Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Mente sã! Trabalhe a sua mente e seja mais feliz!

relaxar a mente e corpo.jpg

12 formas para relaxar a mente

Anda mais stressado, nervoso ou deprimido? Não dorme bem? Precisa acalmar-se? Ensinamos-lhe exercícios práticos e simples que funcionam como tranquilizantes naturais e podem fazer verdadeiros “milagres” pela sua estabilidade e paz interior.

 

1 – Respiração ritmada e profunda

Pode parecer clichet mas é um facto que respirar fundo ajuda realmente a mente a relaxar. Todos os dias, sempre que estiver stressado ou mais ansioso, experimente fazer exercícios de respiração. Comece por inspirar fundo e devagar, mantendo a boca fechada, prenda a respiração por alguns segundos e então solte o ar levando o dobro do tempo que levou a inspirar. Repita o exercício quatro vezes e vá aumentando os segundos com a prática. Além do relaxamento muscular, a respiração profunda diminui a velocidade dos pensamentos e acalma a frequência cardíaca. Normalmente, no final do exercício, a pessoa sente-se mais descontraída mas revigorada.

 

2 – Alimentos que relaxam
Determinados alimentos, ricos em selénio, magnésio e triptofano, contêm substâncias que ajudam a diminuir os níveis das hormonas ligadas à ansiedade e à depressão, ao mesmo tempo que aumentam os níveis das hormonas responsáveis pela sensação de calma e bem-estar. Entre eles estão as nozes, castanha-de-caju, cogumelo shitake, atum, bacalhau, chocolate e salmão. Inclua-os no seu cardápio e mantenha-se serena.

 

3 – Praticar meditação

O exercício da meditação acalma a mente. Concentrar-se numa só coisa, num pensamento, numa palavra ou num objeto, ajuda a esvaziar a mente de todos os problemas ou tensões. Pode meditar sentado ou deitado, mantendo os olhos fechados para se concentrar melhor. O importante é que esteja o mais confortável possível. Música calma ou sons da Natureza durante o exercício ajudam a manter o foco. Procure fazê-lo durante, pelo menos, 10 minutos. Os benefícios da meditação para o seu bem-estar, aumento da capacidade de concentração e redução dos níveis de stress serão visíveis. Também traz vantagens para a saúde física, como a diminuição da pressão sanguínea, dos níveis de açúcar e do colesterol.

 

4 – Experimente a aromaterapia

Os aromas de plantas são capazes de provocar uma deliciosa sensação de calma e equilíbrio, além de serem eficazes contra uma série de doenças e de problemas do dia-a-dia. Entre os aromas mais usados para relaxar a mente estão a lavanda, a hortelã e o eucalipto. Pode comprar óleos essenciais que podem ser aplicados diretamente sobre a pele. Por exemplo, esfregar algumas gotas nas têmporas e na parte interna dos pulsos e cotovelos é uma ótima opção. Velas aromáticas podem surtir o mesmo efeito.

 

5 – Estimule o bom humor

Perante uma situação difícil ou uma fase mais tensa, o humor pode ajudar a ver o problema em perspetiva e a dar uma lufada de ar fresco. O “célebre”senso de humor possibilita recarregar as energias e criar uma atmosfera mais agradável. Mesmo fora das crises, o bom de humor cumpre um papel importante e proporciona mais relaxamento à vida. Brinque com algumas situações sem destituí-las da seriedade e importância que merecem. Mas não leve a vida tão a sério, saboreie-a e celebre-a.

 

6 – Rodeie-se de amigos

Estar perto de amigos é uma das coisas mais relaxantes que pode existir. Além disso, o sentimento de singularidade que se tem ao perceber que se é muito importante para aquelas pessoas aumenta fortemente a autoestima. Assim sendo, valorize as relações de amizade e reúna-se frequentemente com as pessoas que lhe são queridas. Será meio caminho andado para manter o equilíbrio da sua mente.

 

7 - Em contato com o chão

Deite-se no chão e deixe o peso de todas as partes do corpo ceder. Relaxe cabeça, tronco, braços, pernas, braços, tudo deve simplesmente ceder. A partir daí, role livremente pelo chão, sem qualquer esforço e tentando não contrair nada. Neste exercício, sente-se o acolhimento que a terra dá. Além disso, a união de mobilização e entrega proporciona um relaxamento profundo de todos os músculos. Outra opção é deitar-se nos braços da pessoa amada, sem vergonha ou medo de mostrar carência. É o exercício mais relaxante de todos. Experimente!

