Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Saiba aqui qual é o seu ascendente e a influência que tem na sua vida! Muito importante!

Signo ascendente – O cartão-de-visita astral

 

roda.jpg 

Chama-se Ascendente ao signo que se erguia no horizonte no momento em que você nasceu, ou em qualquer outro momento considerado.

Se visualizarmos a Roda Zodiacal como um "cinto" que gira à volta da Terra, em que os doze signos vão rodando em torno da Terra, o signo Ascendente é aquele que, no momento específico e visto a partir do local concreto onde você nasceu, interceptava a linha do horizonte.

Astrologicamente o Ascendente é muito importante, pois é o nosso "cartão-de-visita": revela a forma como nos expressamos e mostramos ao Mundo, o modo peculiar como vivemos as situações e a nossa sensibilidade especial a tudo aquilo que nos rodeia.

Podemos dizer que o Signo Solar revela quem somos, enquanto que o signo Ascendente revela como mostramos aquilo que somos. Por se relacionar com a forma como nos apresentamos ao Mundo, o Ascendente também revela como os outros nos vêem, a impressão que causamos. É frequente as pessoas identificarem-se mais com o seu Ascendente do que até com o próprio signo - é assim que vivem! As características do signo Ascendente matizam a nossa personalidade e dão forma à nossa essência. Uma pessoa de signo Carneiro com Ascendente Leão mostra-se muito diferente de uma pessoa Carneiro com um Ascendente em Capricórnio!

 

Como saber o seu Ascendente?

Uma vez que varia consoante a hora de nascimento, para saber com exactidão qual é o seu Ascendente terá de saber, com a maior proximidade possível, a que horas nasceu. O signo Ascendente coincide com o signo solar à hora do nascer do sol. A partir daí, demora sensivelmente duas horas em cada signo, percorrendo todo o Zodíaco ao longo de um dia. O Ascendente é identificado no Mapa Astral, feito com a ajuda de um programa de Astrologia ou, à moda antiga, com cálculos elaborados e a consulta de um livro de Efemérides.

Nota: Esta é uma tabela aproximada, com valores calculados para Portugal Continental. Se nasceu entre Maio e Setembro deverá subtrair uma hora à sua hora de nascimento antes de consultar a tabela.

 

tabela.jpg

 

Veja grátis: Horóscopo diário ! 

 

Clique aqui para marcar uma consulta de Tarot, ou falar comigo! 

maria helena.jpg


Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png

Efemérides

Em Roma as Virgens Vestais eram mulheres com um estatuto especial, que faziam votos de castidade e eram as sacerdotisas da Deusa Vesta, Deusa da casa, do lar e da família. A função delas era manter acesa a chama do Templo de Vesta, que representava a origem da vida e era também a chama da casa do Imperador. 

 

Neste dia as Virgens Vestais realizavam um ritual de purificação das águas para serem utilizadas ao longo do ano.

 

 

Na Mitologia Greco-Romana, este dia também é dedicado a Maia, Deusa da Primavera e fertilidade e mulher do Deus Vulcan

 

Hoje é o Dia Mundial da Dança

 
 A Dança para cada signo
 
       
 
 
 
Carneiro
Estes nativos apreciam o movimento e estão sempre cheios de energia. Nesse sentido, o Flamenco e todas as danças Sevilhanas têm uma carga energética masculina e sensualidade que serão do agrado dos nativos deste signo regido por Marte.
 
 
Touro
Este signo não é adepto de grande agitação, preferindo ficar a ver os outros a dançar, confortavelmente instalado numa cadeira. O hip hop é uma dança que lhe permite libertar os seus movimentos e dar largas à imaginação, ao seu ritmo, sem pressas.
 
 
Gémeos
Irrequietos, os nativos de Gémeos pulsam freneticamente ao som de uma batida mais ritmada. O samba permite-lhes soltar o seu lado mais ousado e brincalhão, mantendo sempre a alegria jovial que os caracteriza.
 
