Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Os Santos Paranormais

Muitos foram já os Homens que pelas suas boas ações em vida foram considerados santos e beatificados pelas maiores instâncias da Igreja Católica. Portugal é um país religioso e muitas pessoas acreditam que aqueles que se tornaram santos lhes salvaram a vida e realizaram verdadeiros milagres. Conheça os santos paranormais mais famosos da história do nosso país. Verdadeiros fenómenos de fé!

 

Dr. Sousa Martins

Este foi um homem marcante no século XIX e que era visto como um verdadeiro defensor dos fracos e oprimidos. Dr. Sousa Martins é ainda hoje

 

venerado por milhares de fiéis, que acreditam que ele lhes mudou a vida. José Tomás de Sousa Martins nasceu em Alhandra no seio de uma família modesta, mas empregou-se em Lisboa na Farmácia Ultramarina, propriedade do seu tio, e foi aí que desenvolveu a sua capacidade como manipulador de produtos naturais. Tirou o curso de farmácia e depois o de medicina, tendo sido nesta área que mais se destacou. Foi um exímio lutador contra a tuberculose, tendo também sido o impulsionador da construção do Sanatório da Serra da Estrela, onde dizia que os doentes desta enfermidade teriam uma boa recuperação devido ao clima favorável da zona. Este homem deu origem a um enorme culto em Portugal pela sua dedicação aos mais pobres e pela sua devoção aos seus doentes.

 

Também Dr. Sousa Martins foi assolado pela tuberculose, muitos dizem devido ao contacto próximo com aqueles que sofriam do mesmo problema. Quem o conheceu refere-se a ele como alguém extremamente humano e que nunca negava o seu ombro a ninguém. Depois de morrer, em 1897, o Rei D. Carlos revelou publicamente a enorme perda para o país de um homem que se tinha dedicado tão ferozmente a uma missão tão única na terra.

Em Lisboa ou na Guarda, as suas estátuas são visitadas diariamente por devotos que ali depositam flores, objetos em cera e velas. A ele são pedidas graças, a ele são pedidas inúmeras  intervenções divinas. No Dr. Sousa Martins são depositadas as esperanças dos que sofrem.

 

 

Um verdadeiro milagre

Uma devota do Dr. Sousa Martins, Maria Odete Sanches, acredita que foi ele quem ajudou a sua filha, considerada infértil pelos médicos, a dar à luz uma menina. Esta mulher todos os anos vem de Coimbra até Alhandra participar na romaria do santo, e faz o percurso até ao cemitério, sempre de joelhos. Esta mulher diz que fará este sacrifício até ter forças, pois a sua neta vale isso e muito mais e foi o Dr. Sousa Martins quem tornou este milagre possível.

 

Rainha Santa Isabel

 

 

D. Isabel foi uma das rainhas mais conhecidas da dinastia portuguesa, de ascendência espanhola, era filha do rei D. Pedro III de Aragão e de D. Constança de Navarra. O seu nascimento ocorreu em Saragoça ou Barcelona entre o ano 1269 e 1270.

No dia 24 de abril de 1281, foram assinadas as bases do seu contrato de casamento com o rei D. Dinis. Durante os primeiros anos de casamento a rainha D. Isabel revelou a sua faceta de perfeita esposa de monarca, acompanhando o rei nas suas viagens pelo País. De personalidade reservada, D. Isabel desde cedo mostrou a sua modéstia e bondade, conquistando assim a simpatia do povo.

Sempre muito preocupada com a vida difícil da época, em que a fome e a miséria eram uma constante nas classes baixas, D. Isabel com a sua caridade e piedade fez a diferença na vida dos mais pobres, dando apoio material e moral, tornando as suas vidas menos miseráveis.

Além de um profundo sentido de justiça e generosidade, D. Isabel mostrou também o seu sentido de estado, possuidora de um excelente domínio de estratégia política, revelou ser uma notável negociadora e mediadora entre fações opostas. No conflito que se gerou entre o Rei e o príncipe herdeiro D. Afonso e que degenerou em guerra civil, D. Isabel mais uma vez usou dos seus conhecimentos de política nacional para solucionar e pôr termo ao conflito que opunha pai e filho. Por sua intervenção, a paz foi assinada em 1322. Um ano mais tarde, foi ela novamente que evitou a luta entre ambos, quando as tropas estavam já prestes a entrar em combate. Contudo, seu marido o rei D. Dinis não compreendeu a atitude de D. Isabel, acusou-a de favorecer o filho e acabou por enviá-la sob vigilância para Alenquer.

Depois da morte do rei D. Dinis em 1325, D. Isabel foi em peregrinação a Santiago de Compostela, na Galiza. Sendo uma devota de Cristo, Isabel abdicou do conforto que poderia ter para se deslocar a este local de devoção e terá feito a viagem montada num burro; a última etapa fê-lo a pé. Pelos locais por onde passou, ofereceu a maioria dos seus bens pessoais para amenizar um pouco o sofrimento dos mais desfavorecidos.

Após a peregrinação, D. Isabel fixou residência em Coimbra junto do Convento de Santa Clara e entrou para a Ordem das Clarissas. Decidiu não fazer qualquer voto para poder usar a fortuna que possuía para fazer caridade. D. Isabel mandou construir vários hospitais, nomeadamente o Hospital de Coimbra, o de Santarém e o de Leiria. Ainda nesta cidade fundou, também, um convento para mulheres e ainda uma albergaria em Odivelas.

D. Isabel morreu vítima de peste em Estremoz no dia 4 de julho do ano de 1336. Foi sepultada, por sua vontade, no Convento de Santa Clara, contudo, mais tarde o seu corpo foi transladado para o novo Convento e depositado num cofre de prata e cristal. O povo criou à sua volta uma imagem de santidade e foram-lhe atribuídos alguns milagres, entre os quais, o milagre das rosas. Em 1625 foi canonizada pelo Papa Urbano VIII.

 

Milagre verdadeiro?

Segundo a lenda, numa fria manhã de inverno, a rainha saiu do Castelo de Sabugal, como fazia muitas vezes, para ir distribuir pães pelos mais desfavorecidos. Corria já entre os apoiantes do rei que D. Isabel gastava demasiado nas obras das igrejas, que as suas doações a conventos bem como as esmolas dadas aos pobres eram de valor exagerado. Um dia um dos nobres que não via com bons olhos a generosidade da rainha, resolveu procurar o rei e usou de todos os argumentos para o convencer a pôr fim aos gastos de D. Isabel.

O Rei deixou-se convencer pelo nobre e decidiu surpreender a Rainha quando esta, acompanhada pela sua comitiva, se preparava para fazer uma doação ao convento de Santa Clara. O Rei deteve-a mesmo à entrada do convento e reparou que D. Isabel procurava a todo o custo disfarçar o que levava no regaço.  Olhou-a nos olhos e perguntou-lhe: - Que levais no regaço, minha mui nobre esposa?

A Rainha respondeu: - Real senhor, apenas me desloca aqui para ornar os altares do mosteiro.

Não se deixando convencer, o Rei insistiu: - Fui informado que minha esposa desobedece às minhas ordens. O que levais no regaço é dinheiro para os pobres!

De repente, sentindo-se mais confiante, Dona Isabel respondeu: - Enganais-vos, Real Senhor. O que levo no meu regaço são rosas...

O rei ficou irritado e acusou a rainha de estar a mentir: - Podeis mostrar-me essas rosas de janeiro?

Após proferir estas palavras o rei ordenou-lhe que mostrasse o conteúdo do regaço. A Rainha D. Isabel mostrou perante os olhos espantados de todos o belíssimo ramo de rosas que guardava debaixo do manto. Ao ver as rosas o rei ficou espantado e convenceu-se que estava perante um fenómeno sobrenatural. Ali mesmo naquele lugar, pediu perdão à Rainha que persistiu na sua intenção de ir levar as esmolas.

A notícia do milagre correu a cidade de Coimbra e espalhou-se ao resto do país. O povo proclamou Santa, a Rainha Isabel de Portugal.

