Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Ano Novo com bom Feng Shui em casa

Dicas de bom Feng Shui para o início do ano:

feng shui maria helena.jpg

- Organize móveis, armários, gavetas e papeis. Este tipo de movimentação ajuda a organizar a sua mente e também o seu coração. É sabido que a desorganização traz preguiça, cansaço, falta de objetivos e sensação de insatisfação para com a vida. Para além da perda de energia pessoal, a desorganização e a desarrumação impedem que as boas energias circulem livremente pelo ambiente;

-Desfaça-se de objetos e artigos que já não têm utilidade ou significado material ou emocional. Lembre-se, o que passou, passou. O que já perdeu significado ou que faz parte do passado deve ser descartado. Este é um bom exercício para praticar o desapego. Também pode dar as coisas que já não lhe fazem falta mas que ainda podem ser úteis a outra pessoa. Assim estará a praticar a doação. Ao desfazer-se de objetos que não lhe fazem falta estará a renovar a energia, eliminando do espaço toda a energia estagnada que não o deixa evoluir;

 

- Limpe o espaço e renove as energias que circulam. Faça a limpeza como de costume e se for possível utilize materiais novos e naturais. Pintar as paredes é também uma excelente forma de renovação de energias. Devemos ter em mente que, energeticamente, tudo o que acontece dentro de uma habitação se propaga em ondas, tal como quando atiramos com uma pedra ao rio. Num espaço físico, tudo fica registado nas paredes, no chão, no teto, nos móveis e objetos. Até mesmo nas pessoas. Por isso, para além da limpeza normal, é importante que renove energias através do uso de incensos, defumadores ou aromas. Mantenha o espaço limpo e perfumado;

 

- Veja se precisa de todos os móveis e objetos que tem dentro de casa de forma a não dificultar a circulação de energia. Mantenha apenas o que é necessário ao seu uso diário;

 

- Na porta de entrada pendure um talismã ou um objeto sagrado para que a porta esteja sempre protegida contra energias menos boas;

- Prefira a iluminação e ventilação natural à artificial, evite o uso prolongado de lâmpadas e ares condicionados. A iluminação e a ventilação natural captam a essência do Feng Shui (vento é água) e permitem um contacto mais direto com a natureza. Areje todas as divisões da casa todos os dias. Se for possível utilize como revestimentos e também nos objetos de decoração, materiais naturais como a madeira, a pedra e o barro;

- No último dia do ano vista uma peça de roupa vermelha ou use um acessório nessa cor. Segundo os chineses, dessa forma estará a atrair a energia do sucesso e da prosperidade e a repelir energias negativas.

 

Bom ano com Bom Feng Shui!

Veja grátis: Horóscopo diário !

maria helena.jpg

 

Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Contactos:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png 

O que o mapa astral diz sobre si!

Com base no dia, na hora e no local do seu nascimento, o mapa astral analisa a sua personalidade e todos os possíveis caminhos do seu destino. Através da sua interpretação pode perceber melhor a sua forma de amar, de comunicar com os outros, de lidar com as suas emoções ou de encarar todos os desafios. O gráfico representado pelo Mapa Astral é o retrato do céu na hora do seu nascimento e revela a pessoa que você é e que poderá vir a ser. Mergulhe no misterioso mundo da carta que vem do céu.

mapa astral maria helena.gif

O que pode aprender com a leitura do mapa?

Antes de mais é importante perceber que o mapa astral não dá resposta a nenhuma questão em particular, nem faz previsões a curto prazo, porém ele mostra-lhe factos muitos importantes que a fazem entender a sua infância, a sua relação com os seus parentes mais próximos, os seus reais desejos, o tipo de pessoas e situações que mais a favorecem e a forma como deve explorar as suas qualidades e melhorar os seus defeitos.

 

Em que se baseia esta leitura?

Essencialmente na disposição que os planetas apresentam ao longos dos doze signos do zodíaco. Para além disso, existem ainda as casas astrológicas, que nos transmitem as diferentes partes da nossa vida, revelando de que forma vivemos em cada uma dela. No Mapa astral existem ainda outros factores muito importantes que ajudam a determinar outras situações, tal como o nosso ascendente, o meio do céu, os asteroides ou as estrelas fixas. Esta carta da sua vida mostra os seus caminhos e as opções de que dispõem para chegar ao seu destino. Ele indica-nos os melhores caminhos de que dispomos para fazer a viagem nesta vida, da melhor maneira possível.

 

Tudo aquilo que o mapa lhe diz?

 

A sua identidade

Há sempre uma introdução após a leitura da carta astral que identifica as características mais marcantes da sua personalidade que a vão ajudar a conhecer-se melhor e a compreender aquilo que realmente deseja.

