Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Livre-se de um karma pesado!

 

 

A palavra karma é algo que só em si pode significar um fardo pesado na sua vida. Assim sendo, para que tudo lhe corra de feição realize simpatias, magias ou rituais que a ajudarão a livrar-se de um destino que não tem que ser necessariamente o seu. Não se esqueça que o livre-arbítrio é o seu segredo para escolher diferentes caminhos.

 

Simpatia para afastar energias negativas e conquistar um homem

Coloque uma folha de papel branco no centro de um prato branco. Desenhe na folha um coração do tamanho do fundo do prato. Depois, recorte o coração e escreva o seu desejo ou o nome do homem desejado. Imediatamente abaixo, escreva o seu nome completo. De seguida, coloque o desenho do coração no centro do prato vermelho, verta algumas gotas de mel sobre o papel, juntamente com algumas pétalas de rosa vermelha. Depois, acenda uma vela vermelha no centro do prato, deixando-a queimar totalmente. Quando a vela acabar de queimar, peça ao seu Anjo da Guarda que lhe traga um grande amor. Guarde o prato durante sete dias. Depois, deite tudo ao lixo, à exceção das pétalas que estiverem boas, guardando-as dentro de um livro.


Ritual para um namorado indeciso

Retirar com muito cuidado o caroço e parte do recheio de uma maçã vermelha. Numa pequena folha cor-de-rosa escreva o seu nome e o do seu namorado unidos pelo desenho de uma aliança. Dobre a folha e ate com uma fita dourada. Coloque o papel dentro da maçã e por cima verta algumas gotas de mel. Tape a maçã e com uma fita vermelha, amarre-a com 4 voltas. De seguida faça um pedido a um santo da sua devoção para que o seu namorado tome a grande decisão e guarde a maçã até que ela apodreça.

 

Magia de limpeza para afastar a rival

Para fazer esta magia proceda da seguinte forma: junte três galhos de arruda, três de jasmim e três de alecrim num recipiente de alumínio ou barro, algo que suporte o calor. Acenda um fósforo e chegue o fogo aos ingredientes com muito cuidado para não se queimar. Deixe que o fumo entre em contato com o seu corpo, dê uma volta ao redor do fumo para que fique limpa de qualquer energia negativa. De seguida reze um Pai-Nosso. Quando terminar a magia, deite as sobras das ervas queimadas no lixo e lave muito bem o recipiente usado para a defumação.


Ritual contra a traição

Vá a uma igreja com uma imagem de Santo António e leve consigo uma fita vermelha larga com meio metro de comprimento. Assista à missa e no fim peça ao padre para benzer a fita. Depois dirija-se à imagem de Santo António e peça para ele afastar as tentações do caminho do seu companheiro.

Quando regressar a casa, corte a fita em duas partes, ate uma delas no pulso do seu companheiro e peça-lhe que ate a outra metade da fita no seu pulso.


Simpatia para recuperar um amor perdido

Escreva o nome da pessoa com quer reatar a relação no centro de uma folha de papel vermelho, depois dobre-a duas vezes. Alinhave toda a borda do papel com uma linha branca. Vá até a um local onde haja muitas árvores e enterre o papel junto a uma árvore alta, cujo tronco se divida em dois galhos. Depois durante sete dias seguidos dirija-se a esse local, sempre à mesma hora e peça à deusa Hera que lhe traga de volta o seu amor. Hera era a deusa protetora das mulheres e dos casamentos.


Feitiço para afastar uma paixão

Numa noite em que a Lua esteja na fase quarto minguante arranje uma raiz de sálvia e parta-a em 3 partes, agarre nos 3 pedaços de raiz de sálvia e vá para a janela elevando as mãos para a Lua. De seguida repita as seguintes palavras: “Raiz saída da terra, alimento do amor, afasta de mim a tentação da paixão”. Depois coloque os pedaços de raiz numa pequena bolsa de veludo e traga-a junto do seu corpo, por exemplo, presa ao soutien durante 7 dias seguidos, à noite coloque debaixo da sua almofada. Ao oitavo dia enterre os pedaços de raiz junto a uma árvore.


Feitiço dos sete dias contra o vício da bebida

Numa cartolina preta escreva com giz branco o nome da pessoa que pretende que largue o vício. De seguida, coloque em cima da cartolina um copo com água mineral e diga: “Peço com toda a minha fé que (diga o nome da pessoa) deixe de beber (diga o nome da bebida na qual a pessoa é viciada) e que apenas goste de beber água”. Faça isso três vezes seguidas e deixe o ritual no mesmo lugar onde  o realizou durante sete dias seguidos. No final desse tempo, deite tudo no lixo e lave o copo, utilizando-o como habitualmente. A pessoa a quem dirigiu a simpatia não deve ter conhecimento da mesma.