8 – A famosa sesta…

Uma sesta rápida após o almoço é ótima para relaxar a mente. Os níveis de hormonas de stress são mais baixos nas pessoas que dormem a sesta do que naquelas que o não fazem, e inclusivamente do que nas que praticam formas específicas de relaxamento. Descansar ajuda ainda a melhorar a concentração e evita a produção excessiva de substâncias como a adrenalina. Tente encontrar um lugar onde possa deitar-se de costas após o almoço e mantenha a respiração regular. Aos poucos, relaxe cada segmento do corpo, desde os músculos da face, descendo para o tronco, membros e pés.

 

9 - Interesses diversos para descontrair

Reserve tempo para fazer o que mais gosta. Cozinhar, ler, praticar desporto, enfim, tudo o que lhe dá prazer. Manter a mente ocupada com o que aprecia ajuda a aliviar a ansiedade e a libertar mais endorfinas, as hormonas responsáveis pela sensação de bem-estar. O investimento de energia em atividades diversas é a garantia de que não se tornará “refém” de problemas numa área específica da vida, direcionando a sua energia para horizontes alternativos e mais apetecíveis.

 

10 – Música para a “alma”

A musicoterapia, que tem como base ouvir músicas relaxantes, pode ser uma ótima forma de relaxar. Ritmos para dançar, sons mais lentos para descontrair ou até ouvir sons da Natureza, como o barulho das ondas do mar ou da chuva, podem revelar-se uma alternativa saudável na hora de recuperar de um dia stressante de trabalho. Saiba ainda que as batidas binaurais são um tipo especial de música ou som que produzem uma alta quantidade de ondas alfa no cérebro, ajudando a abrandar.

 

11- Passe mais tempo com animais

Estudos mostram que pessoas que passam tempo de qualidade com animais de estimação ou em contato direto com eles têm a pressão sanguínea e os níveis de stress mais baixos do que aquelas que raramente tem contato com “bichos”. Se não tem um “pet”, ofereça-se para passear o cão de um amigo ou vizinho ou peça-lhe simplesmente para brincar com o bichinho. Um pouco de contato com um animal todos os dias pode fazer verdadeiras maravilhas pela sua harmonia.

 

12 – Banho relaxante

Tomar um banho relaxante ao final do dia também é fabuloso para descontrair e recuperar de um dia intenso de trabalho. Se puder “mergulhe” na banheira com água quente durante 20 minutos. Pode adicionar algumas gotas de uma essência que aprecie ou acender uma vela aromática. Também pode praticar natação ou hidroginástica. A água morna ajuda a libertar endorfinas, que reduzem o stress e promovem o bem-estar.

 

Veja grátis: Horóscopo diário !

maria helena.jpg

Receba uma resposta grátis ao seu dilema! Basta clicar aqui e enviar-me um e-mail em branco! 

 

Mais informações para:

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png 

Chá para tratar o colesterol

10958967_417786648381294_6207090437848340114_o.jpg

 

Sabia que o colesterol é uma gordura que existe no nosso organismo, e que é produzida em parte pelo próprio organismo e, em parte, pela alimentação que fazemos?

 

O nosso corpo só precisa de uma pequena quantidade de colesterol, e quando ingerimos demasiados alimentos que o fazem aumentar corremos o risco de ter problemas de saúde. Para tratar este problema é essencial fazer uma alimentação mais equilibrada e ingerir alimentos que ajudam a reduzir o mau colesterol.

 

Para manter os seus níveis de colesterol controlados e evitar problemas tome diariamente o meu chá especial para o colesterol. Este chá contém alcachofra, sargacinha, morangueiro e videira, que ajudam a controlar e reduzir o mau colesterol.

Preparação:

- Coloque 4 colheres de sopa de chá num litro de água fria.
- Leve ao lume e deixe ferver durante 5 minutos.
- Apague e deixe repousar 5 minutos.
- Coe e beba 3 chávenas por dia, entre as refeições.

Saúde e Bem-estar - Os Segredos de um “bom” Colesterol

Somos o que comemos, quanto a isso já ninguém tem dúvidas! Ao longo da vida podemos cometer erros que ajudam a propagar problemas silenciosos, tal como é entendido o colesterol. Saiba como evitá-lo e conheça os alimentos em consonância com a sua vibração astral.

