Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Hoje curso de Numerologia no Centro Maria Helena

A Numerologia é um método de adivinhação.

Através dos números vai saber tudo! Passado, presente e futuro para poder melhorar a sua vida!

Venha aprender no meu Centro! Faça já a sua inscrição!

 

Hoje, no Centro Maria Helena - Av.ª Praia da Vitória N. 57, 4º Dto - Lisboa

Horário: 18h às 19.30

Inscreva-se: Tlf. 210 929 030

numerologia.jpg

 

Veja grátis: Horóscopo diário !

 

maria helena.jpg

 

Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png 

A vida depois da morte nas diferentes crenças

vida-apos-a-morte.jpg

 

Islamismo

 

"Toda alma provará o sabor da morte e, no Dia da Ressurreição, sereis recompensados integralmente pelos vossos atos; quem for afastado do fogo infernal e introduzido no Paraíso, triunfará. Que é a vida terrena, senão um prazer ilusório?" (AlCorão, versículo 185)

 

Para os muçulmanos, Alá (o seu Deus) criou o mundo e por essa razão trará de volta todos os mortos no último dia. Todos terão direito a um julgamento começará uma nova vida depois da avaliação divina. Esta vida funciona então como uma preparação para uma outra existência, seja no céu ou no inferno. Quando alguém morre, começa o primeiro dia da eternidade. A morte é assim vista como uma passagem para uma vida eterna. Ao morrer, a alma fica a aguardar o dia da ressurreição (juízo final) para ser julgada pelo criador, e deseja regressar ao seu corpo físico mas muito mais jovem e sem imperfeições. O inferno está reservado para as almas desobedientes, que foram desviadas pelo Diabo. No Alcorão, o livro sagrado desta religião, o Inferno é descrito como um lugar negro com labaredas de fogo em toda a volta, onde as pessoas são castigadas severamente e para todo o sempre. Para o paraíso, vão as almas que obedeceram e seguiram a mensagem de Alá e as tradições dos profetas. No Alcorão, o paraíso é descrito como um lugar com rios de leite e outras belezas jamais vistas pelo homem. Relativamente aos rituais fúnebres o corpo do defunto é lavado pelos familiares -sempre do mesmo sexo - e enrolado em três panos brancos. Depois, é colocado num caixão para que os parentes mais próximos se despeçam dele. De seguida, o corpo é levado à mesquita do cemitério islâmico e a partir deste momento apenas os homens participam da cerimónia. As orações para a alma da pessoa duram cerca de duas horas. O caixão, que deverá ser o mais simples, é levado para o túmulo, composto por quatro paredes de pedra, onde o corpo será colocado sem o caixão no qual foi transportado. O buraco é tapado com pedras e só depois de totalmente fechado é que colocam a terra por cima. Pelas leis muçulmanas não é permitida qualquer cremação. O luto dura três dias, pois a morte é vista como algo natural. No entanto, quando é a mulher a perder o marido, o tempo de luto é de 4 meses e 10 dias. Durante todo este tempo a mulher não pode sair de casa, a não ser em caso de uma emergência.

 

 

Espiritismo

 

"Melhorados os homens, não fornecerão ao mundo invisível senão bons espíritos; estes, encarnando-se, por sua vez só fornecerão à Humanidade corporal elementos aperfeiçoados. A Terra deixará, então, de ser um mundo expiatório e os homens não sofrerão mais as misérias decorrentes das suas imperfeições." Allan Kardec

 

