Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Amor & Paixão

Mais
ciúmes… não!

 

 

 Com a ajuda dos astros pode tentar controlar esse
“bichinho verde” que, em muitas situações, pode destruir uma relação de amor
com futuro. Saiba, segundo as características do seu signo se é demasiado possessiva
e aprenda a controlar os ciúmes, que de forma obsessiva podem acabar com a
paixão.

Carneiro

Como
é muito transparente, a nativa de Carneiro não consegue esconder aquilo que
sente. Se sente que alguém a engana, a sua desconfiança é logo de imediato
evidenciada e ataca o seu parceiro, devido ao facto de ser demasiado impulsiva.
Como não mede as consequências dos seus actos, em alguns casos, pode fazer
acusações sem fundamento, magoando, indevidamente, quem está ao seu lado. O
facto de, por exemplo, não receber a atenção que quer da sua cara-metade acaba
por fazê-la demonstrar um ciúme exagerado.

 

Como controlar-se?

Experimente
não tomar atitudes sem pensar, tal como não fazer suposições perigosas, sem
provas.

 

Touro

O seu ciúme vem à tona, precisamente quando sente logo alguma desconfiança, já
que as nativas de Touro têm que se sentir totalmente seguras no que diz
respeito ao amor. Se por acaso, o seu par, lhe dá a entender uma possível
traição, é mulher para colocar um ponto final de imediato na relação. Como é
muito ciumenta e possessiva, exige que a sua cara-metade lhe dedique a mesma
atenção com que ela se entrega, caso contrário fica bastante irritada. A mulher
de Touro jamais perdoa uma traição.

 

Como controlar-se?

Não se esqueça que provavelmente apenas se envolverá com alguém que lhe transmite
total confiança, logo os seus ciúmes serão, com certeza, infundados. Tente
confiar mais.

 

Gémeos

A nativa de Gémeos é uma mulher muito confiante e é preciso que o seu par abuse
muito de si para que ela demonstre algum ciúme. Porém, depois de uma traição,
tem tendência para abandonar a relação sem ficar a chorar pelos cantos, embora
consiga perdoar uma primeira escapadinha. Não é possessiva e espera da sua
cara-metade o mesmo tipo de comportamento. Preza demasiado a liberdade para
sentir ciúmes sem fundamento.

 

Como controlar-se?

A sua facilidade de comunicação permite-lhe esclarecer qualquer situação. Se
houver alguma desconfiança, esclareça de imediato com o seu par e mais tarde,
perante o resultado dessa conversa, decida como deve agir.

 

Caranguejo

Esta nativa é muito emotiva, o que a leva muitas vezes a fazer insinuações e
cobranças ao seu par. Em muitas ocasiões nem existem motivos para isso, mas
como a sua personalidade é um pouco insegura, acaba por deixar-se levar pela
insensatez dessas mesmas inseguranças. Ela sente que necessita de constantes
provas de amor para não começar a fazer filmes com quem está ao seu lado.
Quando sente que da outra parte não tem aquilo que pretende demonstra sem qualquer
pudor todo o seu ciúme. O problema é que esta mulher envolve-se de corpo e alma
numa relação amorosa, e as duas desconfianças acabam por cansar o parceiro.

 

Como controlar-se?

Para que a relação tenha futuro, precisa confiar mais no outro e também em si.
Coloque um ponto final nas desconfianças e aproveite toda essa sua
personalidade carinhosa para demonstrar mais afecto ao seu par.

 

Leão

Embora tenha um ego bastante elevado, a nativa de Leão não suporta que exista sequer a
possibilidade do seu para estar interessado noutra pessoa. Não perdoa uma
traição e detesta que a comparem com outra mulher. Se esse facto suceder o mais
provável é que as discussões sejam uma constante com a sua alma gémea. Ama ser
desejada e nem coloca a hipótese de ser trocada por outra pessoa. Esta
personalidade pode deixar a relação amorosa em maus lençóis.

 

Como controlar-se?

Continue
a investir na sua auto-estima e impeça que a insegurança faça parte da sua
vida.

 

Virgem

Devido ao facto de querer sempre fazer as coisas à sua maneira, a nativa de Virgem
acaba por criar muitos conflitos na sua relação amorosa. No entanto, no que diz
respeito ao ciúme, esta mulher é muito discreta e raramente o demonstra. Porém,
como é muito observadora, quando algo lhe desperta a atenção, como a simples
possibilidade de estar a ser traída, toma logo uma atitude e coloca um ponto
final na relação. Esta é uma das mulheres dos signos do zodíaco que menos
riscos corre de ser traída, pois, mesmo discretamente, vigia a vida do parceiro
minuciosamente. Peca, porém, quando o chama a atenção sem provas concretas.

 

Como controlar-se?

Tente ser menos controladora e colocar o seu para mais à vontade, pois se o repreende
constantemente, a relação pode acabar inesperadamente.

 

Balança

A nativa deste signo é extremamente equilibrada e raramente sente ciúmes. Quando
o faz é porque já analisou com algum cuidado a situação, antes de tomar essa
atitude. Portanto, se a relação amorosa da mulher Balança não corre bem, por
norma, deve-se a outros factos que não o ciúme. Porém, não aceita deslizes por
parte do companheiro e quando se sente incomodada com qualquer coisa, deixa
isso bem claro a quem está ao seu lado.

 

Como controlar-se?

Continue
a seguir a sua máxima: se houver realmente motivos para ciúme, tenha uma conversa
franca e verdadeira com a sua cara-metade.