 

Mulheres Frágeis, mas heroínas

Santa Beatriz da Silva

Nascida em Ceuta no ano de 1424, Beatriz da Siva era uma nobre portuguesa que segunda conta a história chegou a ser ama da infanta D. Isabel, rainha de Castela e Leão, por quem foi muito invejada devido à sua beleza. Dizem que a monarca a fechou dentro de baú, onde esperava que a falta de oxigénio lhe ceifasse a vida. Mas Beatriz da Silva sobreviveu e acabou por perdoar à rainha e depois disso com o apoio de D. Isabel conseguiu fundar a Ordem da Imaculada Conceição.

Santa D. Joana de Portugal

Irmã do Rei D. João II, Joana de Portugal destacou-se por ter dedicado toda a sua vida às causas humanitárias. Recusou várias propostas de casamento e chegou a ser jurada Princesa Herdeira da Coroa Portuguesa, antes do nascimento do seu irmão. Só não chegou a professar votos de freira dominicana por ser uma princesa real.

 

O que está do outro lado? EXPERIÊNCIAS de quase MORTE!

Qual é a primeira coisa que pensa sobre a vida após a morte? Num lugar para onde vão os que se portaram bem em vida e outro bem distinto para onde vão os que se portaram mal e ficam condenados para toda a eternidade. Esta é a descrição mais simples do Céu e do Inferno. E no meio deles aprendemos que existe um sítio onde as almas ficam até se aperceberem que terão de escolher qual o caminho a seguir. É o chamado Purgatório. Mas a verdade é que não há certezas de que tudo isto será exatamente assim, pois nunca ninguém regressou do mundo dos mortos para contar. Porém, a maior prova de que podemos ter de que existe um outro lado são as EQM (Experiências de Quase Morte). Milhares de pessoas já foram dadas como clinicamente mortas, mas acabaram por voltar à vida. Saiba, segundo estas experiências, o que há do outro lado.

 

 

 

 Independentemente dos credos religiosos, as pessoas que já passaram por uma Experiência de Quase Morte (EQM) descrevem o outro lado praticamente da mesma maneira. A verdade é que ao longo de anos, que muitos se questionam o que acontecerá depois da vida. A morte será realmente o fim? A morte não será apenas o desligar da alma do seu corpo físico? O espírito encontrará a paz depois da morte? A alma penará realmente no purgatório para se redimir dos seus pecados na Terra? Como será então a outra vida depois da vida? Todas estas dúvidas são aquelas que mais assolam os humanos. A incerteza daquilo que poderão encontrar depois da morte. As EQM, estudadas hoje em dia de forma científica, são ainda um mistério vivido unicamente por quem passa por uma. Frases conhecidas como "a minha vida passou toda como um flash pelos meus olhos" e "ver a luz ao fundo do túnel" vêm de inúmeros relatos sobre essas experiências aterradoras, mas ao mesmo tempo cativantes, e aparentemente sobrenaturais pelas quais algumas pessoas passam quando estão à beira da morte e regressam.

 

Factos contados, factos revelados

As experiências de Quase Morte têm sido analisadas e estudadas ao longo dos anos e cada vez revelam os progressos da ciência que consegue dar respostas rápidas quando o nosso organismo se desliga. Muitas pessoas que estiveram à beira da morte, relatam experiências fascinantes enquanto estavam inconscientes que, curiosamente, e segundo o que é revelado pelos estudos nesta área, nunca são iguais sejam pessoas crentes ou não e independentemente da cultura. A única conclusão que os estudos têm tirado das EQM’s é que, e isto reforçamos novamente, apesar de não haver duas experiências iguais, todas elas registam sinais de paz e felicidade, o paciente encontra os seus entes queridos por segundos ou minutos que lhe valem uma eternidade. Sentem-se a flutuar, desorientados por momentos pois não entendem como podem ver-se fora do seu corpo que permanece imóvel, tentam falar com os seus familiares que por alguma razão choram e não ouvem os seus apelos, mas tudo culmina quando veem toda a sua vida diante dos seus olhos e são novamente jovens e estão juntos dos entes queridos que abandonaram a vida terrena há muito tempo. Outro ponto a acrescentar nestas experiências é o aumento da espiritualidade da pessoa, ou seja, após uma EQM a pessoa começa a dar mais valor à vida, menos aos bens materiais, e torna-se mais crente em relação a uma força transcendente que guia e que dá alento nas horas de desamparo. Numa Experiência de Quase Morte, acredita-se que a alma abandona o corpo físico e inicia uma viagem em que, por todos os pontos positivos descritos anteriormente, sente-se tão bem que por vezes não quer voltar ao seu corpo, mas há sempre alguém do outro lado para relembrar que ainda não chegou a sua hora.

 

 

 O que as EQM’s revelam?

Apesar dos inúmeros estudos sobre a existência das EQM’s, não existem factos científicos que comprovem a razão das mesmas ocorrerem. Por isso, os mais céticos tendem a denominar estes acontecimentos por alucinações. Uma única conclusão a que todos chegam é que se pode descrever uma EQM como a transição entre o estado mental de estarmos vivos e o estado mental em que nos apercebemos que estamos mortos. Mas as Experiência de Quase Morte têm revelado que:

1º O corpo físico deixa de funcionar. A pessoa, apesar de ficar desnorteada no início, acaba por perceber o que lhe aconteceu e inicia a viagem;

2º O mundo físico desaparece. Dá uma sensação de flutuação e de afastamento dos lugares familiares. Esta situação pode ser descrita como experiência fora do corpo, a pessoa vê os seus familiares junto ao corpo físico e muitas vezes as tentativas de reanimação dos médicos;

3º Presença de uma luz intensa que invade todo o quarto – nesta situação a pessoa tem uma perceção que essa luz, não dolorosa, identifica algo bom, uma espécie de eternidade, de um céu;

4º A pessoa sente-se mais leve, sem limites, com uma sensação de tranquilidade que pode incluir paz, aceitação da morte e conforto perante a mesma;

5º Tudo aquilo que se entende deixa de fazer parte do mundo físico, dependendo da sua religião, a pessoa vai sentir-se mais próxima de um mundo espiritual em que pode existir uma definição mais concreta de céu e de inferno;

6º Sente-se uma presença espiritual, alguém que comunica connosco e que nos guia. São os chamados “seres da luz” que podem ser anjos, guias, Deus ou familiares já falecidos que estão ali para ajudar na ascensão. Estes seres divinos normalmente estão no fim do túnel escuro, como se esse mesmo túnel representasse a passagem definitiva para um novo mundo;

7º A personalidade e a memória tornam-se difusas, contudo a perceção do “eu” continua vincada;

8º A pessoa sente que chegou a um outro patamar da sua existência.

9º A pessoa comunica com os outros seres. Durante os relatos os pacientes descrevem que ouviram uma voz a ordenar para voltar ao seu corpo ou outras que indicam que foram convidadas a escolher entre seguir para a luz ou voltar para a sua vida terrena. Normalmente identificam essa voz como sendo Deus, visto que é masculina e cheia de compaixão.

10º Nessa experiência a pessoa vê a vida inteira diante dos seus olhos e quando regressa ao corpo físico, a visão geral e a atitude perante a vida mudam radicalmente.

Afinal, existirá maiores probabilidades de uma determinada pessoa ter uma EQM face a outra? Uma análise estatística nos Estados Unidos na década de 70 feita a mais de 100 indivíduos que passaram por uma EQM, revelou que as crenças religiosas prévias, os conhecimentos prévios destas experiências e as culturas em que estavam inseridos, não tinham um efeito considerável na probabilidade de se ter uma EQM.

 

 

 Pesquisas sobre as Experiência de Quase Morte

Os primeiros estudos nesta área foram introduzidos pela ciência a meio dos anos 70. Até então, as EQM’S eram vistas como pertencentes ao campo da religião e da filosofia.

O interesse nos estudos do cérebro face a uma EQM começou com a publicação do livro “Life After Life “ (Vida Depois da Vida) pelo médico americano Ray Moody. Neste livro, Moody referiu mais de 150 depoimentos de pacientes que passaram por esta experiência e todos eles descreveram situações semelhantes apesar de nem sequer se conhecerem. Com o avanço nesta área, surgiram inevitavelmente casos em que os pacientes associavam uma EQM a alucinações, ou no pior dos cenários, a invenções de uma cabeça num estado deplorável.