Doutrina do século XIX criada pelo francês Alan Kardec, defende a continuação da vida após a morte num novo plano espiritual ou pela reencarnação num outro corpo. Esta doutrina acredita que podem ser invocados os espíritos dos mortos, pois após a morte física, o espírito ascende a uma outra realidade onde se aventura numa nova vida. Significa que para os seguidores desta doutrina, a morte não existe porque o espírito continua a permanecer. Aqueles que praticam o bem evoluem rapidamente. Os que, pelo contrário, praticam o mal recebem novas oportunidades de melhoria através de sucessivas reencarnações. Creem na eternidade da alma e na existência de Deus, mas não como criador de pessoas, mas sim como o criador de espíritos simples e outros ignorantes, sem discernimento do bem e do mal. Não há qualquer simbologia do céu e do inferno, que segundo estes crentes, são ideias construídas pelo próprio homem. Pela teoria, todos os seres humanos são espíritos reencarnados na Terra que estão neste espaço para evoluir. A morte seria apenas a passagem da alma do mundo físico para a sua verdadeira vida no mundo espiritual. E mesmo nesse mundo acreditam que o espírito esteja em constante evolução de forma a alcançar a perfeição moral. As almas dos mortos ligam-se umas às outras como se pertencessem a famílias espirituais, guiadas pela sintonia entre elas. Consequentemente, os lugares onde vivem possuem níveis vibratórios diferentes, sendo uns mais infelizes e sofredores e outros mais felizes e plenos. Nos seus rituais fúnebres, os espíritas velam o defunto e enterram da mesma forma que as outras religiões. O velório é acompanhado de diversas rezas para que o espírito possa continuar perto do corpo durante mais algum tempo, de forma a encontrar-se e a ascender em paz. Dois símbolos fúnebres que não são utilizados por esta doutrina são as velas e as flores. Pode existir cremação, o que não existe é o luto, pois como para eles o corpo físico é nada mais do que um meio de transporte do espírito, têm a certeza que o mesmo vai reencarnar e evoluir, ou seja, continuar a existir.

 

 

Igreja evangélica

 

“Acho impossível que um indivíduo contemplando o céu possa dizer que não existe um Criador.” Abraham Lincoln

Como na Igreja Católica, os evangélicos acreditam que há um julgamento para a alma e que esse mesmo julgamento resulta na condenação (ida para o inferno) e ou na eternidade da alma (céu). A diferença entre as duas religiões é que os evangélicos acreditam que a alma faz uma grande viagem e a ressurreição só acontecerá quando Jesus voltar à Terra, na chamada “Ressurreição dos Justos”, ou, então, aqueles que forem condenados ao Inferno terão uma nova oportunidade de ressurreição no “Julgamento Final”. Os evangélicos sustentam que a morte física é resultado do pecado. Quando Deus criou o homem, não o fez para envelhecer, adoecer ou morrer, mas porque o homem optou por se afastar do criador, por renunciar os ensinamentos, acabou por escolher o caminho do pecado e da desobediência e consequentemente o caminho da morte.

 

 

Igreja Batista

 

Onde está, ó morte a tua vitória? Graças a Deus que nos dá a vida por intermédio de Cristo Jesus (Apostolo Paulo nos Coríntios 15.55 a 57)”

Os seguidores desta religião creem que a morte física é a separação entre a alma e o corpo e que a morte espiritual é a separação da pessoa de Deus. Os que, após a morte física, acreditam ou passam a confiar em Jesus Cristo, vão para o paraíso onde terão uma vida repleta de paz e felicidade. Com a morte espiritual, a alma vai para o Inferno para uma vida de angústia, sofrimento, dor e tormentos e onde viverá eternamente se não acreditar em Jesus Cristo.

 

 

Catolicismo

 

Ó meu Senhor Jesus, eu estou pronto a seguir-te mesmo no cárcere, mesmo até à morte, a imolar a minha vida por teu amor, porque sacrificaste a tua vida por nós." Santo António, padroeiro dos pobres

A morte para os católicos vem com os conceitos de um Céu, de um Inferno e de um Purgatório. A avaliação dos atos de cada um na sua vida terrena decide para qual destes lugares vai a alma repousar eternamente. Os católicos consideram que a alma é única e por essa razão não regressa reencarnada em outros corpos físicos. Para eles, os únicos princípios são o da imortalidade e da ressurreição e não o da reencarnação. O livro sagrado desta religião é a Bíblia, é por ela que se regem e é nela que está escrito que o ser humano morre uma única vez. É nessa morte que a pessoa é julgada e se obtiver o perdão pelas suas ações, vai para o Céu onde viverá feliz e em comunhão com os outros semelhantes mas, se por outro lado, for condenada, vai para o Inferno onde viverá rodeada de fogo ardente e de almas que sofrem horrores para toda a eternidade. O purgatório é para o catolicismo uma espécie de oportunidade de redenção da alma. É para lá que ela vai para ser purificada, não é um lugar físico mas sim uma experiência existencial. As almas que vão para o céu ressuscitarão no dia do “Juízo Final” e poderão viver eternamente, e é nesse dia que os justos e os pecadores são separados para todo o sempre. Para o catolicismo a morte é vista como uma passagem, como o batismo definitivo para o caminho para a vida eterna. A pessoa é julgada na sua morte pelos valores divinos que seguiu em vida: o amor, a fraternidade, a justiça, a verdade, a solidariedade, etc. Ideais que remetem à palavra de Deus. Nos rituais fúnebres, os católicos velam o corpo do defunto com orações e o padre encomenda a vida do defunto às mãos de Deus. Neste ritual há a celebração da passagem do morto à luz do mistério da morte, por meio de orações específicas e da bênção do corpo. Os católicos utilizam símbolos como as velas e flores. Para esta religião, as velas simbolizam a luz que é Cristo ressuscitado e as flores são consideradas como o início da vida eterna que floresce naquele momento. O corpo do defunto pode ser enterrado ou cremado. No momento do enterro, há uma bênção final dada pelo padre, cujo objetivo é pedir o acolhimento do corpo pela terra. Depois do ritual fúnebre, é usual ocorrerem celebrações em memória do morto no sétimo dia após o seu enterro, no primeiro mês e no primeiro ano.

