Que impacto teria no mundo a descoberta de que estes factos são verídicos? O pânico resultaria numa verdadeira Guerra dos Mundos? Muitas destas perguntas têm, ao longo dos anos, ficado sem respostas. E provavelmente assim continuará por muitos anos, enquanto o medo de mostrar ao mundo que não somos nós, os humanos, os seres mais inteligentes da galáxia, persistir.

 

O caso Roswell

Este é um dos maiores marcos da história da Ufologia e é também uma das maiores provas do encobrimentos de todos os factos – os verdadeiros ou aqueles que pensamos ser verdadeiros – pelo governo dos Estados Unidos. Mesmo depois de 50 anos, continua a ser noticiado e a intrigar o mundo.

A cronologia dos acontecimentos em Roswell, estado do Novo México, EUA, vem provar que aquilo que acabou por ser oficializado poderá não passar de um embuste. O casal Wilmot terá sido a primeira testemunha deste caso, quando sentados na sua varanda observaram um grande objeto oval voador e bastante iluminado cruzar os céus. William Woody e o seu pai também assistiram à mesma situação. Mais tarde, durante uma tempestade, o rancheiro MacBrazel ouve uma explosão enorme perto do local onde moravam. Pensando tratar-se de algum estrago provado pela tempestade, MacBrazel sai a cavalo para analisar os estragos da intempérie e depara-se com destroços metálicos, com umas espécies de inscrições com hieróglifos, no meio de um campo, onde o solo também estava vitrificado. Desse momento até àquele em que chega a versão oficial do governo em que se diz que afinal o que caiu naquele local foi um balão meteorológico, passaram poucos dias. Todas as testemunhas mais próximas do caso foram afastadas do caso e a imprensa, que na altura já noticiava para todo o mundo, a descoberta de uma nave especial no Novo México foi impedida que continuar com a publicação de mais factos. Depois de muita especulação, todos aqueles que participaram na investigação foram transferidos para outras bases aéreas e até aqueles que supostamente assistiram à autópsia dos corpos encontrados dentro do objeto voador não identificado, desapareceram sem deixar rasto.

 

Testemunhas desaparecidas

Glenn Denis, responsável da funerária Ballard, recebeu um telefonempor parte dos oficias da base aéra local, perguntando qual seria o tamanho de caixões mais pequenos que tinha no seu estabelecimento. Nesta altura, já o Pentágono entrou em ação de forma a conseguir minimizar a evolução dos acontecimentos. Mais tarde, Denis conheceu a enfermeira que assistiu à autópsia dos cadáveres encontrados, que lhe contou ter estado na presença de corpos que não poderiam ser deste mundo. Pedindo que jamais falasse no seu nome, esta mulher contou-lhe os seres que ajudou autopsiar tinham uma pele escura, uma estatura muito baixa, olhos salientes e quando abertos deitavam um cheiro nauseabundo. Mais tarde, o agente funerário, soube que a enfermeira foi transferida para Inglaterra e acabou por lhe perder o rasto. Escreveu-lhe uma carta para a nova morada da Europa, mas recebeu uma notificação com a seguinte informação: “Falecida”.

 

As desculpas do governo

Desde estes acontecimentos, que começaram em 1947 até hoje, foram editados cinco livros sobre o assunto, com vários relatos das testemunhas e também à imprensa, durante 15 anos, foi possível explorar o assunto. O governo foi dando as maiores desculpas para os factos. A última foi dada em 1997, quando os Estados Unidos dizem que os extraterrestres que supostamente as testemunhas teriam visto nada mais eram do que bonecos que eram soltos de para-quedas confundidos então por corpos de outro mundo.  Já em 1994, a força aérea tinha  emitido um relatório sobre o incidente de Roswell segundo o qual a suposta nave seria um balão secreto para detetar testes nucleares soviéticos.

 

Terão sido estes os estranhos seres descobertos dentro da nave espacial que caiu em Roswell

 

Os destroços encontrados no estado do Novo México, pareciam não deixar margem para dúvidas. Tratava-se de naves espaciais de outro planeta.

 

Os jornais da época noticiavam o acontecimento a todo o momento.

 

Outros casos famosos

 

O ET de Varginha (Brasil, 1996)

Em 1996, duas irmãs e uma amiga garantiam ter avistado uma criatura com pele acastanhada e viscosa, grandes olhos vermelhos e três saliências na parte superior da cabeça, num terreno baldio no bairro chinês do Jardim Andrere, em Varginha, Minas Gerais, Brasil. Supostamente, mais quatro criaturas teriam sido capturadas nesse mesmo dia, exatamente com o mesmo aspeto físico. O polícia Eli Chereze, que se diz ter ajudado a capturar estas criaturas, morreu 30 dias após estes acontecimentos de uma infeção desconhecida. Ufólogos deste país garantem que dos cinco seres apanhados, dois ainda estavam vivos. Os restantes três, foram examinados em hospitais locais e depois transferidos para uma unidade do Exército situado na localidade Três Corações. Dois dias depois, teriam sido levados para a Unicamp, a fim de ser investigados. As autoridades do Brasil negam este episódio e de facto não há provas físicas que corroborem estes acontecimentos. Aliás, o relatório oficial diz que as raparigas terão confundido, devido à intensa chuva que se verificava na altura, um morador local que tinha problemas mentais e a quem chamavam “mudinho”, com um ET.

 

As três raparigas que asseguram ter visto um ser de outro planeta.