 

 

 

O princípio básico para prevenir este mal é simples: manter uma vida saudável. E para que isso seja possível basta seguir algumas regras fundamentais como equilibrar o seu menu diário, praticar exercício físico com regularidade, parar de fumar e evitar a gordura saturada. O colesterol é uma gordura produzida pelo fígado e encontrada também em certos alimentos. O LDL (mau colesterol) transporta o colesterol para o organismo, enquanto o HDL (bom colesterol) remove-o da corrente sanguínea, fazendo com que os valores se equilibrem. Mas que problemas podem advir de taxas elevadas de LDL? Comecemos pelo mais básico e directo. Ao depositar-se nas artérias, o colesterol forma placas de gordura deixando-as mais estreitas e impedindo uma boa circulação sanguínea. Esta situação pode causar o entupimento das artérias, correndo-se assim o risco de sofrermos um ataque cardíaco ou mesmo um derrame cerebral, caso alguma veia do cérebro fique entupida. 

 

 

"Pela boca morre o peixe"

 

Os alimentos de origem animal são aqueles que possuem mais colesterol. Os mais perigosos são a gema de ovo, o bacon ou toucinho, os enchidos e fumados, a carne vermelha, a manteiga, as natas e os fritos. Evitando-os ou diminuindo-os na sua alimentação poderá prevenir, sem grandes sacrifícios, uma taxa de LDL no seu organismo. E para isso basta enriquecer o seu cardápio com alimentos tão variados como fruta fresca, legumes, carnes magras, óleos vegetais ou sumos naturais. No caso de não conseguir fazer uma mudança radical na sua alimentação, substituindo os alimentos-chave, experimente as trocas inteligentes, por exemplo:

 

-Use duas claras de ovos em vez de um ovo inteiro;

-Opte por iogurte magro ou requeijão em detrimento de natas;

-Escolha cremes vegetais à base de óleos polinsaturados em troca da manteiga;

-Experimente o leite magro e deixe de lado o gordo ou meio-gordo;

-Quando preparar um bolo ou uma tarte, substitua duas partes da farinha de trigo pedida na receita por farinha de aveia. Por ser rica em fibras, a aveia ajuda a baixar os índices de colesterol no sangue.

 

"Quem corre por gosto..."

 

Praticar exercício físico é muito importante, mesmo quando os seus índices de colesterol não apontam valores elevados. Primeiro porque ao fazê-lo estimula o seu coração, queima gorduras, quer no sangue quer no organismo ajudando, dessa forma, a diminuir valores como o LDL ou os triglicérides. Por outro lado, o exercício físico ajudá-la-á a não aumentar de peso e a diminuir a sua tensão arterial. 30 minutos diários podem ser suficientes para evitar muitos problemas. Caminhadas, natação ou aulas de pilates podem fazer milagres. No entanto, aconselhe-se junto do seu médico para que este a oriente no que diz respeito ao exercício físico mais aconselhado para si, pois cada caso é um caso.

 

 "Previnir antes de remediar"

 

Duas em cada três pessoas sofrem de colesterol elevado. E este mal é, sem dúvida, o maior risco da doença cardiovascular. Por esta razão há quem defenda que a monitorização destes valores deve ser feita logo a partir dos 20 anos. Esteja atenta às taxas de referência para poder prevenir antes de ser necessário tratar:

 

 

Valores em mg/dl*

 

Ideais

Em risco

Elevado

Colesterol total

< 200

201-239

>240

HDL
  (colesterol bom)

>60

35-60

<35

LDL
  (colesterol mau)

<130

130-160

>160

 

*mg/dl – miligrama por decilitro

 

 

O colesterol é um problema silencioso e que deve ser prevenido logo desde a infância. Por exemplo, até aos oito anos é a alimentação que determina todo o organismo, falamos também, neste caso, até do cérebro. A fase da adolescência é uma altura especial principalmente para as raparigas que têm tendência a ligar à moda das dietas e seguirem, por vezes, uma alimentação desajustada à sua idade. E porque é nesta altura que a menstruação tem início, as meninas precisam de uma alimentação rica em ferro, podendo encontrar este poderoso nutriente em alimentos tão variados como espinafres, feijões ou beterraba. Uma alimentação variada é o segredo na fase adulta, visto que as necessidades nutricionais servem apenas para a manutenção e reprodução, uma vez que o crescimento e o desenvolvimento acabaram. Na fase mais idosa, a alimentação depende muito das condições de saúde física e psicológica de cada pessoa. Logo, o especialista clínico poderá orientar cada indivíduo neste sentido. A premissa é, portanto, muito simples: seguir uma alimentação saudável em todas as fases da sua vida pode evitar níveis elevados de colesterol.