 

 

Judaísmo

 

E o Todo Poderoso formou o homem do pó da terra e soprou nas suas narinas a alma da vida". Tora, livro sagrado do Judaísmo

O judaísmo é uma religião que não crê num único indivíduo, mas sim num povo que foi escolhido por Deus para iluminar e guiar a humanidade - o Povo Hebraico. O livro sagrado é a Bíblia. Os textos correspondem aos do Antigo Testamento dos cristãos, com poucas adaptações e esses textos são chamados de Torá. O judaísmo acredita que após a morte, a alma sobrevive, podendo voltar à terra para completar a sua missão, ou seja, acreditam na reencarnação, mas não reforçam bem a ideia de existir uma vida após a morte. O que acreditam é que a morte não é o fim da vida, apenas do corpo material. Descrita como a religião das múltiplas interpretações, o judaísmo tem diversas ramificações: umas acreditam na reencarnação da alma em outros corpos, e outras acreditam na ressurreição dos mortos, ou seja, o regresso da alma ao mesmo corpo físico. A pessoa que estiver a morrer, deve colocar a sua vida em ordem, deixar a sua mensagem à família e a quem for importante para ele e fazer a sua última confissão. Esta confissão é encarada como o elemento mais importante para a passagem para o outro mundo. Apesar de acreditarem que a alma exista para a eternidade, os judeus expressam a sua dor pela perda daqueles que mais amam de várias formas. Nos rituais fúnebres, quando um judeu morre, há um ritual chamado de tahará, que significa purificação no qual o corpo do defunto é lavado pelo chevra kadisha, que é o seu grupo sagrado. Os judeus não permitem qualquer autópsia, nada poderá violar o corpo físico. Depois de lavado, o corpo é envolvido em várias camadas de panos brancos e o caixão é fechado para que não seja mais tocado. A cerimónia fúnebre deve acontecer o mais rápido possível e são acompanhadas por rezas. Os caixões estão sempre fechados, pois encaram que a exposição do corpo é um sinal de desrespeito. Não usam qualquer simbolismo, portanto objetos como flores e velas não existem. Os judeus acreditam que na morte tudo deve ser o mais simples possível, desde das vestimentas, daí unicamente os panos brancos, ao caixão que é de uma madeira simples, sem ornamentos. Esta religião assim como não permite as autópsias, é totalmente contra a cremação, ou seja a destruição do corpo físico, pois na reencarnação a alma tem que regressar ao corpo original e o mesmo deverá permanecer tal como foi enterrado. O luto dos familiares é feito por três etapas: a primeira tem a duração de uma semana e neste período os familiares não saem de casa por nenhuma razão e trabalham apenas o espiritual, deixando de fora os cuidados com o corpo e as suas necessidades físicas. Nos dias seguintes à primeira semana, e até completarem 30 dias depois da morte, os homens não fazem a barba, bem como os cabelos não podem ser cortados. O luto termina definitivamente um ano após a data da morte, mas o defunto será sempre recordado em todos os aniversários seguintes. Os judeus acreditam que fingir que nada aconteceu é reprimir os sentimentos.