 

As autoridades brasileiras explicaram os factos testemunhados com este relatório.

 

OVNIS sobre a Casa Branca (EUA, 1952) O caso, conhecido como "Washington UFO Incident", relata a aparição de diversos objetos voadores sobrevoando importantes edifícios da capital americana, inclusive a residência do presidente. Os óvnis foram vistos e fotografados por milhares de pessoas e o caso virou notícia nos principais jornais do país. Caças foram enviados numa tentativa frustrada de intercetá-los. Para explicar o incidente, a Casa Branca organizou a maior conferência de imprensa desde a Segunda Guerra Mundial. Diversas explicações foram dadas, como a de que meteoritos e satélites que poderiam ter sido confundidos com naves espaciais.

 

Caso Trans-en-Provence (França, 1981) A 8 de janeiro de 1981, um agricultor trabalhava na sua propriedade rural em Trans-em-Provence, França, quando ouviu um forte barulho e avistou um objeto voador cair perto dali. O agricultor alega ter visto o objeto levantar voo novamente, mas as marcas foram deixadas no solo. A polícia ouviu o relato do homem, tirou fotos do local e recolheu amostras. A GEIPAN (Grupo de Estudo e de Informação sobre Fenómenos Aeroespaciais Não Identificados) também realizou rigorosa investigação, que acabou por ser inconclusiva.

 

Caso Betty e Barney Hill (EUA, 1961) É conhecido, mas erradamente, como o primeiro caso de contato entre humanos e os tripulantes de um misterioso OVNI. Betty e Barney Hill relataram que voltavam de viagem em New Hampshire, a 19 de setembro de 1961, quando passaram a ser perseguidos por um UFO (sigla em inglês para objeto voador não identificado) em forma de disco. Depois, em sessões de hipnose, os Hill relataram que foram abduzidos e que, dentro da nave espacial, conversaram com os tripulantes e foram submetidos a exames clínicos pelos extraterrestres. Fraude ou não, o caso é um dos mais famosos e causou furor na época.

 

Suffolk (Reino Unido, 1980) É o caso mais importante de aparição de OVNIS no Reino Unido, apelidado por alguns de "Roswell britânico". Em dezembro de 1980, um objeto de forma cônica foi visto a pousar na floresta de Rendlesham, em Suffolk. Diversas patrulhas deslocaram-se até à região e, segundo registro por rádio, o objeto voador teria levantado voo com a aproximação dos carros.

 

 

LEITURA DA AURA por Susana Belo

CORES QUE REFLETEM O INTERIOR

O termo aura pode ser usado para descrever a qualidade da energia de uma pessoa ou de um espaço: “Tens uma boa aura” ou “Este espaço tem uma aura pesada”. Cada vez mais ele faz parte do nosso vocabulário corrente.

A aura é a energia emanada por todos os seres vivos e também pelos objetos. Inicialmente, aquilo que se vê é um halo luminoso que rodeia todo o corpo. Com a devida prática, a visão deste campo energético torna-se mais ampla e é comum identificar cores, aberturas, zonas inflamadas ou sinais de saúde na aura.


As cores da aura refletem o interior da pessoa, aquilo que ela vive no momento atual e também o que faz parte da sua essência – crenças, valores, dons, traumas, sonhos… Inclusive, as relações importantes para o crescimento da pessoa ficam marcadas na sua aura.

Se antigamente, falar de auras era o mesmo que abordar um assunto esotérico e new-age, hoje, com os avanços da Física Quântica e com a integração dos conhecimentos orientais nas práticas de saúde e bem-estar ocidentais, as auras e energias são um tema nuclear.

 

Como saber se tem uma boa aura?

Verifique que tipo de pensamentos e emoções tem alimentado nos últimos dias, semanas e meses. Quanto mais positivos forem estes, mais forte estará a sua aura.

Se faz exercício, prefere uma alimentação saudável – com reduzido consumo de carnes, açúcar, café e outros aditivos; se mantém relações saudáveis; se é tolerante, aberto e criativo; se enfrenta os seus medos e os desafios de forma otimista… provavelmente terá uma aura com saúde!


Significado das cores na aura

Vermelho – energia vital, irritabilidade, materialismo, inflamação

Laranja – criatividade, emotividade, alegria e prazer de viver

Amarelo – intelecto, razão, lógica, poder pessoal

Verde – cura, harmonia, expansão, aprendizagem, dádiva, amor universal

Rosa – amor maternal, serviço, dedicação incondicional, doçura

Azul Celeste – expressão, comunicação, valores elevados

Azul Índigo – revolução, originalidade, intuição

Violeta – sensibilidade, espiritualidade, introspeção, transformação

Branco – pureza, simplicidade, sabedoria, paz

Dourado – espiritualidade, iluminação, bênçãos

Cores escuras – doença, desequilíbrio, bloqueio

 



O que é uma Leitura da Aura?

É uma terapia em que se descrevem as cores da aura, as aprendizagens a realizar no momento presente, os “acordos” realizados com outras pessoas, a saúde física, o trabalho, a família, o nível de crescimento espiritual, os karmas de vidas passadas e o equilíbrio dos chakras.

Após a leitura, é realizada uma limpeza dos bloqueios e alinhamento dos chakras. É uma consulta bastante completa e que contribui para um melhor auto-conhecimento, assim como para a resolução de bloqueios de todo o tipo.

