Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Oração a Santa Águeda, protetora contra o cancro da mama

 

Santa Águeda é celebrada, pela Igreja Católica, no dia 5 de Fevereiro. Ela é a protetora especial de todos os que sofrem de cancro da mama ou de outras doenças relacionadas com os seios.

Embora não se saiba ao certo o local e a data de nascimento de Santa Águeda (também chamada santa Ágata), sabe-se que nasceu por volta do ano 235 e que terá vivido na Sicília. Oriunda de uma família rica, prometeu, aos 15 anos, a sua vida a Cristo, razão pela qual jurou manter-se virgem e foi, por isso, perseguida por Décio, imperador romano. Os relatos da sua história contam que foi torturada, tendo-lhe sido cortados os seios, sem que isso a fizesse recuar no seu voto de dedicação a Deus. Terá recebido uma aparição de São Pedro, que ajudou a curar os seus ferimentos, e quando, dias depois, voltou a ser torturada, abateu-se sobre a região um violento tremor de Terra, que fez com que o sacrifício fosse interrompido. Faleceu no dia seguinte, a 5 de Fevereiro de 251.

Santa Águeda é, pelas torturas que sofreu, considerada a santa protetora de todas as doenças relacionadas com os seios, nomeadamente o cancro da mama.

Se está a sofrer com esta doença ou quer pedir proteção para outra pessoa, reze esta oração:

Ó gloriosa virgem e mártir, Santa Águeda,
que, para não trair a fé em Jesus Cristo,
preferiste ter os seios arrancados no martírio
e miraculosamente curados na prisão,
olha por teus filhos que,
cheios de confiança, se dirigem a ti.

Tu, que soubeste conservar-te íntegra diante de Deus,
liberta-nos da tentação de trocar a nossa fé
por valores passageiros que nos afastam de Deus.
Jovem que foste, livra os nossos jovens das drogas,
do consumismo, da prostituição
e de todo tipo de exploração.

E, como disseste ao teu torturador:
“Não te envergonhas de mutilar na mulher
o que tua mãe te deu para dele tirares o alimento?”,
livra-nos de todos os males da mama para que,
a cada dia, vivendo como verdadeiros cristãos,
possamos dizer contigo:
“Tenho na minha alma os seios íntegros,
com os quais nutro todos os meus sentidos
que desde a infância consagrei a Cristo Jesus”.
Ámen.

Reze um Pai-Nosso, uma Ave-Maria e um Glória ao Pai.

 

 

Oração a Santa Águeda


Hoje brilha o dia de Águeda,
ilustre virgem;
Cristo une-a consigo
e coroa-a com duplo diadema.
De ilustre prosápia, formosa e bela;
Mais ilustre, porém, pelas obras e pela fé,
reconhece a vaidade da prosperidade terrena
e sujeita o coração aos divinos preceitos.
Mais forte que os seus cruéis verdugos,
expôs os membros aos açoites.
A fortaleza do seu coração
mostra claramente o seu peito torturado.
Ao cárcere, que se converteu
em delicioso paraíso,
desce o pastor Pedro
para confortar a sua ovelhinha.
Recobrando novo alento
e acesa em novo zelo,
alegre corre para os açoites.
A multidão pagã,
que foge amedrontada
diante do fogo do Etna,
recebe as consolações de Águeda.
A todos os que recorrem
fiéis à sua proteção
extingue-lhes Águeda
os ardores da luxúria.
Agora que ela, como esposa,
resplandece no céu,
interceda perante o Senhor
por nós, miseráveis.
E queira, sim, enquanto nós lhe celebramos a festa,
ser-nos propícia a todos
quantos deferimos as suas glórias".

Ano Novo Chinês 2021: Saiba o que lhe traz o ano do Boi de Metal

 

No dia 12 de Fevereiro de 2021 começa o novo ano chinês, que se estende até 31 de Janeiro de 2022 e que será, este ano, regido pelo Boi de Metal. Saiba o que esta energia representa e aquilo que ela pode trazer para a sua vida.

O calendário chinês difere do nosso porque é regido pelos ciclos da Lua. O novo ano começa sempre na segunda Lua Nova do ano, e por isso a data pode variar entre 20 de Janeiro e 18 de Fevereiro. Este ano as festividades serão diferentes, face à permanência da pandemia, mas para os Chineses esta é sempre a altura mais importante do ano. Por serem muito supersticiosos, acreditam que a energia com que o novo ano começa determina aquilo que será predominante ao longo dos 12 meses seguintes. 

O Horóscopo chinês também se distingue do nosso porque, apesar de ser composto por doze signos, cada signo vigora durante um ano inteiro. Os signos têm nomes de animais, de acordo com uma lenda que diz que estes foram escolhidos por Buda, e também de acordo com as semelhanças entre as caraterísticas desse animal e a energia do signo que lhe corresponde. São precisos 12 anos para que todo o Horóscopo Chinês seja percorrido.

Para além de cada ano ser regido por um animal, também os Elementos determinam a energia do ano. Para os Chineses existem cinco Elementos - Terra, Água, Fogo, Madeira e Metal. Os chineses distinguem, também, a diferença entre a energia Yin - feminina, recetiva - e a energia Yang - masculina, ativa.

A combinação entre o animal, o Elemento e a polaridade Yin/ Yang que estão em destaque traduzem as tendências gerais para o ano. 

2021 será, no Horóscopo Chinês, o ano do Boi de Metal com uma energia Yin.

A sua energia destaca-se por ser robusta e focada na construção, mas é uma energia "pesada" e que apresenta obstáculos que exigem esforço, método e disciplina.

Assim como o Boi é um animal que não gosta de mudanças, mas que investe com força e obstinação, também este ano pode fazer-nos ter de lidar com circunstâncias que parecem não avançar. Pode ser, ainda assim, um ano de recompensas, desde que saibamos superar os obstáculos com tenacidade e persistência.

A lealdade, a dedicação à família, aos outros e aos laços afetivos são boas ajudas neste período, já que o Boi é um animal que valoriza estes princípios, encontrando neles a força de que precisa para enfrentar os desafios da vida com coragem.

A paciência, a ponderação e a calma serão necessárias, assim como a honestidade e a franqueza.

O Boi é um animal associado à construção, à estabilidade, à edificação de algo sólido. Este é o único signo do Horóscopo Chinês que no Zodíaco Ocidental está associado ao mesmo animal - o Touro. Partilham caraterísticas idênticas, pois ambos definem um signo movido pela determinação, pela conquista árdua e pelo apego ao que é seu.