 
 
 
Caranguejo
Os nativos deste signo possuem uma sensualidade inata e com confiança libertam-se. A Salsa é um ritmo adequado para estes nativos pois ao mesmo tempo que é alegre é uma dança cheia de movimentos quentes e sedutores, onde se sentirá seguro nos braços do seu par.
 
 
Leão
O Tango, permite encenar as mais diversas cenas de domínio e paixão, que tanto se identifica com a sua personalidade intensa e muito sensual dos nativos deste signo. Impetuosos e dominadores, gostam de ter público e de suscitarem a admiração e o desejo de quem os observa.
 
 
Virgem
Os nativos de signo Virgem são bastante perfeccionistas. Uma dança de salão como o Cha Cha Cha pode ser do seu agrado. No entanto, os nativos de Virgem podem possuir uma sexualidade ousada que apenas espera o momento certo para se soltar, revelando assim uma tendência para a Lambada.
 
 
 
Balança
Balança adequa-se bem a todo o tipo de dança, sendo provavelmente o signo com maior número de bailarinos. Vénus transmite aos seus gestos e aos seus passos encanto e graciosidade. Os nativos de Balança podem portanto sentir uma atracção natural pelo Ballet clássico.
 
Escorpião
Os nativos deste signo, usam a dança como uma forma de evidenciarem o seu corpo e transmitirem toda a sua intensidade emocional. Uma dança de sedução como a dança oriental será do agrado das nativas deste signo. Os homens gostarão de uma dança dramática e intensa, como o flamenco e as nativas mais ousadas terão certamente interesse em aprender a dança do varão.  
 
 
Sagitário
A boa-disposição e o Fogo expansivo de Sagitário fazem com que certamente apreciem as batidas intensas das danças africanas. A ligação à Natureza e ao apego às raízes destas danças também se relacionam com os nativos deste signo, assim como a sensualidade expressiva que o Kizomba ou o Kuduro permitem.
 
 
 
Capricórnio
Os nativos de Capricórnio não gostam de parecer perder o controlo da situação e não se soltam facilmente a não ser que estejam muito á vontade. Um estilo clássico, cheio de glamour e distinção, como é o caso da Valsa, fará mais o género deste signo.
 
Aquário
A Dança Contemporânea vai ao encontro da personalidade de quem nasce sob este signo, pois permite dar largas à imaginação com ousadia e sem seguir convenções. O break dance também lhes dá a possibilidade de manifestarem o seu estilo individual.
 
 
Peixes
A personalidade destes nativos é suave e sonhadora que aprecia todo o género de música. A dança jazz, sendo moderna e permitindo liberdade de movimentos, permite-lhe libertar a sua intensidade emotiva enquanto dança, de forma criativa e harmoniosa.
 
 
 
 

A chegada do verão

Solstício de Verão

Os solstícios ocorrem a 21 de Junho e 21 de Dezembro. São o momento em que o sol está no seu ponto mais afastado da linha do equador e marcam o inicio das estações. No hemisfério Norte o solstício de verão é no dia 21 de Junho e no hemisfério sul, dia 21 de Dezembro.
Hoje, Às 11.28 passamos da primavera para o verão. Esta este fenómeno chama-se Solstício de verão e deu origem a cultos muito antigos dedicados ao sol.
Solstício vem do latim e significa sol parado porque é quando o sol termina o movimento norte, ou sul. O dia 21 de Junho é o dia mais longo do ano.
Desde as civilizações mais antigas aos cultos neo-pagãos dos dias de hoje ou simples amantes do sol e do bom tempo, todos recebemos a chegada do verão com alegria. Esta era a altura do ano em que os campos estavam cheios flores, as abelhas produziam o melhor mel e o mês dos casamentos. Junho é o sexto mês do ano e o seu nome vem da Deusa Romana Junno, que era a Deusa dos casamentos. Os Mayas, Incas, Egípcios, Romanos e Gregos, todos adoravam o sol e tinham os seus cultos.
Os Celtas celebravam o anúncio do verão em Stonehenge, um círculo megalítico de pedras que existe há mais de 5000 anos na Inglaterra, na madrugada de dia 21 de Junho com o nascer do sol entre os pilares centrais.
Hoje em dia é festejado pelo mundo com paradas ou festas. Em Portugal é associado à festa de S. João Batista (dia 24 de Junho) e no mundo da astrologia indica a entrada do sol em Caranguejo!
Demos as boas vindas ao verão!
Um beijinho,
Maria Helena