 

Ritual da Lua contra o vício da droga

Numa noite de Lua Minguante, escreva o seu nome (ou o nome da pessoa a quem você anseia ajudar) numa folha de papel branco. Coloque depois o papel debaixo de um pires e sobre este acenda uma vela branca. Deixe a vela queimar até ao fim e enquanto isso peça ao seu anjo da guarda para ajudar a afastar-se do vício ou para auxiliar a pessoa por quem pede. Depois da vela queimar, embrulhe tudo aquilo que utilizou para ritual em papel de alumínio e deite no lixo.


Para quebrar corrente de má sorte

Se achar que a corrente dos sete elos de azar se instalou na sua vida, faça a seguinte simpatia para quebrar essa onda de má sorte. Compre um vaso branco e terra adubada. Procure na praia sete pedrinhas sem arestas e coloque-as no fundo do vaso cobrindo-as com a terra. Acenda um incenso de sândalo e faça uma defumação por todos os cantos da sua casa. Enterre os restos do incenso no vaso com terra e faça a seguinte prece: “O Senhor tem o seu templo no meu íntimo . Nenhum poder é demasiado ao poder dinâmico do meu espírito. O amor e a chama branca da vida residem em mim.”

 

Liberte-se do azar

No último dia de cada mês, até que esta simpatia faça efeito, realize este ritual. Ao anoitecer pegue num cordel e dê-lhe sete nós. Acenda uma vela e vá queimando nó a nó na chama, fazendo a seguinte prece a cada um dos nós que queima: “Queimado está, meu azar, desfeito está outro nó. Nada mais me vai amarrar, às amarras que são pó.”

 

Terapias que Curam

Cura Cármica

A Cura Cármica permite-lhe limpar sentimentos, crenças e bloqueios provenientes de vidas passadas que não a deixam evoluir com tranquilidade hoje. É uma poderosa terapia que lhe permite voltar a uma situação de uma vida passada, de forma consciente, para curar o que tem que ser curado.

cura carmica.jpg

Muitos julgam que a palavra carma quer dizer "pagar por algo que não fiz". Carma significa exatamente o contrário: "pagar por algo que se fez". Em sua distante origem - no sânscrito, uma língua ancestral já extinta -, carma queria dizer "ação: Ou, então, "tudo o que nos acontece é o resultado de algo que fizemos". O nosso carma, então, não é um mero jogo de sorte e azar: é uma simples questão de causa e efeito. Tudo o que está acontecendo agora é o resultado direto de decisões que tomámos no passado, mesmo que não nos lembremos delas, ou que, na época, as tenhamos considerado irrelevantes.

Devemos lembrar-nos que em vidas passadas construímos defesas e barreiras contra nós mesmos e nossa evolução, contra o amor e a criatividade, contra a expansão das nossas consciências. Essas defesas do ego tornam-se parte de um padrão de comportamento que somente pode ser rompido através da consciência.

Uma pessoa pode, por exemplo, carregar algumas fobias e depressão nesta vida como resultado de ações e traumas advindos de uma vida passada.

O carma são dívidas pessoais contraídas pelo espírito no decorrer das suas existências.

A energia cármica é a densidade emocional que trazemos de outras vidas. Essa energia formata, numa primeira fase da vida, a personalidade do ser. É o que chamamos «Sobreposição de Encarnações».

O ser que nasce, antes de tomar consciência da sua jornada atual, irá sentir a energia cármica, as sobreposições, de forma mais profunda e com mais acuidade. Essa energia cármica, essa densidade emocional de outras vidas, irá condicionar o comportamento. O ser passará, nesta vida, a ter um comportamento semelhante ao de outras vidas. Irá escolher o mesmo padrão repetitivo de comportamento.

Limpar a energia cármica é retirar as sobreposições de encarnações, as vidas passadas que ainda permanecem na pessoa sob a forma de densidade.

É, simplesmente, retirar essa energia, através de uma limpeza. Gastar a energia cármica é precisamente quebrar o padrão repetitivo de comportamento.

 

Como se processa?