O Boi de Metal destaca a importância de manter o foco, a disciplina e o empenho, já que não é um ano em que as situações se resolvam facilmente.

O Elemento Metal está diretamente associado ao dinheiro e, como tal, estão em destaque as questões relacionadas com a segurança económica, a conquista de estabilidade, a capacidade de sobreviver face às circunstâncias que, como sabemos, serão desafiantes. É uma energia que pode trazer alguma impulsividade, já que o Metal pode representar imprevistos e flutuações a nível financeiro, estando também associado à ambição que, se não for devidamente ponderada, pode fazer correr riscos. O Metal também destaca a resistência e a durabilidade.

O facto de estar em destaque a energia Yin apela às qualidades femininas, que existem quer nas mulheres, quer nos homens, quer na sociedade como um todo. Mediante esta influência, o caminho para encontrar soluções e lidar com as circunstâncias passa, neste ano, por ouvir a intuição e por fazer bom uso da sensibilidade, estando atento ao que se passa à nossa volta e valorizando os cuidados com os outros.

O que podemos esperar do ano de Boi de Metal Yin?

Haverá obstáculos e desafios, já que a energia do ano nos obriga a desenvolver a persistência e a determinação. Somos confrontados com dificuldades às quais só podemos responder se estivermos focados nas nossas metas, sem desanimarmos perante a lentidão dos desenvolvimentos e a dificuldade em alcançar os resultados que esperamos. 

A união familiar, o fortalecimento de laços afetivos e a importância das sociedades estabelecidas estão em destaque e ajudam a fazer face às contrariedades da vida.

Encontramos no contacto com as coisas mais simples da vida a melhor maneira de seguir em frente, passo a passo. O progresso é lento, mas tudo aquilo que é construído agora tem boas perspetivas de vir a tornar-se sólido no futuro.

Financeiramente estão desaconselhados os riscos. É tempo de jogar pelo seguro, de poupar, de privilegiar o conforo e a estabilidade.

O Boi de Metal Yin aconselha a definir com cuidado a estratégia que seguimos, em qualquer área da nossa vida. As ações são mais lentas e devem ser ponderadas.

É um ano que pode trazer prosperidade e bons resultados, mas que exige um esforço árduo, constante e bem planeado. A consistência e a persistência são determinantes para o sucesso, assim como ter metas realistas.

A energia do Boi (assim como acontece, no Zodíaco Ocidental, com o signo Touro), é bastante prática e terra-a-terra. Ela convida-nos a manter os pés bem assentes no chão, avaliando as situações com rigor e realismo. Não é um bom ano para conquistas arrojadas nem para avançar para a realização de sonhos que não estejam bem fundamentados.

Afetivamente podem estar em destaque lutas causadas por questões de poder e autoridade. Será difícil romper com as tradições e com tudo aquilo que está firmemente estabelecido, mas é um ano favorável à introspeção e ao trabalho interior profundo, que antecede as grandes mudanças. Por outro lado, a dedicação aos outros está favorecida e ajudará a conquistar situações de maior estabilidade emocional. Há maior tendência para a preservação de laços, embora haja o risco de separações causadas por questões de autoritarismo e teimosia. A lealdade é uma das caraterísticas mais destacadas pelo Boi, e haverá um notável fortalecimento de laços, tanto a nível familiar como nas amizades que se provam perante as adversidades. Algumas amizades podem, até, fortalecer-se a ponto de evoluírem para um relacionamento amoroso. A preocupação com as crianças e com a sua educação será também constante.

A nível de saúde, o Ano do Boi de Metal aponta para a fragilidade ao nível do sistema respiratório, o que, tendo em conta a pandemia com que temos de lidar, reforça a importância de ter cuidados redobrados a este nível. O risco de cortes com objetos de Metal também é acentuado e, uma vez que a energia do Boi é bastante focada no trabalho árduo, é também importante saber conciliar o trabalho com o lazer, pois há maior risco de sofrer de exaustão. O contacto com a Natureza será, sempre, um bálsamo revigorante, aconselhado tanto quanto for possível pôr em prática.

Neste ano, estão mais favorecidos os nativos dos signos chineses Boi, Serpente e Galo, sendo um ano mais tenso para os nativos do signo Cabra.

Entregue e confie: há um plano superior para tudo

 

Perante as catástrofes, as injustiças e as situações de calamidade às quais não conseguimos fazer face, é fácil perder a esperança e desanimar, já que nada parece fazer sentido. Quando, pelo contrário, confiamos que existe uma ordem superior que preside a tudo o que existe e entregamos as nossas dúvidas e medos, confiando apenas, a vida quotidiana torna-se muito mais leve e mais fácil de suportar.

Seja qual for a ideia que tivermos de Deus, confiar num poder superior ajuda-nos a lidar com aquilo que não conseguimos compreender e que muitas vezes se torna difícil de suportar.

Embora nem sempre possamos determinar nem controlar as circunstâncias com as quais temos de lidar, temos sempre o poder de escolher a forma como lidamos com elas. Isso, por si só, não faz com que os obstáculos desapareçam, mas ajuda a fazer com que sejam mais facilmente suportáveis e superados.

Mudar a maneira como encaramos as situações tem um impacto tão profundo na nossa vida que pode, até, ajudar a curar desequilíbrios e doenças. Tudo parte do interior, da disposição da nossa mente.

Quer esteja a lidar com um problema de saúde, com uma situação de desemprego, com um grave problema financeiro, com um desgosto amoroso, um problema familiar, ou qualquer outro, mudar a maneira como pensa em relação à situação ajuda, de forma complementar, a resolvê-la. É claro que é sempre necessário agir de determinada forma: um problema de saúde precisa de acompanhamento e cuidados médicos, um problema financeiro ou profissional requer medidas concretas no plano material, um assunto amoroso ou familiar envolve também a resposta e o livre-arbítrio de outras pessoas. Ainda assim, o papel que a nossa escolha mental desempenha é também muito importante e pode fazer toda a diferença.

Em vez de desanimar perante as situações, entregue-as a Deus, ao Universo, ou a um poder que considere superior, confiando na sua ajuda para a resolução dessas mesmas situações.

É relativamente comum ouvirmos alguém dizer que "foi devido à força de vontade" de outra pessoa que essa mesma pessoa superou uma situação difícil. A força da vontade tem, de facto, um poder determinante ao lidar com as situações, ajudando em boa parte a encaminhar-nos para a resolução das mesmas. E a força de vontade radica, precisamente, nos pensamentos que escolhemos alimentar dentro de nós.

