Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Compatibilidade Amorosa entre nomes

 

Nos tempos da escola, enchíamos cadernos e folhas com "João + Maria", "Ana loves Pedro", num suspiro apaixonado. De facto, o nome próprio de cada pessoa contém uma energia especial, e a conjugação dos nomes permite identificar a energia própria de um casal. Faça as suas contas, subtraia as diferenças e multiplique o amor, dividido pelos dois!

Para calcular a compatibilidade entre nomes, deverá atribuir um número a cada letra do seu primeiro e último nome, somar todos os números e reduzir o resultado a um único dígito. Repita com o primeiro e último nome do seu par e depois some o número final que obteve para si com o que obteve para ele. Se o número obtido for superior a nove, some os dígitos que o compõem para obter um só algarismo. De seguida, procure a interpretação correspondente, que exprime a energia própria do vosso relacionamento.

Exemplo:

A Ana Monteiro quer saber o futuro da sua relação com o Pedro Fialho.

Consultando a tabela de Pitágoras:

1

2

3

4

5

6

7

8

9

ABCDEFGHI
JKLMNOPQR
STUVWXYZ 

 

Ana Monteiro - soma das letras = 53 = 5 + 3 = 8

Pedro Fialho - soma das letras = 64 = 6 + 4 = 10 = 1 + 0 = 1

Ana (8) + Pedro (1) = 9

O relacionamento da Ana e do Pedro tem a Energia 9.

Relacionamento de Energia 1

Neste relacionamento é essencial haver metas em comum e objetivos partilhados. Voltado para a ação, representa uma dupla dinâmica, capaz de grandes realizações e que se destaca quando estão juntos. No entanto, se não canalizarem exteriormente para fins práticos esta energia tão forte, é um casal propenso para discussões acesas e explosões de cólera. A intimidade é, por vezes, problemática, pois nem sempre se encontram, tendo dificuldade em estar verdadeiramente próximos. É frequente, com este tipo de energia, que quando um se aproxima o outro se afaste, o que gera alguma dificuldade de entendimento. Podem ser incompreendidos pelos que os rodeiam, parecendo que estão em guerra constante um com o outro, mas a verdade é que representam algo completamente novo e diferente na vida um do outro, sendo um relacionamento verdadeiramente marcante. Se houver um esforço mútuo de entendimento podem crescer muito com este relacionamento, mas é necessário haver um esforço consciente para vencer as diferenças.

 

Relacionamento de Energia 2

Esta relação é poderosamente afetiva e emocionalmente intensa. Parecem viver um para o outro, pedindo constantes provas de demonstração de afeto. Embora haja entre vós uma grande capacidade de compreensão e a vontade de se ajudarem mutuamente, este relacionamento também traz o risco da dependência, em que um dos membros do casal se apoia demasiado no outro, tornando-se dependente, enquanto o outro assume o papel de responsabilidade pela relação, o que gera desigualdades. Havendo um equilíbrio, este relacionamento tem a capacidade de curar um coração que foi magoado no passado, voltando a abri-lo para o amor. Com um poderoso instinto protetor, é uma boa conjugação para construir uma família e criar filhos. Existe, aqui, um forte potencial para construírem algo juntos. Favorece o romantismo, a partilha, o estado de graça que cria um verdadeiro amor de conto de fadas.

 

Relacionamento de Energia 3

Neste relacionamento encontram-se, geralmente, dois espíritos livres, que precisam de atividade constante e que vibram com a vida ao ar livre. Gostam de ação, de praticar desporto juntos e de se envolverem em atividades sociais, mas por vezes a necessidade de liberdade que ambos têm gera conflitos no relacionamento, até porque nem sempre estão de acordo em relação ao que fazer nos tempos livres e nas decisões conjuntas que é preciso tomar. Têm facilidade em divertir-se um ao outro e em divertir os que estão à sua volta, gerando uma aura positiva à sua volta. Trata-se de um relacionamento saudável, quase terapêutico. Favorece a sexualidade, sendo um bom número de compatibilidade quando se trata de um caso de amor. No entanto, não é tão favorável ao compromisso duradouro, podendo haver diferenças de ritmo e de vontade entre os dois a este nível.

 

Relacionamento de Energia 4

Este é um relacionamento estável, voltado para a construção de algo sólido e duradouro. Têm, ambos, os pés bem assentes no chão, procurando que o relacionamento lhes permita assentar bases sólidas. Apesar de estar muito focado no compromisso e de se caracterizar pela persistência – mesmo quando as duas pessoas têm um temperamento mais instável, parecem sentir-se estranhamente motivadas a investir na relação – poderá haver inúmeras provas a ser superadas. Isto acontece, em boa parte, porque há aqui a tendência a sobrevalorizar questões que são triviais, fazendo de qualquer desafio um grande problema. É provável que criem rotinas e hábitos que deem estabilidade e estrutura à relação, tais como irem todas as semanas ao mesmo café ou darem sempre um passeio ao final do dia. Este casal precisa de ordem, e vai procurá-la constantemente.

 

Relacionamento de Energia 5

Este relacionamento é espontâneo, divertido, fora do convencional e verdadeiramente surpreendente. Nada permanece durante muito tempo como é, por isso é o relacionamento ideal para quem gosta de surpresas constantes e detesta a monotonia. Os encontros tendem a ser imprevistos, intensos, mas rápidos. Este é o casal em que um aparece de surpresa em casa do outro, mas pode haver aqui dificuldade em irem morar juntos, pois como tudo se passa a um ritmo tão rápido não se encontram facilmente. A espontaneidade é vital para o futuro da relação, não reagem bem à rotina e, se ela se instala, existe a propensão para haver discussões, conflitos e separações. A liberdade de expressão é essencial para que encontrem o equilíbrio certo entre ambos, partilhando juntos as mais inolvidáveis experiências.