Existem diversas maneiras de acelerar o carma e limpar a alma. Vamos conhecer três formas possíveis de limpeza cármica com a qual se obtém bons resultados, desde que haja intenção séria de melhorar a elevação espiritual.

 

Método da Chama Violeta

chama violeta.jpg

 A Chama Violeta é uma grande dádiva de Deus. Foi liberada, em 1930, quando Saint Germain apareceu, aos pés do monte Shasta na Califórnia, a Guy Ballard, mensageiro de Deus no Movimento I AM, para libertar a humanidade. Saint Germain deu-lhe a dispensação da Chama Violeta para o planeta Terra. O monte Shasta, na Califórnia, é o principal foco de irradiação da Chama Violeta do Mestre Saint Germain para o planeta Terra. A vibração da cor violeta, uma vez elevada, é uma energia transmutadora que converte o mal em bem. É uma chama de compaixão e misericórdia que encandeia de forma a limpar o carma.

Se deseja melhorar a sua situação e dissipar-se do carma terá que diariamente meditar acerca do seu passado, presente e futuro, fazendo com que o amor inunde o seu coração e não se deixar "tentar" pelos pensamentos negativos.

Uma vez alcançado um grau de meditação elevado, deve visualisar-se coberto por um manto de cor violeta intenso. Quando a visualisação se tornar tão nítida, ao ponto de sentir essa luz violeta ao seu redor, deverá pedir a Deus ou ao Divino, com toda a sua alma, a libertação do carma. Acenda uma vela roxa e concentre-se fixando a sua chama violeta, pois ela é a própria ação da Lei da Misericórdia e do Perdão.

 

Método dos Chakras

chakras maria helena.jpg

A energia cósmica entra e sai através de certos pontos centrais de energia, distribuídos ao longo do corpo. São sete os principais chakras, dispostos desde a base da coluna vertebral até o alto da cabeça e cada um corresponde à uma das sete principais glândulas do corpo humano. Cada um destes chakras está em estreita correspondência com certas funções físicas, mentais, vitais ou espirituais. Num corpo saudável, todos esses vórtices giram a uma grande velocidade, permitindo que a "prana" (energia vital universal que permeia o cosmo, absorvida pelos os seres vivos através do ar que respiram), flua para cima por intermédio do sistema endócrino. Mas se um desses centros começa a diminuir a velocidade de rotação, o fluxo de energia fica inibido ou bloqueado - e disso resulta o envelhecimento ou a doença.

A limpeza cármica pode processar-se por meio de limpeza dos chakras, o que permite compreender melhor "o que vem a seguir" e superar facilmente os seus problemas. Cada chakra corresponde a uma cor e um estado de ânimo. Para ativar os chakras, é importante pôr-se em posição de meditação e tentar visualizá-los, virando-os como se fossem pequenos discos de cor. Este exercício pode levar à ativação dos mesmos, o que pressupõe também à ativação das energias de cura e libertação de bloqueios.

Uma conduta adequada juntamente com o bom funcionamento dos chakras permite abrir novos caminhos e rapidamente deixar para trás as pesadas cargas cármicas.

 

Método de Transmutação Alquímica

transmutacao maria helena.jpg

 

Alguns produtos elaborados nos modernos laboratórios alquímicos são úteis para libertar e limpar o carma. Estes têm uma altíssima vibração e permitem transmutar rapidamente efeitos energéticos negativos de carmas pesados.

Sem complicações, e para uma limpeza cármica com resultado, deve-se estar totalmente de acordo com o facto "de que se é responsável pela dívida", pois só assim a transmutação alquímica se faz acompanhar de atos bons que possam resgatar os anteriores.

Elevar as vibrações servirá para que se possa ver melhor o que irá suceder, fazendo com que passe a depressão e o desânimo.
Deve, no entanto, fazer várias introspeções para descobrir qual o melhor caminho a seguir e qual a melhor postura de forma a não voltar a cometer os mesmos erros.

Veja grátis: Horóscopo diário !

maria helena.jpg

 

Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Contactos:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png 

Mensagens do universo

10955698_415069588653000_5950154627891280836_o.jpg

 

Desde tempos muito antigos que o homem procura interpretar os sinais que encontra à sua volta como uma previsão dos acontecimentos que o esperam. Chamamos presságios às situações que, como acontecem fora do que estamos à espera ou é normal, se acredita revelarem acontecimentos futuros.

 

Os significados de cada presságio surgiram de acordo com aquilo que acontecia, de forma repetida, logo depois desse presságio, e que a sabedoria popular foi assim transmitindo de geração em geração.

