Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Yoga do riso

riso.jpg

 O Yoga do Riso é uma actividade lúdica onde se ri, com o objectivo de mudar o estado de ânimo dos seus participantes. O método foi criado por MadanKataria, um médico indiano que concluiu que o riso ajuda no processo de recuperação das doenças e dos desequilíbrios emocionais.

O riso muda-nos para melhor.O riso conecta o corpo, a mente e a alma e conecta-nos com os outros seres humanos. O Yoga do riso é uma meditação activa que reequilibra o corpo e a mente. É na verdade um método recomendado por cardiologistas, já que tem imensos benefícios físicos e mentais.

O Yoga do riso é algo muito sério, e na Índia desde 1999 formaram-se várias associações e clubes de riso. Hoje o Yoga do riso está espalhado por todo o mundo.

Neste método existe uma relação entre exercícios de respirações profundas do Yoga (Pranayama) com exercícios de riso, onde se trabalha a interacção entre pessoas, o contacto visual e o riso sem motivo, onde várias pessoas, membros de um clube de riso se reúnem para rir durante períodos que duram em média uma hora.

 

RISO EM GRUPO É CONTAGIOSO

Quem criou este método foi o médico indiano Dr. MadanKataria em 1995. É um método único de uma enorme simplicidade, divertido e terapêutico. É rir por nada. Inspirado em técnicas de yoga com exercícios de sons,cada riso tem um tempo médio de duração de 45 segundos e é seguido de exercícios de respiração e alongamentos.

O Yoga do riso deve ser praticado regularmente para se sentirem os seus inúmeros benefícios (ver caixa). Pode ser praticado por qualquer pessoa de qualquer idade, condição física ou mental. Pode ser praticado em qualquer local, em ambientes fechados ou ao mesmo ar livre.

Em grupo, o riso torna-se real e contagioso. É uma das mais poderosas medidas anti-stress (1ª causa de morte indirecta). O cérebro não consegue diferenciar entre o riso falso e o real, por isso ambos oferecem os mesmos benefícios fisiológicos e psicológicos. Por isso ria muito.  

 

DEVIA SER USADO NO DIA A DIA E NO TRABALHO
O yoga do riso é uma dinâmica de grupo que fortalece os laços entre os colaboradores, já muito usado em empresa de países como a Dinamarca, a Alemanha, a Índia e a França. É utilizado com um meio de prevenção, tanto para doenças como para baixar o absentismo laboral, tendo neste momento um grande sucesso.

Um estudo científico nos EUA mediu a auto-eficácia de empregados que praticaram Yoga do Riso durante 15 minutos em 15 dias de trabalho consecutivo. A auto-eficácia consiste em acreditar na sua habilidade em organizar e executar a acção necessária para conseguir um objectivo ou controlar uma situação, ela tem uma influência directa na eficácia do trabalho.

Depois de 3 semanas de sessões diárias de Yoga do Riso todos os participantes melhoraram em todas as habilidades de CAP (CapabilitiesAwarenessProfile = perfil de consciência das capacidades). Passaram de empregados com "potencial" a empregados com "aptidões". As melhorias persistiram depois do estudo.

 

BENEFÍCIOS DA PRÁTICA REGULAR DE YOGA DO RISO
Praticar yoga do riso é como praticar uma meditação activa já que quando estamos a rir não pensamos. Dá-nos a habilidade de viver o agora e ter uma sensação de felicidade.

As pessoas que riem preocupam-se menos do que as que não riem, é uma fórmula para ver a vida de uma maneira mais divertida, mantendo-nos mais saudáveis.

O riso ajuda-nos a encarar melhor as coisas como as mudanças na vida, os conflitos e os problemas. Através do riso sentimo-nos melhor.

O riso aumenta a nossa auto-confiança, faz-nos sentir mais seguros e faz-nos sentir mais confortáveis em qualquer situação, ajudando-nos a desinibir. Também está demonstrado cientificamente que rir baixa os níveis de ansiedade.

O riso quebra as possíveis barreiras que se possam gerar entre as pessoas e ajuda a ganhar cumplicidade com elas. O riso é também a ponte para o amor incondicional. Rir sem motivo ajuda a desenvolver o nosso sentido do humor e ajuda-nos a encontrar mais riso nas nossas vidas.

O clube do riso permite-nos estar nesse estado já que socialmente não podemos brincar com qualquer um ou com qualquer situação. O riso é um estado mental que nos deixa transmitir para o exterior o melhor que temos cá dentro, emoções tais como o prazer, o amor, a paz, a compaixão, a alegria e uma agradável sensação de bem-estar.