O que fazer para atrair as soluções para a sua vida? 

Concentrar a sua mente numa postura mais otimista, criada através da repetição diária de hábitos que passam a alterar a forma como encara a vida e como lida com as circunstâncias e que, desse modo, ajudam-no a ver com mais facilidade as soluções e as oportunidades.

Esses hábitos são, entre outros:

- Simplificar os seus hábitos diários.

- Afastar-se, tanto quanto possível, de tudo o que lhe complica a vida.

- Pensar nas suas canções preferidas e ouvi-las ou cantá-las várias vezes por dia. Seguir as sugestões musicais que lhe são apresentadas para descobrir novas músicas que sejam do seu agrado também é bastante positivo.

- Manter uma rotina diária de atividade física, nem que seja apenas fazer uma caminhada - mas faça-o todos os dias, sem excepção.

- Exercitar o seu corpo, mesmo que com atividades fáceis.

- Passar o máximo de tempo que puder com as pessoas que ama.

- Não lutar contra os pensamentos negativos - deixe-os ir embora, simplesmente. Substitua-os, sempre que surgirem na sua mente, por pensamentos que lhe tragam alegria e satisfação.

- Evitar os excessos, aprendendo a definir e a respeitar os seus próprios limites.

- Olhar-se no espelho logo de manhã e desejar a si próprio um bom dia. Antes de se ir deitar, à noite, olhe-se no espelho e deseje a si próprio uma boa noite.

- Concentrar-se na sua vida e manter-se afastado de assuntos que não lhe dizem respeito - tudo tem o seu próprio caminho e a sua própria razão de ser.

- Brincar com as crianças que fazem parte do seu dia-a-dia, ouvi-las com atenção e aprender com elas.

- Não dar conselhos que não lhe foram pedidos.

- Pensar duas vezes antes de falar.

- Ouvir os outros com atenção, muitas vezes eles têm algo para dizer que você realmente precisa de ouvir.

- Fazer os outros mais felizes do que aquilo que eles estavam à espera que você fizesse.

- Dar sem esperar nada em troca. Aquilo que tiver de ser seu, chegará a si.

- Estar sempre pronto para a mudança, mas também saber esperar e ser paciente.

- Rir, sempre que tiver vontade.

 

Acima de tudo, lembre-se que viver preocupado não vai resolver as situações por si só. Para além de fazer aquilo que no momento estiver ao seu alcance, pense que que está a ser reencaminhado para um caminho que é aquilo de que precisa. Há um plano superior que está acima das circunstâncias presentes e, na visão global das situações, tudo tem uma razão de acontecer e um propósito, mesmo que, na altura, possa ser difícil ou injusto.

Sempre que sentir que cometeu um erro, procure corrigi-lo mas lembre-se que é humano e está ainda a aprender a fazer as coisas da maneira certa.

Ajude os outros sempre que tiver essa possibilidade e cultive as suas virtudes. Não pense naquilo que irá receber em troca nem fique à espera que isso aconteça. Saiba, apenas, que tudo o que fazemos pelos outros um dia volta para nós. 

Procure que a sua vida seja honesta e produtiva. Por pouco que faça, faça algo de que se orgulhe. Partilhe as suas alegrias com os outros e, quando estiver a sentir-se em baixo, confie que o dia de amanhã lhe trará algo melhor.

Sabe por que razão Fevereiro tem 28 dias?

 

Dos 12 meses do ano, Fevereiro é o único que se destaca por ser mais pequeno que os demais. Conheça a história que explica por que razão Fevereiro tem apenas 28 ou 29 dias.

O calendário que ainda hoje seguimos foi criado pelos Romanos, que definiram dez meses, de acordo com as épocas de plantação e de colheita do ano. Os meses de Janeiro e de Fevereiro não existiam, porque eram épocas em que os campos estavam em pousio e não eram cultivados, e por isso o ano tinha apenas dez meses, começando em Março e terminando em Dezembro. Mais tarde, o rei Numa Pompílio, ajustou o calendário aos 12 ciclos lunares, e assim foram criados os meses de Janeiro e Fevereiro, ficando o ano com um total de 355 dias. Como os números pares eram considerados pouco auspiciosos, os Romanos fizeram com que todos os meses terminassem em números ímpares. No entanto, para que as contas ficassem certas um dos meses tinha que ser ímpar, e como Fevereiro tinha sido o último mês a ser criado foi este o mês escolhido. Era considerado um mês pouco favorável. Mas o calendário continuava a não coincidir com os ritmos da Natureza, com as plantações e as colheitas, o que se revelava pouco prático.

Foi então que quando Júlio César se tornou imperador ele fixou cada mês como tendo 30 ou 31 dias, para que os meses coincidissem com aquilo que hoje conhecemos como as estações do ano. Este calendário seguia os ritmos do Sol, e é aquele que ainda hoje é utilizado por nós, na sua essência. Faltava apenas um pequeno ajuste... Pois Fevereiro permanecia com 28 dias. Ninguém sabe ao certo por que razão Júlio César quis que assim fosse, mas acredita-se que o imperador quis provar que a superstição contra os números pares era infundada.

Este calendário vigorou até 1582, quando o Papa Gregório XIII introduziu mais um dia em Fevereiro a cada 4 anos para, desta forma, o calendário se manter tão próximo quanto possível do ritmo das estações do ano. Este sim, é o calendário que ainda hoje utilizamos: o dia que se acrescenta em Fevereiro ajuda a equilibrar a ajustar o ano aos ciclos do Sol. 

 

Outra história que explica o facto de Fevereiro ser um mês mais pequeno justifica-o com o orgulho dos imperadores romanos.

Julho tinha 31 dias em homenagem a Júlio César, e, quando César Augusto o substituiu, quis que Agosto, o «seu» mês, também tivesse 31 dias!

Por isso, roubaram-se dois dias a Fevereiro, para compensar haver dois meses seguidos de 31 dias (Julho e Agosto).

Por ser o mês mais pequeno, é a Fevereiro que se acrescenta um dia no ano bissexto, criado para corrigir a diferença entre o calendário gregoriano de 365 dias e o tempo que a Terra demora a dar a volta ao Sol, que é de 365 dias e seis horas.

De quatro em quatro anos, as seis horas extra de cada ano, todas somadas, compõem um dia, que é adicionado ao final de Fevereiro. Se não tivéssemos este ajuste, com o passar do tempo, as estações do ano estariam completamente desencontradas (o que, devido às mudanças climáticas, tem vindo a acontecer de qualquer modo).