 

 

 

Protestantismo

 

“Uma masmorra com Cristo é um trono, e um trono sem Cristo é um inferno" Martinho Lutero, sacerdote e figura essencial da reforma protestante

 

Religião que tem as suas raízes no século XV emergiu como uma forma de protesto contra a doutrina do catolicismo romano da Europa Ocidental. Os protestantes acreditam que a morte é apenas uma passagem para outra vida e não aceitam a reencarnação, tal como vimos anteriormente com os católicos. Acreditam que após a morte a alma é limitada, pois o corpo ressuscitará. Esta religião acredita nos conceitos de céu e inferno e o julgamento que ditará para qual dos dois mundos a alma vai, ocorre não pelas ações praticadas em vida, mas pela fé demonstrada na palavra de Deus e pelo amor ao Senhor. Nos rituais fúnebres, os protestantes assemelham-se às outras religiões. A principal característica é que quando um protestante morre, todo o ritual do velório é feito em função da família do defunto e não do defunto em si. Normalmente o ritual é feito pelo pastor e ocorre dentro da igreja ou no cemitério. Em termos de símbolos, os protestantes não usam velas, apenas as flores. A participação da comunidade religiosa nestas últimas horas é muito importante. São feitas leituras bíblicas e orações espontâneas no cemitério. O corpo do defunto pode ser cremado ou simplesmente enterrado. Uma diferença em relação à Igreja Católica, é que os protestantes não celebram o defunto após a morte, por isso não são comuns as missas ou as rezas após o funeral. Se a família desejar, pode fazer uma reza de gratidão a Deus pela vida da pessoa, mas não é obrigada a tal. O protestantismo não obriga a qualquer tipo de luto.

 

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

 

logo dra.png

 

 

Contactos Maria Helena

 

Através de diversos meios, todos os serviços que o Centro Maria Helena presta visam ajudar todos os que o procuram a alcançarem um maior bem-estar, a aprofundarem o conhecimento sobre si próprios, a evoluírem espiritualmente e, principalmente, a superarem com confiança todos os desafios com que são confrontados, mesmo os mais difíceis. 

 

O Centro Maria Helena está sediado na Avenida Praia da Victória nº43 - 1ºandar  1200-246 Lisboa 

A Página oficial de FB é https://www.facebook.com/MariaHelenaMHM

C
aso pretenda ter uma consulta poderá enviar um email para mariahelena@mariahelena.pt


Curso de Libertação

Maria Helena pode ajudá-lo a libertar-se do passado

 

Através deste curso de libertação saiba como renovar as suas crenças e a aprender a libertar-se do que tanto o faz sofrer. Aprenda a Viver sem medos e sem mágoas, saiba aceitar-se e amar-se. Neste curso, descubra ainda como pode utilizar as palavras a seu favor.

 

 

Acredite em Si! Venha aprender a ser Feliz!

"Nós Somos a soma das nossas experiências, o que quer dizer que estamos esmagados pelo nosso passado. Quando experimentamos stress nas nossas vidas se observarmos atentamente percebemos que a causa é na verdade a memória"

Morrnah Simeona

 

Local: Lisboa - Centro Maria Helena* 
Data: 22 de Fevereiro 2014
Hora: 10h

 

Inscreva-se já!! Vagas Limitadas 

Para mais informações:

Tlf 210 929 000 | E-mail mariahelena@mariahelena.pt

*O curso irá se realizar no Centro Maria Helena (Avenida praia da vitoria nº43 | 1 ºandar Saldanha, Lisboa)

 curso libertaçao

Consultas presenciais Centro Maria Helena

 

o dilema

 

Através de diversos meios, todos os serviços que o Centro Maria Helena presta visam ajudar todos os que o procuram a alcançarem um maior bem-estar, a aprofundarem o conhecimento sobre si próprios, a evoluírem espiritualmente e, principalmente, a superarem com confiança todos os desafios com que são confrontados, mesmo os mais difíceis.

 

 

Os serviços mais requisitados do Centro Maria Helena são:

 

  • Consultas de Tarot
  • Consultas de Cartomancia
  • Consultas de Astrologia
  • Consultas de Reiki
  • Consultas de Regressão e Vidas Passadas
  • Consultas de Quiromancia (Leitura da Mão)
  • Consultas de Numerologia
  • Consultas de Psicologia

 

Bem como todos os cursos relacionados com estas áreas.