 

Por exemplo, há quem acredite que ver uma joaninha anuncia a chegada de um novo amor ou de um filho, porque a joaninha está, desde tempos antigos, associada ao amor e à fertilidade. Diz-se, também, que o número de pintas pretas nas costas da joaninha indica o número de meses que terá de esperar.

 

Ver uma borboleta a passar mesmo à sua frente indica que vai haver uma mudança positiva na sua vida. As borboletas simbolizam o renascimento e a mudança. Esteja preparada para uma bela renovação.

 

Partir um espelho traz "azar" porque o espelho representa a nossa identidade. Assim, quando um espelho se parte, ele avisa-a para ter cuidado com aquilo que se está a partir na sua vida. Avalie o rumo que está a seguir e pense se não está a sacrificar a pessoa que é em prol de outra pessoa ou por causa de uma situação.

 

Esta superstição (que é diferente do presságio porque o presságio é visto como um sinal, a superstição um aviso, algo que se receia) pode ter origem na roma antiga, pois acreditava-se que a imagem que se via no espelho representava a alma da pessoa. Assim, quebrar um espelho simbolizava "partir" a própria alma. Por outro lado, quando, no século XVI, surgiram em Veneza os primeiros espelhos de vidro, estes eram muito caros. Por isso, generalizou-se a crença de que partir um espelho traria 7 anos de azar para que os criados tivessem mais cuidado ao limpá-los! Diz-se que ao partir um espelho devemos enterrar os pedaços ou esmigalhá-los até deixarem de ter reflexo, para que nada de mal nos aconteça.

 

Outros presságios:

Ver uma coruja - embora na nossa cultura se associe muitas vezes a coruja a algo negativo, na verdade ela representa a sabedoria, o misticismo e a intuição, pois a coruja consegue ver o que os outros não vêem. Ver uma coruja, principalmente de dia, alerta-a para abrir bem os seus olhos e ver o que se passa à sua volta. Esteja mais atenta e dê mais importância à sua intuição. Aquilo que o seu coração lhe diz é o mais verdadeiro para si, e ser lhe á muito útil neste momento.

 

Ouvir o piar de um mocho - o piar de um mocho (ou de uma coruja, se apenas a ouvir) é prenúncio de infortúnio. Significa que deve estar atenta pois algo pode mudar na sua vida de repente. Pode perder dinheiro ou um negócio importante. Risco de traição.

 

Ver um pássaro no parapeito da janela / sobrevoar a sua casa / fazer um voo picado à sua frente ou ouvir o chilrear de um pássaro - Dependendo do pássaro em questão, anuncia boas novas se for um pardal ou pássaro pequeno, que cante alegremente. Se for um pássaro maior, como um pombo, pode indicar a chegada de uma nova pessoa à sua vida. Um pássaro negro, como um melro, pode indicar-lhe que deve estar mais atenta ao que se passa à sua volta.

 

Cruzar-se com um animal na estrada - Os animais são considerados mensageiros, e encontrar um que se cruza consigo na estrada pode indicar que ele quer alertá-la para algo. As raposas advertem que deve ter cuidado com pessoas falsas, um lobo indica que deve dedicar-se mais aos seus. Um porco alerta para problemas financeiros, enquanto que um javali indica que deve estar atento a mudanças inesperadas nos negócios ou na vida profissional. Um coelho ou uma lebre apontam para a necessidade de dar maior importância aos seus desejos, um porco-espinho ou um rato indicam que alguém pode estar a ser traiçoeiro consigo.

 

Encontrar uma carta na rua - As cartas são um dos oráculos mais antigos que existem. Se encontrar uma ou mais cartas na rua anote quais são e consulte um livro ou a internet para conhecer o seu significado pela cartomancia ou num baralho de Tarot. Os ouros dizem respeito à vida financeira, os paus ao trabalho, as copas ao amor e as espadas a obstáculos que terá de vencer. Os reis indicam uma figura masculina importante, as damas uma mulher, os cavaleiros trazem notícias e os valetes representam a ajuda de alguém. Os ases são o triunfo na área a que se referem. As cartas numeradas de 2 a 10 indicam diferentes estádios na sua evolução. O universo quis que conhecesse uma mensagem importante!