 

UMA SESSÃO DE RISO PASSO A PASSO

Uma sessão de riso é a prática de exercícios de respiração (pranayama) juntamente com exercícios de riso. Passamos do riso falso ao riso verdadeiro e do sistema simpático ao sistema parassimpático, através da libertação de endorfinas que são as hormonas que produzem uma agradável sensação de bem-estar e de relaxamento.

A base de uma sessão de riso está em rir sem motivo, por nada, rir pelo simples prazer de rir, como quando éramos crianças.

  • Na primeira fase explica-se em que consiste a sessão de riso e de seguida serão realizados exercícios de respiração.
  • Numa segunda fase passa-se aos exercícios de riso sem motivo através de situações quotidianas e de exercícios de caracter lúdicocom.exercícios de simulação do som da gargalhada: a gargalhada do macaco, a gargalhada da pulga, a gargalhada do “passou-bem”… Por vezes inclui-se jogos, dança, percussão, adereços...
  • No final os participantes fazem o relaxamento e a meditação para se conectarem com o seu interior.As pessoas despedem-se completamente relaxadas, alegres, e mais leves. Os efeitos de participar numa só sessão são duradouros e por vezes acontecem pequenos milagres como curas espontâneas ou novas inspirações para um rumo completamente diferente na vida.

 

BENEFÍCIOS FÍSICOS E MENTAIS DO RISO

Centenas de estudos demonstram que o riso faz milagres à mente e ao corpo.

  • Proporciona relaxamento físico e mental.
  • Transforma emoções.
  • Oxigena o corpo através da gargalhada.
  • Alíviaos sintomas de stress, desgaste, ansiedade e ataques de pânico
  • Previne estados depressivos.
  • Promove a motivação.
  • Aumenta o desempenho a nível pessoal e profissional.
  • Aumenta energia e resistência ao stress.
  • Aumenta a criatividade e o bom humor.
  • Promove uma maior capacidade de reter e relembrar informação.
  • Proporciona a sensação de bem-estar durante todo o dia.
  • Ajuda a ultrapassar as inibições de cada um.
  • Desenvolve a autoconfiança e as qualidades de liderança entre os participantes.
  • Favorece as relações humanas, familiares e com os amigos.
  • Ajuda a melhorar problemas cardiovasculares e problemas respiratórios.
  • Liberta endorfinas no cérebro, o analgésico natural do corpo.
  • Mantém o rosto jovem.
  • Aumenta a tonificação muscular, principalmente os músculos do abdómen.
  • Reforça o sistema imunitário, activando as células que combatem as infecções

 

Veja grátis: Horóscopo diário ! 

 

Clique aqui para marcar uma consulta de Tarot, ou falar comigo! 

maria helena.jpg


Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaTV

logo dra.png

Música com bom Feng Shui

musica-5187_0.jpg

 

Um dos gestos a que recorremos frequentemente para nos sentirmos bem-dispostos é ligar um aparelho de rádio ou, simplesmente, cantar. A música influencia o nosso estado de espírito de maneiras diferentes conforme o tipo de som que ouvimos. Embora a nossa preferência pessoal seja fundamental para escolher que tipo de música nos tranquiliza ou nos dá energia, saiba que o Feng Shui associa a cada tipo de música um lemento distinto consoante a sonoridade.

 

A música com sons tradicionais está associada à madeira, que é particularmente eficaz para "alimentar" o espírito e estimular o crescimento. Associada com a energia do Dragão, é a música ligada às raízes tradicionais. A música viva, com sons fortes e quentes, está associada ao elemento Fogo. Representa a proteção da Fénix e revigora o coração sempre que necessário, ajudando a ativar a pressão sanguínea.

 

A música do mundo, que evoca a diversidade, associa-se com o elemento Terra e é chamada a energia "da Serpente", proporcionando estabilidade e firmeza, ajudando quem a ouve a desenvolver o sentido de pertença ao universo.

 

A música suave e relaxante associa-se com o elemento Água e representa a energia da "Tartaruga", que potencia a prosperidade e atenua os ambientes agitados. Por último, os sons eletrizantes da música cheia de sons agudos e com muita vivacidade potencia a energia do Tigre, associada ao metal, que transmite dinamismo, revitalizando o espírito e atraindo o bom Feng Shui. Tenha em conta que a variedade é a chave para o equilíbrio no Feng Shui. Evite ouvir sempre o mesmo tipo de música, permita que novos sons dinamizem a sua vida!

