Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Como estão os astros em abril de 2022? Conheça a energia do mês!

Abril promete intensidade: temos neste mês a conjunção de Júpiter e Neptuno, um dos acontecimentos cósmicos mais aguardados e auspiciosos, e também o primeiro eclipse deste ano!

iii.jpg

Abril começa com uma forte energia que favorece a ação: logo no dia 1, o Sol em Carneiro está unido à Lua Nova, no mesmo signo, sendo o início deste mêsum dos melhores períodos do ano para desenvolver projetos e apostar em novas ideias. O Sol em Carneiro motiva-nos a superar os limites que nos condicionam e a vencer os nossos medos e crenças que nos limitam. A Lua Nova em Carneiro é particularmente favorável para impulsionar projetos e pôr em marcha sonhos antigos, sendo também um período bastante propício para o amor e o romance, especialmente no caso de quem está só e deseja encontrar um novo amor ou em relacionamentos recentes. Carneiro é um signo de Fogo, ardente e impetuoso, caraterizado pelo entusiasmo e pela garra que dão motivação e alegria ao coração.

Nesta Lua Nova ainda continua a não haver planetas retrógrados, o que também é favorável para apostar em ideias novas e progredir. Aproveite este período para dinamizar tudo aquilo que deseja ver ganhar força na sua vida, pois tão cedo não voltaremos a ter um período tão propício para a ação. Mercúrio, que também está em Carneiro, forma uma conjunção com o Sol e com a Lua, o que faz com que a nossa mente esteja especialmente ágil e corajosa, incitando-nos a avançar sem medos, mesmo que tenhamos de correr riscos.

Ainda no início do mês, temos como alerta a conjunção entre Marte, que é o regente de Carneiro, o signo que está em destaque, e Saturno, o planeta das limitações, o que pode causar alguns atritos no quotidiano, motivados pela vontade de querer impor pontos de vista à força e pela dificuldade em ceder. Esta conjunção é exata no dia 4, que pode trazer-nos algumas restrições e obrigar-nos a assumir o peso das nossas responsabilidades.

No dia 12 de abril temos um dos acontecimentos cósmicos mais aguardado do ano e que é considerado especialmente auspicioso: Neptuno e Júpiter encontram-se, trazendo a possibilidade de alcançar o inimaginável. Júpiter é o planeta da sorte e da expansão, Neptuno está ligado à força criadora da mente inconsciente. Há 13 anos que estes dois planetas não se encontravam e há 166 anos que não se encontravam no signo Peixes, do qual Neptuno é regente, e que está associado ao sonho e à imaginação. Antes de Neptuno ser descoberto, Júpiter era considerado o planeta regente de Peixes, pelo que os dois planetas têm uma familiaridade especial com a energia deste signo. Esta fase é especialmente favorável para atrair a realização dos seus desejos - aquilo a que se chama manifestar. Definir aquilo que quer alcançar, expressar com clareza essa intenção e confiar que o que pediu está a caminho pode ganhar uma força especial nestes dias, já que a energia planetária de Neptuno e de Júpiter pode ajudar a alcançar metas que pareciam estar demasiado longe ou ser mesmo inacessíveis. Dedique também mais tempo a atividades como a Meditação e reflita melhor sobre aquilo que procura resolver, pois este período pode trazer-lhe respostas importantes e ajudá-lo a conhecer uma dimensão muito mais profunda das situações.

Todas as atividades relacionadas com a espiritualidade estão especialmente favorecidas neste período - aproveite-o para fortalecer os seus dons e aprofundar os seus conhecimentos, expandindo a sua consciência nestes domínios.

Tenha atenção, contudo, e durante este período evite assinar documentos importantes ou tomar decisões que possam vir a ter consequências importantes. A conjunção de Neptuno e Júpiter deixa-nos cheios de fé e confiança e pode fazer com que não prestemos a devida atenção a detalhes que podem vir a comprometer-nos mais tarde.

No dia 16 de abril a Lua Cheia em Balança traz-nos uma Páscoa em que estão em destaque os afetos, opondo a energia do Sol em Carneiro à Lua em Balança. Esta fase é favorável para apostar no fortalecimento de laços afetivos e, sobretudo, para corrigir desequilíbrios num relacionamento, gerindo melhor as necessidades de cada um, as prioridades e as cedências que ambos precisam de fazer em prol da relação. Saturno forma um aspeto harmonioso com a Lua e com o Sol, o que é bastante favorável para compromissos a longo prazo, trazendo solidez e segurança às ações que forem agora levadas a cabo e às decisões que forem tomadas. A paixão está acentuada, mas também há um certo risco de surgirem conflitos motivados pela luta pelo poder na relação, já que Plutão forma um aspeto tenso à Lua Cheia em Balança.

Abril avança com uma energia sempre bastante propícia à ação mas, à medida que nos aproximamos da reta final do mês, o abrandamento começa a fazer-se sentir. O Sol entra no signo Touro no dia 20, sendo este um dos signos considerados mais "lentos" no sentido em que leva tempo a tomar decisões e a agir. Quando o Sol está em Touro, a impulsividade com que o Sol em Carneiro nos caraterizava cede lugar à apreciação demorada dos prazeres da vida, à ponderação e à reflexão. Quando o Sol está no signo Touro estão favorecidas as atividades que contribuem para fortalecer a nossa segurança material e, mesmo noutras áreas da nossa vida, este período é especialmente benéfico para atender aos detalhes e avançar de forma bastante ponderada, avaliando as situações com sabedoria. 