Anos mais tarde, o Dr. Pim Van Lommel, um cardiologista holandês de renome, realizou um estudo prospetivo nesta área e concluiu que os pacientes tinham uma EQM após a atividade cerebral ter cessado e antes de terem ressuscitado. Esta conclusão deixou-o completamente surpreendido e entendemos o porquê, um homem da ciência a constatar que muito depois do cérebro ter parado de funcionar, o paciente relatar experiências vividas e conscientes. O estudo quando foi publicado lançou um grande aparato, pois para muitos ter de acreditar que podemos experienciar alguma coisa depois do relógio cerebral parar, parece impossível.

Uma outra pesquisa liderada por um dos grandes investigadores nesta área, Kenneth Ring em 1977 enfocou o efeito de uma EQM sobre a vida da pessoa. Ring experienciou relatos de um grande número de pessoas que afirmam que após a sua EQM adquiriram autoconfiança e tornaram-se mais extrovertidos e com maior alegria de viver. Ou seja, concluímos que os níveis de autoestima essenciais para o relacionamento connosco próprio e em sociedade foram influenciados positivamente. Neste estudo Ring concluiu que houve um aumento do propósito e apreciação da vida, da compaixão, da paciência e da compreensão, assim como uma sensação geral de força pessoal. Neste mesmo estudo, um pequeno número de indivíduos relatou sensações de medo, depressão e persistência no temor pela morte. Este investigador também verificou que quem passa por uma EQM tende a ter um aumento do senso de sentimentos religiosos e de crenças num mundo espiritual, comandado por um ser superior cheio de amor e benevolência.

 

Um caso português de vida depois da morte!

João, 37 anos, esteve entre a vida e a morte no Hospital são João, no Porto, quando ainda era muito jovem, com apenas 15 anos. Foi-lhe prescrito um antibiótico ao qual ele era extremamente alérgico. Quando deu entrada no hospital o quadro clínico não era nada favorável. Apresentava níveis de toxicodermia bastante elevados, pois os seus órgãos não estavam a conseguir processar o químico do medicamento. “Não me lembro como fui levado para o hospital”, conta “sei que foram os meus pais que me socorreram mas a minha memória dessas horas funciona como pequenos flashes. Lembro-me de me terem deitado numa maca, de ter ido até às urgências mas não me lembro de mais pormenores. A minha vista estava turva e a única coisa que sentia era uma dor dilacerante que percorria todo o meu corpo e vinha acompanhada de um fogo que ardia e que me consumia por dentro. Foi horrível”. O que aconteceu na sala das urgências, apesar de só se lembrar através de alguns flashes, é claro para João “lembro-me da dor, essa não me deixava por nada deste mundo, mas de repente era como se fosse duas pessoas diferentes. Senti-me bem, a flutuar e a dor começou a diminuir. Pensei logo que, fosse o que os médicos estariam a fazer, estava a resultar. “ De repente essa dor voltou com uma intensidade inimaginável. Ainda hoje não consigo descrever a dor que senti. Era como se me arrancassem todos os membros ao mesmo tempo que o meu corpo era consumido pelo fogo. “ Foi aí que João se apercebeu que o seu sofrimento estava a ser acompanhado por alguém, ou por alguma coisa “ Comecei a comunicar mentalmente com um ser envolto numa luz muito brilhante. Não sei como percebi visto que não estava a usar quaisquer palavras mas a verdade é que automaticamente me apercebi que já não sentiria mais a dor se aceitasse deixar de vez o meu corpo físico. E assim escolhi. E essa dor abrandou permanentemente. E senti uma paz tão grande que pensei logo que finalmente podia regressar a casa para perto dos meus pais e amigos. Finalmente o suplício tinha terminado.” João termina o relato com o regresso ao seu corpo físico e a espiritualidade no qual se sente envolvido desde então: “não sei como regressei ao meu corpo. Acordei com algumas dores mas as lágrimas começaram a escorrer pela minha cara. Estava vivo e apesar da minha memória confusa, sei que o que me aconteceu não foi retirado de um filme ou da minha imaginação. Deus deu-me uma segunda oportunidade para viver e é essa que estou a aproveitar ao máximo.

 

 

Famosos e a luz ao fundo do túnel

Jane Seymour

A atriz Jane Seymour que quase morreu aos 36 anos, devido a uma crise alérgica provocada por uma injeção de penicilina, diz ter estado do outro lado. “Abandonei o meu corpo e pude ver-me a mim mesma na cama, com os médicos ao meu redor a tentar reanimar-me. Era como se eu estivesse a flutuar. Senti-me leve, queria dizer-lhes que podiam parar que eu estava bem mas nenhum som saia da minha boca. A única coisa em que conseguia pensar é que eu não queria morrer, não estava pronta para deixar meus filhos.”

 

 

Elizabeth Taylor

Esta atriz, hoje já falecida, partilhou a sua experiência no famoso programa americano Larry King. Foi em1959, durante os cinco minutos em que foi considerada morta numa mesa de cirurgia, que ela se encontrou como o espírito de Michael Todd, o seu falecido terceiro marido que perdeu a vida num acidente de avião no ano antes do acontecido. Nesse breve encontro, Michael disse-lhe para regressar à vida e cumprir a missão que lhe faltava. Com receio de ninguém acreditar nesse seu relato, Elizabeth não falou deste assunto durante diversos anos até que se envolveu na Luta Contra a Sida e decidiu utilizar a sua história, recheada com uma mensagem de paz e de reconforto para confortar os pacientes terminais.

 

Donald Sutherland

Em 1979, este ator teve uma Experiência de Quase Morte, após ter contraído uma meningite. Ele contou que viu o seu corpo flutuar quando estava em coma e à sua volta estava uma luz azul-clara, tendo se visto mais tarde a flutuar por um longo túnel. Porém, de repente voltou ao seu corpo e os médicos confirmaram que durante alguns segundos, Donald esteve em morte clínica.

 

Assunção de Nossa Senhora!


Hoje, dia 15 de Agosto celebra-se a festa da Assunção de Nossa Senhora aos céus. Aquando da morte de Virgem Maria, esta foi transportada em corpo e alma até aos céus.

 

A Virgem Maria "ao concluir o curso de sua vida terrena, foi assunta em corpo e alma para a glória celestial."  Isto significa que Maria foi transportada para o céu com o seu corpo e alma unidas. Este dogma foi proclamado pelo Papa Pio XII.

O Novo Catecismo da Igreja Católica declara:

"A Assunção da Santíssima Virgem constitui uma participação singular na Ressureição do seu Filho e uma antecipação da Ressurreição dos demais cristãos" (n. 966).

Oração em Honra da Assunção de Nossa Senhora

 

Minha querida Nossa Senhora,

tu que subiste aos Céus

para te juntares ao teu Santo filho, Jesus,

ajuda-me a superar todos os pensamentos negativos,

angústias, mágoas e desilusões,

para que eu possa, como tu,

e com a ajuda do teu amado filho,

conhecer a harmonia, a Paz e a Felicidade

que só existem no Amor de Deus. 

 

 

Foi encontrada a Arca de Noé?

As expedições à Turquia Oriental, onde se acredita estar perdida a Arca de Noé, na região de Ararate, têm sido uma constante e gerado algumas polémicas. Há cientistas que afirmam que a embarcação de madeira que encontraram nesta parte do mundo é com 99% de certezas a mesma que o herói bíblico construiu ao receber ordens de Deus para salvar a criação do dilúvio que se aproximava. Provas concretas? Ainda não existem…

 

O facto de muitos cientistas centrarem as suas pesquisas nesta região do mundo em busca da Arca de Noé prende-se com a interpretação que fizeram do Livro Sagrado. De acordo com a Bíblia, Noé terá repousado sobre “os Montes Ararate” (Gênesis 6:14-16), o que se pensa atualmente ser uma região do antigo reino Urartu e não propriamente um monte propriamente dito. Mas as poucas informações sobre este homem no Livro Sagrado faz com que seja difícil descobrir realmente o que poderá ter acontecido, porque depois da saída de Noé e da sua família para a montanha, o seu barco desapareceu como por magia das páginas da Bíblia.  Após as primeiras histórias escritas sobre este momento, os posteriores escritores bíblicos nunca chegaram sequer a indicar de que poderiam saber onde se encontrava a Arca de Noé.