Efemérides

Neste dia celebra-se o Festival do Sol da Meia Noite em homenagem a Dag, Deus Nórdico do Sol ou Deus do Dia, que se deslocava pelo céu numa carruagem puxada por um cavalo. Era ele e o seu cavalo que acendiam as luzes do céu e da terra. Este dia inicia as celebrações de 10 semanas em homenagem a

 

Dag por Peter Nicolai Arbo

 

 

 

Este dia também é atribuido ao Deus Ing contraparte masculina da Deusa Nerthus, que representa a  Mãe Terra. A sua runa é um simbolo de luz que simboliza a força e energia positiva do verão.

 

Os Astros e o 25 de Abril

O 25 de Abril é uma das efemérides mais importantes do calendário nacional, pois representa um período de mudança radical a nível social, cultural e político. Pela viragem que marcou no nosso país e pela importância que ainda hoje assume, é interessante analisar esta data à luz dos astros.
 

 

 

No dia 25 de Abril de 1974 o Sol estava em Touro, o que fez deste acontecimento uma revolução de “cravos”, mas ao mesmo tempo um período de decisões fortes, seguras e determinadas. O Sol neste signo assegura força e carácter. Touro caracteriza-se por uma grande ponderação e amadurecimento de ideias. Não dá passos impulsivos, e como tal esta revolução foi preparada com o rigor e o zelo que caracterizam este signo de Terra. Ao mesmo tempo que é forte e “investe com força”, Touro é um signo pacífico, que evita a violência, e extremamente ligado à Natureza, sendo por isso de notar o facto de o cravo ser ainda hoje o ícone da Revolução de Abril. A Lua estava em Balança, acentuando essa tónica de recurso à não-violência, mas passou para Escorpião, o que conferiu maior decisão a este movimento e maior capacidade de conquista de objectivos.

 

 

 

Nesta data, Mercúrio em Touro denota determinação e acção, enquanto que Vénus em Gémeos indica paixão e movimento, e promete um futuro inovador. Marte em Peixes confere um cariz bélico mas ao mesmo tempo abre a possibilidade de concretização de um sonho, pois a emoção é forte. Júpiter posicionado no signo Carneiro obrigava a uma revolução no campo das finanças e das diferenças sociais. Saturno em Caranguejo favoreceu o desenvolvimento na arte de sentir e de pensar. Urano, Neptuno e Plutão, os astros das mudanças, ligados ao forte sentido de justiça e renovação, ajudaram a que desta época de revolta surgisse a procura de justiça social, contribuindo para que as pessoas perdessem os medos e para que o sonho do “Velho do Restelo” prometesse a conquista de uma nova realidade.

Janeiro

 

Janeiro
 
O Calendário Romano tinha inicialmente 10 dias e começava no dia 1 de Março. Janeiro e Fevereiro foram adicionados por Numa Pompilio (Panfilio) segundo Rei de Roma. Foi Júlio César quem decidiu que a primeira lua nova após o solstício de Inverno marcaria o início do novo ano. Mais tarde estabeleceu-se que o novo ano seria 11 dias após o solstício. Mesmo depois de Janeiro e Fevereiro terem sido adicionados ao calendário, na Grã-bretanha o novo ano continuou a começar dia 1 de Março e ficou assim até há cerca de 200 anos.
 