 

O seu temperamento

Através da análise dos elementos da natureza (terra, ar, fogo e água), o mapa revela o peso que eles têm no seu temperamento e de que forma poderá equilibrar esses mesmos elementos para conseguir lidar melhor com as pessoas que a rodeiam.

 

O seu lado emocional

É a posição da Lua no seu mapa astral que define todo o seu lado emocional, a maneira como vive e como expressa os seus sentimentos.

 

A sua vida afetiva

O lugar que o planeta vénus ocupava na hora do seu nascimento marca a sua maneira de amar e seduzir. Mostra-lhe ainda o estilo de pessoas com que mais se identifica.

 

A sua inteligência

É através do planeta Mercúrio que identifica a forma como se comunica, como expressa o seu raciocínio e quais são as suas verdadeiras capacidades intelectuais. Revela-lhe ainda a maneira como vê a vida.

 

A sua força interior

A forma como luta pelos seus objetivos e a procura pelo seu espaço e lugar no mundo é lhe transmitido pela posição do planeta Marte no seu mapa astral.

 

As suas oportunidades

Chegar à conclusão daquilo que a faz feliz é revelado pela posição do planeta Júpiter. Ele diz-lhe ainda qual é o sentido para a sua existência.

 

Os seus desafios

Dar mais atenção à posição que saturno ocupava na hora do seu nascimento poderá ajudá-la a equilibrar o seu anterior, já que ele revela-lhe os seus maiores medos e fragilidades.

 

A sua evolução pessoal

Esta última análise do seu mapa astral transmite-lhe quais são as suas oportunidades neste vida para o seu crescimento interior e de que forma deve refletir sobre os caminhos que escolheu para conseguir evoluir.

 

A importância das correspondências astrológicas

O resultado do cálculo entre todos os aspetos que fazem parte do seu mapa astral - casas astrológicas, planetas e signos - é aquilo que determina tudo aquilo que se reflete na vida de uma pessoa.

 

Os signos do zodíaco

São os fatores primordiais do mapa astral e que indicam os doze “modos” ou “estados do ser”, através dos quais a natureza humana se manifesta. Os signos revelam-nos onde tudo acontece.

 

Os planetas

Eles dizem-nos, consoante a sua posição no nosso mapa astral, as funções psicológicas da personalidade humana. Os planetas ajudam a compreender toda a natureza do comportamento. Eles representam aquilo que acontece.

 

Casas astrológicas

Calculadas a partir do horizonte, as casas astrológicas simbolizam as doze áreas onde vamos viver certas experiências transmitidas pelos signos, através dos aspetos indicados pelos planetas. As casas astrológicas representam os lugares onde tudo acontece.

 

As correspondências mais diretas do seu mapa astral

 

 

Casas

 

 

 

Energia das casas

 

 

 

 

Signos

 

 

 

Elementos

 

 

 

Qualidades

 

 

 

 

Planetas

 

I

Personalidade Individual (eu, ser)

 

Carneiro

Fogo

Cardinal

     

II

Valores e haveres (meu, ter)

 

Touro

Terra

Fixo

     

III

Comunicação, Expressão

 

Gémeos

Ar

Mutável

     

IV

Raízes e origens

 

Caranguejo

Água

Cardinal

     

V

Prazer e criatividade (gerar)

 

Leão

Fogo

Fixo

     

VI

Trabalho e rotina (servir)

 

Virgem

Terra

Mutável

     

VII

Relações (trocar)

 

Balança

Ar

Cardinal

     

VIII

Perda e propriedade comum (transformar)

 

Escorpião

Água

Fixo

     

IX

Filosofia e países distantes (dar sentido)

 

Sagitário

Fogo

Mutável

     

X

Meio do Céu, carreira e projecção social (organizar)

 

Capricórnio

Terra

Cardinal

     

XI

Amigos e conhecidos

(servir globalmente)

 

Aquário

Ar

Fixo

     

XII

Para além do pessoal

(redimir)

 

Peixes

Água

Mutável

     

 

Veja grátis: Horóscopo diário ! 

 

Clique aqui para marcar uma consulta de Tarot, ou falar comigo! 

maria helena.jpg


Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png

Hidromancia - Adivinhação através da água

hidromancia maria helena adivinhacao.jpg

A água, um dos elementos mais preciosos da Natureza e vital ao corpo humano, pode ser usada como oráculo. A adivinhação através da água é tão antiga quanto os deuses que nela habitam...

A Hidromancia ou adivinhação através da água terá tido início há muitos séculos, tudo começou com a adoração do deus grego dos mares - Nereu, um deus marinho primitivo, representado como um personagem idoso, o Velho do Mar. Nereu tinha o dom da profecia e tal como acontecia com outras divindades, podia mudar de aparência.