 

Segredos da Aromaterapia

Sem descurar a importância da medicina convencional, as terapias alternativas vão ganhando mais adeptos, quer para tratar ou mesmo prevenir alguns males. Descubra todos os benefícios da Aromaterapia e encare a vida de forma mais positiva.

 

A Aromaterapia consiste na utilização de óleos essenciais com fins terapêuticos, de forma a ajudar no tratamento de problemas físicos ou de ordem espiritual. Para obter estes chamados óleos essenciais estudam-se as plantas e recolhem-se os componentes mais adequados a cada situação. A designação “óleos essenciais” deve-se ao facto de serem extremamente concentrados, conseguindo aproveitar todas as propriedades positivas existentes nas plantas a partir das quais são feitos, em benefício da saúde e do bem-estar. Os métodos de extração são simples, para que o óleo seja puro e o seu efeito seja mais intenso.


Esta terapia apresenta muitos benefícios e pode ser utilizada no tratamento de vários problemas, conseguindo que o organismo esteja em equilíbrio, e obtenha a paz e bem-estar de que tanto precisa.

A Aromaterapia pode ser utilizada como um complemento de outras técnicas.

 

Como se utiliza a Aromaterapia?

Os óleos essenciais obtidos a partir das plantas atuam no organismo através da aplicação na pele. Tanto podem ser aplicados em massagens ou no banho, como ser usados como perfumes e ambientadores.

As propriedades químicas destes óleos são absorvidas pela pele ou através do olfato e são levadas para o fluxo sanguíneo, que por sua vez se encarrega de as distribuir pelo corpo, promovendo uma sensação de bem-estar a todo o organismo.

 

Que óleos são mais adequados?

De uma forma geral, alguns dos principais óleos utilizados pela Aromaterapia e respetivas características terapêuticas, são os que aqui apresento.

 

O Alecrim fortifica o cérebro e desta forma ajuda a resolver problemas de concentração. É muito benéfico para estimular a criatividade e ajuda no bom desempenho profissional, pois também é estimulante. Quando é utilizado em massagens promove o relaxamento muscular. Não deve ser usado durante a gravidez sem consultar um técnico especializado.

 

A Camomila tem propriedades calmantes e facilita a expressão de sentimentos. Pode ser utilizada para ajudar no tratamento de problemas emocionais, e também em tratamentos dermatológicos.

 

O Eucalipto promove a circulação sanguínea, descongestiona as artérias e é ótimo para ajudar no tratamento de problemas respiratórios. A nível psíquico ajuda a afastar a tristeza e os sentimentos de solidão.

 

A Flor de Laranjeira transmite alegria de viver. Ajuda a ter um sono tranquilo e a melhorar o descanso, sendo eficaz no tratamento de insónias. Também é benéfica para ajudar a resolver situações de depressão ou stress.

 

A Lavanda é excelente para superar problemas emocionais, pois transmite equilíbrio, paz e tranquilidade. Torna o pensamento mais claro, ajuda a melhorar a concentração e a memória. Fortalece o organismo, criando-lhe mais defesas.

O Jasmim é o óleo indicado para ajudar a melhorar a vida amorosa, pois desenvolve o romantismo e a sensualidade. Facilita o equilíbrio entre os chacras, contribuindo para uma maior sensação de bem-estar.

 

O Gengibre tem propriedades estimulantes, transmite alegria e fomenta a criatividade. Desenvolve o amor-próprio e a valorização pessoal, ajuda a pessoa a adquirir confiança em si própria. A nível físico, ajuda no tratamento de problemas do foro respiratório. Facilita a digestão e ajuda a reduzir o cansaço.

 

A Rosa desenvolve a vida emocional, pois desbloqueia as emoções. Fomenta o amor e desperta o romantismo, atraindo a beleza e a criatividade. Ajuda a tratar problemas no aparelho reprodutivo e facilita a circulação do sangue.

 

O Sândalo favorece a concentração e ajuda a desenvolver a força interior. Promove uma sensação de tranquilidade e conforto, reduzindo o medo e a ansiedade. É um afrodisíaco bastante eficaz, especialmente para os homens.

 

 

Futuro & destino por Maria Helena - O Pêndulo e o Oráculo do Amor


O pêndulo é uma das formas mais simples, diretas e eficazes de obter uma resposta imediata para as suas questões. Aprenda a trabalhar com ele pois, se o trouxer sempre consigo, terá na sua mão a possibilidade de encontrar resposta para as suas dúvidas.

 

 

 

 

Como usar o Pêndulo?

 

 

1º Passo - Perceber o que é um pêndulo

 

O pêndulo é um objeto que consiste num cristal, metal ou madeira, suspenso por um fio, sendo usado como método de adivinhação ou a nível terapêutico.

 

Para obter respostas mais fidedignas e rápidas adquira um pêndulo de metal, o qual poderá (ou não) conter um cristal no seu interior.

O pêndulo é usado para entrar em contacto com os nossos guias (mensageiros de Luz), de forma a obter respostas às nossas questões, ou seja, é a ponte entre a nossa mente e o nosso espírito.

 

 

2º Passo - Saber como funciona

 

O seu uso é muito simples, basta formularmos a pergunta mentalmente cuja resposta possa ser «Sim» ou «Não». Feita a pergunta ser-nos-á data a resposta através do movimento do pêndulo.

De forma a não influenciar a resposta, sempre que fizer a pergunta evite tentar adivinhar a sua resposta, pois poderá obter uma resposta que não é verdadeira.