                                          
 
Os Romanos chamaram Januarius ao primeiro mês. O nome vem de Janus que era um Deus Romano de duas faces que o permitiam olhar para a frente e para trás, portanto para o passado e para o futuro. O nome significa porta em latim porque era Janus o porteiro do novo ano que simbolisava o inicio. 
 
Os Anglo-Saxónicos chamavam a Janeiro “Wolf Monath” porque era o mês que os lobos vinham às aldeias procurar comida.
 
                                              
 

Fadas - Espiritos da Natureza

As fadas são seres elementais, que têm como missão melhorar os ambientes, cuidar da natureza e proteger animais. Enquanto os anjos nos ajudam no nosso caminho pessoal e espiritual, os elementais guardam a natureza. Estes espíritos da natureza vivem ao ar livre, nas árvores, nos arbustos, nas flores, perto de pequenos lagos e nos jardins.
 
As fadas só aparecem a quem acredita nelas. São seres tímidos que têm um certo receio em se mostrar até terem a certeza das intenções e sinceridade das pessoas. Por esta razão, costumam aparecer a crianças e aos puros de coração. Mas quanto mais se acredita na sua existência mais forte será o seu poder.
 
Para além de proteger a natureza e animais, as fadas também nos podem ajudar com as nossas necessidades materiais, como comprar ou vender uma casa ou procurar emprego. Elas vivem nos quintais das casas portanto ajudam-nos a vender a nossa casa com a garantia de que os novos moradores as vão respeitar e tratar bem.
 
Ao contrário dos Anjos, as fadas têm ego e são capazes de fazer julgamentos sobre o comportamento e atitudes das pessoas em relação ao ambiente e animais. Elas ouvem os nossos pensamentos e comunicam connosco através da nossa consciência ou sentimentos dando-nos uma missão que normalmente consiste em limpar ou arrumar a zona onde vivemos. Em compensação, elas ajudam-nos a viver uma vida mais feliz, saudável e próspera orientando-nos a fazer o bem à nossa volta e recompensando-nos indirectamente pela nossa generosidade para com a natureza.
 
As fadas gostam de presentes, especialmente de doces e chocolates e de objectos brilhantes como cristais. Também gostam de festas, de música, de dançar e de se divertirem. Mas apesar da brincadeira, nunca vagueiam nem se esquecem das suas responsabilidades. Elas lembram-nos da importância de nos mantermos fiéis e verdadeiros aos nossos sonhos, desejos e missões na vida.
 
A Ajuda das Fadas
 
As fadas podem ajudar-nos a realizar muitas tarefas no nosso dia-a-dia. Pedindo e acreditando, elas aparecem de formas indirectas e inesperadas. Estes espíritos da natureza guiam-nos no nosso caminho de forma a entender qual é o nosso verdadeiro desejo ou vontade na vida. As fadas ouvem e respondem a quem iniciar o contacto com elas, mas é importante estabelecer uma relação de confiança com elas. Se pretender a protecção das fadas, faça alguma coisa boa pelo ambiente, trate bem os animais e cuide da natureza à sua volta. Se as suas intenções forem boas, os seus pedidos terão uma resposta das fadas.
                               
Como pedir ajuda às fadas:
 
- Ir para um local ao ar livre e pedir ajuda em voz alta ou baixa, numa cantiga
 ou com um poema.
 
- Deixar-lhes ofertas como objectos que brilham, doces ou chocolates
 
- Fazer alguma coisa boa para o ambiente como reciclar, usar produtos de
 limpeza mais ecológicos, retirar produtos animais das nossas dietas ou
 apanhar lixo.
 
- transmitir aos outros a ideia de que as fadas realmente existem porque quanto
 mais pessoas acreditarem nelas, mais elas nos poderão ajudar.  
 
 Hoje celebramos a chegada da Primavera! Que a sua alma seja bela e transparente!
 
Maria Helena
21 318 2599