 

O Feng Shui recorre ao som como uma forma de criar harmonia. Os sinos "mensageiros de vento", por exemplo, estimulam o fluxo de energia positiva, atraindo boas oportunidades, corrigindo desequilíbrios energéticos e afastando obstáculos. Por outro lado, as campainhas proporcionam proteção (já reparou que quem entra em sua casa "toca a campainha", ou que qualquer alarme antiroubo dispara uma sirene?) e despertam os sentidos, ajudando a pessoa a estar alerta. Ao som está, quase sempre, associada uma mensagem, que traz novidades e purifica o espaço onde se ouve. Na próxima semana vou ensiná-lo a vestir-se para o sucesso!

 

Dica:

Quando pendurar em sua casa sinos mensageiros de vento ou qualquer outro tipo de sino ou campainha, utilize uma fita de cor vermelha. Esta cor é muito poderosa e ajudará a atrair mudanças e novidades favoráveis para a sua vida.

10 passos para transformar fraquezas em sucesso!

Sentir-se autoconfiante e com a autoestima elevada são os principais ingredientes para fazer a sua viagem do fracasso para o sucesso.

 

Estar em estado mental perfeito é também importante para que a força e a motivação invadam a sua vida. O caminho para o sucesso pode ser difícil, mas comprometer-se consigo mesma a nunca desanimar pode transformar toda a sua vida… e para melhor! Prepare-se para esta jornada.

 

1º passo: Registe aquilo que já alcançou

Muitas vezes, o pessimismo invade a sua mente e não consegue visualizar aquilo que já atingiu ao longo da sua vida. Se apontar num papel 10

das melhores coisas que conseguiu ou alcançou, verá como afinal os seus fracassos são menores do que os seus sucessos. Haverá sempre uma nota elevada que conseguiu num exame, deverá existir um momento em que fez a diferença na vida de alguém ou algo que concretizou e que foi positivo para a sociedade. Comece a sua viagem para o sucesso já!

 

2º passo: Pense nos seus pontos fortes

Para conseguir realizar feitos que ficam na sua mente e na mente dos outros é preciso saber analisar tudo aquilo que tem de mais positivo. Pense na sua vida e reflita sobre aquilo que as pessoas mais chegadas pensam ser os seus pontos fortes e as suas fraquezas. A partir daí, para subir mais um degrau nas escadas do sucesso, elimine da sua vida todas as possibilidades de ameaça aos seus planos e pense em todas as oportunidades. Tente fazer uma análise o mais concreta possível.

 

3º passo: O que é mais importante para si?

Jamais resista ao pensamento de se debruçar sobre aquilo que é importante para si, mesmo que lhe pareça algo banal. Tudo aquilo que faz parte da sua vida é suficientemente sério, mesmo que seja a simples organização da sua festa de aniversário. Para alcançar uma meta, há que delinear uma estratégia e medir o sucesso das metas que já conseguiu conquistar através das estratégias que utiliza. Serão as melhores? O mais importante a reter neste passo é que a auto-confiança constrói-se a partir daqui.

 

4º passo: Afaste pensamentos negativos!

É neste momento que tem que aprender a manter a sua mente ocupada apenas com pensamentos negativos. Aprender a manter-se motivada e a combater os pensamentos negativos é essencial para continuar esta viagem até ao sucesso. Os seus movimentos devem ser sempre em prol daquilo que a faz aproximar-se do seu objetivo. Se por acaso chegar à conclusão que está a encontrar muitas barreiras no caminho que escolheu para atingir a sua meta, trace uma nova estratégia, nunca desistindo, somente por causa de um obstáculo que surgiu inesperadamente. 

 

5º passo: Comprometa-se com o sucesso

O mais importante é sentir-se absolutamente comprometida consigo, pois só assim conseguirá transformar alguma fraqueza em sucesso. Coloque na sua mente que fará tudo aquilo que estiver ao seu alcance para atingir o que deseja. Mesmo que pelo caminho encontre algumas dúvidas, tente registá-las e sem stress desafia-as racionalmente.

 

6º Passo: Do pensamento à ação

Começará a construir a sua auto-confiança baseada nas suas ações. Fortaleça-se independentemente das suas habilidades. Identifique as competências de que necessita aprender para ser bem-sucedida. E não faça apenas um esboço mental disso, procure realmente uma solução, pedindo, por exemplo, a opinião de alguém em quem confia ou se for caso do seu objetivo na vida passar por aí, inscreva-se num curso que lhe ensine o essencial para ter sucesso no que pretende. Valorize-se, melhore e promova a sua aprendizagem.