No início do século XVII, o jesuíta M. A. Del Rio descreveu vários métodos de Hidromancia:

 

O anel mágico

Neste método era usado um anel preso a um fio que era colocado num recipiente de vidro com água. Depois abanava-se esse recipiente e as previsões eram feitas em função do número de vezes que o anel batia no vidro e da intensidade e localização dessa batidas.

 

Sistema dos três seixos

Para fazer este método, enchia-se um alguidar com água, depois atirava-se três seixos para dentro do alguidar. Eram feitas observações sobre o futuro em função dos círculos descritos na água antes de as três pedras chegarem ao fundo.

 

Ondulação e correntes

O terceiro método descrito fala da agitação da água do mar ou dos rios. O hábito de ler o futuro na ondulação e nas correntes prevalecia no início do milénio entre os cristãos orientais, que observavam os movimentos da água durante os batismos.

 

As fontes dos desejos

Este método refere as cores e as figuras que apareciam na água e teve a sua origem nas fontes mágicas às quais milhares de pessoas se deslocavam para fazer os seus pedidos. Ao atirarem moedas para  o fundo da fonte, ficavam a saber se o pedido seria atendido ou não. A interpretação fazia-se observando o lado para o qual a moeda se deslocava depois de cair na água e até chegar ao fundo: indo para o lado esquerdo a resposta era "não"; indo para o lado direito havia grandes probabilidades de o pedido ser atendido; se a moeda caísse a direito para o fundo, o desejo concretizava-se em pouco tempo.

 

As fontes mais famosas foram destruídas por céticos que consideravam as práticas divinatórias bruxaria que devia ser combatida e erradicada da face da terra. Contudo, o hábito manteve-se ao longo dos séculos e ainda hoje se crê nas virtudes de determinadas fontes, muitas delas situadas na Sicília.

 

Relatos históricos

No século II a. C. Pausanius, nos seus escritos históricos da Grécia Antiga, descreveu uma fonte junto à qual as pessoas recebiam os oráculos das deusas. Para consultar o oráculo, as pessoas atiravam  pequenos pães para dentro de água. Se os pães se desfizessem em pedaços, isso significava que estavam a ser aceites pelas deusas e que estas iam trazer sucesso e sorte; se os pães fosse ao fundo sem se desfazer, estavam a ser rejeitados pelas deusas e isso significava que os pedidos não seriam ouvidos.

 

J.J. Bosiard, antiquário, recolheu histórias sobre adivinhação com água. Na antiga Alemanha havia o costume de deitar os recém-nascidos ao rio Reno. O povo acreditava que se a criança fosse ilegítima iria afogar-se; mas se fosse legítima, começaria a nadar e iria salvar-se.

 

A História relata um outro método de adivinhação através da água, que consistia em dizer palavras misteriosas para dentro de um copo com água quente. Colocado no chão, o copo faria com que a água entrasse espontaneamente em ebulição. Despejando depois a água sobre terra ou areia, os desenhos formados daria pistas sobre o futuro da pessoa.

 

Outro método de adivinhação consistia em deitar para uma tigela com água uma gota de óleo ou azeite. Essa gota teria o miraculoso efeito de fazer surgir imagens tornando-as visíveis e percetíveis. Essas imagens eram depois interpretadas.

 

Clemente de Alexandria, escritor e teólogo grego, descreve também um outro método no qual mulheres observavam os remoinhos dos cursos dos rios e das ribeiras para fazer prognósticos sobre política e vida social dos seus países ou localidades. Factos idênticos são alvo de referência em livros biográficos sobre Santo Agostinho.

 

Houve em tempos em Itália um costume que consistia no seguinte: quando os juízes tinham mais de um suspeito e não sabiam que decisão tomar, escreviam o nome de cada um deles em esponjas que atiravam à água. Apenas uma das esponjas afundaria - a que tinha o nome do verdadeiro culpado!

 

A Lua mais favorável

A melhor fase da Lua para praticar a Hidromancia é Lua Cheia ou Lua Nova, sempre à noite. Usando um cálice de água pura e colocando-o numa janela baixa onde existam reflexos de luz, pode fazer-se previsões analisando as cores e as formas que surgem na água. Se acender uma vela branca do lado esquerdo do copo, os efeitos podem ser surpreendentes.

 

O povo cigano prevê o futuro despejando nessa água algumas gotas de "líquido de feitiços ciganos", obtendo respostas muito concretas sobre infidelidades, vigarices, mentiras ou fraudes. Assim conseguem proteger-se contra situações de risco financeiro ou amoroso.