 

Relacionamento de Energia 6

Apesar de este relacionamento ser fortemente romântico, ele corre o risco de cair num idílio que perde o contacto com a realidade. Como ambos são muito sensíveis e se apegam a pessoas carinhosas e românticas podem exagerar na idealização que fazem um do outro, perdendo o contacto com a realidade. Retirando verdadeiro prazer da relação, têm tendência para ficarem tão absortos um pelo outro que se abstraem de tudo o resto. Em termos práticos esta relação carece de objetividade, o que faz com que haja aqui desafios a superar, nomeadamente sempre que é necessário tomar decisões importantes ou assumir responsabilidades na relação. Pode ser um relacionamento transformativo, já que ajuda ambos a estabelecerem um contacto mais próximo com as suas próprias emoções e com a necessidade de cuidar do outro e de si próprio.

 

Relacionamento de Energia 7

Com este tipo de energia existe aqui um relacionamento poderosamente espiritual, com uma ligação muito forte entre ambos, quer tenham consciência dela quer não. Têm uma forte necessidade de se focarem nos aspetos práticos e reais da relação, pois no fundo sentem-se vulneráveis um ao outro, como se este relacionamento os deixasse expostos, sem defesas. Embora esta abertura favoreça a intimidade, podem acabar por se esconder um do outro, mascarando aquilo que verdadeiramente sentem um pelo outro atrás de questões práticas que apenas servem para disfarçar esse sentimento de vulnerabilidade. Existe aqui uma ambivalência contraditória: se por um lado procuram afastar-se um do outro, como forma de proteção porque sabem que são muito sensíveis um ao outro, por outro lado precisam de estar juntos, pois a atração que os liga é muito forte, e a cumplicidade entre ambos é tão inequívoca como inexprimível, havendo também um forte sentimento de proteção mútua.

 

Relacionamento de Energia 7

Com este tipo de energia existe aqui um relacionamento poderosamente espiritual, com uma ligação muito forte entre ambos, quer tenham consciência dela quer não. Têm uma forte necessidade de se focarem nos aspetos práticos e reais da relação, pois no fundo sentem-se vulneráveis um ao outro, como se este relacionamento os deixasse expostos, sem defesas. Embora esta abertura favoreça a intimidade, podem acabar por se esconder um do outro, mascarando aquilo que verdadeiramente sentem um pelo outro atrás de questões práticas que apenas servem para disfarçar esse sentimento de vulnerabilidade. Existe aqui uma ambivalência contraditória: se por um lado procuram afastar-se um do outro, como forma de proteção porque sabem que são muito sensíveis um ao outro, por outro lado precisam de estar juntos, pois a atração que os liga é muito forte, e a cumplicidade entre ambos é tão inequívoca como inexprimível, havendo também um forte sentimento de proteção mútua.

 

Relacionamento de Energia 8

Este relacionamento é poderosamente marcado pelo sentido de responsabilidade, em que cada um incentiva o outro a dar o seu melhor, sabendo também fortalecer-se um ao outro e à própria relação. Contudo, por ter uma energia muito intensa, este relacionamento também propicia as discussões e os confrontos, especialmente porque têm ambos a tendência para querer decidir, mandar e dominar na relação. O choque de egos pode resultar aqui num poderoso magnetismo sexual, havendo uma sedução mútua constante já que ambos retiram grande prazer dos jogos de poder e da conquista. A dificuldade poderá estar, no entanto, na saudável gestão deste equilíbrio de egos porque ambos querem ser o centro das atenções e assumir o comando. As questões práticas ganham também uma relevância particular, especialmente no que diz respeito ao dinheiro e à gestão do mesmo.

 

Relacionamento de Energia 9

Este relacionamento representa, para ambos, uma importante aprendizagem, um crescimento espiritual partilhado, como se estarem juntos fosse uma espécie de missão especial que foi destinada a ambos. Como há a tendência para terem expectativas muito elevadas em relação um ao outro, um dos maiores desafios consiste precisamente em saberem amar-se como verdadeiramente são e para além dessas expectativas. Pode haver aqui uma notável libertação, nomeadamente a nível sexual. Este relacionamento desperta em ambos a criatividade, a sensibilidade artística e o poder de criação, fazendo com que possam desenvolver juntos os talentos um do outro. A capacidade de adaptação está favorecida, fazendo com que possam ser superadas diferenças e contribuindo para uma maior igualdade. É um relacionamento com boas perspetivas de prosperar no futuro, tornando-se sólido e duradouro.

Ritual para limpeza energética e abertura de novos caminhos

 

Muitas vezes precisamos de fazer uma limpeza profunda à energia que nos rodeia para conseguirmos ver as oportunidades e estar num estado de equilíbrio que nos permita resolver as situações com que nos confrontamos. Este ritual ajuda a limpar qualquer bloqueio que possa estar a impedi-lo de realizar o seu potencial, ao mesmo tempo que também ajuda a abrir os caminhos da sua vida à sorte e à abundância.

Para obter melhores resultados, realize este ritual durante a fase de Lua Cheia, que é o período em que a energia lunar é mais intensa e, por isso, que melhor ajuda a destacar a sua própria energia pessoal.