Calendário lunar para Fevereiro 2021: os melhores dias do mês

 

Em Fevereiro temos uma Lua Nova em Aquário, que favorece a libertação total de vínculos que estão fora do nosso propósito principal de vida, e que nos ajuda a encontrar o nosso lugar. A Lua Cheia em Virgem, no final do mês, traz-nos maior estabilidade emocional e mental e ajuda-nos a organizar melhor o nosso dia-a-dia.

As fases da Lua em Fevereiro serão as seguintes:

dia 4 às 17.37 - Quarto Minguante em Escorpião - Esta fase lunar é especialmente transformadora e ajuda-nos a fazer cortes difíceis e a transformar as emoções que nos retiram energia, permitindo-nos assumir uma postura mais amorosa para connosco próprios. É uma das luas mais favoráveis para a libertação de hábitos nocivos e para fazer mudanças interiores, sendo também ideal para esquecer um amor que nos causa sofrimento e para aceitar o fim de situações que já não fazem parte da nossa vida.

dia 11 às 19.06 - Lua Nova em Aquário - Esta Lua Nova ajuda-nos a definir melhor os nossos limites e a compreender em que medida precisamos de sentir-nos mais livres dentro das circunstâncias em que vivemos. É uma fase lunar muito favorável para iniciar um capítulo totalmente novo na nossa vida, nomeadamente no que diz respeito às relações mais próximas que estabelecemos.

dia 19 às 18.47 - Quarto Crescente em Gémeos - A atividade mental está em destaque porque, para além de a energia lunar estar numa fase crescente em Gémeos, Mercúrio está prestes a ficar direto e o Sol acabou de entrar em Peixes, o signo da intuição e da compreensão profunda dos mistérios da vida. Esta fase lunar é muito favorável para encontrar as soluções de que precisamos e para resolver assuntos que estavam a incomodar-nos.

dia 27 às 08.17 - Lua Cheia em Virgem - Esta Lua Cheia ajuda-nos a organizar melhor as nossas rotinas e a definir metas e objetivos de forma mais concreta e disciplinada. A nossa mente está mais focada na segurança e naquilo que reforça a nossa estabilidade, o que é favorável para o desenvolvimento de situações e para dar uma estrutura mais sólida aos nossos projetos e sonhos. 

Tome nota dos melhores dias de Fevereiro...

A nível profissional e financeiro:

Começar um negócio - 19, 20, 21

Investir num negócio - 24, 25, 26

Começar novas parcerias de trabalho ou financeiras - 11, 12, 20, 21

Pedir contratos - 25, 26

Fazer novos investimentos - 27, 28, 29

Pedir um empréstimo - 19, 20, 21

Negociar - 25, 26, 27

Assinar contratos - 27, 28

Fazer compras importantes - 11, 12

Decorar a casa - 10, 11, 12

 

A nível amoroso:

Para conhecer pessoas novas - (EM SEGURANÇA) - 10, 11, 12, 19, 20

Para dinamizar a relação - 19, 20, 21

Para esquecer um amor - 4, 5, 6, 10, 11

 

Para a saúde e bem-estar:

Mudar de hábitos - 4, 5, 6, 7, 11, 12

Receber visitas (em segurança) - 19, 20

Cortar o cabelo para ele crescer mais depressa - 19, 20, 21

Cortar o cabelo para ele crescer mais devagar - 4, 5, 6

 

 

Atenção: Este calendário serve como uma orientação, baseada nas fases e nos signos em que a Lua estará ao longo do mês. Não é obrigatório restringir as suas ações aos dias indicados, porém se tiver estas datas em consideração terá maiores hipóteses de ser bem-sucedido nos seus empreendimentos e projetos.

Previsões astrológicas para Fevereiro 2021 signo a signo

 

Fevereiro traz alguns desafios, já que a nível astrológico há uma concentração pouco comum de planetas em Aquário. Mercúrio está retrógrado, obrigando-nos a controlar os nossos impulsos e deixando a nossa mente mais inquieta. Conheça as previsões para o seu signo neste mês!

Carneiro

Estará bastante agitado e com vontade de agir, mas as forças das circunstâncias vão impôr limitações às suas ações e isso irá criar inevitavelmente uma frustração latente. Procure descomprimir e descarregar energias de forma constante,  pois tenderá a acumular bastante tensão. Aproveite este mês para avançar a nível profissional e para explorar ideias mais arrojadas, pois a sua atividade mental estará em destaque, assim como a sua ousadia, e isso vai ajudá-lo a encontrar soluções inesperadas para problemas que vinham a preocupá-lo há já algum tempo. É provável que sinta necessidade de ter maior liberdade nas suas relações com os outros, pelo que será essencial que, mesmo estando confinado em casa, encontre tempo para estar sozinho, de preferência ao ar livre.

Touro

Este mês não será fácil para si, porque há vários planetas a formar aspetos tensos ao seu signo, e porque, para além disso, Marte e Úrano estão no seu signo e formam uma quadratura (aspeto difícil) com esses planetas. Gerir a sua tensão interior será um desafio constante, pois tenderá a querer descarregar em quem está à sua volta a frustração que sentir quando as situações não correrem da forma que esperava. Ainda assim, este mês pode ser proveitoso em termos profissionais, desde que saiba canalizar devidamente as suas energias para as suas metas. É essencial manter uma postura flexível e saber adaptar-se às circunstâncias à medida que elas surgirem. Atitudes de teimosia não vão levá-lo a lado nenhum, saiba aprender com os desafios e reforçar as suas competências e capacidades.

Gémeos

Mercúrio, o seu planeta regente, passa boa parte do mês em movimento retrógrado, e isso pode deixá-lo especialmente inquieto, nervoso e inseguro em relação às decisões que deve tomar ou às escolhas que deve fazer, já que, para além de estar retrógrado, Mercúrio se encontra em Aquário, outro signo de Ar. A ênfase colocada neste signo durante este mês terá um efeito muito imediato sobre si, pois Gémeos e Aquário são bons companheiros, e a energia de Aquário aguça a sua curiosidade e impulsiona a sua mente, fazendo com que seja difícil refrear os seus impulsos. Terá muitas ideias novas e estará ansioso para pô-las em prática, mas as limitações e os atrasos com que também se irá confrontar vão obrigá-lo a canalizar melhor as suas energias e a estabelecer planos mais concretos de ação.