 

Abençoar a água

A água ganha boas energias se for colocada sob a luz da Lua Cheia. Para reforçar os efeitos e melhor captar a energia da lua, coloque dentro do recipiente dois ou três cristais de quartzo e faça a seguinte oração:


Mãe Lua, com as tuas poderosas energias curativas,

abençoa esta água e retém nela o teu poder,

para que possa ser usada como meio de adivinhação e de cura.

Faz com que cada uma das suas miraculosas gotas abençoe a terra.

 

Deixe a água exposta aos raios da lua durante nove minutos. Leve o recipiente para o seu quarto e medite, passando as mãos sobre a água. Assim vai concentrar e projetar as energias da água. Use uma parte dessa água para misturar na água do banho juntamente com uma pedra alumbre para desenvolver os seus dons mediúnicos.

 

Para limpar a sua mente, molhe a nuca com algumas gotas da água; nas alturas em que sentir dores de cabeça, estiver a viver um dilema ou se se sentir muito triste e deprimida, faça o mesmo procedimento.

 

A energia da água abençoada pela energia da Lua há muito é usada e quem já experimentou esta prática, garante resultados.

 

Rituais de hidromancia

 

Ritual do espelho e do vapor de água

O vapor de água também pode ser usado para fazer previsões. Pendure um espelho na parede à altura do seu coração. Também pode colocar o espelho em cima de uma mesa. Encha um pote com água a ferver e coloque-o junte ao espelho. Retire o pote e veja os traços que ficaram desenhados no espelho. Observe com atenção o espelho à medida que o vapor  se condensa e escorrega. Essas gotas podem formar letras, nomes, números ou imagens que deve registar até que o espelho fique limpo. Esses dados dão-lhe pistas sobre o futuro.


Ritual da contemplação da água

Encha um recipiente de cerâmica azul com água. Vá para um quarto e feche as persianas para o ambiente ficar mais escuro, não totalmente às escuras. Sente-se com as costas viradas para a luz, concentre-se e faça a sua pergunta. Verta sobre a água algumas gotas de corante ou tinta azul e observe a água. Começará a ver símbolos ou figuras. Anote tudo o que observar: letras, formas, imagens, etc. Quando deixar de as visualizar, faça a sua interpretação. Se desejar, acenda uma ou várias velas, de modo a que a luz se reflita na superfície da água.

 

Para fazer este método, também pode levar este recipiente para o exterior e, captando os reflexos da lua, interpretar as formas que surgem na água.

Veja grátis: Horóscopo diário ! 

 

Clique aqui para marcar uma consulta de Tarot, ou falar comigo! 

maria helena.jpg


Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png 

Cuidados a ter com o seu cristal e terapias

Cuidados a ter com o seu cristal

Trate-o com carinho

A energia que os cristais emanam, é uma composição dos elementos da natureza e de raios vibracionais, que quando absorvidos pelo corpo humano, desbloqueiam e alinham os chacras, que são os sete centros de energia. Por isso, ao adquirir um cristal deverá aprender a cuidar dele.

Os cristais possuem vários níveis de energia sendo que o principal se encontra no seu interior, o núcleo. Este consegue manter-se integro mesmo quando as energias que nos rodeiam estão completamente desequilibradas.

Já os níveis secundários são relativamente sensíveis ao meio ambiente energético e, à medida que as energias estáticas se acumulam nestes níveis, podem bloquear a emissão energética do cristal, desvirtuando a sua força.

Sempre que sentir instabilidade, desânimo ou tristeza, aproxime-se do seu cristal, toque nele e sentirá uma aura de positividade.

dra maria helena cristais.jpg


Como se limpam?

A necessidade de limpar um cristal prende-se com o fato de o purificar de forma a poder usufruir de toda a sua plenitude.

Para tal pode proceder de várias maneiras.

Numa bacia de vidro ou de plástico coloque água e sal grosso e deixe-os submersos durante 24 horas.

Pode optar por deixar os cristais que pretende limpar expostos a uma chuvada forte e assim eles descarregarão as energias negativas para a terra.

Ou então escolha um incenso da sua preferência, acenda-o e sopre o fumo em direção aos cristais a limpar. Neste caso deverá repetir a operação três vezes.

Num rio que não seja muito parado ou no mar, mergulhe os cristais a limpar mas segure-os bem. Em contato com estes elementos os cristais podem ser atraídos para o seu meio, escapando-lhe das mãos com facilidade.

 

Energizar corretamente

Para quem mora perto de um rio ou riacho, é uma ótima opção, deixar a água da correnteza cair sobre os cristais.

Deixar os cristais expostos à luz solar, no mínimo por seis horas, ou expostos à luz lunar, ficando a noite inteira.