Existem pessoas muito intuitivas (que possuem a chamada clarividência), tendo a fantástica capacidade de obter a resposta à sua pergunta antes mesmo do pêndulo se manifestar. No entanto não se assuste se isto lhe acontecer, significa que tem uma excelente capacidade de adivinhação.

É importante criar um bom ambiente para usá-lo, pôr uma música ambiente a tocar, queimar incenso e estar num sítio calmo.

 

 

3º Passo – Preparar-se para colocar a questão ao pêndulo

 

Sente-se confortavelmente com as pernas direitas. Faça uma pequena meditação de 5 minutos de modo a relaxar e a concentrar-se apenas na sua consulta.

 

Segure o pêndulo entre o polegar e indicador de forma a não o deixar cair, mas não aperte em demasia para permitir que a energia flua.

 

 

4º Passo - Definir o significado de cada resposta

 

Definir Sim, Não, Talvez e Sem resposta:

 

O primeiro passo que deverá dar consiste em definir o movimento do pêndulo para cada resposta possível. Esta definição é feita somente na primeira utilização, e será válida para a utilização de qualquer pêndulo que use, independentemente de ser seu ou de outra pessoa.

 

Para definir as suas respostas, pegue no pêndulo de acordo com o que já foi explicado e diga:

1 – Por favor, define-me o movimento para uma resposta sim;

2 - Por favor, define-me o movimento para uma resposta não;

3 - Por favor, define-me o movimento para quando uma resposta é incerta ou quando a pergunta está mal formulada.

4 - Por favor, define-me o movimento para uma resposta da qual não devo ter conhecimento.

 

 

5º Passo - Saber formular corretamente as questões

 

Formulação correta das questões

 

É importante respeitar algumas regras básicas:

- Formular a pergunta de forma clara e objetiva (Ex: “Será que o João volta para mim?”);

- Nunca fazer duas perguntas numa só frase (Ex: “Devo continuar no mesmo emprego ou devo mudar para outro?”);

- Formular a questão sempre pela positiva, sem utilizar a palavra não. (Ex: perguntar “Devo telefonar ao João”? Em vez de: “Não devo telefonar ao João?”).

- Nunca colocar questões cuja resposta já é conhecida, exceto se for na fase de treino (no início, para adquirir confiança na sua capacidade de interpretação do pêndulo. (Ex: “Tenho 25 anos?”).

 

6º Passo – Saber que perguntas fazer antes de iniciar a consulta

 

Perguntas a fazer para iniciar a consulta:

 

1) Tenho autorização dos meus guias para usar o pêndulo?

2) Existe algum ser de pouca luz presente? (se a resposta for positiva, pedir aos seus guias para afastarem esse ser de pouca luz, e voltar a fazer a mesma pergunta.).

3) Vai ser-me respondida a verdade e somente a verdade pelo poder de Deus e pelo Poder Cósmico?

4) Perguntar se pode fazer a pergunta sobre esse assunto e/ou pessoa.

5) Deve ir questionando se está a obter respostas verdadeiras às suas questões. (caso a resposta seja incerta ou negativa, não volte a perguntar sobre esse assunto, pois o Universo ainda não tem uma resposta concreta para lhe dar.).

- Agradecer a presença dos guias.

 

7º Passo - Saber o que deve evitar

 

Advertências:

 

- Não consulte o pêndulo se está cansado ou num estado emocional alterado;

- Não usar o pêndulo num ambiente perturbador.

- Manter sempre um estado de imparcialidade e interrogação mental em relação ao tema.

 

 

Oráculo do Amor


Através do Pêndulo, que já aprendeu a utilizar nas páginas anteriores, poderá consultar o Oráculo do Amor, um método conciso, prático e de fácil consulta, que lhe fornece respostas de forma muito eficaz.

Para consultar o Oráculo do Amor precisa da Roda Mágica do Amor, que encontra a seguir, do Trevo da Sorte que ajuda a atrair energias positivas para a sua vida amorosa, do Pêndulo do Amor e de duas Pedras especiais, uma que representa o consultante e a outra que diz respeito à pessoa amada. Pode obter o Kit especial para o Oráculo do Amor pelo 21 318 25 99 mariahelena@mariahelena.pt

(Rogério, usa a roda do livro para a revista…)

 

Para se familiarizar com o Oráculo do Amor observe muito bem cada divisória, cada resposta possível e deixe que a sua intuição a guie. Escolha um dos seguintes métodos a seguir descritos e divirta-se com o que vai descobrir!

 

Obter respostas diretas

 

1.)  Perguntas com resposta sim/ não

 

Este método é especialmente vocacionado para perguntas cuja resposta é sim ou não. Antes de começar, deve relaxar a sua mente, libertando-a de preocupações que possam intervir com a resposta. Pode acender uma vela para purificar o ambiente e elevar as energias circundantes. Antes de usar o seu oráculo do Amor deve colocar o Trevo da Sorte no centro do círculo, para evitar interferências negativas. Quando terminar de usar o oráculo, volte a guardar o Trevo cuidadosamente.

Segure a extremidade do fio do Pêndulo do Amor entre os dedos polegar e indicador da mão direita (ou esquerda, se é canhota) e, se a sua pergunta é uma das que consta no Oráculo (círculo central), coloque o pêndulo por cima dela. (por exemplo, “Ele ainda me ama?”). Se deseja colocar outra questão que não está na Roda Mágica do Amor, coloque o pêndulo sobre o centro da Roda, por cima do Trevo da Sorte, e faça a pergunta em voz alta.