Caranguejo

Evite alimentar sentimentos de insegurança, pois neste mês a ênfase planetária em Aquário faz com que a atividade mental seja particularmente intensa e, no seu caso, isso pode fazer com que dê maior importância a medos que são infundados, deixando que os seus maiores receios tomem conta de si. Seja prático, tanto em questões de trabalho como no que diz respeito à sua saúde e à dos seus, e evite alarmismos. Aja de acordo com o bom senso e tenha mais confiança nas suas capacidades. Manter rotinas equilibradas e saudáveis será essencial para conseguir manter o equilíbrio. 

Leão

Há vários planetas a transitar em Aquário, o signo que se opõe ao seu e, como tal, estará em destaque na sua vida este mês a esfera sentimental, especialmente no caso de já ter um relacionamento. Sentirá dificuldade em definir o que procura, mas haverá dentro de si uma inquietação latente, que reclama liberdade e que o faz ir em busca de novos estímulos. Mesmo que tenha uma relação de longa data e que seja fiel, desafiará o seu par a sair da rotina, porque não se sente satisfeito com determinadas rotinas que se impuseram na relação e que acabam por se tornar demasiado pesadas para si. Este mês pode vir revolucionar a sua vida afetiva, embora lhe traga momentos de grande tensão e até algumas reviravoltas e explosões inesperadas, já que Úrano e Marte em Touro estão a pressioná-lo a fazer com que o seu rugido seja ouvido - e respeitado.

Virgem

A sua mente estará muito agitada porque, para além da ênfase planetária no signo Aquário, que é bastante diferente do seu e com o qual tem sérias dificuldades de entendimento, também Mercúrio, o seu planeta regente, está retrógrado. Precisa de ordem e de sentir que controla as situações, e isso, neste mês, será praticamente impossível. Terá de lidar com a incerteza e com situações que mudam a todo o momento, o que vai deixá-lo particularmente ansioso. Ainda assim, este período será bastante importante na sua vida, já que vai ajudá-lo a superar alguns bloqueios e receios que no passado o impediram de expressar o que sentia ou o que desejava. Confie mais em si próprio e aprenda a encontrar dentro de si a segurança de que precisa.

Balança

Este mês será intenso mas, para si, ele pode trazer importantes vantagens e oportunidades inesperadas. De certa forma poderá, até, sentir que as suas preces foram finalmente ouvidas, já que haverá mudanças que lhe vão trazer possibilidades novas. A nível amoroso, sentir-se-á mais ousado e confiante, o que ajudará a revitalizar uma relação e a escapar um pouco à rotina, mesmo estando em casa. A relação com os seus filhos também está favorecida, proporcionando momentos de forte cumplicidade em família. Aproveite a sua criatividade, que estará especialmente acentuada, e liberte a sua mente através da expressão artística, seja de que forma for.

Escorpião

A vida familiar pode causar uma certa pressão sobre si, já que este mês pode ver-se confrontado com oposições às suas ideias e com dificuldades que o obrigam a pensar melhor antes de agir. Nem sempre será fácil resolver assuntos que implicam a vida familiar, precisamente porque as suas ideias nem sempre serão bem recebidas ou porque, simplesmente, será difícil derrubar obstáculos que se apresentam no seu caminho. A sua mente estará especialmente perspicaz e, embora não seja um período favorável para agir nem para avançar (afinal de contas, Mercúrio está retrógrado), ele será, sem sombra de dúvida, ótimo para explorar abordagens alternativas e para experimentar agir de maneira diferente ao lidar com questões antigas. 

Sagitário

As relações mais próximas estarão em destaque e, neste período de confinamento, poderá assumir um papel de liderança em ações relacionados com a vizinhança e com os círculos de pessoas com quem tem relações mais chegadas, como os irmãos ou velhos amigos. A sua presença será uma força motivadora, até porque está em destaque a sua rebeldia e carisma, assim como a sensibilidade às questões sociais, o que fará com que depressa se envolva em projetos que visam contribuir para o bem de todos. Será um mês intenso, e a sua mente estará particularmente inspirada, por isso, não páre!

Capricórnio

A sua vida financeira estará em destaque e, embora tenha desafios inesperados por resolver, pode ter também boas oportunidades que vão abrir-lhe outras portas e ajudá-lo a abordar as situações de forma mais arrojada, mas também mais eficiente. Aproveite esta fase para explorar outros recursos, a sua mente estará especialmente focada em resolver questões práticas e conseguirá, dessa forma, tirar o melhor partido das circunstâncias nas quais se encontra.

Aquário

Neste mês há uma ênfase fora do comum no seu signo porque, embora esta seja a altura do ano em que o Sol está em Aquário, neste ano também Saturno, Júpiter, Vénus e Mercúrio se encontram a transitar neste signo. Assim sendo, este mês será especialmente intenso para si. Está a ter uma oportunidade rara para fazer mudanças radicais e absolutas na sua vida, sendo ajudado pelo Universo a avançar com as suas ideias e com sonhos que há muito tempo acalentava. Não espere, no entanto, facilidades, pois Marte e Úrano encontram-se a fazer um aspeto tenso a Aquário, obrigando-o a mostrar a fibra de que é feito.

Peixes

Neste mês pode haver uma profunda revolução dentro de si. Muito do que guarda para si pode ser posto em análise, tanto por si próprio como pelas circunstâncias, que o obrigam a confrontar os seus medos e receios e a tomar atitudes mais assertivas em relação a si próprio. Pode sentir que, finalmente, tem a coragem de que precisa para tomar decisões importantes e para expressar o que sente e o que pensa. E, mesmo que a sua postura se mantenha calma, muito estará a acontecer dentro de si, antecipando uma grande transformação interior.

 

Estes 4 signos vão sentir mais os efeitos de Mercúrio retrógrado

 

A 30 de Janeiro de 2021 Mercúrio fica retrógrado pela primeira vez este ano e, durante aproximadamente um mês, haverá um certo abrandamento no desenvolvimento de situações. Pode haver mal-entendidos, contratempos e obstáculos com os quais nem sempre será fácil lidar. Saiba quais são os quatro signos que vão sentir de forma mais intensa os efeitos de Mercúrio retrógrado.

Mercúrio é o planeta que está mais próximo do Sol. A sua órbita é mais pequena, o que faz com que seja o planeta mais veloz do sistema solar, até porque é também o mais pequeno. Responsável por tudo o que diz respeito ao mundo das ideias, à partilha de informação e ao conhecimento, Mercúrio influencia a vida inteletual e afeta a forma como nos expressamos e como comunicamos com os outros, assim como os próprios processos mentais de cada um de nós. Mercúrio fica retrógrado várias vezes ao longo de cada ano, e sempre que isso acontece a energia cósmica faz-nos "pensar duas vezes" sobre as situações, quer seja porque tendem a desenvolver-se de modo mais lento, quer seja porque as próprias circunstâncias nos forçam a fazer uma paragem ou, pelo menos, a abrandar o ritmo.

