Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Revista "Estrela Guia - A sua conselheira de todas as horas"! Agora com nova imagem!

Com tudo o que precisa para viver melhor, mais feliz, longe de invejas, com mais saúde, entre tantas outras coisas, a Revista "Estrela Guia" está melhor que nunca! É a revista que me acompanha sempre e que me dá dicas e conselhos que me ajudam a vencer no dia-a-dia! SAIBA TUDO SOBRE A "ESTRELA GUIA" AQUI!

                                                                  À venda numa banca perto de si!

capa revista.jpg

 

Veja grátis: Horóscopo diário ! 

 

Clique aqui para marcar uma consulta de Tarot, ou falar comigo! 

maria helena.jpg


Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png

12 Passos para ser Feliz

Ao mudarmos os nossos pensamentos conseguimos mudar a nossa vida

 

Para ser feliz, siga estes 12 passos:

1 – Liberte-se a si próprio!

- Aprenda a reagir de forma diferente, liberte-se de comportamentos que lhe fazem mal

2 – Concentre-se no presente!

- O único momento que importa é o "agora", lembre-se que se não fosse difícil não valeria a pena!

3 – Valorize-se! Você merece ser feliz!

4 – Seja você mesmo!

- Você é o autor da sua própria vida, não deixe que o desvalorizem.

5 – Pense positivo!

- Os pensamentos positivos atraem coisas positivas.

6 – Aproveite os pequenos momentos!

- São os momentos mais simples da vida aquilo que lhe dá sentido.

7 – Sorria para a vida!

- Encare as situações com otimismo e boa-disposição

8 – Procure ser autónomo

- A sua felicidade não depende de mais ninguém a não ser de si próprio.

9 – Cuide do seu corpo!

- O corpo é o nosso templo, que merece ser tratado com carinho e

respeito.

10 – Saiba perdoar!

- O perdão liberta-nos do passado e permite-nos seguir em frente.

11 – Saiba ver e observar com atenção o que o rodeia!

- O Universo coloca sempre ao nosso dispor inúmeros recursos, que muitas vezes desperdiçamos porque não os sabemos ver.

12 – Dê mais de si!

- Partilhe aquilo que tem e as capacidades que possui com os outros, ser útil à sociedade e a quem o rodeia faz com que se sinta bem

consigo mesmo.

 

 

- Conheça melhor estes 12 Passos e outras receitas para ser feliz através da minha revista DOZE, onde encontra 12 soluções para 12 meses, já nas bancas!

 

Aprenda a gerir o tempo e a carreira…Continue a Viver mais e Melhor!

Aprenda a gerir o tempo e a carreira…

…Continue a Viver mais e Melhor!

 

 

Por Bráulio CANDIAN Jr. Director Executivo da empresa MACROLAZER, no Brasil, especializado em administração do lazer e Qualidade de Vida, coaching executivo e practitioner em PNL. Partilhe as suas opiniões comigo através do e-mail candianjr@yahoo.com.br

 

 

 

 

 

TEMPO – O dia tem 24 horas para todos

 

As pessoas não estão com falta de tempo, mas com excesso de opções. Há 30 anos tínhamos dois canais de televisão, hoje temos quarenta ou cinquenta e gastamos mais tempo a navegar entre eles do que a vê-los. Uma família tinha duas ou três dezenas de discos de vinil, com umas quatorze músicas em cada um. Hoje temos dez vezes isso, apenas num CD em formato MP3 ou muito mais nas memórias de computadores, iPods e dispositivos
semelhantes. O número de opções de dispositivos de comunicação também era muito menor e era restrito ao rádio, à televisão, ao telefone ou ao fax.

 

Outra mudança tremenda que ocorreu foi na acessibilidade. Há 30 anos só conseguiam falar comigo pessoalmente ou por telefone, caso estivesse perto

dele. Hoje as pessoas conseguem encontrar-me e comunicar-se comigo a qualquer hora do dia ou da noite, em qualquer lugar do planeta. Telemóveis, e-mails, messengers - há tantos canais de comunicação que até a casa de banho se pode transformar num lugar de trabalho e uma teleconferência pode incluir alguém num lugar do mundo sentado numa sanita, desde que se regule a câmara para gravar apenas da cintura para cima.