Vai precisar de:

- sal rosa dos Himalaias

- sal grosso

- alecrim seco

- 3 paus de canela

- 7 folhas de louro

- 3 paus de incenso

- um vaso com uma planta espada-de-são-jorge, que ajuda a proteger contra as invejas e energias negativas

- um cristal cornalina, que ajuda a aumentar a sua capacidade de concentração nas suas metas e também a sua energia pessoal

- uma vela lamparina

 

Preparação:

- Acenda um pau de incenso e, segurando-o, dê lentamente três voltas sobre si próprio, de forma a criar à sua volta 3 anéis de fumo. Eles vão ajudá-lo a purificar a sua energia.

- Acenda o segundo pau de incenso e percorra toda a sua casa segurando-o, para que o fumo purifique a energia de todas as divisões.

- Acenda a vela lamparina, feche os olhos, e agradeça aos seus Anjos e guias espirituais pela sua proteção. Agradeça também a um santo da sua especial devoção. Neste momento, peça aquilo que mais deseja alcançar durante os próximos 30 dias. Termine por dizer "Comprometo-me a... (diga aquilo que pode fazer e que vai fazer para que o seu desejo se realize).

 

- Misture os dois tipos de sal num recipiente de tamanho médio e que suporte altas temperaturas.

- Coloque um litro de água ao lume e deixe levantar fervura. Quando estiver a ferver, junte os paus de canela, as folhas de louro e o alecrim seco e deixe ficar em lume brando durante 5 minutos. Apague o lume.

- Coe esta mistura para o recipiente onde misturou o sal e deixe arrefecer, sem mexer, até ficar morno.

- Quando estiver morno, acenda o terceiro pau de incenso na casa-de-banho, antes de tomar um duche. No final do duche, mexa então o preparado para ajudar a dissolver o sal e derrame tudo do pescoço para baixo.

- O ideal será limpar-se com toalhas brancas ou claras, lavadas, e vestir uma roupa nova, mas pode também vestir uma roupa de cor clara que esteja lavada.

- Coloque o vaso com a espada-de-são-jorge numa janela ou varanda, perto da divisão de sua casa onde costuma passar mais tempo. Também pode colocá-lo na porta de entrada de sua casa, do lado de fora.

- Coloque o cristal no parapeito de uma janela e deixe assim ficar toda a noite, para absorver melhor a energia lunar.

- No dia seguinte, passe o cristal por água corrente e coloque-o no seu quarto, perto da cama. Pode levá-lo consigo no bolso sempre que sentir maior necessidade de ter proteção.

Os poderes mágicos do café

 

O café faz parte do nosso quotidiano, e é reconhecida a sua capacidade de ativar a mente, despertando-nos para o que nos rodeia. Pelas suas propriedades estimulantes, o café pode também ser usado para realizar rituais e magias. Se por um lado acelera todos os processos envolvidos no que se deseja, por outro lado aumenta a nossa capacidade de defesa.

Há uma lenda muito antiga que conta que, por altura do século IX, um pastor observou a reação de euforia das suas ovelhas depois de mastigarem uns grãos escuros. O homem resolveu também experimentar e percebeu que estes grãos traziam uma súbita vitalidade e energia. Como este acontecimento se tornou conhecido, um monge daquela região começou a beber uma infusão feita com estes grãos para afugentar o sono enquanto rezava. No século X havia já comércio de café, e foi nos países árabes que esta bebida ganhou maior importância. 

Acredita-se que as tribos africanas já conheciam as suas propriedades desde a Antiguidade, moendo os grãos e usando-os para darem mais força aos guerreiros. Começou por ser cultivado na Arábia, levado por prisioneiros de guerrra, e depressa se popularizou.

A partir do século XVI começou, na Pérsia, a ser torrado, e espalhou-se por todo o Mundo. Nem sempre foi bem-visto, pois pela sua cor negra havia quem acreditasse que ea uma manifestação de forças negativas. No entanto, o Papa Clemente VIII aprovou e abençoou esta bebida e desde então a Europa rendeu-se aos seus encantos, sendo até hoje um dos produtos de maior consumo.

A título de curiosidade, saiba que a palava café deriva do árabe kahwah ou cahue, que significa "vinho", por ser considerada uma bebida de grande valor, como um néctar.

 

As propriedades mágicas do café

O simples aroma do café tem a capacidade de ativar o funcionamento do cérebro, iluminando a mente.

Por esse motivo, ferver um pouco de café enquanto está a fazer um ritual, se o fizer na cozinha, vai ajudá-lo a focar a sua mente nos objetivos que deseja alcançar.

Mesmo sem ser usado num ritual mágico, o simples ato de fazer café transmite alegria e motivação, ajudando a dissipar sentimentos ligeiros de apatia e tristeza.

O café é sobretudo influenciado pelo planeta Marte, que lhe confere um cariz forte, ativo, combativo. 

Na magia, é especialmente eficaz para combater o mal, para cortar feitiços, para afastar energias negativas. 

Os banhos de limpeza energética com café ajudam a afastar espíritos e repelem a negatividade.

Por outro lado, o café também ajuda a acelerar o desenrolar das situações, sendo benéfico para obter resultados mais imediatos.

O café usado com fins mágicos pode ser torrado com outras ervas, aumentando assim as suas propriedades.

Acima de tudo, lembre-se: o café amplifica a energia. Sempre que o usar num ritual, ele trará maior poder e rapidez àquilo que você está a fazer.

Em rituais ligados à saúde, ele pode ser benéfico porque ajuda o organismo a reagir, mas é preciso usá-lo com cuidado, porque pode induzir a febre, por exemplo. Como a sua energia é muito forte, requer atenção extra quando é usado. 

O café é especialmente poderoso também em rituais e magias relacionados com o amor, potenciando a paixão e o desejo sexual. 