Mercúrio encontra-se, em Janeiro, no signo Aquário, cuja energia está enfatizada porque há vários planetas a atravessar este signo. Em Aquário, Mercúrio incentiva as descobertas, as inovações e, também, a contestação de ideias, a discussão, a procura pela melhoria de situações sociais. Ao ficar retrógrado em Aquário Mercúrio obriga-nos a reavaliar as questões com que estamos a lidar nestes domínios. Antes de retomar o seu movimento direto e progredir para o signo Peixes, Mercúrio permanece em Aquário obrigando-nos a revisitar os mesmos temas com que nos temos debatido ao longo do último mês.

O final de Janeiro será, de certa forma, tempo de "voltar atrás" - é preciso reler contratos, ponderar decisões, rever argumentos e tomadas de posição, esclarecer situações, reformular planos e projetos. Só podemos retomar a marcha quando temos a certeza de que não deixámos fios soltos nem casos em aberto.

Mercúrio retrógrado em Aquário pode deixar-nos confusos perante as informações que recebemos, o que nos obriga a evoluir mentalmente e, dessa forma, expande a nossa mente permitindo-nos ver para além do óbvio e ajudando-nos a relacionar fatos, o que faz com que consigamos ver as situações de uma perspetiva mais abrangente, como se estivéssemos do lado de fora delas.

Este período pode apresentar desafios inesperados, mas oferece-nos  uma boa oportunidade para resolver situações que se apresentam complicadas ou complexas e para experimentar abordagens diferentes daquelas que geralmente adotamos.

O Universo ajuda-nos a arriscar sair da nossa zona de conforto e proporciona-nos um conhecimento mais amplo e profundo a respeito de nós próprios, daquilo que temos de resolver na nossa vida individual, e daquilo que nos afeta a todos enquanto grupo.

De acordo com a posição de Mercúrio retrógrado, os nativos do terceiro decanato serão aqueles que estão mais diretamente ligados com a sua energia. Os signos que serão mais afetados por esta influência são aqueles que formam aspetos mais fortes com Aquário. Eles são:

Touro

Por formar um aspeto tenso com Aquário, este signo terá alguns desafios pela frente, principalmente a nível profissional. Poderá haver falhas de comunicação, mal-entendidos e atrasos e, sobretudo, será difícil manter a ordem e a estabilidade de que tanto gosta, pois depressa perceberá que os métodos que antes  usava já não surtem o mesmo efeito. Terá de aventurar-se em domínios que desconhece, o que não é fácil para estes nativos, mas os resultados podem ser bastante compensadores. Devido ao facto de Marte e Úrano estarem no seu signo, há uma tendência latente para explosões, que deve tentar a todo o custo evitar. Respire fundo e tente encontrar as soluções de que precisa, sem se precipitar.

Leão

Este é o signo oposto a Aquário e, como tal, tanto Mercúrio retrógrado como outros planetas (Vénus, Júpiter, Plutão, Saturno e também o Sol) estão a "varrer" a sua vida amorosa, nomeadamente no que diz respeito a um relacionamento ou compromisso afetivo. Haverá uma forte revolução a este nível, que vem obrigá-lo a definir melhor os seus limites (afinal de contas, Aquário é o signo que mais preza a sua liberdade). Ao conseguir definir melhor a sua posição e aquilo que procura, conseguirá avançar com maior segurança e certeza. Poderá ver-se envolvido em situações duvidosas, que o deixam inquieto por não saber como lidar com elas, mas vai conduzi-lo para o caminho que é melhor para si.

Escorpião

A vida familiar e os assuntos relacionados com a sua infância, os traumas ou marcas que ficaram em si e tudo aquilo que afeta mais diretamente a sua segurança emocional estarão em destaque durante este período. É tempo de se encontrar a si próprio e, especialmente, de saber manter a sua integridade em tempos de incerteza, descobrindo maneiras de ser quem é, expressando livremente a sua individualidade, sem se deixar afetar por aqueles que estão à sua volta.

Aquário

Porque Mercúrio se encontra retrógrado no seu signo, a sua identidade pessoal será reavaliada por si mesmo. Pode deparar-se com aspetos da sua personalidade que não lhe agradam ou que não reconhece, sentindo que se encontra num processo de profunda transformação interior. Nem sempre será fácil conseguir expressar o que sente e pode até sentir, por vezes, que é mal interpretado ou que ninguém o compreende.

 

Embora estes sejam os signos mais afetados por Mercúrio retrógrado em Aquário, todos os outros estarão, de alguma forma, em ligação com esta influência. As pessoas que têm o Ascendente ou a Lua em algum destes signos estarão também mais suscetíveis a este movimento planetário.

Como estão os astros em Fevereiro 2021? Conheça a energia do mês

 

Chega o segundo mês do ano e, com ele, novos desafios. Conheça os principais movimentos planetários e saiba de que forma eles afetam a energia dominante neste mês.

Fevereiro começa ainda sob os efeitos da Lua Cheia em Leão, no dia 28, que veio acompanhada pela conjunção de Júpiter com o Sol, que trouxe uma renovada necessidade de agir, de concretizar, de avançar.

Mercúrio ficou retrógrado no dia 30 de Janeiro, e assim permanecerá até dia 20 de Fevereiro, marcando a energia deste mês. Mercúrio encontra-se em Aquário e pode deixar a nossa mente mais agitada e confusa.

Este mês pode ser difícil tomar decisões, devido a esta influência, mas estão ao nosso dispor novas possibilidades.

Aquário é o signo em destaque ao longo do mês, e ele representa as mudanças, as inovações, e tudo aquilo que vai contra as tradições, o habitual, o tradicional. Esta energia favorece novas atitudes, mudanças de postura e de hábitos. É uma boa fase para refletir sobre aquilo que já não está a trazer-lhe felicidade ou satisfação pessoal, e para ponderar sobre o que precisa de ser mudado para poder obter melhores resultados. Devido ao facto de Mercúrio estar retrógrado, pode ter dificuldade em ver com clareza o que deve ser feito, e não é uma boa altura para agir, mas é sem dúvida um período muito propício para efetuar mudanças a nível interior.