Aguarde alguns minutos e preste atenção ao movimento do pêndulo. Se começar a movimentar-se em sentido circular, a resposta é sim. Se rodar em sentido contrário ao dos ponteiros do relógio, o Oráculo indica que a resposta é provavelmente sim, mas aconselha-a a que pense bem se é realmente isso que deseja, pois por vezes aquilo que desejamos num dado momento não é, de facto, aquilo de que precisamos para ser felizes. Se o pêndulo de movimentar de um lado para o outro ou para a frente e para trás, a resposta é “não”. Se o pêndulo começar a mover-se de uma maneira e de repente parar e mudar de movimento, o Oráculo indica que esta pergunta ainda não pode ser respondida, por isso espere alguns dias e volte a tentar.

 

2.)  Perguntas sobre os sentimentos

Quem não deseja saber aquilo que vai no coração do seu amado? Para saber o que pode esperar da pessoa por quem suspira, utilize as duas Pedras Mágicas do Amor. Segure-as entre as duas mãos fechadas, por cima do Trevo da Sorte, feche os olhos durante alguns minutos e concentre-se no que deseja saber. Abra as duas mãos deixando que as pedras caiam sobre a Roda Mágica do Amor (no círculo central). O local onde caiu a Pedra Azul indica aquilo que o seu amado sente por si. Quanto mais próxima a sua pedra estiver da pedra dele, mais próximos vocês estão. Se a Pedra Azul cair fora do círculo central, repita o processo novamente. Se, ao fim de três tentativas, continuar a não cair no círculo de resposta, deverá aguardar uns dias até voltar a fazer a mesma pergunta.

 

3.)  Perguntas com resposta temporal

Muitas vezes temos questões cuja resposta implica um período de tempo específico ou uma data concreta, como por exemplo “Ele vai voltar daqui a quanto tempo?” ou “Em que mês é que me vou casar?”

Se deseja colocar uma questão com uma resposta temporal, segure na Pedra Vermelha com a sua mão esquerda fechada, sobre o Trevo da Sorte. Feche os olhos e faça a sua pergunta em voz alta, abra a mão e veja em que divisão da Roda Mágica do Amor a pedra caiu. Olhe para o círculo exterior da Roda (a Pedra não precisa de cair nele) correspondente a essa divisão. O número indicado corresponde ao número de dias, semanas, meses ou anos que a situação levará até chegar ao que deseja. Se a pergunta envolve um mês, a resposta é indicada no círculo.

 

 

 

 

Adquira o seu pêndulo, devidamente harmonizado e purificado. Ligue já: 21 318 25 99

Lendas e Mitos - Os poderes dos deuses gregos

Eles fazem parte da história da humanidade, e justos ou castigadores, os deuses gregos contribuíram para explicar muitos fenómenos nos tempos antigos. Descubra nesta edição os mais poderosos seres da mitologia.

 

A mitologia grega tenta explica através das suas histórias e contos a origem do mundo e transmite alguns ensinamentos morais. Segundo as crenças, os deuses moravam no Monte Olimpo onde apenas havia o caos, onde eram dirigidos pelo deus do Tempo, Cronos. O seu filho, Zeus faz parte da geração de novos deuses e liderou uma revolução que dominou a Grécia durante a sua época clássica. Conheça os mais poderosos!

 

Zeus

Considerado o deus dos deuses, Zeus é o governante de Olimpo e o sexto filho de Cronos. Reza a lenda que tal como os seus irmãos, Zeus deveria ter sido comido pelo próprio pai, mas a sua mãe deu uma bebida envenenada ao marido e fê-lo vomitar Zeus e todos os seus irmãos. Juntos uniram-se contra Cronos e roubaram-lhe os poderes, os seus raios, vencendo-o numa batalha. Mais tarde, os raios eram o símbolo do poder de Zeus.

 

Palas Atena

Vista como a padroeira das artes domésticas, esta deusa concentrava em si o poder da guerra e a sabedoria. Segundo a história, Palas chegou ao mundo já adulta e nasceu da testa de Zeus, depois deste ter pedido a Hefesto, deus ferreiro, para lhe dar uma machadada quando teve uma forte dor de cabeça. Foi sob a proteção de Palas Atena que cresceu a cidade de Atenas. Foi considerada uma cidade nobre quando no seu solo nasceu a principal árvore da Grécia, a Oliveira.

 

Apolo

Filho de Zeus, Apolo é o deus do Sol, da música e da medicina. Concentra em si o poder da verdade e foi o fundador do oráculo dos Delfos, que aconselhava os gregos através da Pitonisa, sua sacerdotisa.

 

Ártemis

Irmã gémea de Ápolo, esta deusa foi considerada a virgem da Lua. Um dos seus grandes poderes estão associados aos seus dotes de caçadora e é ainda protetora das cidades, dos animais e das mulheres.

 

Afrodite

Considerada a deusa do amor, Afrodite era a mulher de Hefesto e amante de Ares, com quem teve muitos filhos (Fobos = Medo, Demos = Terror e Eros).

 

Hera

Casada com Zeus, Hera foi considerada a protetora dos casamentos, das mulheres casadas e das crianças. Ao mesmo tempo que era sua mulher, também era irmã de Zeus, portanto uma das filhas vomitadas por Cronos. 