Uma simpatia que ajuda a aumentar o prazer sexual, no caso das mulheres, aconselha a que se passe uma hematite magnética pelo fumo que sai do café acabado de ferver. Depois, coloca-se a hematite magnética sobre o chakra da sexualidade, acima da púbis, durante meia hora. Deve fazer isto antes de ter relações sexuais e repetir durante alguns dias.

Pedido a são Miguel Arcanjo para situações desesperadas

 

Nos momentos mais difíceis da sua vida, mantenha acesa a chama da esperança. São Miguel Arcanjo, o Anjo guerreiro, ouve as nossas súplicas e defende-nos corajosamente. Reze esta oração durante 3 dias seguidos, de preferência sempre à mesma hora. Acenda uma vela branca em cada um dos 3 dias e deixe cada vela arder até ao fim.

Pedido a São Miguel Arcanjo para situações desesperadas
(para rezar em três dias seguidos)

 Deus, vinde em nosso auxílio.
Senhor, socorrei-nos e salvai-nos.
Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo.
Como era no princípio, agora e sempre.
Ámen.

Primeiro Dia

São Miguel, 
vós que defendeste a honra do Senhor 
empunhando o estandarte Divino 
e exclamando:
"Quem é como Deus"?, 
alcançai-nos zelo ardente 
e fé inabalável para que saibamos como vós 
combater todos os males 
e conquistar a salvação.

Rezar um Pai-Nosso, uma Avé Maria e uma Glória ao Pai.

Segundo Dia

São Miguel, 
vós a quem o Senhor confiou 
a guarda da Igreja, 
dignai-vos ouvir as nossas preces em seu favor.
Guardai-a do espírito de soberba dos seus filhos, 
e das falsas doutrinas.
Reuni as ovelhas desgarradas 
e apressai a hora da unidade de todos os seus filhos.

Rezar um Pai-Nosso, uma Avé Maria e uma Glória ao Pai.


Terceiro Dia

São Miguel, 
compadecei-vos de nós,
que estamos no meio de tantos perigos 
e ajudai-nos nos combates desta vida.
Livrai-nos do inferno 
e dai-nos com que possamos viver 
a bem-aventurança eterna no céu.

Rezar um Pai-Nosso, uma Avé Maria e uma Glória ao Pai..

A lenda do signo Peixes

 

Peixes, o décimo segundo e último signo do Zodíaco é representado por dois peixes atados um ao outro, embora nadem em direcções opostas. Os dois peixes na água simbolizam as correntes conflituantes da emoção e das profundezas escondidas. 

A constelação de Peixes é conhecida como Dois Peixes desde 2000 a.C.

O 12º e último signo do Zodíaco é representado por dois peixes que nadam em direcções opostas. Os dois peixes na água simbolizam as correntes conflituantes da emoção e das profundezas escondidas.

Na Mitologia Grega os Dois Peixes estão associados à história de Afrodite e Eros (para os Romanos, Vénus e Cupido).

No tempo em que estes deuses viviam, existia um monstro terrível chamado Tífon. Ninguém o conseguia vencer, e contava-se que era tão alto que a sua cabeça chegava às estrelas. Dizia-se que os seus braços eram tão compridos que, quando os estendia, tocava com uma mão no Ocidente e com outra no Oriente. As pontas dos dedos eram cabeças de dragão e, os pêlos das pernas, serpentes venenosas. Os seus olhos disparavam fogo e a sua voz era a combinação de serpentes sibilantes, touros e leões.

Um belo dia, Afrodite (a deusa do amor e da beleza) e o seu filho Eros estavam a passear ao longo do rio Eufrates quando o monstro Tífon apareceu subitamente. As suas cabeças de dragão soltaram línguas negras e os seus olhos lançaram chamas. Tífon queria destruí-los.

Aterrorizada e sem poder escapar, Afrodite gritou pelo socorro do seu pai, Zeus. 

Zeus rapidamente transformou Afrodite e Eros em dois peixes e, desta forma, estes saltaram para o rio e escaparam.

 

Outra versão desta historia conta que dois corajosos peixes saltaram da água para salvar Afrodite e Eros e levaram-nos às suas costas pelo rio, até estarem em segurança. Como recompensa, Minerva, a deusa virgem, colocou os dois peixes entre as estrelas, e assim se tornaram na constelação de Peixes.

Os nativos de Peixes não se poupam a sacrifícios para ajudarem quem precisa, e são mesmo capazes de dar a própria vida pelos outros.

 

A Lua Cheia em Virgem ajuda a reencontrar o foco

 

Às 8.17 do dia 27 de Fevereiro a Lua entra na fase de Lua Cheia, no signo Virgem. Depois de um mês de Fevereiro com uma energia cósmica particularmente intensa e acontecimentos que podem ter trazido sobressalto e algumas mudanças difíceis de processar, esta Lua Cheia vem trazer uma certa serenidade e ajudar a restabelecer a ordem.

O mês de Fevereiro tem sido especialmente desafiante. Mercúrio esteve retrógrado até ao dia 20 e, no dia 18, Úrano e Saturno formaram a primeira de três fortes quadraturas, que irão marcar a energia dominante de 2021 e que podem ter causado instabilidade e feito ruir as bases em que assenta a nossa segurança. Geralmente as Luas Cheias são períodos de maior intensidade energética mas, dado o contexto astrológico em que temos vivido, e pelo facto de ocorrer num signo que prima pela prudência e pela ponderação, a Lua Cheia em Virgem, que ocorre no dia 27 de Fevereiro, pode ajudar-nos a fechar o mês com maior sentido prático e trazer-nos maior clareza e lucidez.