Em suma, temos excesso de acessos - o número de opções cresceu - e acessos em excesso - o número de pessoas que consegue chegar até nós também cresceu. Além disso, a sociedade da informação criou também as pegadas virtuais. Por onde quer que eu ande, vou deixando pegadas ou referências que permitem que outras pessoas me encontrem e consumam um pouco mais do meu tempo com ofertas, pedidos etc.

A necessidade que a própria sociedade cria em nós de nos mantermos informados sobre tudo, também gera um consumo exagerado de tempo em actividades sem grande importância para nossa vida. Saber de coisas que podem mudar daqui a dois minutos ou que não têm qualquer relevância pode
consumir tempo precioso. O problema é que faz parte da natureza do ser humano ser curioso, foi por isso que ele conseguiu desenvolver-se cultural e
tecnologicamente. 

 

Fazer NADA com o tempo…

 

Não podemos mensurar mais do que o relógio faz, pois é extremamente difícil, se não impossível, mensurar o tempo em termos de utilização. Posso deitar-me à sombra de uma árvore e duas horas depois ter mais um capítulo para um livro ou, se for um Newton, a teoria da gravitação universal. Não fiz nada ali, apenas pensei e montei todo o texto ou a teoria na minha mente antes de passar meia hora a teclar para colocar tudo no papel. Para um observador desatento, fiquei duas horas ocioso e trabalhei apenas meia hora. A dificuldade está em associarmos a utilização do tempo com alguma actividade. O repouso, então, faz-nos sentir culpados por não estarmos a produzir algo, embora na agricultura e nas indústrias até a terra e as máquinas são colocadas para descansar durante alguns períodos para manutenção. Um agricultor que gastou horas a plantar, a cuidar e depois a enterrar no solo toda uma lavoura de leguminosas, como forma de fixar o nitrogénio das suas folhas e raízes no solo, poderia parecer um insensato para quem não entende do assunto.  Mensurar o tempo é definir prioridades, entre elas a de não fazer coisa nenhuma com o tempo. Afinal, o trabalho sempre teve um segundo objectivo, além do sustento das nossas necessidades: permitir que paremos de trabalhar. Nenhuma cultura seria a mesma sem actividades contemplativas ou de criação, coisas que religiosos e artistas praticam e poderiam ser consideradas como perda de tempo por alguém
que só considere tempo útil aquele gasto com alguma actividade produtiva de bens tangíveis.

O equilíbrio na nossa gestão do tempo também é de relevante importância para que possamos sentir que vivemos mais e melhor.  


 

Carreira – Vivendo os seus projectos

  

Concluindo esta nossa breve conversa sobre gestão do tempo, não podemos esquecer que cuidar da nossa vida profissional tem reflexos e impactos directos na nossa forma de vida e como poderemos planear as outras actividades do nosso quotidiano. Ter um plano de carreira seja escolhendo uma profissão, ou mesmo, empreendendo, ajuda-nos a ver diferentes cenários e escolher e tomar decisões que harmonizem com os outros aspectos da
nossa vida, como nossos interesses pessoais, relacionamento familiar e estilo de vida que queremos ter.

Quando conhecemos o nosso íntimo, passamos a entender os nossos sonhos e o que nos motiva de facto! Tudo isso deve ser levado em conta tendo como bússola viver os seus sonhos e projectos de forma intensa e verdadeira.  

 

A vida é aquilo que você faz dela

 

São os sorrisos que você deixa com as pessoas que gosta, as lágrimas que escapam sem pedir permissão, os olhares que liberta, as palavras e acções que emite… Não adianta esperar um dia melhor amanhã, e não fazer nada para que ele o seja. Tudo depende de si, e de mais ninguém, a vida é sua, é o seu momento, se não der tudo de si e viver, ninguém pode fazer isso por si. Pense nisso!

 

No próximo capitulo, saiba quais são os SABORES DA VIDA.