 

Escorpião

Para a mulher Escorpião a fidelidade está acima de tudo. É muito ciumenta e
demonstra bem isso ao seu par. Ela reage mal mesmo quando apenas alguém faz um
elogio ao seu companheiro. Precisa de sentir-se amada e se não obtém do seu par
aquilo que quer, começa a desconfiar até da própria sombra. Para além disso, é
capaz de provocar algumas grandes discussões em nome das suas desconfianças e
ciúme. Não é capaz de perdoar uma traição.

 

Como controlar-se?

Tente ser menos autoritária e oiça mais o que a pessoa que está ao seu lado tem para
lhe dizer.

 

Sagitário

Esta é uma mulher que consegue controlar o seu ciúme, embora ele exista dentro de
si. Não costuma ser demasiado controladora com o seu par, mas, claro, não
aceita bem o facto de traída, e nessa altura pode deixar alguns sentimentos
piores tomarem conta dela. Tem uma grande vantagem em relação às mulheres dos
outros signos, consegue perdoar uma infidelidade e esquece com alguma rapidez
uma traição.

 

Como controlar-se?

A sua relação terá futuro se não gastar a sua energia a vigiar os passos do seu
companheiro.

 

Capricórnio

Esta mulher é muito fiel e exige exactamente o mesmo tipo de comportamento do seu
par. Se desconfia de qualquer situação menos clara é a primeira a provocar uma
valente discussão. A chama de ciúme é ateada de imediato. É incapaz de perdoar
uma traição e só se sente totalmente segura numa relação se tiver a certeza que
consegue controlar, sem grandes dramas, a vida da sua cara-metade. Uma simples
desconfiança pode tornar a relação com esta mulher praticamente impossível.

 

Como controlar-se?

Para que tudo dê certo na sua vida amorosa, precisa ser mais tolerante e
compreensiva com o seu par.

 

Aquário

Embora pareça que nada nem ninguém a afecta, a verdade é que a nativa deste signo é
ciumenta. Contudo, sabe disfarçar muito bem, principalmente porque parece muito
desligada e muito independente. Na verdade, basta que o seu homem faça um
programa diferente, como uma saída com amigos para começar a ficar preocupada.
No entanto, no final, prefere resolver tudo através do diálogo.

 

Como controlar-se?

Reconheça a sua possessividade e não imagine situações que não existem.

 

Peixes

A mulher Peixes é bastante emotiva e sensível e, portanto, nunca esconde aquilo
que sente. Quando tem ciúmes do seu par demonstra-o e para se sentir segura tem
que se sentir amada. Quando é traída fica arrasada. Quando desconfia do seu
para, por vezes, acaba por provocar algumas discussões, já que faz o seu par
sentir-se culpado, através de muitas chantagens emocionais.

 

Como controlar-se?

Nunca
se esqueça que quem ama confia, portanto tenha mais segurança no seu par. Não
se torne demasiado ciumenta.

Esteja atenta ao ciúme

 

 

 

 

 

Não deixe que o ciúme acabe com  os seus relacionamentos
Muitas vezes, no nosso íntimo, vai crescendo um sentimento que designamos por ciúme. E, sem darmos por isso, ele vai aumentando de tal forma que os nossos sentimentos deixam de ter harmonia, chegando até mesmo a afectar a nossa saúde ou, por outro lado, a interferir no nosso relacionamento.

Este sentimento pode nascer a partir de uma rivalidade com alguém ou, até mesmo, por ressentimentos que surgem em situações que acontecem com determinadas pessoas com quem temos uma ligação especial.

O ciúme pode ser sentido de diversas formas, desde a admiração que nutrimos por um colega de trabalho cuja promoção nos alterou o sentimento que tínhamos anteriormente e apenas ficamos a pensar o porquê de lhe terem sido reconhecidas capacidades e a nós não.

Podemos sentir ciúme do afecto dos nossos familiares para com outros membros da família, cuja atenção lhes é mais desviada do que para nós, ou simplesmente porque nos sentimos menos amados.

 

 

 

Mas onde o ciúme actua de forma mais predominante é no nosso campo sentimental, atingindo o coração na nossa relação amorosa e, nos relacionamentos, qualquer motivo pode servir para alimentar uma disputa. Quando isso acontece, a pessoa que era dócil, compreensiva e companheira, pode torna-se áspera, agressiva nas respostas que dá e intolerante. Pois bem, isto irá certamente destruir uma convivência que anteriormente era saudável. No entanto se essa pessoa for questionada sobre os motivos que a levam a ter este tipo de comportamento ela irá justificar-se com outras respostas que nada têm a ver com assunto e não irá admitir o que realmente sente.

 

 

Para que nenhuma de nós tenha de passar por isto, é preciso controlar os nossos sentimentos de maneira que não nos prejudiquem, mas sempre atentas ao nosso parceiro, afinal de contas ter uma pontinha de ciúme significa apenas a sua admiração por aquela pessoa e a vontade de não a querer partilhar com ninguém e de a querer só para si.


Lembre-se que o verdadeiro amor carrega a cumplicidade e o compromisso para uma felicidade a dois.
Ainda que possamos sentir, em alguns momentos, uma pequena dose de ciúmes, é necessário aprender a lidar com as nossas inseguranças. À medida que vamos conquistando a autoconfiança e o respeito pelo espaço do outro, estaremos também a semear a saúde dos nossos relacionamentos.

É preciso que tenhamos disposição para amar e viver um bom relacionamento zelando pela estabilidade da nossa relação mas respeitando sempre os direitos de cada um e a sua liberdade.

 

Como controlar o ciúme

Saiba mais em mariahelena@mariahelena.pt ou contacte 213182590