Segundo a Bíblia, esta embarcação era construída de madeira e impermeabilizada com betume e foi construída por Noé a mando de Deus, que lhe deu a missão de salvar as espécies e repovoar a Terra, após o grande dilúvio que se aproximava. Supostamente, nesta “barca” terá sido construída uma janela no teto, tinha 450 pés de comprimento, 15 pés de largura e 45 pés de altura. Tinha três andares, e as suas enormes dimensões transformaram-na para sempre na maior embarcação da história, antes do século XX. Poderia assemelhar-se aos transatlântico atuais.

 

Vários testemunhos dos “Montes Ararate”

Em diversos momentos da história há quem tenha registado a visão de um enorme barco na zona montanhosa desta região. As mais antigas remetem-nos para o ano III d.C., que sugeriam que não havia quem não soubesse que a Arca de Noé podia, sem dúvida, ser encontrada em Ararate.

Reportagens do século XIX afirmavam que muitas pessoas chegaram mesmo a visitar a embarcação, tiraram fotografias e recolheram alguns pedaços da sua madeira. Há quem acredite que algumas partes da Arca estão encobertas por neve e gelo durante grande parte do ano e que embora não se encontre no ponto mais alto desta região, estará sim a cerca de 10.000 pés de altitude nesta mesma zona do mundo. Há relatos de pessoas que afirmam ter andado sobre o seu teto, enquanto outras dizem mesmo que chegaram a entrar na parte interna desta embarcação.

Já nos anos 80, o famoso austronauta James Irwin fez algumas expedições a esta montanha, após a queda da União Soviética, que antes disso não autorizava estas pesquisas, por não ver com bons olhos a intromissão do resto do mundo nas suas fronteiras (já que esta zona da Turquia estava muito perto desse país), considerando mesmo uma ameaça ao governo soviético. Porém, a morte de Irwin fez com  que as possíveis provas que eles tivesse recolhido do local sejam uma incógnita. E para além disso, todas as outras testemunhas não conseguem entender-se quanto à localização exata onde teriam visto a Arca. Nos anos 90 apostou-se muito pouco neste tipo de expedições, o que foi abafando as notícias à volta do assunto. Mas em 2010, a polémica voltou a instalar-se quando um grupo de cientistas turcos e chineses afirmou ter quase 99% de certeza de que teriam finalmente encontrado a Arca de Noé.

 

A estrutura de madeira descoberta nos Montes Ararat

Foi na montanha mais alta da Turquia, onde a Biblia afirma que Noé atracou a sua embarcação quando as águas do dilúvio baixaram, que um grupo de cientistas evangélicos, turcos e chineses, afirma ter descoberto em 2010 a enigmática embarcação. Situada a 4 mil metros de altura, perto da fronteira com o Irão, este grupo, liderado pelo pesquisador chinês Yang Ving Cing, revelou à imprensa que a antiga estrutura de madeira continha no seu interior diversas divisões, com algumas barras como se fossem jaulas, onde se acredita ter estado todas as espécies de animais salvas pelo herói bíblico. Os restos da embarcação foram testados com o método de carbono 14, aquele que se conhece mais fiável para indicar a que data temporal pertencem os achados mais antigos, e a verdade é que este indicou 4800 anos, o que poderá comprovar que esta descoberta é realmente os restos da famosa Arca, que batem certo com aquilo que é relato na Bíblia. Estes cientistas colocaram de parte a hipótese desta estrutura de madeira pertencer a alguma comunidade que habitasse por aqueles lados em tempos remotos, porque nunca houve sinais de povoamento acima dos 3500 metros de altitude.

 

Quem era Noé?

De acordo com a história bíblica, Noé descendia da linhagem de Sete e viveu numa altura em que o homem mostrava ao mundo todo o seu mau caracter. No livro de Gênesis é descrito o arrependimento de Jeová ao ter criado o homem, pois a maldade que espalhava na Terra era inconcebível. Assim, decidiu criar um enorme dilúvio para castiga-lo, fazendo também desaparecer tudo aquilo que tinha sido até então criado. Decidiu poupar Noé e pediu-lhe para construir uma Arca de Madeira, onde coubesse um casal de cada espécie existente. Ele e a sua família também foram autorizados a embarcar na Arca. Após a grande inundação da Terra, Noé terá desembarcado nos Montes Ararat e aí voltou a repovoar o planeta. Segundo o que os textos bíblicos afirmam, Noé viveu até aos 950 anos e tinha 500 anos quando gerou três dos seus filho: Sem, Cam e Jafé. Terá falecido durante os dias de Abraão, tendo então sobrevivido até à décima geração dos seus descendentes.

 

 

Outra explicação para os factos

Não havendo provas concretas de que os cientistas turcos e chineses terão de facto encontrado a Arca de Noé, até porque há quem diga que estes ainda não revelaram exatamente o local onde descobriram tal achado, há quem defenda que a história deste herói bíblico poderá ser apenas algo inspirado em lendas mais antigas de escritos da Mesopotâmia. Nelas se revela a irritação dos deuses com os homens, e que por puro capricho mandaram destruir a humanidade. A única diferença entre esses meses textos e os da Gênesis é que neste caso é Deus quem está furioso com os homens e provoca um dilúvio de forma a castiga-los, mas como uma lição pelos pecados cometidos. Enquanto na história da Bíblia há supostamente um motivo plausível para o castigo, na história dos deuses não existe uma finalidade moral.

 

 

Alimentando a história

Ao longo dos tempos o cinema tem alimentado a história à volta deste acontecimento bíblico, o que fez com que nunca caísse no esquecimento, mesmo tendo Noé desaparecido dos relatos do Livro Sagrado. Em 1999, a película A Arca de Noé volta a contar o episódio que deixa este herói preso na sua embarcação durante 40 dias e 40 noites, enquanto um dilúvio destrói tudo o que já fora criado até então na Terra.

Até as comédias se inspiram neste episódio bíblico para contar a história que ninguém esquece. O Filme de 2007, Evan O Todo Poderoso, transforma este conto antigo para os tempos da atualidade e volta a relembrar o feito de um herói.

 

Horóscopo Druídico

Este ramo da astrologia remonta ao tempo dos Druídas, os sacerdotes que viveram na região da Gália e da Irlanda, nos tempos da Idade Média. Estes homens, além de serem considerados pela comunidade como sábios conselheiros, estudavam também magia, bem como as propriedades medicinais das plantas. Foi nas árvores da floresta que basearam o seu horóscopo, tentando dessa forma simbolizar cada uma das personalidades consoante a sua data de nascimento. Estes homens por viverem em contacto direto com a natureza conseguiam ver mais longe do que os outros, tendo uma grande sabedoria com tudo aquilo que se relacionava com a chuva, o Sol, as plantas ou os animais. Conheça-se melhor, segundo o Horóscopo Druídico.

 

Quaresmeira

Nascidos de 21/01 a 19/02

Esta árvore representa tudo aquilo que é belo e também o amor incondicional. As pessoas que nascem sob a influência deste signo têm um lado muito humanitário e são bastante intuitivas. Inteligentes e charmosas, muitas vezes podem ser vistas pelos outros como um pouco arrogantes, porque sabem como ninguém impor e apresentar os seus pontos de vista.

 

No amor

A nível amoroso, as pessoas que nascem sob a influência da Quaresmeira prezam muito a compreensão e, por isso, procura alguém que lhe passe sentimentos de fraternidade e amizade. Não é uma pessoa ciumenta e para que consiga manter uma relação estável tem que haver entre si e o seu par muito companheirismo.

 

 

No trabalho

São pessoas muito criativas e gostam de realizar trabalhos inovadores. São normalmente bem-sucedidos na área de informática, publicidade, política e ação social.

 

 

 

Amoreira

Nascidos de 20/02 a 20/03

Esta é uma árvore que simboliza a proteção contra todo o mal e representa também a força do poder de Deus. Quem nasce sob a influência da Amoreira tem fortes poderes mentais e espirituais e um pensamento muito positivo. São, por norma, pessoas muito tranquilas, mas conseguem muito bem convencer os outros a seguir as suas ideias.

 

No amor

Os nativos da Amoreira entendem que o amor é uma dádiva e só assim faz sentido. Fazem de tudo para agradar quem mais amam, realizando todos os seus desejos. São pessoas muito sensuais e adoram inovar na hora da intimidade.

 

No trabalho

Adoram trabalhos que lhe permitam fazer alguma coisa pelos outros, portanto acabam por se destacar naturalmente em áreas relacionadas com a medicina, assistência social ou psicologia.

