Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Astrologia

A cura através dos alimentos

intolerancia-alimentar-331.jpg

 

Um dos fatores que mais influencia a nossa vida, tanto a nível físico como psíquico, é sem dúvida a alimentação. Antigamente falava-se na "arte de preparar os alimentos" pois, na verdade, através dos sumtuosos banquetes que refletiam essa arte uniam-se povos, famílias, e animavam-se os indivíduos.

 

A importância da alimentação adquiriu, gradualmente, uma maior credibilidade pois os estudos científicos confirmaram os seus benefícios. A alimentação é o importante agente proporcionador de saúde. Quem goza de boa saúde não se apercebe do poderoso bem que os alimentos lhe conferem, todavia, quem não goza dela poderá, desde já, tomar consciência do seu valor.

 

Se, por um lado, a alimentação constitui uma necessidade imprescindível da vida, por outro lado, não podemos esquecer que ela é também, para muitos, um autêntico prazer. Infelizmente, como a maior parte dos prazeres, tem sido totalmente subvertido e desvirtuado.

 

Efetivamente, a alimentação não se destina apenas à sobrevivência, destina-se igualmente a dar e conservar a saúde e, por consequência, conferir bem estar psicológico e espiritual. Em suma, a boa nutrição é a base para encontrar o caminho para o bem estar geral, todavia, há que indicar o que se entende por boa nutrição.

 

Em primeiro lugar, uma boa nutrição tem de ser adequada a cada indivíduo, isto é, tem que ter em consideração não a quantidade, mas a qualidade dos alimentos que necessita. Em segundo lugar, é uma nutrição equilibrada, com proporções convenientes, que fornece às células os elementos vitais.

 

É de salientar o papel fulcral da alimentação na saúde. Uma alimentação deficiente nunca produzirá uma boa saúde, mas uma boa alimentação poderá traduzir-se na obtenção de um equilíbrio a todos os níveis. É importante comer com gosto, mas não é o gosto que deve guiar o nosso critério de seleção dos alimentos.

 

Não se esqueça que nós somos aquilo que comemos. Os erros de alimentação são responsáveis, na maior parte das vezes, pelas doenças e pelos problemas, em geral. A criança mal nutrida, por exemplo, não fará grandes progressos na escola e dificilmente se tornará num adulto alegre. A mãe que se esforça por dar uma alimentação equilibrada e saudável aos seus filhos, livrá los á das doenças e dos vícios e está a promover, inconscientemente, uma reforma social do mais alto valor.