 

7º Passo: Concentre-se no básico

Não queira ser logo a melhor! A perfeição não existe e, por isso, se tiver isso em mente a sua ação não será inibida e afastar-se desses pensamentos vai permitir com que vença a inércia, ganhando movimento rumo ao sucesso. O segredo é fazer coisas simples, mas de uma forma muito correta.

 

8º Passo: Estabeleça metas possíveis

No primeiro passo já identificou as pequenas metas que quer alcançar e é nelas que tem que se concentrar: chegando lá e celebrando sempre que conseguir conquistar algo. Este é o momento para alcançar pequenos momentos de sucesso e de celebrá-los. Solidifique este padrão e num próximo passo tente chegar a metas mais ambiciosas. Se disto fizer um hábito, aos poucos conseguirá alcançar sempre algo maior e melhor.

 

9º Lide com o fracasso

Tenha consciência que nem sempre pode conseguir aquilo que mais deseja. Portanto, esteja preparada para lidar com o fracasso e com os erros, mas sempre mantendo pensamentos positivos. Se tiver atitude para ultrapassar os falhanços, poderá com eles aprender a crescer e a aprender a não escolher os caminhos errados na viagem do sucesso. Os erros são apenas resultados que não tiveram sucesso e com eles devemos corrigir aquilo que está mal.

 

10º passo: Manter os pés no chão

Depois de ultrapassar as suas fraquezas, esta é a fase em que pode sofrer de auto- confiança, portanto é importante que mantenha os pés bem assentes na terra. Não esqueça, contudo, de manter o seu comprometimento consigo mesmo e rumo ao sucesso. Certifique-se principalmente que não começa a idolatrar a sua esperteza e inteligência.

 

 Ganhe autoconfiança!

  • Faça aquilo que acredita estar bem , mesmo que os outros critiquem ou gozem consigo.
  • Esteja disposta a correr riscos e faça um esforço extra para conseguir coisas melhores.
  • Admita os seus erros e aprenda com eles.
  • Espere sempre que os outros a congratulem pelos seus sucessos.
  • Aceite os cumprimentos de forma humilde, tentando fazer entender os outros que conseguiu tudo isso devido ao esforço do seu trabalho.

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaTV

logo dra.png

 

 

 

Árvore da Fortuna

Árvore da Fortuna.jpg

 

Tenha em sua casa a Árvore da Fortuna, um poderoso amuleto que afasta as energias negativas e atrai a sorte e a prosperidade para a sua vida.

A árvore simboliza o crescimento e a força da vida. Até mesmo as árvores mais frondosas, algumas com séculos de existência, começaram por ser uma pequena semente.

Cada folha possui o brilho de pequenas pedras, representando as flores maravilhosas que se conquistam com esforço e trabalho. Os pequenos olhos turcos protegem e afastam as energias negativas, impedindo-as de nos prejudicarem.

Esta árvore é especialmente aconselhada para ter sucesso a nível de dinheiro e para proteger um negócio. Deve colocá-la no hall, junto à porta de entrada.

Para ter sucesso é preciso acreditar em nós e nos nossos projetos, alimentando-os diariamente com pensamentos positivos, que nos lembrem que vamos conseguir.

Receita para desintoxicar o organismo

 

Sabia que, de tempos a tempos, é conveniente limparmos o nosso organismo, purificando-o dos excessos alimentares e das toxinas que estes trazem?

 

Pelas suas propriedades terapêuticas, alguns alimentos e plantas têm propriedades depurativas e desintoxicantes, ajudando a purificar todo o nosso organismo.

 

É conveniente incluir estes alimentos na nossa dieta habitual, para que eles vão evitando que se acumulem toxinas e calorias a mais.

Alguns desses alimentos são: aipo, espinafre, tomate, limão, ananás, linhaça, maçãs, laranjas, manjericão, arroz integral, beringela e chá verde.


Pra fazer um sumo que aumenta a imunidade e liberta o organismo de toxinas precisa de:

- 2 maçãs

- 1 laranja

- 4 ramos de manjericão

- 1 limão

 

Preparação:

- Descasque os frutos e coloque-os num copo alto

- acrescente o manjericão

- bata tudo muito bem com a varinha mágica até fazer um sumo

- beba de imediato, todas as manhãs.