No dia 8 de Fevereiro Mercúrio forma uma conjunção ao Sol, e isso pode trazer alguma clareza mental, iluminando aspetos que estavam ocultos em relação a uma situação ou ajudando-o a ganhar uma nova perspetiva sobre ela.

Vénus e Úrano formam uma quadratura, e a sua atuação incidirá especialmente na área dos relacionamentos, podendo trazer assuntos que ficaram por resolver em relações do passado ou fazendo com que a dúvida e a incerteza ponham à prova as relações de longa data. Não será fácil lidar com os conflitos e equilibrar as necessidades de ambos os parceiros. Questões relacionadas com a liberdade individual virão à tona, porque Vénus se encontra em Aquário, um dos signos que mais precisa de liberdade, e porque Úrano, que é regente de Aquário, continua a estar em Touro, o signo da possessividade e do ciúme. Úrano traz, muitas vezes, informações inesperadas para as quais nem sempre estamos preparados ou com as quais nem sempre sabemos lidar.

Para além de Mercúrio e de Vénus, de Júpiter e Saturno e, claro, do Sol, também a Lua Nova deste mês ocorre em Aquário, no dia 11, acentuando ainda mais esta energia. Haverá um foco muito claro nas questões que estão mais diretamente relacionadas com o signo Aquário e, sendo este um signo de expansão, poderá haver um verdadeiro alargamento de horizontes na nossa vida, mesmo que não tenhamos consciência imediata da importância das mudanças que estão a acontecer. Acontecimentos inesperados podem exigir maior atenção da nossa parte, confrontando-nos com situações para as quais não estávamos preparados.

A Lua Nova em Aquário oferece-nos a oportunidade de um novo começo, seja em que área da sua vida precisar dele.

Aproveite esta energia para se concentrar naquilo em que deseja evoluir, ou de que deseja libertar-se, já que Aquário ajuda a ver as situações numa perspetiva mais geral, como se estivéssemos a vê-las do lado de fora e, desse modo, permite-nos ganhar pontos de vista mais amplos, o que por sua vez nos ajuda a encontrar soluções.

No dia 17 de Fevereiro, Saturno forma um aspeto tenso (quadratura) com Úrano, e isso poderá trazer conflitos e tensões para o nosso quotidiano. A necessidade de agir de acordo com a nossa vontade individual pode chocar com aquilo que somos obrigados pelas circunstâncias a fazer, e não será fácil manter uma atmosfera harmoniosa à nossa volta. Questões relacionadas com a autoridade podem eclodir, havendo desafios que importa enfrentar com a maior serenidade que conseguirmos, para não perdermos a razão e o controlo sobre nós próprios.

No dia 18 o Sol entra em Peixes, e a energia predominante começa a dissolver-se lentamente. O Sol em Peixes acentua a compaixão pelos outros e por nós próprios, ajudando a trazer mais serenidade para o nosso coração. 

No dia 20, Mercúrio deixa de estar retrógrado, o que também contribui para um maior alívio a nível energético. Lentamente, as situações que nos apoquentavam começam a fluir, a tensão que sentíamos começa a desvanecer-se, e a nossa mente começa enfim a encontrar uma certa paz. 

No dia 26, Júpiter forma um trigono com o Nodo Norte, e isso ajuda-nos a avançar e a vencer os medos que nos limitavam os movimentos. Este período é favorável ao desenvolvimento pessoal e à resolução de situações que se vinham a arrastar. Este trânsito favorece o nosso crescimento e amadurecimento, permitindo-nos processar de forma mais consciente e adulta tudo aquilo por que passámos recentemente nas situações particulares da vida de cada um. 

Fevereiro termina com a Lua Cheia em Virgem, no dia 27, que ajuda a ter uma melhor compreensão das situações, já que este é um signo particularmente prático, metódico e ponderado. É uma boa fase para rever as nossas rotinas e para estruturar melhor os nossos planos de ação, ajustando-nos melhor àquilo que a vida nos pede para fazer.

De um modo geral, Fevereiro será um mês um tanto explosivo, com muito de imprevisto a acontecer e em que será difícil manter a estabilidade. Procure manter-se à tona, encontrando uma posição que lhe seja favorável e que o ajude a "flutuar" até chegar a terra firme. Caminhamos num sentido que é difícil de definir mas, para uma boa parte de nós, está em  curso um processo de profunda transformação, não só a nível individual, como enquanto grupo.

Oração a Nossa Senhora das Candeias

 

Nossa Senhora das Candeias, da Luz, da Candelária ou da Purificação são vários nomes para a apresentação de Maria, Mãe de Jesus, no Templo do Senhor, 40 dias depois de ter dado à luz o seu santo Filho.

Conta-se que, no tempo em que Jesus nasceu, uma mulher que tivesse dado à luz ficava impura, e que só 40 dias depois do parto podia voltar a apresentar-se no Templo, perante o sumo-sacerdote, levando um cordeiro, duas pombas ou duas rolas para apresentar o seu sacrifício e, desse modo, voltar a purificar-se.

A festa de Nossa Senhora das Candeias, que é também a festa da Apresentação do Senhor, retrata esse momento em que Maria voltou ao Templo, levando pela primeira vez o Menino Jesus. Considerando-se que o nascimento de Jesus aconteceu a 25 de Dezembro, o dia 2 de Fevereiro perfaz os 40 dias que teriam decorrido até ao dia da purificação de Maria e da Apresentação do Senhor.

Conta a Bíblia, também, que no Templo São Simeão pegou no Menino Jesus ao colo e, erguendo-o, profetizou que Ele traria ao mundo a Luz e a salvação:

"E pelo Espírito foi ao templo e, quando os pais trouxeram o menino Jesus, para com ele procederem segundo o uso da lei,
Ele, então, o tomou em seus braços, e louvou a Deus, e disse:
Agora, Senhor, despedes em paz o teu servo, Segundo a tua palavra;
Pois já os meus olhos viram a tua salvação,
A qual tu preparaste perante a face de todos os povos;
Luz para iluminar as nações, E para glória de teu povo Israel."