Pode agarrar um ou dois cristais de cada vez, segurando-os com a mão direita e deixar que a água da torneira os cubra. Tente imaginar uma luz dourada penetrando no cristal e permaneça assim pelo menos durante 2 minutos.
Enterre os cristais e deixe-os durante 24 horas em contato com a terra.
Por fim pode deixar os cristais perto de uma Drusa (quartzo transparente com várias pontas).

 

Métodos de Programação:

Depois de limpo e energizado, os cristais podem ser programados para determinados fins, para isso, olhe fixamente para o cristal e mentalmente peça-lhe que realize uma tarefa específica. Quando o fizer deve ter em conta que deve estar num ambiente calmo e tranquilo. A programação de um cristal nada mais é do que a introdução de uma imagem energética na estrutura do cristal para que ele processe estas imagens e as devolva ao seu emissor.

Para programar um cristal: visualize claramente uma imagem, seja para harmonia, amor, segurança - sempre imagens positivas e, quando a imagem estiver bem nítida, direcione-a para dentro do cristal. Para isso, segure o cristal e leve-o à altura do seu terceiro olho (entre a sobrancelhas) e “envie” a imagem para dentro do cristal. Visualize claramente a imagem e, mantendo esta forma de pensamento, fale em voz alta para o cristal. Neste método, estará a utilizar tanto a forma mental quanto a vibração da sua voz.

Sinta a emoção que pretende manter no seu cristal ou naquele que destinou como oferta para alguém.

A limpeza dos cristais não elimina a programação, porém podemos fazer uma nova programação para um cristal, tendo o cuidado para não realizar programações opostas. Os cristais são sensíveis à mente, por isso, tenha cautela e paciência ao iniciar uma programação. Caso durante a programação surgir alguma interrupção, recomece todo o ritual.

 

Como aproveitar os benefícios

Banhos: Para obter um efeito de energização, escolha alguns cristais de que mais gosta e coloque-os na banheira. Após o banho, deverá limpá-los e energizá-los novamente.

Energização de ambientes: Escolha alguns cristais e coloque-os dentro de um recipiente de vidro com água, tendo em conta que um deles tem de ser um quartzo. À medida que a água for escurecendo, mude-a e lave os cristais.

Uso pessoal: Escolha um cristal e coloque-o dentro de um veludo, ou pano de algodão e ande com ele dentro da mala. O cristal também pode ser usado dentro do travesseiro enquanto dorme.

Plantas: Coloque um cristal da sua preferência perto da raiz da planta a ser energizada.

 

Lembre-se que com a mão direita projetamos, enviamos energia para o cristal e com a mão esquerda recebemos a energia que ele emana.

 

Veja grátis: Horóscopo diário !

maria helena.jpg

 

Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Contactos:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png 

Mente sã! Trabalhe a sua mente e seja mais feliz!

relaxar a mente e corpo.jpg

12 formas para relaxar a mente

Anda mais stressado, nervoso ou deprimido? Não dorme bem? Precisa acalmar-se? Ensinamos-lhe exercícios práticos e simples que funcionam como tranquilizantes naturais e podem fazer verdadeiros “milagres” pela sua estabilidade e paz interior.

 

1 – Respiração ritmada e profunda

Pode parecer clichet mas é um facto que respirar fundo ajuda realmente a mente a relaxar. Todos os dias, sempre que estiver stressado ou mais ansioso, experimente fazer exercícios de respiração. Comece por inspirar fundo e devagar, mantendo a boca fechada, prenda a respiração por alguns segundos e então solte o ar levando o dobro do tempo que levou a inspirar. Repita o exercício quatro vezes e vá aumentando os segundos com a prática. Além do relaxamento muscular, a respiração profunda diminui a velocidade dos pensamentos e acalma a frequência cardíaca. Normalmente, no final do exercício, a pessoa sente-se mais descontraída mas revigorada.

 

2 – Alimentos que relaxam
Determinados alimentos, ricos em selénio, magnésio e triptofano, contêm substâncias que ajudam a diminuir os níveis das hormonas ligadas à ansiedade e à depressão, ao mesmo tempo que aumentam os níveis das hormonas responsáveis pela sensação de calma e bem-estar. Entre eles estão as nozes, castanha-de-caju, cogumelo shitake, atum, bacalhau, chocolate e salmão. Inclua-os no seu cardápio e mantenha-se serena.

 

3 – Praticar meditação

O exercício da meditação acalma a mente. Concentrar-se numa só coisa, num pensamento, numa palavra ou num objeto, ajuda a esvaziar a mente de todos os problemas ou tensões. Pode meditar sentado ou deitado, mantendo os olhos fechados para se concentrar melhor. O importante é que esteja o mais confortável possível. Música calma ou sons da Natureza durante o exercício ajudam a manter o foco. Procure fazê-lo durante, pelo menos, 10 minutos. Os benefícios da meditação para o seu bem-estar, aumento da capacidade de concentração e redução dos níveis de stress serão visíveis. Também traz vantagens para a saúde física, como a diminuição da pressão sanguínea, dos níveis de açúcar e do colesterol.