 

 

Carvalho

Nascido de 21/03 a 20/04

Representando a força e a inteligência, o Carvalho traz características muito marcantes à personalidade daqueles que nascem sob a sua influência. Estes nativos têm uma força incrível para enfrentar obstáculos e nunca volta as costas às dificuldades. Porém, têm alguma dificuldade em controlar a sua impulsividade, o que lhes vai trazendo alguns dissabores ao longo da vida.

 

No amor

A nível amorosos, estes nativos não conseguem perdoar uma infidelidade e abominam a mentira. Procuram envolvimentos amorosos fogosos, pois só isso os faz sentir mais completos. Têm uma energia sexual inesgotável.

 

No trabalho

Como tem uma capacidade enorme de superar limites, este nativo identifica-se com profissões relacionadas com o pioneirismo e a liderança. Mas tem de controlar um pouco o seu autoritarismo.

 

 

 

Paineira

Nascidos de 21/04 a 20/05

A Paineira representa a fartura e a prosperidade e as pessoas que nascem sob a sua influência são muito lutadoras e adoram a segurança e a estabilidade. Têm algumas oscilações de humor, e tanto podem sentir uma enorme paz interior, como uma ansiedade enorme. Porém, o seu grande objetivo é o autoconhecimento.

 

No amor

A nível amoroso, estas são as melhores pessoas para ter ao lado, pois são capazes de tudo para lutar pelos ideais dos seus parceiros. Contudo, acabam por ter alguns problemas quando não conseguem respeitar a individualidade do outro.

 

No trabalho

Um dos grandes interesses profissionais dos nativos da Paineira é terem a oportunidade de conseguir ganhar muito dinheiro através do seu trabalho. São muito realistas e o conforto material é algo que lhes agrada.

 

 

 

Ipê

 

Nascidos de 21/05 a 20/06

 

Associado ao mito grego de Perséfone, a deusa que permanece seis meses na Terra (primavera/verão) e seis meses no Reino dos Mortos (outono/inverno), quem nasce sob a influência desta árvore tem uma personalidade muito versátil, criativa e imaginativa. O seu grande defeito é ser demasiado instável e estar sempre a mudar de opinião.

 

 

No amor

 

Estes nativos captam naturalmente os sonhos dos seus pares, cedendo à maior parte dos seus desejos. Só consegue manter uma relação estável com a sua cara-metade se houver um laço de amor muito forte a uni-los.

 

No trabalho

 

São bastante versáteis e gostam muito de aprender. Como são extremamente comunicativos adequam-se muito bem a profissões ligadas à comunicação, comércio e contacto com o público.

 

 

 

Romãzeira

Nascidos de 21/06 a 20/07

O fruto desta árvore representa os ovários e os óvulos prontos serem fecundados. Assim sendo, os nativos deste signo são pessoas muito ligadas à família e sente-se plenamente realizados quando têm filhos. São bastante tradicionalistas, protetores e carinhosos.

 

 

No amor

A grande prioridade a nível amoroso destes nativos é construir uma família feliz e portanto não se interessam por qualquer pessoa. Procuram alguém com quem saibam que irão partilhar uma vida. Dá muita importância à fidelidade e ao respeito mútuo.

 

 

No trabalho

Por ter uma grande habilidade para lidar com crianças, estes nativos sentem-se realizados em áreas relacionadas com a pediatria, psicologia infantil e pedagogia. Têm também uma grande apetência para a cozinha.

 

 

Coqueiro

 

Nascidos de 21/07 a 22/08

 

Esta é árvore que representa a energia e a sua altura representa a ligação dos homens com os céus. Quem nasce sob a influência do Coqueiro tem uma determinação, uma coragem e uma força interior insuperável. Têm ideias muito definidas e lutam por todos os seus objetivos.

 

No amor

 

Tanto os homens como as mulheres que nascem sob a influência deste signo são extremamente dedicados ao seu par. Mas em retorno exigem também a mesma dedicação, compreensão, fidelidade e sinceridade.

 

 

No trabalho

 

Se estiverem numa profissão ligada ao meio artístico sentir-se-ão plenamente realizados e terão a oportunidade de exteriorizar tudo aquilo que sentem no seu íntimo.

 

 

 

Salgueiro

Nascidos de 23/08 a 22/09

Símbolo da sabedoria e da humildade, esta árvore representa alguma tristeza, devido aos seus galhos pendentes. Os nativos do signo Salgueiro muitas vezes não conseguem reconhecer o seu próprio potencial. Contudo, quando aprendem a lidar com a sua própria força inteira conseguem enfrentar tudo.

 

 

No amor

Na vida amorosa, este nativo costuma ser bastante dominadora, pois gosta de controlar a vida do outro. Porém, tem uma lealdade e sinceridade incrível para quem está ao seu lado.

 

No trabalho

Os nativos deste signo têm uma grande capacidade de organização, o que os deixa mais inclinados para profissões que exijam muita concentração, como por exemplo contabilidade ou administração.

 

 

Caneleira

 

Nascidos de 23/09 a 22/10

 

Esta árvore é considerada a mais afrodisíaca de todas, por isso os nativos deste signo costumam ser pessoas muito sensuais e sedutoras. Têm uma forte influência no sexo oposto e têm uma grande facilidade de comunicação.

 

No amor

 

Para além de ser pessoas bonitas, quem nasce sob a influência deste signo tem características muito especiais, apreciadas sempre pela sua cara-metade. São dedicadas, românticas, amorosas e fazem tudo para fazer o outro feliz.

 

No trabalho

 

Estas pessoas têm uma grande aptidão para tudo aquilo que é artístico, portanto dão-se bem em profissões que estejam ligadas à beleza, como estética ou belas artes.

 

 

 

Manacá

Nascidos de 23/10 a 21/11

As pessoas que nascem sob a influência deste signo têm um intenso magnetismo e são bastante misteriosas, têm uma grande inteligência e colocam um grande vigor em tudo aquilo que fazem. As suas raízes profundas representam a capacidade de desvendar os segredos do inconsciente.

No amor

Quem se apaixona por estes nativos fica, por norma, fascinado com o seu charme. São muito sensíveis e colocam o prazer sexual acima de tudo. São também muitos ciumentos e possessivos.

No trabalho

Os trabalhos ligados à área de investigação dão grande prazer a estes nativos. Como são bastante minuciosos e precisos têm grande sucesso em profissões que exijam uma grande concentração.

 

 

Seringueira

Nascidos de 22/11 a 21/12

Considerada a árvore que representa a sabedoria superior, a Seringueira dá muita força a quem nasce sob a sua influência. Estas são normalmente muito virtuosas, determinada e preocupadas com o futuro. A sua grande energia conduze-as sempre ao sucesso.

No amor

Estes nativos vivem todas as paixões intensamente. Tudo aquilo que for “morno” deixa de fazer sentido. São pessoas muito extrovertidas, ousadas e gostam até de viver mais do que um romance ao mesmo tempo.

No trabalho

Como têm um gosto especial por aventuras, a área do turismo pode ser muito indicada para desenvolver toda a sua vida profissional. Trabalhos relacionados com tradução ou comunicação internacional também podem realizá-los.

 

 

Cedro

Nascidos de 22/12 a 20/01

Esta árvore transmite aos seus nativos uma grande firmeza, pois simboliza a persistência e a determinação. Têm os pés bem assentes na Terra e são capazes de enfrentar com a cabeça erguida as maiores adversidades. São pessoas que não perdem a calma com facilidade.

No amor

No que diz respeito ao amor, estes nativos são muito exigentes. Procuram alguém que partilhe os mesmos ideais e que lhe seja completamente fiel. Porém, o excesso de racionalidade pode, por vezes, afastar quem realmente amam.

No trabalho

Um dos grandes objetivos destes nativos é o sucesso profissional e a estabilidade financeira. Eles preferem “lucrar”, sem serem notados, não gostando de ocupar um lugar de poder. Dão-se bem em profissões ligadas à área da administração.