(Lucas 2:27-32)

Esta passagem bíblica representa também a primeira dor de Nossa Senhora das Dores, pois Simeão prosseguiu com a sua profecia:

"E José, e sua mãe, se maravilharam das coisas que dele se diziam.
E Simeão os abençoou, e disse a Maria, sua mãe: Eis que este é posto para queda e elevação de muitos em Israel, e para sinal que é contraditado
(E uma espada traspassará também a tua própria alma); para que se manifestem os pensamentos de muitos corações.
E estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Esta era já avançada em idade, e tinha vivido com o marido sete anos, desde a sua virgindade;
E era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia.
E sobrevindo na mesma hora, ela dava graças a Deus, e falava dele a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém.
E, quando acabaram de cumprir tudo segundo a lei do Senhor, voltaram à Galiléia, para a sua cidade de Nazaré."
Lucas 2:33-39

 

Desta passagem bíblica surgiu, pois, o culto a Nossa Senhora das Candeias, lembrando que Jesus veio trazer a luz aos povos. Esta festividade começou por ser celebrada com uma procissão de velas.

Nos momentos em que precisar de uma "Luz" especial, reze a seguinte oração a Nossa Senhora das Candeias:

Virgem Santíssima das Candeias,
vós que, pelos merecimentos do vosso Filho Omnipotente,
tudo alcançais em benefício dos pecadores
de quem sois igualmente Senhora e Mãe,
Vós que não desprezais as súplicas humanas
e que não lhes fechais o vosso coração compassivo e misericordioso,
Iluminai-me, peço-vos, na estrada da vida,
dai-me coragem e orientai os meus passos e as minhas orações
para o verdadeiro Bem.
Livrai-me de todos os perigos a que está exposta a minha fragilidade.
Defendei-me dos meus inimigos,
como defendeste o vosso amado Filho
das perseguições que sofreu enquanto Menino.

Não consintas que eu seja atingido por ferro, fogo ou doença alguma e,
epois de todos estes benefícios da vossa clemência nesta vida,
conduzi a minha alma para a morada dos Anjos, onde com Jesus Cristo,
vosso Filho e Nosso Senhor,
viveis e reinais, pelos séculos.
Ámen.

Imbolc: a festa das luzes e do Fogo purificador

 

Os antigos povos pagãos, dos quais conhecemos melhor os Celtas, regiam o seu calendário pelos ritmos da Natureza e do Universo. O seu calendário assinalava algumas festividades especiais, destacando-se os Solstícios e os Equinónios, que marcam mudanças significativas no desenrolar dos dias. A última festividade do ano é o Solstício de Inverno, a noite mais longa. A primeira é o Imbolc, que nos lembra que a Primavera não tarda a chegar. 

O Imbolc é ainda hoje celebrado pelos pagãos e pela Wicca (religião neopagã que se rege pela Natureza, adorando de igual modo o Deus e a Deusa, que procura o desenvolvimento espiritual através do conhecimento da Natureza e da natureza humana. Está muitas vezes associada à Magia Branca, do Bem, que respeita todos os seres sem interferir com o livre arbítrio de cada um).

Assinala-se na noite de 1 para 2 de Fevereiro, a meio caminho entre o Solstício de Inverno e o Equinócio da Primavera, marcando o tempo em que começam a despontar os primeiros sinais da aproximação da Primavera. (De notar que o nome Fevereiro deriva do latim Februarius, que por sua vez está associado a Februa, a festividade romana de purificação, e ao deus Februo, deus da morte e da purificação.)

Esta festividade está associada à deusa celta Brigid (que corresponde a Santa Brígida) sendo  uma deusa com três faces. Ela é a deusa do fogo, da cura e da poesia. Diz-se que possui a Chama eterna, carregando consigo uma tocha que nunca se apaga. O fogo tem o poder de curar, de transformar, de limpar e de afastar aquilo que é negativo (os primeiros povos usavam o fogo para afastar a escuridão das suas cavernas e para se protegerem contra os ataques dos animais selvagens).  

Brigid é também a deusa que estimula a intuição, a iluminação interior, a vitalidade. Ela lembra-nos da importância de dormirmos as horas necessárias para que a mente possa restabelecer-se do cansaço dos dias, e de relaxarmos, para que possamos ter espaço mental para sonhar, a dormir ou acordados. São os nossos sonhos que nos trazem o fôlego e o alento para enfrentarmos as exigências quotidianas.

O Imbolc é também chamado a festa das luzes e do fogo purificador (a festividade católica que lhe corresponde é a festa de Nossa Senhora das Candeias, também chamada Nossa Senhora da Candelária ou Nossa senhora da Luz) e está associado ao fogo e à fertilidade. É no início de Março que nascem os cordeiros, e muitas vezes os pastores só percebiam que as ovelhas estavam prestes a dar à luz em Fevereiro, quando as suas barrigas ganhavam maior volume. A alegria da renovação da vida trazia-lhes assim a segurança de que voltariam a ter gado, e por essa razão esta passagem da Natureza passou a ser celebrada. A palavra Imbolc significa, na sua origem, "na barriga". É o período em que muitos animais entram na fase do cio, que permite a procriação. Nas terras mais frias, onde há gelo e neve, estes começam a derreter por esta altura; para trás fica o período mais frio do Inverno. A erva fresca começa a despontar nos campos, a água corre ágil nos ribeiros: toda a natureza se espreguiça depois do tempo da hibernação e prepara-se para o despertar que chegará com a Primavera.

Nesta altura do ano os dias são já visivelmente maiores (já reparou que às 18 horas ainda é dia?).

Esta altura do ano é ideal para realizar rituais de purificação e de abertura de caminhos, para preparar terreno para a chegada da Primavera, quando plantamos as sementes daquilo que desejamos ver florir na nossa vida. Mas, por enquanto, devemos apenas "preparar o terreno", limpando a nossa energia e a energia do espaço que nos rodeia.

Primeiro, é aconselhável fazer uma limpeza geral na sua casa, varrer o chão (o ato de "varrer" tem um simbolismo de limpeza muito mais forte do que aspirar. Mesmo que aspire, é conveniente varrer depois o chão de cada divisão de sua casa, sempre no sentido dos ponteiros do relógio, empurrando o pó até à porta, apanhando-o depois), esfregar bem as paredes e as loiças da cozinha e da casa de banho, limpando os móveis, esvaziando alguns ao dar a alguém mais necessitado aquilo que você já não usa.

Depois, na noite que antecede o Imbolc (noite de 1 de Fevereiro) é aconselhável fazer um ritual do Fogo. Antes de o fazer, à medida que anoitece (a 1 de Fevereiro), acenda TODAS as luzes de sua casa e todos os bicos do fogão (menos os que forem elétricos, só contam os que têm "chama").

Diga então: O fogo e a luz aquecem o meu coração e iluminam a minha vida, purificam a minha casa e preparam-me para o renascimento.

Apague logo de seguida todas as luzes e os bicos do fogão, e retome a sua vida normal. 

Pág. 3/3