 

4 – Experimente a aromaterapia

Os aromas de plantas são capazes de provocar uma deliciosa sensação de calma e equilíbrio, além de serem eficazes contra uma série de doenças e de problemas do dia-a-dia. Entre os aromas mais usados para relaxar a mente estão a lavanda, a hortelã e o eucalipto. Pode comprar óleos essenciais que podem ser aplicados diretamente sobre a pele. Por exemplo, esfregar algumas gotas nas têmporas e na parte interna dos pulsos e cotovelos é uma ótima opção. Velas aromáticas podem surtir o mesmo efeito.

 

5 – Estimule o bom humor

Perante uma situação difícil ou uma fase mais tensa, o humor pode ajudar a ver o problema em perspetiva e a dar uma lufada de ar fresco. O “célebre”senso de humor possibilita recarregar as energias e criar uma atmosfera mais agradável. Mesmo fora das crises, o bom de humor cumpre um papel importante e proporciona mais relaxamento à vida. Brinque com algumas situações sem destituí-las da seriedade e importância que merecem. Mas não leve a vida tão a sério, saboreie-a e celebre-a.

 

6 – Rodeie-se de amigos

Estar perto de amigos é uma das coisas mais relaxantes que pode existir. Além disso, o sentimento de singularidade que se tem ao perceber que se é muito importante para aquelas pessoas aumenta fortemente a autoestima. Assim sendo, valorize as relações de amizade e reúna-se frequentemente com as pessoas que lhe são queridas. Será meio caminho andado para manter o equilíbrio da sua mente.

 

7 - Em contato com o chão

Deite-se no chão e deixe o peso de todas as partes do corpo ceder. Relaxe cabeça, tronco, braços, pernas, braços, tudo deve simplesmente ceder. A partir daí, role livremente pelo chão, sem qualquer esforço e tentando não contrair nada. Neste exercício, sente-se o acolhimento que a terra dá. Além disso, a união de mobilização e entrega proporciona um relaxamento profundo de todos os músculos. Outra opção é deitar-se nos braços da pessoa amada, sem vergonha ou medo de mostrar carência. É o exercício mais relaxante de todos. Experimente!

8 – A famosa sesta…

Uma sesta rápida após o almoço é ótima para relaxar a mente. Os níveis de hormonas de stress são mais baixos nas pessoas que dormem a sesta do que naquelas que o não fazem, e inclusivamente do que nas que praticam formas específicas de relaxamento. Descansar ajuda ainda a melhorar a concentração e evita a produção excessiva de substâncias como a adrenalina. Tente encontrar um lugar onde possa deitar-se de costas após o almoço e mantenha a respiração regular. Aos poucos, relaxe cada segmento do corpo, desde os músculos da face, descendo para o tronco, membros e pés.

 

9 - Interesses diversos para descontrair

Reserve tempo para fazer o que mais gosta. Cozinhar, ler, praticar desporto, enfim, tudo o que lhe dá prazer. Manter a mente ocupada com o que aprecia ajuda a aliviar a ansiedade e a libertar mais endorfinas, as hormonas responsáveis pela sensação de bem-estar. O investimento de energia em atividades diversas é a garantia de que não se tornará “refém” de problemas numa área específica da vida, direcionando a sua energia para horizontes alternativos e mais apetecíveis.

 

10 – Música para a “alma”

A musicoterapia, que tem como base ouvir músicas relaxantes, pode ser uma ótima forma de relaxar. Ritmos para dançar, sons mais lentos para descontrair ou até ouvir sons da Natureza, como o barulho das ondas do mar ou da chuva, podem revelar-se uma alternativa saudável na hora de recuperar de um dia stressante de trabalho. Saiba ainda que as batidas binaurais são um tipo especial de música ou som que produzem uma alta quantidade de ondas alfa no cérebro, ajudando a abrandar.

 

11- Passe mais tempo com animais

Estudos mostram que pessoas que passam tempo de qualidade com animais de estimação ou em contato direto com eles têm a pressão sanguínea e os níveis de stress mais baixos do que aquelas que raramente tem contato com “bichos”. Se não tem um “pet”, ofereça-se para passear o cão de um amigo ou vizinho ou peça-lhe simplesmente para brincar com o bichinho. Um pouco de contato com um animal todos os dias pode fazer verdadeiras maravilhas pela sua harmonia.