Virgem é o único signo do Zodíaco que tem uma figura humana. Gémeos também tem uma figura humana mas, porque é dupla, a sua energia é mais inconstante. Virgem, pelo contrário, é o signo representado pela imagem de uma mulher, que é exatamente como se mostra. Os nativos deste signo tendem a ser pessoas ponderadas e humildes, que se colocam prontamente ao serviço dos outros e que geralmente se destacam pela sua modéstia, pelo perfeccionismo que exigem a si próprios (e também aos outros) e pelo rigor.

Modéstia, rigor, ponderação, são palavras-chave que marcam este signo e são qualidades enfatizadas agora pela Lua Cheia. Ao contrário do mês passado, em que tivemos uma explosiva Lua Cheia no apaixonado signo Leão, temos agora uma Lua Cheia que vem iluminar faces escondidas das situações e que, despojada de caprichos e devaneios do ego, nos vem ajudar a discernir de forma mais objetiva o que precisa de ser corrigido e retificado nas nossas vidas.

O signo Virgem é regido por Mercúrio, planeta que governa o mundo das ideias e do intelecto, assim como o domínio da comunicação e que, uma vez que já deixou de estar retrógrado, poderá agora ajudar-nos a relacionar melhor os factos de que temos conhecimento para que, através de uma análise cuidada das situações, sejamos mais capazes de fazer escolhas sensatas e de tomar decisões fundamentadas na lógica.

Virgem pertence ao Elemento Terra, o que faz com que esta Lua Cheia nos ajude a sentir maior segurança em relação ao caminho que temos vindo a percorrer, ao nosso propósito e àquilo que precisamos de fazer para termos maior estabilidade, nas áreas da nossa vida em que ela nos faz mais falta.

Esta Lua Cheia enfatiza os assuntos relacionados com a saúde, tema prioritário para este signo, ao cuidado com o nosso bem-estar e connosco próprios. Embora a nossa mente possa sentir-se ainda instável e confusa, é mais fácil conseguirmos recuperar o equilíbrio, se atendermos aos gestos mais simples do quotidiano e se nos empenharmos naquilo que contribui para promover a harmonia connosco próprios.

Sejam quais forem as circunstâncias em que se encontra, lembre-se que tem sempre o poder de escolher de que forma reage a elas. A Lua Cheia em Virgem ajuda-nos a dar passos concretos, por pequenos que sejam, que nos ajudem a sentirmo-nos melhor connosco próprios e, por consequência, com a nossa vida.

 

Nos dias que antecedem e sucedem a Lua Cheia em Virgem:

- reserve mais tempo para si próprio;

- permita-se simplesmente ser - não faça nada, não procure fazer nada, tanto na sua relação consigo próprio como também na sua relação com os outros;

- procure ouvir, apenas, sem estar a pensar no que vai dizer a seguir ou a relacionar aquilo que ouve com a sua experiência pessoal - na maior parte das vezes, as pessoas apenas precisam de sentir que estão a ser ouvidas, com atenção e sem julgamentos;

- dedique particular atenção a questões relacionadas com a higiene, que é uma forte preocupação do signo Virgem: para além da limpeza do seu corpo, cuide também da sua higiene mental, libertando-se de pensamentos e crenças que o fazem sentir-se "carregado", "em baixo";

- faça uma limpeza espiritual e energética, através de um banho de sal grosso e ervas que o ajude a purificar a sua energia e de uma defumação que lhe permita dissipar e corrigir bloqueios energéticos em sua casa;

- dedique-se a atividades que estimulem a sua ligação à Natureza, como a jardinagem, e aos prazeres mais simples, como cozinhar uma boa refeição caseira.

 

Se, em virtude da intensa atividade cósmica do último mês, a sua vida se deparou com grandes mudanças, se sentiu que a sua mente o deixou inseguro e sem saber como agir ou o que fazer, a Lua Cheia em Virgem pode ajudá-lo a ganhar uma nova perspetiva, não só em relação a si próprio, como também no que diz respeito aos assuntos que têm ocupado a sua vida.

Virgem destaca-se pela sua capacidade de fazer uma análise ponderada dos factos e, a partir dela, estabelecer estratégias que, de forma segura, consolidem a sua segurança e lhe tragam resultados sólidos. Da mesma forma, seja qual for o seu signo do Zodíaco, esta energia pode ajudá-lo a analisar aquilo que tem ao seu dispor para que, seja qual for a situação em que se encontra e que ocupa a maior parte da sua atenção, consiga tirar o melhor partido daquilo que neste momento tem.

Ao contrário de outras Luas Cheias, que inflamam a nossa sede de conquista e os nossos desejos, esta Lua Cheia em Virgem pode trazer-nos maior sentido de responsabilidade pelo nosso próprio caminho e maior realismo, ajudando-nos a ser mais felizes com o que temos, ou a dar passos, por pequenos que sejam, que nos permitam ir ao encontro de uma vida mais feliz.

Numa Lua Cheia, o Sol encontra-se sempre em oposição à Lua: neste caso, temos o Sol a transitar pelo signo Peixes, o que nos traz maior capacidade de sentir compaixão, não só pelos outros, como também por nós próprios, e também o poder de "pressentir" aquilo que devemos fazer e que é melhor para nós, ainda que não sejamos capazes de explicá-lo de forma consciente ou de verbalizá-lo sequer.

Nesta Lua Cheia, procure estar mais tempo em contacto com o seu Eu Superior, a sua dimensão espiritual, aquilo que corresponde à sua essência mais profunda. Procure sentir as suas emoções, sem ter a preocupação de lhes dar um nome, uma forma, uma causa, um motivo ou uma justificação. Sinta-as, e assegure a si próprio que tem a capacidade de ficar bem

Porque todos temos a capacidade de fazermos com que fiquemos bem.