As minhas Assistentes presenciais que também realizam este tipo de serviço presencialmente, são unicamente 

 

  1. FERNANDA  OLIVEIRA - MESTRE REIKI | TARÓLOGA
  2. DRA. ANA MARIA - ASTRÓLOGA | TARÓLOGA | QUIROMANTE
  3. DRA. MARIA ANTÓNIA - CARTOMANTE | MESTRE DE REIKI
  4. LURDES LUZ  - ASSISTENTE 

 

 

Certifique-se sempre que está a falar com a equipa especializada do nosso centro, tenha atenção os seguintes aspectos 

1 - Todas as Encomendas enviadas pelo Centro Maria Helena são enviadas à cobrança, se lhe telefonarem a marcar um local de encontro para receber a encomenda é BURLA
2 - Em casos Excepcionais o pagamento pode ser feito por Transferência Bancária Sempre em Nome de MHM PORTUGAL que corresponde a Maria Helena Martins Portugal, se lhe derem outro nome para depósito é BURLA
3 - Para todos os serviços quer sejam Consultas/ Cursos ou outros o único endereço é o que sempre foi - Av praia da Victória nº43 1º andar Saldanha Lisboa, se lhe derem outra morada é BURLA
4 - Sempre que entrarem em contacto consigo para saber que é realmente uma assistente minha, confirme através dos números de telefone do Centro Maria Helena Martins, que são os que eu divulgo diariamente na Televisão no programa A VIDA NAS CARTAS O DILEMA - 210 929 000 | 21 318 25 99 |91 285 88 00 ou email mariahelena@mariahelena.pt se lhe derem outros números de telefone ou e-mail é BURLA
5- Todas as cartas a que eu respondo são escritas através de computador (para facilitar a leitura) se receber cartas Manuscritas é BURLA

6 - Ajude-me a denunciar esta Burlona que constantemente se faz passar por mim e que cria continuamente falsos perfis
7 - ATENÇAO O MEU PERFIL FOI CRIADO EM 2010 TODOS OS PERFIS CRIADOS DEPOIS DESTA DATA SÃO FALSOS


Estes são os meus contactos de FB

Página
https://www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

Perfil
https://www.facebook.com/MariaHelenaMHM

ASSISTENTES PRESENCIAIS DA DRA. MARIA HELENA

Fiquem a conhecer as únicas Assistentes Presenciais do Centro Maria Helena

Todas as consultas presenciais são feitas no exclusivamente no Centro Maria Helena - Avenida Praia da Vitória nº43, 1ºandar. 
Saiba mais

FERNANDA  OLIVEIRA

MESTRE REIKI | TARÓLOGA


DRA. ANA MARIA

ASTRÓLOGA | TARÓLOGA | QUIROMANTE
DRA.ANA.MARIA

 

 

 

LURDES LUZ 
ASSISTENTE 

 

ATENÇÃO IMPORTANTE

Devido ao aparecimento de Perfis Falsos aconselho a que siga sempre estas instruções

1 - Todas as Encomendas enviadas pelo Centro Maria Helena são enviadas à cobrança, se lhe telefonarem a marcar um local de encontro para receber a encomenda é BURLA

2 - Em casos Excepcionais o pagamento pode ser feito por Transferência Bancária Sempre em Nome de MHM PORTUGAL que corresponde a Maria Helena Martins Portugal, se lhe derem outro nome para depósito é BURLA

3 - Para todos os serviços quer sejam Consultas ou outros o único endereço é o que sempre foi - Av praia da Victória nº43 1º andar Saldanha, se lhe derem outra morada é BURLA

4 - Sempre que entrarem em contacto consigo para saber que é realmente uma assistente minha, confirme através dos números de telefone do Centro Maria Helena Martins, que são os que eu divulgo diariamente na Televisão no programa A VIDA NAS CARTAS O DILEMA - 210 929 000 | 21 318 25 99 |91 285 88 00 ou email mariahelena@mariahelena.pt se lhe derem outros números de telefone ou e-mail é BURLA

5- Todas as cartas a que eu respondo são escritas através de computador (para facilitar a leitura) se receber cartas Manuscritas é BURLA

6 - Ajude-me a denunciar esta Burlona que constantemente se faz passar por mim e que cria continuamente falsos perfis

7 - ATENÇAO O MEU PERFIL FOI CRIADO EM 2010 TODOS OS PERFIS CRIADOS DEPOIS DESTA DATA SÃO FALSOS
Obrigada meus queridos Amigos por me ajudarem e desejo a todos um 2014 cheio de Paz, alegria, amor e sucesso por que vocês merecem Maria Helena Martins