 

12 – Banho relaxante

Tomar um banho relaxante ao final do dia também é fabuloso para descontrair e recuperar de um dia intenso de trabalho. Se puder “mergulhe” na banheira com água quente durante 20 minutos. Pode adicionar algumas gotas de uma essência que aprecie ou acender uma vela aromática. Também pode praticar natação ou hidroginástica. A água morna ajuda a libertar endorfinas, que reduzem o stress e promovem o bem-estar.

 

Veja grátis: Horóscopo diário !

maria helena.jpg

Receba uma resposta grátis ao seu dilema! Basta clicar aqui e enviar-me um e-mail em branco! 

 

Mais informações para:

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png 

O poder dos 4 Elementos

4 elementos.jpg

 

Sabia que podemos ter melhor energia em nossa casa e atrair para a nossa vida exatamente aquilo que mais desejamos, se soubermos usar a energia da natureza em nosso benefício? Procure ter em sua casa um equilíbrio entre os 4 Elementos: Fogo, Terra, Ar e Água.


Seja qual for o nosso signo do Zodíaco, todos nós precisamos da energia que cada elemento nos dá. Devem estar todos em equilíbrio, pois o excesso de um elemento pode atrair situações negativas, criando maior tensão e desconforto.

 

O Fogo dá-nos ação, coragem, capacidade de criar e energia para encarar cada dia com um sorriso. É representado pelas cores vermelho, laranja e amarelo na decoração, em cortinados, almofadas, etc. Ter velas em casa também representa o Fogo. Atenção, o Fogo em excesso provoca ira, agressividade, zangas.

 

A Terra dá-nos estabilidade, segurança e firmeza nas nossas decisões. É representada por todos os tons de verde e de castanho, e por em casa plantas, mobiliário e objetos decorativos de madeira. O excesso de Terra dá-nos teimosia e dificuldade em fazer mudanças, cuidado!

 

O Ar dá-nos flexibilidade, rapidez de raciocínio, agilidade para encontrar soluções. É representado pelas cores branco, azul claro, tons pastel, e por objetos como sinos mensageiros de vento, queimadores de incenso. Em excesso provoca dificuldade de concentração, inconstância e dificuldade em terminar tarefas.

 

A Água dá-nos sensibilidade, abre o nosso coração, dá imaginação. É representada pelas cores azul e todos os tons de violeta, e por objetos como aquários, taças, fontes interiores. Em excesso provoca sensibilidade exagerada e propensão para os dramas emocionais.

Equinócio da Primavera

05ca4f8858a12daac3964d89e80128ab_large.jpeg

 

Sabia que hoje, às 22.45, acontece no hemisfério norte o Equinócio da Primavera? Hoje, o dia e a noite têm as mesmas horas. A partir do Equinócio da Primavera os dias começam a ser maiores. Este é o período em que a natureza se regenera, em que surgem as primeiras flores, em que voltamos à luz do sol, depois da introspeção do inverno.

 

A Primavera é o período ideal para lançar sementes para a sua vida e investir em tudo aquilo que deseja ver florescer, seja no amor, no trabalho, ou a nível de projetos pessoais.

 

Aproveite a energia da Primavera para fazer este ritual de realização de um desejo. Lance sementes positivas e colha as flores perfumadas dos seus mais belos sonhos realizados!

Atrair energias positivas

11048700_432635626896396_6416936498408222641_o.jpg

 

Sabia que a qualidade do ambiente que nos rodeia determina a forma como nos sentimos? Por vezes, gestos tão simples como trazer uma figa no bolso ou ter um copo com água e sal na secretária de trabalho é quanto basta para atrair a energia positiva e, dessa forma, fazer com que nos sintamos melhor e mais equilibrados.

 

Apesar de algumas "curas" servirem para todas as pessoas, por serem muito eficazes e serem usadas desde tempos antigos, ensinadas de geração em geração, a melhor forma de melhorar a energia que nos rodeia é escolher os truques e dicas que melhor se adequam à nossa personalidade.


Consoante o nosso signo do Zodíaco, o elemento a que pertencemos e o planeta que exerce maior influência sobre nós determina algumas tendências da nossa personalidade, assim como o ambiente que nos faz sentir mais confortáveis.


Por exemplo, as pessoas de signos de Fogo são mais voltadas para a ação, por isso para elas a melhor forma de atraírem boas energias consiste em algo que elas possam "fazer", ou seja, algo que lhes permita terem um papel ativo.

 

As pessoas do elemento Terra, que é mais ligado à natureza e mais contemplativo, beneficiam amplamente do uso de amuletos e talismãs que sejam provenientes da natureza, e que possam ser trazidos no bolso ou na mala, por exemplo.

 

As pessoas do elemento Ar são mais viradas para o pensamento e são desprendidas dos bens materiais, pelo que para eles algo que não tenha uma componente física, como entrar em algum lugar com o pé direito ou fazer figas, é o mais adequado.