7 formas de acabar com o azar e atrair a sorte

 

Superstições à parte, saiba que tudo na vida tem solução! Conheça 7 formas simples e eficazes para acabar com o azar e atrair a sorte para a sua vida!

1 - Encontrar ou adquirir um trevo de 4 folhas

Ainda no primeiro milénio a.C., os druidas usavam o trevo de quatro folhas como talismã, pois acreditavam que quem possuísse uma dessas plantinhas conseguiria ver os demónios no meio da floresta e também escapar deles. O poder atribuído ao trevo de quatro folhas vem possivelmente da sua raridade em ser descoberto. 

(Pode adquirir o trevo de 4 folhas de Maria Helena pelo e-mail mariahelena@mariahelena.pt ou através do Facebook.)

2 - Usar os poderes do sal grosso

O sal grosso neutraliza as energias negativas. Tome um banho de imersão numa banheira com água quente e 3 punhados de sal, ou derrame um litro de água quente com 3 punhados de sal do pescoço para baixo, depois do duche. Também pode espalhar sal grosso nos 4 cantos de cada divisão da casa, ou ter um copo com água e sal detrás da porta de entrada.

3 - Queimar incenso

O incenso é composto por materiais provenientes das plantas, sendo usado desde há séculos (e ainda hoje nas Igrejas) para purificar o ambiente. Acender um pau de (bom) incenso ajuda de imediato a afugentar as más energias.

4 - Abrir as janelas e deixe a luz do Sol entrar

Numa casa onde há zonas escuras e sombrias a energia pode tornar-se densa e pesada. Abra as janelas de sua casa diariamente e deixe a luz do Sol entrar, pois é a fonte principal da vida. Pendure mandalas ou cristais refletores nas janelas, para aumentar a energia positiva que entra dentro de casa.

5 - Pendurar uma ferradura atrás da porta

ferradura é um dos amuletos mais antigos e poderosos. Deve ser colocada com as pontas viradas para o Céu, para conservar a sorte.

6 - Arrumar a sua casa

Uma casa onde há móveis partidos, aparelhos estragados e tudo em redor parece estar uma confusão é propícia à acumulação de más energias, que trazem o azar e o infortúnio. Fazer uma boa limpeza geral, deitando fora ou doando o que já não usa, fazendo as reparações necessárias e organizando melhor o espaço ajuda - e muito - a restabelecer o equilíbrio e as boas energias.

7 - Usar cristais

Os cristais absorvem as energias negativas de uma casa, emitindo vibrações energéticas positivas no espaço onde se encontram. Ter alguns cristais em casa, como a Selenite, o cristal de quartzo transparente e a turmalina negra ou o ónix ajudam a afastar o azar e atraem a sorte.

Peça o seu cristal, incensos, banhos de limpeza, trevo de 4 folhas ou ferradura pelo e-mail mariahelena@mariahelena.pt ou através do Facebook.

Receitas mágicas: o Vinagre dos 4 ladrões

 

O "vinagre dos 4 ladrões" é uma poção muito antiga, usada para banir a negatividade e para proteger contra todo o tipo de energias negativas. O seu uso surgiu durante a Idade Média, quando a peste negra assolava a Europa. Um grupo composto por 4 ladrões pilhava casas e prosseguia com os seus furtos sem se deixar tomar pela doença. Quando finalmente foram capturados e estavam em risco de perder a própria vida, revelaram o seu misterioso segredo...

O vinagre dos 4  ladrões é uma das receitas mágicas mais divulgadas no Ocidente, em especial na Europa. Reza a lenda que em Marselha, França, durante o século XVII, a população sucumbia à peste negra. Os únicos que passavam incólumes eram 4 ladrões, que continuavam a pilhar casas sem serem contagiados. Quando finalmente foram capturados e se viram ameaçados de tortura, acabaram por revelar que haviam descoberto numa biblioteca antiga uma receita mágica que lhes permitia escapar ilesos a qualquer doença. Acabaram por ter de revelar a fórmula mágica, que ainda hoje é usada para proteção da saúde e para desinfectar a casa e qualquer espaço. Acredita-se que tem, também, o poder de banir energias negativas e todo o tipo de mal que nos seja feito. Segundo os ladrões, este vinagre recebia ainda um encantamento especial, feito pelo druida ou pela feiticeira que o preparava. 

Segundo a lenda, este vinagre era composto por uma base vinagre de vinho e alho, sendo que, depois, cada um dos 4 ladrões acrescentava mais um ingrediente. Segue a receita do vinagre dos 4 ladrões, que pode utilizar para desinfecção da sua casa. Espalhe um pouco deste vinagre junto das portas e janelas de sua casa, mantendo-a assim protegida contra energias negativas.

 

Ingredientes:

- 1 litro de bom vinagre de cidra de maçã ou de vinho tinto

- 2 dentes de alho laminados

- cânfora diluída em aguardente

- arruda fresca

- cravinho esmagado

- cabeças de rosmaninho seco 

- flores de sálvia secas

 

Comece por misturar todos os ingredientes primeiro. Junte então o vinagre. Deixe macerar num lugar seco e protegido da luz solar directa durante uma semana, agitando de vez em quando. Ao fim desse tempo, coe e guarde numa garrafa de vidro escura, que deve guardar bem. 

Sempre que desejar utilizar este vinagre, coloque duas colheres de sopa numa taça, onde pode acrescentar sal grosso e alguns ingredientes da sua preferência, tais como a menta, o mangericão, a pimenta preta, malaguetas, coentros... Misture bem e use então este preparado para salpicar a porta de entrada de sua casa, as janelas, ou qualquer outro local que deseje "proteger".