 

Organizando o seu pensamento!

Por Bráulio Candian Jr., empresário, Diretor Executivo da empresa MACROLAZER, no Brasil, especializado em Administração do Lazer e Qualidade de Vida, Coaching Executivo e Practitioner em PNL.

E-mail:  candianjr@yahoo.com.br

 

Para concluir o tema central que discutimos por aqui em várias edições, quero trazer uma reflexão extremamente importante para que possa efetivamente ter o controle da sua vida e com isso, como o título dos nossos artigos sugerem, VIVA MAIS E MELHOR.

 

Desde o primeiro artigo, procurei mostrar o quanto amplo era discutir sobre esse tema e que dividiria em partes como um quebra-cabeças, e a cada edição juntar mais um pedacinho para assim podermos termos uma visão mais abrangente.

 

 

 

Falamos sobre a longevidade dos dias de hoje e como isso impactará na nossa vida daqui para frente, e com isso conectamos imediatamente para temas como a nossa saúde, a nossa qualidade de vida, equilibrando a carreira e família, o que nos conduz a refletir em gestão do nosso tempo e as suas divisões como tempo de trabalho e também tempo de  lazer. Falámos de muita coisa importante, sem esquecer de como nos relacionamos neste mundo onde as relações virtuais parecem por momentos estar à frente das relações reais. Perguntando-nos sempre: - E a nossa felicidade? – Somos Felizes? – O que é felicidade para nós? – E o que precisamos para sermos felizes? Todas essas indagações foram colocadas para que pudesse inspirar-se e promover mudanças que irão contribuir para que tenha uma vida melhor. Mas, como prometi inicialmente quero propor-lhe para refletir COMO ter pontos de partida para todos os aspetos que abordei nas matérias anteriores. O tema em que vamos entrar agora foi deixado para o final exatamente pela sua importância para mostrar soluções fundamentais para criar o seu mapa de ações daqui para frente. Vamos falar hoje sobre a GESTÃO DO PENSAMENTO.

 

Não é novidade para ninguém, o volume de informações que recebemos diariamente das mais diferentes fontes como TV, Rádio, Jornais, Revistas e principalmente pela internet. O nosso quotidiano é bombardeado por um volume cada vez maior de informações e, muitas vezes, stressamo-nos por não darmos conta de tantas notícias, e-mails, redes sociais, novidades tecnológicas e mudanças que geram impactos na nossa vida.

A forma como os nossos filhos estudam, aprendem e se relacionam, seguramente não é parecida com a que vivemos na nossa época e frustramo-nos, muitas vezes, por não conseguirmos acompanhar essa velocidade e entender efetivamente as novas linguagens.

 

Pergunto:
Quantas horas gastamos na nossa vida inteira a estudar Matemática? E História?  Português? Geografia? Química?
Física? Resposta: Certamente cada uma delas consumiu milhares de horas do nosso tempo e muitas noites de sono, não é verdade?

E pergunto agora, quantas horas gastou até hoje a estudar o seu cérebro e a sua mente?  E gostaria que refletisse também quem é o nosso Gestor do Conhecimento? Acertou se respondeu que é o nosso CÉREBRO, que por consequência dirige a nossa mente e os nossos pensamentos.

 

Mas então pergunto-lhe quem é o Chefe do Gestor do Conhecimento? Resposta: Sim, claro, somos nós o chefe do gestor do conhecimento. Mas como podemos ser chefe do gestor do conhecimento, se não sabemos como ele funciona. Imagine ser convidado para dirigir uma empresa sem a conhecer profundamente! Como irá conseguir gerir os empregados? O mesmo se passa connosco, como dirigir a nossa mente e assumir a gestão dos nossos pensamentos?

 

 

O desafio de hoje lhe proponho é:  PENSAR O PENSAMENTO e com isso poder dirigir a sua vida com maior poder e autonomia, atingindo resultados que não conseguia de forma alguma, pois sempre foi boicotado pela sua mente manifestada pela falta de vontade, falta de perseverança e falta de atitude. Isso pode mudar na sua vida, depende de realmente QUERER assumir o controle. Tenho certeza que agora posso ter criado uma confusão enorme na sua forma de ver as coisas e convido-o a parar por alguns instantes, fechar os olhos e tentar lembrar-se de situações em que se frustrou por não tomar atitudes mais pontuais  e assertivas ou mesmo por não ter reagido  a determinadas situações.