 

As causas mais prováveis

 

A   concentração de gordura no sangue pode ser causada por:

-Hereditariedade;

-Consumo excessivo de álcool;

-Diabetes descompensada;

-Hiper e hipotiroidismo;

-Alimentação rica em gorduras saturadas;

-Doenças como Cirrose ou Porfiaria;

-Alguns medicamentos ricos em estrógenio, - como a pílula – cortisona e diuréticos.

 

 

 

Dieta saudável dos signos

 

Para evitar que o colesterol se apodere de si, siga uma alimentação saudável consoante a sua data de nascimento. A sua vibração astral deve estar em harmonia com os alimentos que escolhe no seu dia a dia. 

 

 

 

 

 

Carneiro

21 de Março a 20 de Abril

 

Mais aconselhável: carnes de aves e carnes vermelhas, frutas como morango, amora, cereja ou melancia, manga, pêssego ou ananás.
Verduras de folhas verde escuro como espinafres, couve ou rúcula.

Menos aconselhável: bebidas diuréticas, sal, sobremesas muito calóricas, molhos á base de maionese.

 

Touro

21 de Abril a 21 de Maio

 

Mais aconselhável: frutas como tangerina, maçã, pêssego ou ameixa. Carnes brancas e todo o tipo de alimentos integrais.

Menos aconselhável: lacticínios gordos, bebidas muito quentes ou demasiado frescas, molhos fortes.

 

Gémeos

22 de Maio a 21 de Junho

 

Mais aconselhável: frutos secos, amêndoas, nozes ou castanhas. Frutas frescas como damasco, manga ou melão. Sumos naturais,

Menos aconselhável: fritos, refrigerantes, e bebidas estimulantes como café e chá.

 

Caranguejo

22 de Junho a 22 de Julho

 

Mais aconselhável: frutas frescas líquidas, como melancia, ananás ou manga, legumes variados como repolho, alface, cenoura,
aipim ou agrião.

Menos aconselhável: farináceos, bebidas alcoólicas, e condimentos muito fortes.

 

Leão

23 de Julho a 23 de Agosto

 

Mais aconselhável: verduras de folha verde-escura como espinafres ou couve portuguesa, carnes brancas, sobremesa com canela e mel.

Menos aconselhável: temperos demasiado picantes, carne de porco, enchidos e fumados, ovos e manteiga.

 

Virgem

24 de Agosto a 23 de Setembro

 

Mais aconselhável: cenoura, batata, alface, frutas variadas, peixes, sobremesas à base de açúcar mascavado.

Menos aconselhável: massas, carnes vermelhas e alimentos transgénicos.

 

Balança

24 de Setembro a 23 de Outubro

 

Mais aconselhável: Frutas variadas, todo o tipo de alimentos integrais e carnes brancas.

Menos aconselhável: massas e molhos picantes.

 

Escorpião

14 de Outubro a 22 de Novembro

 

Mais aconselhável: frutos secos e frutas frescas, carnes brancas e vermelhas.

Menos aconselhável: bebidas alcoólicas, molhos picantes e fortes, pratos com condimentos fortes.

 

Sagitário

23 de Novembro a 21 de Dezembro

 

Mais aconselhável: legumes como espinafres, aipo, alho francês e couve roxa. Carnes magras.

Menos aconselhável: enchidos e fumados, lacticínios gordos e açúcar.

 

Capricórnio

22 de Dezembro a 20 de Janeiro

 

Mais aconselhável: citrinos, frutos secos, carnes magras e produtos integrais.

Menos aconselhável: carnes frias, enchidos e fumados, e refrigerantes.

 

Aquário

21 de Janeiro a 19 de Fevereiro

 

Mais aconselhável: compotas, espargos, rabanete e chás.

Menos aconselhável: pratos condimentados com picantes, refrigerantes gasosos, comidas com molhos gordurosos.

 

Peixes

20 de Fevereiro a 20 de Março

 

Mais aconselhável: lacticínios, frutos secos como amêndoas, nozes ou castanhas, frutas ricas em vitamina C, como laranja ou kiwi.

Menos aconselhável: bebidas alcoólicas e alimentos picantes.