 

Démeter

É a deusa das colheitas e aquela que fornecia os cereais e os frutos. Reza a lenda que quando a sua filha, Perséfone, se tornou mulher de Hades, deus do inferno, Démeter ficou furiosa e decidiu deixar de produzir alimentos para dar à terra. Zeus tentou encontrar uma solução para salvar o mundo e exigiu que Perséfone passa-se alguma parte do tempo ao lado da sua mãe, no Monte Olimpo, e a outra parte com o seu marido, no inferno. Démeter acalmou a sua raiva e passou de novo a dar as colheitas à terra.

 

Hermes

Este é um dos filhos de Zeus e mensageiro dos mortais. Hermes é protetor do gado, dos viajantes, dos oradores e dos escritores.

 

Poseidon

Foi Poseidon quem deu os cavalos aos humanos. É considerado o deus do mar e dos terramotos e sempre foi considerado traiçoeiro. Os gregos não confiavam nos caprichos do mar.

 

Dionísio

Também filho de Zeus com uma humana, Dionísio é o deus do vinho e da fertilidade. Foi alvo de ciúmes por parte de Hera, que matou a sua mãe, o que lhe transtornou o juízo. Na Terra vagueava sem um objetivo concreto. Simbolizava dessa forma a vida dissoluta.

 

Ares

Filho de Zeus e Hera, Ares é o deus da guerra. Detestado pelos seus pais pelas guerras que provocava, foi, no entanto, sempre protegido por Hades, que agradecia a confusão provocada por este deus. Cometeu o adultério com Afrodite, mulher de Hefesto, que os prendeu aos dois num rede fina. Os gregos respeitavam muito este deus, devido ao seu temperamento forte e agressivo.

 

Hefesto

Filho de Zeus e Hera, Hefesto foi o grande desgosto da sua mãe, por ser coxo. Hera lançou-o do Monte Olimpo e depois disso, acabou por se refugiar nas profundezas da terra, onde aprendeu o seu ofício, ferreiro. Foi das suas forjas que saiu a primeira mulher mortal, Pandora, que recebeu vida dos deuses. Para si mesmo, construiu no Olimpo uma grandioso palácio de bronze e acabou por ser compensado pelo seu pai pela sua fidelidade. Zeus ofereceu-lhe a esposa, Afrodite, deusa da beleza.

 

 

Equinócio de Outono

 

 
Hoje celebra-se o equinócio de Outono. Como no Equinócio da Primavera, é a altura do ano em que o dia e a noite são iguais. O Outono é a época das últimas colheitas antes do Inverno. Tempo de marmelos, de romãs, de uvas, de azeitonas, de maçãs maduras e vinho novo. È quando começa a anoitecer mais cedo e os dias ficam mais curtos e frios. Setembro é regresso à escola e ao trabalho depois das férias e é a altura certa para deizar para trás o que já passou e terminar tarefas para dar lugar a novos projectos.
 
 
 
Magia de Outono para a realização de tarefas:
 
 
 
Como o objectivo é conclusão e realização, a altura indicada para o seu pedido é ao por do sol. Quarto minguante também é uma boa altura para concluir tarefas. Para dar mais força ao encantamento poderá unir o sol à lua.
 
O equinócio de Outono, a lua em quarto minguante e o por do sol são os momentos certos para realizar magias que ajudam a terminar um trabalho ou tarefa, concluir projectos, mudar de emprego e resolver assuntos pendentes.
 
Prepare uma mesa com maçarocas de milho seco, maçãs maduras ou um cacho de uvas, escreva o seu pedido num papel e concentre-se. Acenda uma vela duma destas cores (ou as três):
 
Laranja: que ajuda a aumentar o dinamismo, o poder e a resistência. Estimula a energia, favorecendo as actividades físicas e a vitalidade. Aumenta a capacidade de tomar decisões. É estimulante e promove a atracção entre as pessoas.
 
Dourada: Ajuda a encontrar a solução adequada para alguns dos seus problemas. Guia e ilumina o seu caminho. Concede-lhe protecção divina, dando-lhe a sensação de ser um indivíduo protegido. Transmite confiança e poder de atracção.
 
Amarela: Ajuda a aumentar o poder de concentração e do intelecto. Faz despertar aptidões e talentos escondidos. Favorece os trabalhos espirituais.
 
Um abraço carinhoso e um Outono feliz,
 
Maria Helena

Luciana e Djaló - Porque o destino os separou?

As notícias sobre a separação de Luciana Abreu e Yannik Djaló deixaram algumas pessoas surpresas, principalmente porque o casal teve a segunda filha há pouco mais de três meses. Porém, embora este amor pudesse parecer eterno, a verdade é que a compatibilidade astrológica entre os dois não era promissora. Descubra por que razão a cantora e o futebolista não conseguiram ultrapassar a linha que os separava.

 

Um dos casais mais falados do momento é Luciana Abreu e Djaló.

A eterna Floribella portuguesa, que se manteve sempre reservada a nível amoroso, veio publicamente avisar que a sua relação com o futebolista estava terminada e que não sabia nada do marido há mais de duas semanas.

Há alguns anos atrás, Lucy parecia ter finalmente encontrado o escolhido do seu coração, quando anunciou o romance com Yannick Djaló oficialmente no site da cantora, onde ambos se declaram perdidamente apaixonados um pelo outro.