 

 

 

 

Especial Enigmas (continuação)

A lendária escuridão de maio de 1780

Em Nova Inglaterra, uma região situada a norte dos Estados Unidos, os moradores foram surpreendidos por um fenómenos que os deixou bastante assustados. A 19 de maio de 1780, esta zona foi assolada por uma densa escuridão durante o dia. O Sol desapareceu e o meio-dia transformou-se em meia-noite. Não foi registado nenhum eclipse nessa altura, o que fez também surgir algumas teorias sobrenaturais. Muitos pensaram estar realmente a assistir ao juízo final, principalmente porque as pessoas eram extremamente religiosas e associavam estes fenómenos aos castigos divinos. Porém, hoje em dia acredita-se que esta zona é rica em fenómenos climatéricos inesperados, muitos deles ocorridos durante o mês de maio. Em 1854, esta região foi surpreendida por 66 horas contínuas de chuva forte, em 1967 os ventos ao longo da costa foram superiores a 145km/h, em 1991 Nova Inglaterra foi assolada por tempestades de três horas que provocaram graves inundações e em 1995 um tornado de classe III causou nesta zona estragos no valor de 25 milhões de dólares numa extensão de 72 km. 

 

 

Mistérios da Pedra da Gávea

Esta gigantesca pedra que se situa entre São Conrado e a Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, Brasil, tem sido algo de muitas pesquisas devido à sua grandiosidade e à sua aparência, que muito se assemelha aos monumentos de origem fenícia. A teoria que é levada mais conta é sobre a Pedra da Gávea é a de que é supostamente o sepulcro de um Rei Fenício. Apesar de várias investigações, nunca se conseguiu provar com achados científicos de aqui estaria o tumulo de Tyro, um Rei Fenício que morreu 856 a.C.  Contudo, Robert Frank Marx, um famoso arqueólogo americano, mergulhou na costa brasileira instigado em encontrar um navio fenício, que provasse a navegação pré-colombiana no Brasil. Embora não tenha encontrado esta embarcação, achou três vasos de cerâmica de origem fenícia, o que pode praticamente provar que os fenícios visitaram estas terras muito antes de todos aqueles que mais tarde se apoderaram dela.  A verdade é que nesta majestosa pedra, que alguns dizem ser apenas um fenómeno da natureza, tem algumas inscrições antigas, cujas origens continuam a ser discutidas.

  

O gigante australiano

Com uma extensão que ocupa mais do que algumas das linhas de Nazca, o gigantesco desenho encontrado em 1998 na Austrália continua a intrigar muitas pessoas. Tem aproximadamente 4 km de comprimento e segundo as teses dos mais entendidos representa um caçador aborígene com a sua lança. Está situada a 60km da cidade de Marree, no centro-sul da Austrália, e foi descoberta pelo piloto Trec Smith, quando sobrevoava a região. Não existe ainda uma explicação plausível para esta figura em terras australianas, mas perto do local foi encontrada uma garrafa que continha um papel lá dentro onde dizia: “Stuart’s Giant”, em português: “Gigante de Stuart”. Acredita-se, porém, que o desenho foi feito com tratores e aradores, com a finalidade de tornar o local uma atração turística. E de facto, se esse foi o verdadeiro objetivo dos seus criadores, eles conseguiram-no.

 

 

O monstro da Via Láctea

Denominada pelos gregos com o nome de Via Láctea, por causa da sua cor que lembra o leite, este fenómeno dos céus tem intrigado muitos especialistas. Se olharmos para o céu, numa noite sem nuvens, somos capazes de observar uma faixa iluminada brilhante com centenas de estrelas. Há muitos astrónomos que dizem, pela incapacidade de observar mais longe, que esta região esconde um monstro cósmico. Segundo estes, no interior dessa faixa, cercado por 200 bilhões de estrelas, está localizado o Saggitarius A, um buraco negro, maior do que a galáxia. Embora este buraco negro não consiga ser observado, os especialistas dizem que é possível deduzir a sua existência devido à velocidade e movimento dos astros próximos do centro da Via Láctea.

 

 

 

 

Especial Enigmas - Fenómenos do Universo inexplicáveis!

Nove pessoas encontradas mortas sem razão aparente, um dia que passou a ser noite inesperadamente, uma chuva de estrela nunca antes vista em qualquer parte do mundo, uma pedra gigante que guarda alguns mistérios, um desenho gigante que ainda ninguém conseguiu explicar ou um buraco no céu que pode esconder um monstro cósmico são alguns dos mistérios do Universo que ainda não foram resolvidos pelos humanos. Descubra todas as teorias que se construíram à volta destes fenómenos, mesmo sem provas concretas.

 

Morte nos Montes Urais

No dia 28 de janeiro de 1959, aquilo que poderia ter sido uma aventura divertida para 10 jovens estudantes do Instituto Politécnico Ural, na Rússia transformou-se para sempre num dos maiores dramas e mistérios de que há notícia neste país.

Este grupo de estudantes resolveu fazer uma expedição pelos Montes Urais, mas mesmo antes de entrarem na densa floresta, um dos membros adoeceu e ficou em recuperação numa cabana da montanha. Os restantes seguiram viagem… e apenas cinco dias depois de deixarem o amigo para trás, todos eles estavam mortos. O que aconteceu exatamente? Ninguém sabe até hoje!

Os investigadores,  que encontraram os corpos, depararam-se com um cenário confuso e assustador. As tendas onde este grupo de jovens tinha montado acampamento, no meio da neve e com temperatura a rondar os -25º,  estavam rasgadas, de dentro para fora e os pertences do grupo permaneciam intactos no interior das tendas. Os primeiros dois corpos foram encontrados no limite da floresta, vestidos apenas com a roupa interior e próximo desse local, um pouco mais afastado, encontrou-se os corpos de mais três expedicionistas, em poses que sugeriam que estavam a tentar voltar desesperadamente para o acampamento. E somente dois meses depois se encontraram os outros quatro, enterrados na neve e a cerca de 75 metros dos primeiros corpos encontrados. Nestes últimos foram encontrados vários ferimentos internos, costelas partidas e crânios esmagados e uma das jovens tinha a língua arrancada. Mas no meio de toda esta devastação, não havia sinais de luta no local, o que pôs de parte a teoria de terem sido atacados por uma tribo local. No entanto, logo nasceram algumas teorias após ter sido descoberto altos níveis de radiação na roupa das últimas vítimas encontradas. Primeiro avançou-se com a possibilidade destes jovens terem sido apanhados no meio de testes militares, depois chegou-se a falar em contacto direto com alienígenas, mas o arquivo deste caso acabou por ser lacrado em 1990 definitivamente, quando outros esquiadores vieram dizer a público que nessa altura viram nos céus várias luzes brilhantes e alaranjadas. O governo russo nunca admitiu que poderiam estar em curso algumas manobras militares secretas, o que deixou este caso para sempre sem explicação.

 

A possível cronologia dos acontecimentos

Este drama ficou para sempre conhecido como "O Mistério da Passagem Dyatlov". Durante a busca iniciada pelas autoridades apenas a 20 de fevereiro a pedido das famílias destes jovens estudantes, foram envolvidos o exército e várias forças policiais, incluindo helicópteros que encontraram o acampamentos dos montanhistas no dia 26 de fevereiro. Porém, acredita-se que o grupo tenha morrido no início desse mês.

A 31 de janeiro, os nove expedicionistas - liderado por Igor Dyatlov era composto por duas mulheres e sete homens - terão chegado perto da zona montanhosa, começando então a preparar-se para a escalada. Através de diários e câmaras fotográficas encontrados perto do último acampamento foi possível montar cronologicamente o percurso do grupo até o dia anterior ao incidente. O seu objetivo era chegar a uma montanha localizada a aproximadamente 10km do local do acidente, mas as difíceis condições climatéricas fê-los montar acampamento mais cedo do que o previsto, local onde encontraram a morte.

 

 

Buscas desesperadas

Só a partir do dia 12 de fevereiro se começou a achar estranho a falta de notícias deste grupo. Eram normais alguns atrasos nestas expedições, e Dyatlov tinha combinado enviar um telegrama ao seu clube desportivo assim que chegasse à cidade de Vizhai. Mas passada a data combinada começou a achar-se estranho que nenhuma mensagem tivesse sido despachada. Quando finalmente se encontraram os primeiros corpos, também perto da entrada da floresta foi encontrado um velho pinheiro queimado que sugeria a possibilidade de um incêndio. Só no dia 4 de maio, quando finalmente se encontraram os últimos quatro corpos, numa ravina num vale do interior da floresta, foram finalmente encerradas as buscas. Buscas essas que acabaram por não levar a nenhuma conclusão. O único membro que se salvou, porque não continuou para o meio da floresta, lamentou a morte e dizia que dava tudo para saber o que poderia ter acontecido aos seus amigos.