QUEM FOMOS EM VIDAS PASSADAS

 
Existem no Mundo muitos movimentos e pessoas que acreditam na reencarnação. Para cada pessoa, a reencarnação tem um significado diferente, pode ser uma teoria, uma crença, uma filosofia, ou simplesmente uma forma de vida. Através da reencarnação encontramos explicação para algumas ocorrências inexplicáveis da nossa vida.
Com as vidas passadas aprendemos que aquilo que fazemos hoje terá repercussões nas nossas vidas futuras. Devemos proceder com rectidão e honestidade para podermos construir uma futura reencarnação livre de um Karma pesado.
 
A reencarnação significa que após a morte a alma deixa o corpo e prepara-se para regressar à vida, mas através de outro ser.
As circunstâncias em que se dá esse regresso e o ambiente em que vai viver são determinadas pela evolução e progressos alcançados em vidas anteriores.
 
A personalidade de cada indivíduo é uma síntese dos acontecimentos que ocorreram em vidas passadas. Este ser reencarnado irá nascer no meio e nas circunstâncias que forem mais favoráveis ao seu desenvolvimento.
 
A vida é muito mais do que aquilo que os olhos observam e vai muito além dos nossos sentidos. Quando durante esta encarnação praticamos o bem, estamos a criar um Karma positivo, tanto para esta vida, como para vidas futuras.
 
Fazer bem é começar por sermos o nosso melhor amigo, tratarmo-nos bem, sermos gentis para connosco, termos pensamentos positivos a nosso respeito, sabermos cuidar de nós.
 
Se as pessoas soubessem tomar conta delas próprias, o Mundo seria bem melhor, haveria muito menos gente para cuidar.
 
Quem se ama e respeita, não se deixa a si próprio cair no abandono, trata-se com respeito independentemente das circunstâncias em que se encontra nesta encarnação.
 
No Centro Maria Helena pode fazer uma consulta de Regressão e descobrir segredos maravilhosos sobre si próprio!
 

Maria Helena e a Reflexologia

 

 

A Reflexologia é uma terapia milenar cuja origem se encontra registada nas culturas egípcia e chinesa, porém não se conhece exactamente a sua génese. Na Antiguidade, a Reflexologia era considerada uma forma de tratamento com características preventivas e terapêuticas. Resumia-se a massagens na planta dos pés, pois acreditava-se ser nessa zona que muitos problemas de outras partes do corpo podiam ser resolvidos ou, pelo menos, atenuados. O segredo desta terapia consiste, essencialmente, em conhecer muito bem a planta do pé, saber que zonas do corpo cada ponto representa e massajar essa zona no sentido de ajudar a proporcionar a cura.

 

A Reflexologia também pode ser executada nas mãos, porém a maioria dos reflexologistas prefere aplicá-la sobre os pés. Esta escolha justifica-se por razões de anatomia, pois os pés concentram em si informações de outras partes do corpo que são aí mais fáceis de localizar. Consequentemente, é uma excelente técnica para trabalhar o bem-estar e o equilíbrio. O pé direito representa o lado direito do corpo e o pé esquerdo o lado esquerdo, os dois pés em conjunto representam todo o corpo humano, e desta forma possuem todos os reflexos a si inerentes.
 
Com o estudo da morfologia dos pés é possível diagnosticar e ajudar a curar doenças. Através da compressão efectuada com os dedos é possível trabalhar uma dada zona do corpo provocando a sua regeneração.
 
Hoje em dia a Reflexologia é, mais do que uma técnica de massagem, considerada uma ciência holística, pois procura não só proporcionar o bem-estar físico aos indivíduos, como também o bem-estar mental, espiritual e emocional. Através da Reflexologia o indivíduo é encarado como um todo que necessita de equilíbrio e harmonia – daí a designação de terapia holística.
 
A Reflexologia enquanto massagem terapêutica tem como objectivo principal massajar os pés de uma forma reflexa, estimulando meridianos de órgãos internos no sentido de alcançar a saúde e o bem-estar pleno. Através da pressão exercida sobre os pés e de técnicas específicas, a Reflexologia pode ser considerada como uma terapia simples, mas bastante eficaz, no desbloqueio de energias.

As qualidades da terapia acima referida não dispensam as indicações do seu médico.