 

A compatibilidade astrológica entre Yannick e Luciana

Luciana é nativa do signo Gémeos e a sua simpatia cativou desde logo o publico português. Evidencia o dom da comunicação, que caracteriza os nativos deste signo. Procura sempre transmitir os valores em que acredita e, através do seu mediatismo como figura pública, ajudar quem mais precisa. Escolhe as palavras de forma a não magoar ninguém, pois é naturalmente simpática e carinhosa. Por ter Vénus em Carneiro, no amor é romântica e corajosa, e sempre afirmou à Imprensa estar certa de que o seu príncipe encantado iria chegar. Assim parece ter acontecido com Djaló que, sendo nativo do signo Touro, é um homem com valores bastante enraizados, muito apegado à família e à tradição, tendo pedido Luciana em namoro à sua mãe, à “moda antiga”. Luciana Abreu valoriza a estabilidade, o respeito e a lealdade, e Djaló, como nativo de signo Touro, seria sem dúvida um homem capaz de lhe proporcionar uma vida a dois estável e segura. O seu coração generoso é um dos pontos que Luciana certamente mais apreciava, assim como o seu caráter romântico, atencioso e dedicado. Djaló tem Vénus em Gémeos, o signo de Luciana, tendo havido uma natural facilidade de entendimento entre eles inicialmente, por haver também muitos interesses em comum e uma grande vontade mútua de aprenderem um com o outro. Contudo, as suas personalidades têm também muitas diferenças, que poderia ter proporcionado a ambos a possibilidade de evoluírem juntos. Luciana, sendo mais extrovertida, comunicativa e descontraída, poderia ter ajudado Djaló a libertar-se mais, pois o nativo de signo Touro é geralmente mais reservado e calado, sendo também mais ciumento. Por outro lado, Djaló poderia ter dado a Luciana o aconchego estável de uma relação segura. Ambos tinha o desejo de construir uma família e concretizaram-no, mas em algum momento a felicidade de ambos acabou, porque quanto mais Gémeos e Touro convivem mais o entendimento se torna difícil, o que não quer dizer que não possam vir a ser bons amigos. Para que isso aconteça, têm que aprender a respeitar o espaço um do outro. A relação familiar entre estes dois signos terá sempre muitos altos e baixos. O único ponto de equilíbrio entre eles é o gosto por uma boa conversa e certos interesses como a música ou a leitura, que podem ajudar ao bom entendimento.

 

Luciana Abreu

A cantora e atriz é uma pessoa dinâmica e ativa, possui uma inteligência apurada e uma grande rapidez de raciocínio. A sua mente está sempre a fervilhar com ideias novas, que gosta de partilhar com aqueles que a rodeiam, pois é uma pessoa muito comunicativa. Como se adapta com facilidade às situações, consegue sentir-se bem e fazer amigos em toda a parte, no entanto, só quando a sua mente é estimulada por novas descobertas e aprendizagens é que se encontra plenamente realizada.  Para que alguém a conquiste é necessário mostrar alguma perspicácia. Ela gosta de pessoas que estimulem o seu intelecto ou que deixem no ar uma certa aura de mistério. É preciso mostrar que é capaz de debater os mais diversos assuntos, alimentando a sua sede de saber, partilhando com ela os seus múltiplos passatempos e interesses.

 

Djaló

O futebolista é sensato e realista. Para ele é tudo muito linear, não existe meio-termo: ou é preto ou branco, não há lugar para o cinzento. Frontal e sincero, por vezes pode ser um pouco brusco e magoar as pessoas com quem se relaciona, mas não o faz por mal. Preza a estabilidade e a segurança emocional e material. É uma pessoa de confiança e bastante disponível para auxiliar quem necessita da sua ajuda.

Quando se apaixona é romântico, atencioso, extremamente dedicado à pessoa amada e adora presenteá-la. É, porém, geralmente muito possessivo. Possui em si uma forte sensualidade.

Aprecia um lar com bastante conforto, bem decorado, e de preferência no campo, devido à sua forte ligação à natureza.

 

 

 

 

Dia de São Mateus

A Igreja celebra hoje, de forma especial, a vida de São Mateus apóstolo e evangelista, cujo nome antes da conversão era Levi. Morava e trabalhava como coletor de impostos em Cafarnaum, na Palestina. Quando ouviu a Palavra de Jesus: "Segue-me" deixou tudo imediatamente, pondo de lado a vida ligada ao dinheiro e ao poder para um serviço de perfeita pobreza: a proclamação da mensagem cristã!

   Mateus era um rico coletor de impostos e respondeu ao chamado do Mestre com entusiasmo. Encontramos no Evangelho de São Lucas a pessoa de Mateus que prepara e convida o Mestre para a grande festa de despedida em sua casa. Assim, uma numerosa multidão de publicanos e outros tantos condenados aos olhos do povo, sentaram-se à mesa com ele e com Àquele que veio, não para os sãos, mas sim para os doentes; não para os justos, mas para os pecadores. Chamando-os à conversão e à vida nova.

   Por isso tocado pela misericórdia Daquele a quem olhou e amou, no silêncio e com discrição, livrou-se do dinheiro fazendo o bem.
   É no Evangelho de Mateus que contemplamos mais amplamente trechos referentes ao uso do dinheiro, tais como: "Não ajunteis para vós, tesouros na terra, onde a traça e o caruncho os destroem." e ainda:"Não podeis servir a Deus e ao dinheiro."