ATENÇÃO: NÃO PODE SER INGERIDO.

Guia prático para limpar as energias de sua casa

 

Saber manter as energias de sua casa em equilíbrio é essencial para assegurar que a sua própria energia e, por conseguinte, a sua saúde, se mantêm fortalecidas e melhor preparadas para lidar com os desafios.

Uma vez que nos desgastamos diariamente, não só devido às influências exteriores, tais como a pressão exercida pelas situações que não controlamos, as notícias que vemos na televisão e através dos outros meios de comunicação, as pessoas com quem lidamos, entre outros, e também devido às nossas próprias questões interiores, medos que temos, emoções que nos deixam inseguros, etc, é muito importante, e mesmo indispensável, preservar a energia positiva do espaço onde vivemos, pois dela depende em grande parte o nosso próprio equilíbrio e bem-estar.

Algumas práticas simples ajudam a fazer uma limpeza energética em nossa casa, e elas devem ser aplicadas com regularidade. De um modo geral, é aconselhável limpar a energia de nossa casa uma vez por mês, em alturas do ano específicas, como o início das estações, já que o próprio Universo nos traz uma energia de renovação, e sempre que atravessamos períodos mais complicados, que exigem mais de nós. Quando uma pessoa adoece deve também ser feita uma limpeza energética especial à casa, para facilitar a recuperação, a qual deve ser repetida após a convalescença, para restabelecer o equilíbrio e eliminar resíduos energéticos negativos que tenham permanecido.

Como fazer uma limpeza energética:

1 - Queimar incenso, sálvia, pau santo ou ervas de limpeza

A purificação através do fumo é uma das técnicas de limpeza mais antigas e eficazes. O fumo consegue chegar aos lugares mais ínfimos e, dessa forma, purificá-los. Fazer uma defumação consiste em queimar a substância escolhida e deixar que, ao arder, o fumo libertado se espalhe por todos os recantos da divisão, percorrendo toda a casa e dando especial atenção às zonas mais "paradas", onde passa menos tempo em casa, pois é aí que tendem a acumular-se as energias de baixa densidade. Pode espalhar o fumo com a mão ou com uma pena longa, se a tiver. Depois de defumar toda a casa, abra todas as janelas e portas da sua casa. Defume a porta principal de entrada, estando do lado de fora. Mantenha as portas e janelas abertas por alguns minutos, para que o ar circule.

 

2 - Usar água com sal

Os poderes de limpeza energética do sal grosso são incontornáveis. O sal grosso - ou, para melhores resultados, o sal dos Himalaias - tem a capacidade de absorver e neutralizar qualquer energia negativa. Assim, salpique todos os cantos de todas as divisões de sua casa com sal grosso (ou sal dos Himalaias), e deixe ficar durante 48 horas. Ao fim desse tempo, varra o sal e deite-o fora. Para obter um poder protetor ainda maior, pode juntar açafrão moído ao sal, antes de o espalhar pela casa. De acordo com a tradição tibetana, os espíritos malignos não gostam do cheiro do açafrão, e por isso mantêm-se longe de um lugar onde ele tenha sido colocado.

 

3 - Usar limão e vinagre

O limão e o vinagre são outros dois ingredientes com grande poder de limpeza energética que temos ao nosso alcance. Misture o sumo de cinco limões com uma chávena de sal grosso e 5 colheres de sopa de vinagre. Adicione esta mistura a um balde cheio de água e mexa bem. Use luvas, pois o limão e o vinagre são bastante corrosivos, e limpe todas as janelas e portas de sua casa com este preparado. Deixe secar naturalmente, sem enxaguar. Deite um pouco de sal grosso no parapeito da janela e na soleira da porta, para evitar que más energias possam entrar em sua casa.

 

4 - Ter cristais

Alguns cristais têm um especial poder de proteção, ajudando a repelir energias negativas. Geralmente, os cristais de cor preta, como o ónix e a turmalina negra, são aqueles que melhor funcionam para esse efeito. Pode espalhá-los pelos cantos da casa, se quiser criar um escudo protetor, ou colocá-los perto dos aparelhos elétricos, como a televisão, o computador e outros, pois eles ajudam a neutralizar as vibrações que estes aparelhos emitem e que podem ser prejudiciais para a saúde. Segurar com força um destes cristais contra o seu peito, enquanto inspira e expira profundamente de olhos fechados, ajuda-o a restabelecer a harmonia quando se sente mais nervoso, pois ajuda-o a libertar-se de energias negativas e de tensão acumulada que esteja a desestabilizá-lo.

 

5 - Usar sons

O som emite uma vibração energética positiva, que ajuda a expandir as energias de alta frequência, reduzindo e afastando as de baixa densidade. Quanto mais silenciosa for uma casa, mais convidativa ela é para energias negativas. Percorra a sua casa com um espanta-espíritos, um sino pequeno ou uma taça tibetana, se a tiver. Deixe que o som se espalhe por cada divisão, permanecendo nela por alguns minutos, enquanto repete o som. 

 

6 - Ser o agente de limpeza

A forma como faz uma limpeza energética é determinante para que ela seja bem-sucedida. Assim, ao seguir os procedimentos mencionados, é bastante importante que tenha em atenção a sua própria postura. Faça a limpeza quando estiver bem-disposto (o ideal é fazê-la de manhã, quando a sua energia está mais elevada), e comece por se ver a si próprio envolvido por uma intensa luz dourada. Imagine que essa luz purifica tudo o que o rodeia, por onde passa. Enquanto faz a limpeza, diga em voz alta aquilo que deseja atrair: "Estou a limpar a minha casa para que só as boas energias entrem nela!", "Estou a limpar a minha casa para atrair a saúde e o bem-estar!", etc.