Pense também POR QUE, muitas vezes, não consegue ter força de vontade para fazer uma dieta ou mudar hábitos? POR QUE não têm o comando dos seus Pensamentos? Novamente, levando para o exemplo de uma empresa, pense como dono de uma empresa onde os seus funcionários é que mandam, porque não sabe dar as ordens adequadamente.

 

Por isso convido-o a procurar estudar a sua mente, lendo mais sobre o tema, procurar interessar-se por publicações, frequentar cursos e palestras que
abordem o tema. Tudo isso irá abrir-lhe ainda mais a visão sobre como efetivamente funciona o seu cérebro e os comandos que deve acionar para
conseguir resultados.

Mas fica uma receita simples para começar a ser o chefe dos seus pensamentos e com isso promover as mudanças que sempre quis na sua vida.

O exercício é muito simples. Vamos criar espelhos da sua mente, e assim como se olha no espelho e vê o seu corpo, aprenderá a ter um espelho da mente refletido externamente o que se passa internamente na sua mente. Como disse, o exercício é simples e basta uma folha de papel e caneta. Coloque no alto da folha um tema que queira pensar. Escreva em Letras grandes o seu tema.

 

Exemplo: A MINHA SAÚDE ( veja que determinou um FOCO).

 

Agora responda às perguntas abaixo, sempre relacionadas ao tema que escolheu:

1ª. O QUE EU QUERO FAZER? (A sua meta para o tema)

2ª. POR QUE EU QUERO ISSO?( O meu valor e motivação)

3ª  O QUE É COMO EU VOU FAZER  ISSO ? (O meu Plano de ação)

4ª SE EU TIVER DIFICULDADE QUE OUTRAS COISAS POSSO FAZER? ( O meu plano B)

 

Lembre-se para que cada tema, escreva essas perguntas e responda também escrevendo e depois leia em voz alta, pois assim estará a dar comando (ordens) ao seu cérebro e a conduzir os seus pensamentos. Estará sempre a olhar literalmente de frente para as suas expectativas e com isso poderá criar o hábito de dar comandos aos seus pensamentos. Como outros temas importantes para sua vida sugiro: O MEU TEMPO LIVRE, A MINHA VIAGEM DE FÉRIAS, A MINHA DIETA, COMPRAR O MEU APARTAMENTO, COMPRAR O MEU CARRO, FAZER O MEU CURSO DE... Os temas serão obviamente os mais importantes na sua vida e as perguntas são flexíveis e você mesmo poderá moldá-las desde que entenda que elas deverão determinar Meta, Valor, Motivação, Plano de Ação e Plano B ou Plano Alternativo. Com esse exercício simples, com certeza, já verá transformações, pois agora é consigo. Assuma de uma vez o controle da sua vida. Isso irá aumentar a sua autoestima, autoconfiança e gerar um sentimento de realização pessoal.

Outro conselho importante: Não faça apenas esses exercício, mas ensine também a alguém, pois quanto mais ensinar, mais conseguirá dominar o tema. Espero ter conseguido mostrar a importância de você mesmo ser o Gestor do seu Pensamento e com isso realmente poder VIVER MAIS E MELHOR, com metas claras e realistas.  

 

 

 

Almas-gémeas

11025853_427406664085959_5468017744915612537_o.jpg

 
A alma não existe no plano material se não existir um corpo onde esteja encarnada. Desta forma, desfaz-se do corpo quando já cumpriu o seu propósito numa encarnação, trocando-o então por outro corpo. Ponho como hipótese para o grande aumento demográfico da humanidade, e correspondendo a cada individuo uma alma, que esta em determinadas reencarnações se divida em duas, e assim sucessivamente, durante gerações, ficando a fazer parte da consciência do universo.

Partindo do princípio que nos dividimos numa parte feminina e noutra masculina, andamos sempre à procura da nossa outra parte. O amor acontece quando encontramos a outra parte de nós próprios. Em cada vida temos a missão de encontrar uma dessas partes da nossa alma-gémea. Quando isso não acontece, o coração fica triste e sofre. Pode dar-se o caso de numa só encarnação encontrarmos duas, três ou mais almas-gémeas.

É através do amor que acumulamos experiências aprendidas em muitas vidas. Somos responsáveis por todas as outras partes de nós próprios que estão espalhadas pelo mundo, tendo por isso a obrigação de sermos felizes e sermos o nosso melhor amigo. Se não o fizermos, ficamos infelizes, assim como as restantes partes de nós, "as nossas almas-gémeas".