   Com Judas, porém, ficou o encargo de "caixa" da pequena comunidade apostólica que Jesus formava com os seus. Mateus deixa todo seu dinheiro para seguir a Jesus, e Judas, ao contrário, trai Jesus por trinta moedas! 

  
São Mateus, rogai por nós!

Um beijinho Maria Helena

Sintra… lugar maldito?

Este lugar místico, onde o mistério e o oculto andam de mãos dadas é o cenário de muitas histórias trágicas. Sintra, esconde muitos segredos e tem sido alvo de muitas investigações que tentam provar a veracidade de todas as lendas. Descubra os mitos mais intrigantes desta vila enigmática.

 

Lenda do túmulo dos dois irmãos

Quem do Ramalhão se dirige para Sintra pela estrada de S. Pedro depara-se, do lado direito da estrada, em frente ao campo de futebol, com um curioso monumento funerário que a voz popular designa como Túmulo dos Dois Irmãos.

Esta história conta uma verdadeira tragédia. Em tempos remotos, diz-se que dois irmãos que eram muito amigos estavam apaixonados pela mesma mulher, sem saberem. Um deles, desconfiado que a sua amada teria outro homem na sua vida resolveu segui-la numa noite de nevoeiro. Quando chegou ao local onde a mulher amada parou, no meio da serra de Sintra, foi encontra-la na companhia de outro homem que vestia um capote com um capuz. Magoado e cheio de ciúmes, levado pela ira, ele apunhalou até à morte aquele que pensava ser o seu inimigo e rival. O outro ficou inerte sobre o chão e quando aquele lhe retirou o capote apercebeu-se de que aquele que jazia ali afinal era o seu próprio irmão. Desesperado com tamanha tragédia, acabou por se apunhalar a si próprio. Conta o povo que os dois irmãos foram sepultados juntos, principalmente porque os unia um grande amor e também terá sido um grande amor que os separou. O seu suposto túmulo tem duas cabeceiras, o que dá ideia que ali estão enterradas duas pessoas. A inscrição na pedra do túmulo tem exatamente o título desta lenda: túmulo dos dois irmãos. 

 

 

Lenda da pedra amarela

No meio da serra de Sintra, num lugar bem alto, existe um penedo que está ligado a uma lenda muito misteriosa. Antigamente, dizia-se que debaixo dessa grandiosa pedra estava escondido um tesouro encantado e que seria de quem conseguisse derrubar o penedo atirando-lhe ovos. Um dia, uma

velha que morava perto dessa zona decidiu que haveria de colocar as mãos nesse tesouro. Foi juntando, todos os dias, a maior quantidade possível de ovos. Quando achou que já tinha um número suficiente para derrubar a pedra deslocou-se ao local. Quando lá chegou, foi atirando os ovos ao penedo, um a um, dois a dois, na esperança de derrubar aquilo que a impedia de chegar ao tesouro. As esperanças da velha foram morrendo à medida que os ovos foram escasseando. No final, a pedra lá se mantinha, no mesmo exato lugar, firme e hirta. O povo diz que ainda hoje, nos musgos que cobrem esta pedra escorrem as gemas de ovos que a velha lhe arremessou. 

 

 

A tentação do Frei Honório

Situado no centro da Serra de Sintra, o Convento dos Capuchos, que sempre foi habitado por frades da Ordem Franciscana é o local de mais uma lenda trágica de Sintra. Conta o povo que há alguns séculos atrás, no Convento, morava um frade de nome Honório. Um dia, quando saía do local que o albergava, situado exatamente numa encruzilhada de seis caminhos foi tentado pelo Diabo, sob a figura de uma mulher. Mas a sua fé e crença em Deus salvou-o do pecado. Ignorou esta tentação e seguiu o seu caminho. Esta história vem adensar ainda mais o simbolismo das encruzilhadas como locais escolhidos para o mal.

 

Lenda de Monserrate

Situado numa colina isolada, a meio da estrada velha que vai de Sintra a Colares, a menos de 1 km da Penha Verde, está situado o Palácio de Monserrate. Conta a lenda que nesse local vivia um fidalgo cristão que tinha grande influencia em todas as famílias cristãs que viviam naquela zona. Dizia-se que esse fidalgo tinha uma rixa com o alcaide do Castelo de Sintra, que acabou por desafia-lo para um duelo. Como resultado dessa disputa, o fidalgo acabou por ser morto e como era muito querido pelos habitantes da Penha foi considerado um mártir. O povo diz que em sua honra foi construído um túmulo e uma capelinha de oração. No ano de 1500, foi substituída, a mando do Padre Gaspar Preto, sob a invocação de Nossa Senhora de Monserrate.

 

 

Lenda da gruta da Fada de Sintra

Esta é uma lenda bastante imprecisa, pois os locais e os motivos não são esclarecedores. Reza a história que em Sintra há uma gruta onde uma fada chora, todas as noites, pelo seu triste destino, desconhecendo-se qual será na verdade. Há uma curta narrativa sobre este mito, que pouco mais acrescenta à história: “gruta formada por uma imensa rocha de granito, apoiada em dois rochedos que a flanqueiam. Diz a lenda que uma fada todas as noites, cerca da meia-noite, ali vai carpir o seu destino. A referida gruta fica na entrada da Pena, à esquerda de quem sobe, quase ao chegar ao portão principal do Parque da Pena”.

 

 



Pág. 1/3