 

Repita estas técnicas conforme sentir necessidade de o fazer, aconselhando-se uma certa consistência na repetição (uma vez por mês, a cada três meses...)

O que é a Quaresma? O que se deve e não deve fazer na Quaresma?

 

A Quarta-feira de cinzas, que sucede à terça-feira de Carnaval, dá início ao período da Quaresma, uma época muito importante na vida de qualquer Cristão, celebrada desde o século IV. Durante os 40 dias (daí o nome Quaresma) que nos levam à Páscoa, somos convidados a refletir sobre a Fé e sobre o martírio que Jesus Cristo sofreu para nos salvar.

Qualquer pessoa Cristã - crente em Jesus Cristo - sabe que a Quaresma é um período fulcral do calendário religioso. Porque antecede a Páscoa, a celebração litúrgica mais importante, que assinala a morte e Ressurreição de Cristo, a Quaresma é a preparação, introspeção e reflexão sobre o mistério de Jesus e o milagre da Salvação

Calendário da Quaresma:

- Começa com a Quarta-feira de cinzas, que sucede sempre a Terça-feira de Carnaval. 

Termina na quinta-feira Santa, antes da Sexta-feira Santa, que antecede o Domingo de Páscoa.

O Domingo de Páscoa celebra-se sempre na primeira Lua Cheia que acontece depois do dia 21 de Março (chegada da Primavera). É por essa razão que todos os anos é móvel. A Terça-feira de Carnaval acontece 47 dias antes do Domingo de Páscoa, sendo também sempre móvel. 

- O final da Quaresma é assinalado com a Missa da Santa Ceia, ao anoitecer da quinta-feira Santa. Esta missa, também chamada do Lava Pés, dá início ao Tríduo Pascal.

Para que serve a Quaresma?

A Quaresma foi instituída pela Igreja para que os cristãos possam preparar-se para a Páscoa, em tudo o que ela representa: o maior mistério da Fé, a esperança da Ressurreição. Jesus Cristo ressuscitou ao 3º dia, deixando-nos para sempre o seu maior ensinamento: tudo na vida renasce para aqueles que ACREDITAM. 

A Quaresma serve, pois, para refletirmos sobre quem somos e compreendermos como podemos ser melhores - e, desse modo, aproximarmo-nos de Cristo.

A cor que lhe está associada é o roxo, que representa a penitência e a conversão. A Quaresma é tempo para reflexão sobre os nossos pecados e arrependimento sincero em relação a eles, para que possamos ser mais dignos do sacrifício que Jesus fez por nós.


O jejum na Quaresma - quando podemos comer carne?

Por ser um período de penitência, a abstinência e o jejum são fundamentais na Quaresma - apenas ao prescindirmos dos nossos prazeres podemos dar realmente valor ao que temos. 

Segundo a Igreja Católica, devem jejuar todas as pessoas que tenham entre 18 e 59. Grávidas, pessoas doentes ou que tenham de realizar um trabalho muito exigente nos dias do jejum são dispensados de o fazer.

Fazer jejum significa fazer apenas uma refeição completa nesse dia. Podem tomar-se mais duas pequenas refeições.

A abstinência significa não comer carne, e deve ser feita desde os 14 anos, até ao resto da vida. Exceptuam-se as mulheres grávidas e as pessoas doentes que tiverem mesmo de comer carne.

Segundo o calendário católico, NÃO DEVEMOS COMER CARNE DURANTE AS SEXTAS-FEIRAS DA QUARESMA. Antigamente a carne era um alimento de luxo, mas hoje em dia é relativamente barata e, como tal, além da carne devemos de igual modo privar-nos, nos dias assinalados, de fazer uma alimentação luxuosa ou comer produtos caros, além de bebidas alcoolicas. A essência da Quaresma consiste em fazer uma alimentação simples, pobre, para que possamos experimentar a privação do conforto que hoje tomamos como quotidiano, sem lhe prestarmos o devido agradecimento e sem reconhecermos o seu devido valor.



Calendário do jejum da Quaresma:

- Quarta-feira de Cinzas

- Sexta -feira Santa

são dias obrigatórios de jejum e abstinência (fazer apenas uma refeição completa, simples, sem carne)

Todas as sextas-feiras da Quaresma são dias de abstinência , isto é, nos quais não podemos comer carne.


O que fazer na Quaresma?

Este é o tempo para estarmos mais próximos de Jesus. De nada serve não comermos carne, se pecarmos sem pensar nas nossas ações e sem arrependimento, se não refletirmos sobre a Fé e sobre o que ela representa dentro de cada um de nós.

A Quaresma é tempo para rezar - conversar com Deus -, para agradecer, para fazer uma caminhada pessoal de introspeção, que nos ajude a melhorar, a ser pessoas mais verdadeiras e mais generosas com os outros.

É tempo de procurarmos ser mais bondosos, dedicando-nos à caridade. Faça pelo menos uma boa ação por dia, todos os dias. Seja misericordioso, perdoe mais, aceite mais. 

Além da oração, da reflexão, da caridade e do jejum, encontre o amor de Jesus dentro de si, sinta-o no seu coração e use-o na sua vida, primeiro para consigo próprio, depois para com todos os que o rodeiam, quer lhe sejam próximos, ou quer sejam apenas pessoas que se cruzam consigo na rua.

Siga a mensagem do Papa Francisco:

15 atos de amor: a mensagem de Quaresma do Papa Francisco

Pág. 1/3