Em cada reencarnação devemos juntar-nos a pelo menos uma parte de nós próprios, ainda que só por momentos. Esse amor será tão intenso e verdadeiro que ficará gravado nos nossos corações até ao resto da nossa existência. Se isso não acontecer seremos condenados ao pior dos males, a solidão.

Algumas vezes ao encontrar o amor verdadeiro as circunstâncias exigem que se renuncie a ele e que cada uma das partes siga o seu caminho, mas depois de tocadas as partes ficam unidas para toda a eternidade.

É muito importante meditar sobre o profundo significado da vida e da morte como uma parte natural da vida. Devemos sentir-nos responsáveis pelas nossas ações, tanto as boas como as más. Haverá sempre um preço a pagar. O mundo fenomenológico dos cinco sentidos e o mundo dos planos não físicos, representados pelas nossas almas, encontram-se interligados, tudo é energia.

 

Atraia energia positiva este ano!

Quer seja responsável por uma empresa ou negócio, ou funcionário por conta de outra pessoa, pode e deve aproveitar o início do novo ano para reflectir e delinear estratégias para que o sucesso governe a sua vida profissional. Aprenda de que forma os cinco Elementos, que o Feng Shui considera de extrema importância, influenciam a sua vida e podem melhorar a forma como você se vê a si próprio e se relaciona com os outros.

 

O Metal, um desses cinco Elementos, está relacionado com as capacidades mentais, com os pensamentos face às pessoas e circunstâncias que nos rodeiam. Sempre que der consigo a imaginar os cenários que mais teme, saiba que está a criar mau Feng Shui! Lembre-se que é o autor da história da sua vida, e não deixe que o seu medo influencie as circunstâncias! Concentre o seu pensamento no melhor que lhe pode acontecer, e estará sem dúvida a gerar bom Feng Shui!

 

A Água relaciona-se com a vida espiritual e com o Ego. Todos nós já experimentámos a sensação de nos sentirmos diminuídos face a um adversário ou a uma situação, e criarmos defesas para o evitar. Quando agimos desse modo, “fugindo aos obstáculos”, criamos mau Feng Shui no nosso sentido de identidade. A Água incentiva-nos a invertermos esta situação, começando por aceitar a nossa vulnerabilidade às circunstâncias, em vez de a negar. Ao começarmos a confiar nos outros, libertamo-nos a nós próprios e começamos a viver de forma mais feliz.

 

O Fogo, por seu lado, representa a vida emocional, e ensina-nos a curar as feridas que geram mau Feng Shui na nossa vida afectiva, incentivando-nos a olhar o mais objectivamente possível para as situações como forma de ultrapassar aquilo que nos fez sofrer.

 

Descarregar noutras pessoas quando nos sentimos infelizes só gera ainda mais mau Feng Shui à nossa volta. A maneira de ultrapassar esta dor é “queimar” o que não é bom para a nossa vida e projectar optimismo sobre nós próprios. A Terra está ligada ao conhecimento sensorial, terreno. Saiba que tudo no Universo está interligado, e que a forma como interpretamos as situações que nos acontecem cria a nossa própria realidade. Aprendendo a trabalhar melhor as suas percepções acerca do que o rodeia irá ajudá-lo a ter maior auto-confiança e ser mais realista naquilo em que assenta a sua vida.

 

Por fim, a Madeira simboliza, para os Orientais, o conhecimento intuitivo. Aprender a ouvir a voz da intuição e valorizá-la faz com que a nossa vida se desenvolva de forma mais completa e com bom Feng Shui. Desenvolver o diálogo confiante e optimista connosco próprios é a melhor ferramenta para ultrapassar qualquer obstáculo no dia-a-dia!

 

+ 1 Dica

Cada um dos cinco Elementos está ligado a um tipo de conhecimento que todos nós possuímos no interior de nós próprios, mas que muitas vezes negligenciamos. Aprender a despertar e valorizar esse conhecimento significa criar bom Feng Shui e viver em harmonia emocional e espiritual.

Tema de hoje: Feng Shui

 

 

O cabelo funciona como a “moldura do rosto” e tem uma grande influência sobre o nosso aspecto físico e consequentemente sobre a impressão que causamos nas outras pessoas, nomeadamente numa entrevista de emprego ou numa reunião importante de negócios, por exemplo.