 

Encontrar um dado - a sua sorte está lançada! O número de pintas que contém a face virada para cima indicam se 1) está a isolar-se demasiado; 2) pode ter assuntos a resolver com o seu par; 3) uma terceira pessoa pode estar a interferir na sua relação; 4) terá estabilidade profissional e financeira; 5) está numa boa fase para desenvolver novos projetos e iniciar trabalhos ou 6) poderá ter de fazer uma escolha importante.

 

Ver um número repetidas vezes - os números contêm uma vibração energética muito forte, e se os seus olhos se deparam sucessivas vezes com o mesmo número (ou se ele lhe aparece em sonhos) deverá procurar o seu significado num livro de Numerologia ou na Internet. De um modo geral, o número 1 indica-lhe que está num momento em que a acção está favorecida, o 2 indica que as parcerias são agora muito importantes. O 3 privilegia a comunicação, o 4 a concretização e o 5 a aventura e o imprevisto. O 6 procura o equilíbrio, o 7 representa o sucesso, o 8 a necessidade de ser justo e o 9 a introspeção como forma de obter as respostas de que precisa. O 11 indica-lhe que está fortalecida e o 22 que tem proteção divina especial. Todos os restantes números devem ser decompostos a um único dígito (ex: número 15 = 1 + 5 = 6).

 

Encontrar (ou perder) uma chave - se encontrar uma chave, está nas suas mãos alcançar aquilo que deseja ou, por outro lado, poderá estar a receber novas oportunidades inesperadas, que são presentes do destino. Perder uma chave, pelo contrário, indica que as situações podem estar a escapar ao seu controlo, pelo que deve redobrar a atenção. Cuidado para não se isolar e não ficar fechada em si própria.

 

Partir uma moldura - ao partir uma moldura na qual está uma fotografia, a relação com a pessoa que está nessa fotografia exige maior atenção pois pode estar ameaçada. Se for você, tenha cuidado com a sua integridade física e moral, evite comprometer-se com assuntos que podem sair-lhe caros.

 

Partir um copo - o copo serve para conter a água, fonte de vida. Partir um copo indica que pode estar a ser desleixada em relação ao seu dinheiro, o que faz com que perca recursos. Existe a crença popular que partir um copo indica que nos foi dirigida energia negativa causada por inveja ou maldade alheia, a qual foi "absorvida" pelo copo, que cumpriu a sua missão deixando-nos a salvo. Partir um prato representa uma possível perda material. Em qualquer dos casos, deve deitar fora a loiça rachada ou quebrada.

 

Partir um relógio - o relógio marca o tempo, e quando este é quebrado isso indica que está na altura de parar um pouco e avaliar melhor aquilo que quer na sua vida. Defina as suas prioridades com base no que lhe traz felicidade e não se torne uma escrava do tempo.

Ritual para ter sorte

sorte650.jpg

 

Hoje é sexta-feira 13, um dia que muitas pessoas temem porque acreditam que lhes pode trazer azar. A superstição ligada às sextas-feiras 13 é muito antiga.

Reza a lenda que, quando as tribos nórdicas e germânicas se converteram ao cristianismo, a deusa Frigga, a Deusa do amor e fertilidade, foi banida para as montanhas e passou a ser considerada uma bruxa. Desde então, acreditava-se que todas as sextas-feiras Frigga se reunia com mais 11 bruxas e o diabo e combinavam os azares para a semana que seguia.

Outra teoria sobre a sexta-feira treze tem origem na ordem do rei Filipe de França de prender os Templários na sexta-feira 13 de Outubro de 1307.

O número 13 também está associado à última ceia de Cristo, pois sentaram-se 13 pessoas à mesa.  No Tarot, o 13 corresponde à carta a Morte, que significa renovação.

Realize este ritual para ter sorte, hoje e sempre que assim o desejar!

Vai precisar de:
- uma vela branca
- um copo com água
- um amuleto cinco-saimão
- sal
- fósforos

Preparação:
- Acenda a vela.
- Coloque um punhado de sal dentro do copo. Percorra toda a sua casa com o copo na mão e salpique todos os cantos com água e sal, para afastar as energias negativas. Salpique também a porta de entrada com água e sal, para as más energias não entrarem.
- Segure na sua mão direita o Cinco-Saimão e diga em voz alta esta oração popular portuguesa, muito antiga:
"Pela cruz de São Saimão
Eu te benzo com a vela benta
na sexta-feira da paixão.
Treze raios tem o sol,
treze raios tem a lua.
Salta demónio para longe,
que esta casa não é tua.
Amém!"
- Quando a vela terminar de arder deite fora os restos e traga o Cinco-Saimão sempre consigo.