 

As pessoas do elemento Água são mais voltadas para a emoção, e por isso o que mais as ajuda a sentirem-se bem é tudo aquilo que estiver de alguma forma ligado aos seus próprios sentimentos. Sendo pessoas com maior tendência para o misticismo também são mais receptivos a métodos mais esotéricos, como usar a água com sal, por exemplo.

A música e os 4 elementos


Podemos fazer uma correlação entre o Universo fenomênico e uma orquestra sinfônica. O mundo é formado, sob o ponto de vista esotérico-filosófico, por 4 elementos (ou Reinos elementais), a saber: Terra, Fogo, Água e Ar, coroados por uma quintessência, o 5º Elemento, chamada de Éter.

Há, além desses 5, mais dois, chamados de Adhi e Samadhi

(o 6º e o 7º elementos). Esses 4 elementos, dentro do universo

da música, estão representados pelas 4 classes de instrumentos

que se harmonizam. Eis:

 

 

Elemento – Instrumentos


Terra Fogo Água Ar
Percussão Metais Cordas, Teclados Sopro

 

E o 5º Elemento, o Éter? O que vem a ser dentro de

uma orquestra? E o 6º e o 7º? Eis a relação maravilhosa

e perfeita da Sabedoria Gnóstica dentro do Pilar da Arte

, no campo da Música Sagrada:

 

Éter Adhi Samadhi
Coral Pausa, Silêncio Maestro

 

O Maestro, ou Regente, com sua batuta (o Báculo, ou Cetro)

, dentro dessa simbologia toda, viria a ser o Mago do Arcano

1 do Tarô, aquele que rege os Elementos, aquele que os

domina de acordo com o Poder da Vontade (Kriya) e do

Conhecimento Superior (Jnana, Gnose). Observe os detalhes

da carta (Arcano) número 1 do Tarô Egípcio.

 

As 3 Forças Primárias que deram origem ao Universo, tanto no

Macro como no Microuniverso, estão representadas pelas 3

estruturas musicais, a saber:

 

Ritmo Força Positiva, o Santo Afirmar
Melodia Força Negativa, o Santo Negar
Harmonia Força Neutra, o Santo Conciliar

 

A grande maioria das composições clássicas, especialmente

aquelas criadas pelos grandes Compositores-Iniciados, tais

como Mozart, Beethoven e Wagner, possui essas três estruturas.

Por isso fazem tão bem ao público, não somente para os ouvidos

ou o sistema nervoso, mas também servem de alimento energético

para a Alma, ou seja, para os Corpos Internos do Ser.

Infelizmente, nos dias de hoje, a sociedade dita moderna não dá

valor ao poder oculto da música e cultiva elementos extremamente

prejudiciais. A mal chamada música rock, os ritmos afro-brasileiros,

afro-cubanos etc., são prejudiciais à saúde mental e física e também

à Evolução da Alma do ouvinte.

 

Com essa afirmação não queremos passar por discriminadores da

cultura popular. Ao contrário, queremos com isso “separar o joio do

trigo”, afirmando que devemos ser mais críticos com tudo aquilo que

entra em nosso Mundo Interior.

Não somente disciplinar os alimentos materiais, não somente o oxigênio,

mas também os diversos tipos de energia, entre os quais estão as

Vibrações Musicais.

 

 

 

Maestro e Sinfônica representam um Iniciado dominando os 4 Elementos da Natureza

Vale a pena pensar nisto...

Num momento em que a Natureza nos parece tão injusta e cruel é importante pensar como, ao mesmo tempo, ela cria prodígios maravilhosos. Já alguma vez viu uma cria de porco-espinho? Leia esta fábula e reflicta sobre aquilo que ela nos ensina...

 

 

 

 

 

 

A fábula do Porco-espinho

 

Durante a era glaciar, muitos animais morriam por causa do frio. Os porcos-espinhos, percebendo a situação, resolveram juntar-se em grupos, assim agasalhavam-se e protegiam-se mutuamente. No entanto, os espinhos de cada um feriam os companheiros mais próximos, justamente os que ofereciam mais calor.

 

Por isso, decidiram afastar-se uns dos outros e voltaram a morrer congelados, então tiveram de fazer uma escolha:


Ou desapareceriam da Terra ou aceitavam os espinhos dos companheiros.


De forma sábia, decidiram voltar a ficar juntos.
Aprenderam assim a conviver com as pequenas feridas que a relação com uma pessoa muito próxima podia causar, já que o mais importante era o calor do outro.
E assim sobreviveram.

 

 

Moral da História 


O melhor relacionamento não é aquele que une pessoas perfeitas, mas aquele onde cada um aprende a conviver com os defeitos do outro e a admirar as suas qualidades.