Anjos

MENSAGEIROS DA PAZ    Por Susana Belo

 

 

O termo angelus, originário do latim, significa mensageiro. Um anjo é aquele que traz uma mensagem, orientação ou aviso dos planos espirituais. Os anjos são seres que habitam planos de uma vibração mais subtil que a do plano terreno, onde se encontram os seres humanos. Por esse motivo, não possuem um corpo como o nosso, mas existem e são espíritos puros que não necessitam de encarnar no plano terrestre.

 

A sua função é a de proteger, orientar e ajudar a humanidade na sua evolução. Existem anjos variados, agrupados consoante a sua qualidade principal e tarefa. Assim, podemos encontrar anjos do amor, da cura, da sabedoria, da comunicação, do ambiente, de proteção, entre muitos outros.

Os anjos encontram-se disponíveis para todos os que os chamem e neles acreditem com sinceridade. Alguns seres humanos, por se encontrarem mais despertos, conseguem percecionar os anjos como figuras luminosas, esferas de luz ou mesmo distinguindo o seu rosto.

 

Qualquer pessoa pode sentir a presença de um anjo, desde que se abra espiritualmente para essa experiência e preste atenção aos pequenos sinais que os anjos vão deixando à sua passagem: formigueiro, calor no rosto ou no peito, cócegas nos cabelos ou orelhas e sensações de paz e amor. Por vezes, os anjos atuam colocando-nos frente a um livro ou informação que precisamos de ler ou a uma pessoa que precisamos de encontrar. Podem também transmitir-nos mensagens através dos sonhos.

 

Todas as pessoas possuem um anjo da guarda que as acompanha por toda a vida. Mesmo aqueles que não acreditam nos anjos, têm direito a ter um anjo guardião e, no momento em que se abrem para esse conhecimento, o anjo pode atuar mais diretamente na sua vida e auxiliá-lo.

Para que um anjo nos ajude, é imprescindível pedir o seu auxílio, pois os anjos respeitam o nosso livre-arbítrio e só podem atuar nas nossas vidas quando lhes damos permissão. São parceiros espirituais que aguardam a nossa chamada.

 

Os anjos são poderosos facilitadores de processos de cura física, emocional, mental e espiritual. Podem contribuir para aliviar uma dor física, atenuar uma depressão, trazer clareza mental e aliviar o nosso karma, pela promoção da nossa mudança interior. Estes mensageiros da paz anseiam por ajudar a criar uma nova realidade no planeta, mais equilibrada e harmoniosa.

 

Numa consulta com os Anjos, são transmitidas mensagens do seu anjo guardião e é possível responder a perguntas específicas com o seu auxílio. Para mais informações, consultar o site abaixo indicado.

O que lhe reserva o Verão? (continuação)

 

Balança

Durante o verão os nativos do signo Balança estão sob influência da carta Rei de Espadas, que lhes dará poder e capacidade para lidarem com as situações com que são confrontados, acabando por conseguir encontrar a melhor forma de solucionarem tudo o que precisa de ser resolvido, mesmo que isso implique algum esforço da sua parte.

Julho

A melhor surpresa: O amor e o carinho da sua família, que a vão ajudar a superar todos os desafios.

O lema: Estar consciente das suas qualidades e do seu valor e não permitir que nada a faça duvidar deles.

Os amores: Sagitário, sedutor e charmoso, pode desafiar a sua mente e despertar a sua vontade de seduzir, mas será Leão a saber dar-lhe a estabilidade de que precisa.

agosto

A melhor surpresa: A reviravolta positiva que a sua vida agora atravessa.

O lema: Ter fé em cada novo dia e encarar a vida com um sorriso.

Os amores: Gémeos será uma companhia muito animada, com quem poderá viver um romance cheio de momentos de intensa partilha.

setembro

A melhor surpresa: A intensidade que a sua vida emocional atravessa.

O lema: Deixar-se levar por tudo aquilo que a faz feliz, sem impor restrições exageradas a si própria.

Os amores: Sagitário, Carneiro e Gémeos – eis os signos que a farão sentir-se melhor durante este mês, e ao lado de quem poderá viver os momentos mais empolgantes e inesquecíveis.

 

Escorpião

Neste verão, sob a influência da carta de Tarot Ás de Ouros, os nativos do signo Escorpião têm ótimas perspetivas a nível financeiro. Esta carta prevê uma fase de boas oportunidades, que lhe abrirão portas importantes e que lhes permitirão concretizar os seus projetos. Na vida pessoal esta carta traz abundância e equilíbrio.

julho

A melhor surpresa: A entrada de pessoas novas na sua vida, que irão alargar os seus horizontes.

O lema: Seguir o seu instinto e ouvir apenas a sua intuição.

Os amores: A ousadia de Carneiro provoca a sua mente, despertando a sua vontade de conquistar e prender. Apesar das disputas a paixão entre vós é muito forte.

agosto

A melhor surpresa: A paixão e o envolvimento numa relação a dois.

O lema: Ser mais racional nas suas atitudes e avaliar as situações com objetividade.

Os amores: Touro saberá dar-lhe espaço para viver com a liberdade que tanto preza e, ao mesmo tempo, dá-lhe a intensidade e a segurança de que você precisa.

setembro

A melhor surpresa: A harmonia no convívio com as pessoas mais chegadas.

O lema: Seguir o seu coração e ir ao encontro do que a faz feliz.

Os amores: Caranguejo, pela sua maneira de ser carinhoso e sensível, saberá enternecer o seu coração como ninguém, fazendo-a sentir-se nas nuvens.

 

Sagitário

Durante o verão, a influência da carta Ás de Espadas traz algumas batalhas à vida dos nativos de Sagitário. Através delas desenvolverão as suas capacidades e vão descobrir que querer é poder, pois serão capazes de derrubar todos os obstáculos. Embora seja um período agitado, será também rico em surpresas e acontecimentos importantes.

julho

A melhor surpresa: A alegria ímpar que só uma nova paixão consegue trazer ao seu coração.

O lema: Manter a alegria e a espontaneidade de uma criança, em qualquer situação.

Os amores: A ousadia de Escorpião representa um desafio para a sua sede de confiança, pois não se deixa cativar facilmente nas suas redes, embora não vivam um sem o outro.

agosto

A melhor surpresa: Andará numa constante roda-viva, que trará animação ao seu dia a dia.

O lema: Aproveitar ao máximo cada momento.

Os amores: Sentirá uma atração quase irresistível por Leão, que a cativa graças ao seu poderoso magnetismo. Poderão viver juntos um tórrido romance.

setembro

A melhor surpresa: O reconhecimento do seu trabalho e do seu valor.

O lema: Ser persistente e lutar pela conquista do que mais deseja.

Os amores: Gémeos é o seu eterno “namorado”, aquele parceiro que a compreende como mais ninguém, e que traz alegria e emoção ao seu dia a dia.

 

 

Capricórnio

A carta 8 de Ouros, que influencia os nativos do signo Capricórnio durante os meses de verão, auspicia um período bastante favorável no domínio financeiro, trazendo possibilidades de aumentarem os seus rendimentos e de manterem a estabilidade em relação a tudo o que já alcançaram.

julho

A melhor surpresa: A felicidade trazida pelo romance e pela harmonia a dois.

O lema: Confiar nas suas capacidades e acreditar sempre em si própria.

Os amores: Encontrará em Virgem alguém que compreende as suas necessidades mais profundas, sabendo proporcionar-lhe tudo aquilo de que você precisa para ser feliz.

agosto

A melhor surpresa: A firmeza material, alcançada através do seu próprio esforço.

O lema: Ter persistência e força de vontade, mesmo quando as circunstâncias parecem pô-las à prova.

Os amores: Gémeos desperta em si sentimentos contraditórios, pois embora não consigam chegar a um entendimento fácil também não conseguem estar afastados um do outro.

setembro

A melhor surpresa: As mudanças positivas que acontecerão a todos os níveis na sua vida.