O cabelo deve ter um brilho e cor vigorosos, e não deve tapar nem a testa nem as maçãs do rosto. As mulheres que usam o cabelo para cobrir certas partes do rosto têm uma personalidade doce e afável, mas algum medo interior que procuram esconder, ou uma personalidade que prima pela originalidade.
Um cabelo forte auspicia bom Feng Shui e capacidades para lutar contra os obstáculos e obter o sucesso. Se for um homem, terá uma vida amorosa muito intensa e agitada. Um homem que tenha um corpo maciço mas cabelo fino poderá ter de enfrentar mais obstáculos, devendo ser muito perseverante e acreditar mais em si próprio. O risco ao lado num penteado simboliza romantismo, enquanto que o risco ao meio indica que essa pessoa tem uma grande rectidão de princípios e muita honestidade.
No caso das mulheres, cabelos mais suaves trazem melhor Feng Shui. O cabelo curto numa mulher indica independência e frontalidade, mas se for muito curto pode denotar carência afectiva e necessidade de atenção, que possivelmente está associada a uma infância menos feliz. Por outro lado, uma mulher que usa o cabelo comprido e liso é geralmente doce e possui um sentido estético apurado. Se for encaracolado, demonstra uma personalidade romântica e que procura obter conforto material e afectivo, embora seja inconstante. Tem boas possibilidades de concretizar os seus objectivos com facilidade. Uma mulher com cabelo comprido e ondulado aprecia o luxo e dá importância a todos os pormenores. Aquelas que costumam prender o cabelo numa longa trança têm uma maior inclinação para a vida espiritual, mas têm alguns problemas de relacionamento a nível social, sendo mais introvertidas e tímidas.
Uma mulher que use o cabelo até abaixo dos ombros tem uma grande preocupação com o seu aspecto físico, mas pode também ter um carácter difícil. As permanentes em cabelos curtos demonstram insegurança e tendência para ter uma atitude conservadora. Por outro lado, um cabelo mais comprido num penteado armado denota uma certa exuberância e um gosto original, embora também possa degenerar em atitudes de arrogância. Mulheres que não penteiam o cabelo para trás têm dificuldade em revelar aquilo que sentem, mas gostam muito de crianças e são bastante compreensivas para com os outros.

Os Reis Magos

Os Magos eram homens sábios e virtuosos, com conhecimentos profundos de astrologia, que na altura era considerada uma ciência. Chamavam-se Melchior, Balthazar e Gaspar e vinham do Oriente, segundo S. Mateus. O termo Magi vem de mago que eram os sacerdotes do Zoroastrismo e deu origem à palavra magia.
 
Há muitas interpretações sobre o que poderá ter sido fenómeno celeste que os guiou até ao local de nascimento de Cristo. Podia ter sido um planeta, uma estrela, um cometa ou um meteoro. A versão mais aceite é a do astrónomo Kepler que diz que terá sido uma conjunção rara de Júpiter e Saturno a passar pela constelação de Peixes. Mas há quem defenda que teria sido impossível haver uma estrela fixa a indicar o local do nascimento de Jesus. Seja o que foi, os Reis Magos reconheceram o acontecimento como divino e seguindo a sua intuição e fé lançaram-se numa grande viagem até Belém.
 
 
Os Reis Magos foram alertados em sonhos da vontade do Rei Herodes de matar o menino que tinha nascido que diziam que era Deus e regressaram a casa por outro caminho.
 
Os Reis Magos trouxeram ouro, incenso e mirra, presentes comuns dos Reis, como ofertas para o menino Jesus. Tinham significados simbólicos mas também valores terapêuticos.
 
Ouro – o ouro é um metal muito valioso resistente à corrosão que simbolizava realeza e virtude. Foi oferecido a Cristo por ele ser Rei.
 
Incenso – É a resina das árvores Africanas Boswellia que era utilizada para perfumes e na aromoterapia. Sempre serviu para rituais religiosos como vem descrito no antigo testamento e ainda hoje é queimado nas igrejas. Era símbolo de espiritualidade e de oração e foi-lhe oferecido por ser sacerdote.
 
Mirra – É uma resina, que ao contrário de outras resinas expande e floresce quando é queimada. É muito utilizada na Medicina Chinesa para condições reumáticas e de circulação. Na medicina ocidental é usada em pastas de dentes e desinfectantes da boca. Antigamente valia mais que o seu peso em ouro. É associado à morte sendo utilizada em funerais e cremação e já os Egipcios utilizavam mirra para ungir os mortos. Simboliza sofrimento e  imortalidade. Foi oferecido a Cristo por ele ser um salvador.