Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Astrologia

Ritual de libertação do Karma

10498397_311573835669243_5213856470865800986_o.jpg

 

O único momento em que pode mudar a sua vida é AGORA. Este ritual vai ajudá-la a aliviar o seu Karma e a encontrar na sua vida o melhor caminho para se libertar daquilo que, no passado, a fez sofrer.

 

Realize este ritual durante 7 dias seguidos, todos os dias à mesma hora. Sete é um número místico, que representa a perfeição e simboliza a passagem do conhecido para o desconhecido. A partir de agora, você abandonará os velhos padrões de comportamento.

 

Este ritual deve começar a ser feito num sábado, dia de Saturno, o senhor do Karma, e terminar numa sexta-feira, dia de Vénus, deusa do amor, para começar um novo ciclo na sua vida.

 

Vai precisar de:

- 7 velas lamparinas

- 7 paus de incenso – elevam o seu pedido aos Céus

- um cristal Ónix – passado - liberta

- um cristal Quartzo Rosa – presente – cura com amor

- um cristal Quartzo transparente – futuro - purifica

- uma folha de papel e uma caneta

- um recipiente de cerâmica onde possa queimar o papel

- fósforos de madeira, suporte para o incenso


Preparação:

- Acenda uma vela e queime um pau de incenso.

- Coloque os 3 cristais à sua frente: o ónix à esquerda, o quartzo rosa ao centro e o quartzo transparente à direita.

- Pegue na caneta e escreva numa folha de papel aquilo de que deseja libertar-se. Quando tiver terminado, queime a folha, enquanto diz em voz alta:

"O meu passado ardeu,
Estou livre.
Eu mereço ser feliz.
Eu sou amor,
Deus é amor.
Eu sou amada e feliz"!

- Deixe a vela arder até ao fim. Durante 7 dias seguidos acenda uma vela e queime um pau de incenso.

- No último dia, quando a vela terminar de arder, deite fora os restos.
- Guarde o cristal Quartzo Rosa e Quartzo Transparente num lugar onde os possa ver diariamente, para que se lembre sempre que prometeu a si mesma que vai ser feliz.

- Por fim, pegue no cristal Ónix, que representa o seu passado, e saia de casa com ele. Ofereça-o a alguém, deite-o no mar, num rio de água corrente, ou então enterre-o num jardim longe de sua casa, onde não seja habitual passar. Aquele passado já não faz parte da sua vida.