O lema: Manter a fé e a esperança num futuro melhor, criando no presente aquilo que deseja ver dar frutos na sua vida.

Os amores: Caranguejo é o namorado perfeito para si, já que é o signo que melhor compreende as suas fases de afastamento, sabendo como chegar ao mais profundo dos seus sentimentos.

 

 

 

Aquário

Sob a influência da carta de Tarot 10 de Ouros, o verão traz boas perspetivas financeiras para os nativos de Aquário. Embora esta carta esteja especialmente associada ao domínio material, ela também auspicia estabilidade e prosperidade no domínio afetivo. A família viverá um período de maior união e harmonia. Profissionalmente poderá receber uma excelente proposta.

julho

A melhor surpresa: A sua vida afetiva poderá iniciar um novo capítulo, muito empolgante.

O lema: Abraçar os desafios que a vida lhe apresenta com coragem e otimismo.

Os amores: Por vezes, sentirá que ninguém é capaz de a compreender como outro nativo do signo Aquário, que sabe como espicaçar a sua mente e respeitar o seu espaço e a sua necessidade de liberdade.

agosto

A melhor surpresa: A entrada de pessoas novas na sua vida, que trarão um novo alento ao seu dia a dia.

O lema: Experimentar novos pontos de vista todos os dias.

Os amores: Balança e Sagitário têm as melhores probabilidades de captarem a sua atenção e despertarem o seu interesse e, num relacionamento já existente, terão harmonia e cumplicidade.

setembro

A melhor surpresa: A intensidade e a profundidade dos laços que a unem a quem mais ama.

O lema: Observar tudo o que a rodeia com mais atenção aos pormenores, descobrirá os milagres que estão à sua volta.

Os amores: Descobrirá em Leão um amor apaixonado e intenso, que sustenta a sua necessidade de companheirismo mas sabe alimentar diariamente o romance.

 

 

 

 

Peixes

O verão será bastante favorável para os nativos do signo Peixes, que têm a influência especial da carta de Tarot Ás de Paus Ainda que por vezes os resultados possam ficar aquém das expectativas que depositaram, aquilo que for alcançado nesta fase será sólido e duradouro. No domínio profissional uma pessoa próxima poderá fazer-lhe uma proposta irrecusável.

julho

A melhor surpresa: O convívio animado com as pessoas que fazem o seu coração sorrir.

O lema: Ser prudente e estar atenta a tudo o que a rodeia.

Os amores: Leão poderá surpreendê-la de forma positiva, arrebatando o seu coração graças à sua segurança e ousadia. Ainda que nem sempre seja fácil entenderem-se, os laços que vos unem são fortes.

agosto

A melhor surpresa: A sua capacidade de fazer face aos desafios com segurança e determinação.

O lema: Manter uma mente aberta e espírito positivo em todas as situações.

Os amores: Touro poderá trazer uma surpresa ao seu dia a dia, mostrando que é um companheiro capaz de estar ao seu lado em todas as situações e de a levar a vencer todas as barreiras.

setembro

A melhor surpresa: Os acontecimentos inesperados e as oportunidades que surgem de onde menos espera.

O lema: Aceitar cada desafio como uma oportunidade de se superar a si própria.

Os amores: Caranguejo, sonhador e romântico, tem uma aptidão natural para falar a sua língua, o que faz com que a comunicação entre vocês se desenvolva de forma muito intuitiva e intensa.

 

 

 

Misticismo - A influência dos planetas na sua vida!

O nosso sistema solar é composto pelos vários planetas, que giram à volta do Sol e influenciam de uma forma muito intensa a astrologia. Eles são determinantes para prever o seu futuro, quer de uma maneira geral quer de uma maneira individual.

 

Sol

 

Força e poder

Este astro rege o signo de Leão e é considerado  aquele que está relacionado com a vitalidade. Todos os nativos influenciados pelo Sol mostram-se pessoas sociáveis, generosas, mas têm alguma dificuldade em dar o braço a torcer. “Um Sol bem posicionado” na sua vida dá-lhe uma grande alegria, talento, inteligência, criatividade e energia.

 

 

Lua

 

Feminilidade

Este é considerado o planeta mais feminino. Rege os nativos de Caranguejo e confere-lhes muita generosidade, mas também alguma instabilidade de humor. A Lua determina as emoções e os sentimentos, e portanto a sua influência torna as pessoas um pouco mais instáveis. É o segundo astro mais importante do mapa astral e dá àqueles que nascem sob a sua influência muita sensibilidade e romantismo. Muito ligada também à intuição, a Lua influencia a maneira como nos relacionamos com o mundo.

 

 

Mercúrio

 

Comunicação

Considerado o astro da criatividade e da inteligência, Mercúrio rege os nativos de Gémeos e Virgem. Este planeta está associado à comunicação e traz alguma extroversão aos seus nativos, que são pessoas inteligentes, com uma grande capacidade de dedução e um poderoso grau de racionalidade. A dispersão é também uma característica das pessoas que são influenciadas por Mercúrio.

 

 

Marte

 

Ação, batalha, vida

Este é o planeta que rege os nativos do signo Carneiro. Mercúrio é paixão e portanto confere àqueles que influencia sentimentos de grande amor. Estas pessoas são muito corajosas, impulsivas, sedutoras e alegres. Dá grande força e vontade para lutar por todos os seus objetivos. Traz consigo também algumas características relacionadas com a agressividade e é ainda o planeta responsável pela energia sexual. Marte simboliza a vitalidade, a virilidade e a ação.

 

 

Saturno

 

Tempo

As pessoas influenciadas por este planeta, nativos do signo Capricórnio, não se contentam com pouco. São destemidos, determinados e muito ambiciosos. Saturno é o planeta da aprendizagem e simboliza a solidão, o abandono, a sapiciência, a segurança e a estabilidade. A capacidade de decisão, prudência e tenacidade que Saturno confere a estes nativos é, por vezes, prejudicada pelo espírito desconfiado que também lhes confere, facto que os torna um pouco pessimistas perante a vida.

 

 

 

 

Neptuno

 

Mistério e transcendência

Considerado o astro dos sonhos, o planeta  Neptuno influência os seus nativos, do signo Peixes, a ter muita imaginação e confere-lhes muito romantismo. Simboliza a coletividade, o misticismo e o caos. Dá aos seus nativos muita intuição e uma elevada capacidade de compreensão. Mas Mercúrio também pode dar aos seus nativos alguma falta de clareza em horas cruciais para tomarem decisões.

 

 

Vénus

 

Amor

Considerado o planeta do amor, Vénus confere àqueles que influencia, nativos do signo Touro e Balança, a valorização da harmonia e da beleza. Por norma, são pessoas muito simpáticas e agradáveis e têm um alto poder de sedução. Este planeta simboliza a beleza, o amor e a arte e está também relacionado com o sentido de posse. Os indivíduos por si influenciados são bondosos, delicados e equilibrados, sensatos e pacientes.

 

 

Júpiter

 

Sorte

Considerado o planeta da felicidade, Júpiter confere àqueles que influencia, nativos de Sagitário, uma grande espontaneidade. Têm um grande sentido de humor, são pessoas justas e generosas, tendo uma grande preocupação pelos outros. Júpiter é um dos planetas mais benéficos de toda a astrologia e simboliza a sorte, a expensão, a justiça e o ensino. Confere ainda a estes nativos muito otimismo, mas também os torna pessoas muito minuciosas.

 

 

Urano

 

Mudança

Este é o planeta da criatividade e da impulsividade. Urano confere àqueles que influencia, nativos do signo Aquário, muita inteligência e romantismo. Estas pessoas são muito idealistas e independentes e tem uma larga capacidade de assumirem a mudanças, sem medos nem receios. Tomam decisões com grande rapidez. Urano simboliza a liberdade e ao mesmo tempo a individualidade e está relacionado com aspetos sociais e humanitários.

 

 

Plutão

 

Transformações

Intimamente ligado à sexualidade, Plutão transmite àqueles que influencia, nativos de Escorpião, uma grande vigorosidade no campo sexual e no amoroso. Este planeta simboliza a justiça, os cataclismas e o desapego e é considerado o “senhor da vida e da morte”. Rege ainda todas as transformações a nível físico, mental, espiritual e emocional. Aos nativos influenciados por Plutão, este planeta confere-lhes uma grande capacidade de análise e instrospecção.