No dia 29 de abril Plutão fica retrógrado, após quase dois meses em que todos os planetas estiveram diretos. A energia de Plutão retrógrado pode remexer com o mais íntimo de nós, com as emoções mais bem guardadas, as paixões que escondemos, os medos que nos assaltam. Plutão está em Capricórnio e por isso mexe, também, com assuntos ligados ao poder e às finanças, e podemos ter importantes desenvolvimentos relacionados com a nossa economia a partir dessa altura - sendo que, como Plutão está retrógrado, estes desenvolvimentos de situações podem implicar, na verdade, atrasos, contratempos e indecisões que nos limitam e condicionam.

A culminar a energia densa que Plutão retrógrado traz, que pode deixar-nos mais impacientes neste final do mês, abril termina com o primeiro eclipse do ano, que ocorre com a Lua Nova em Touro - esta é a segunda Lua Nova do mês e vem acompanhada por um eclipse solar (parcial). Os eclipses trazem acontecimentos inesperados e ajudam a pôr a descoberto situações que nos dão uma perspetiva diferente sobre assuntos-chave nas nossas vidas. Este ano haverá 4 eclipses, os quais são particularmente importantes porque se desenrolam no eixo de Touro-Escorpião. No último ano e meio, à expeção do eclipse de novembro de 2021, os eclipses aconteceram no eixo Carneiro-Balança. Esta mudança de eixo representa um foco diferente e faz com que sejam postos em destaque outros assuntos nas nossas vidas e outras lições que temos para aprender, ou com que as situações com que nos debatemos sigam rumos diferentes daqueles que estavam a ser percorridos. O eclipse ocorre quando Vénus, que é o planeta regente de Touro, forma uma conjunção com Júpiter em Peixes, o que nos traz boas perspetivas e oportunidades inesperadas no domínio afetivo. Um reencontro mágico ou o aparecimento de um amor que parece estar escrito nas estrelas são hipóteses a considerar.

Os eclipses representam períodos intensos, nos quais pode haver muitos acontecimentos e reviravoltas. Os seus efeitos são sentidos para além dos dias em que ocorrem e, como tal, abril termina com uma notável perspetiva de mudança. Plutão recentemente retrógrado e a Lua Nova em Touro, que põe em destaque a energia da construção e as paixões, e o eclipse solar que pode fazer-nos questionar quem somos e o que queremos são assuntos que dão o mote para o caminho que temos pela frente nos próximos meses.

Saiba como pode ter bom Feng Shui através das flores

 

A energia das plantas está relacionada com o crescimento e a expansão simbolizados pelo Elemento Madeira. Conheça a flor certa para atrair bom Feng Shui para a sua vida.

A flor de Lótus está associada ao crescimento espiritual e ao desenvolvimento da intuição. Associa-se a Buda, pois ela simboliza o crescimento e a elevação máxima da consciência.

Transmite paz e harmonia, sendo muito benéfica numa casa com uma família numerosa, pois favorece a harmonia e o entendimento entre todos.

O Narciso é considerada uma flor portadora de fortuna e por essa razão é comum os Chineses oferecerem-na como presente no Ano Novo. Qualquer que seja o Elemento sob o qual nasceu, ter um vaso com narcisos em casa aumenta as suas probabilidades de sucesso em qualquer projeto, transmitindo energia de expansão e favorecendo os desenvolvimentos.

O Crisântemo é uma flor fácil de encontrar e que aumenta de forma muito favorável o bom Feng Shui de uma casa, corrigindo desequilíbrios energéticos que possam existir. A cor considerada mais auspiciosa é o amarelo, e as flores devem ser arredondadas e viçosas.

Para atrair o amor, no caso de ser mulher, os Chineses aconselham especialmente ter peónias, flores que possuem muita energia Yang e estão diretamente associadas à energia da primavera.

Deve ser colocada no canto Sudoeste do jardim, atraindo romance, amizade e sorte para a sua vida, quer seja mulher, quer seja homem. Se não conseguir encontrar peónias, pode utilizar gardénias, hibiscos ou begónias, que embora sejam menos duradouras possuem uma energia semelhante. 

O bambu está associado à capacidade de resistência e à durabilidade, sendo uma das plantas mais veneradas pelos Chineses, que também acreditam que o bambu afasta os espíritos malignos. Por essa razão existem sinos mensageiros de vento feitos de canas de bambu.

Saiba como ter bom Feng Shui na casa de banho

 

O Feng Shui ensina-lhe dicas úteis para renovar a energia do seu lar, nomeadamente equilibrando a energia na casa de banho, a divisão associada à limpeza.

casa de banho assume, para o Feng Shui, uma grande importância pois, sendo o espaço onde libertamos o nosso corpo de impurezas, é fundamental para o equilíbrio energético de uma casa e dos seus habitantes. 

Por outro lado, a água representa para o Feng Shui a prosperidade e, uma vez que é na casa-de-banho que se gasta mais água, ela merece um cuidado especial e maior atenção para evitar o “desperdício” de riqueza e saúde.

É muito importante arranjar torneiras ou autoclismos que deixem verter água, desperdiçando assim bom Feng Shui. Para além disso, um ralo da banheira ou do lavatório entupidos representam um bloqueio energético e geram irritabilidade nos habitantes da casa.

De acordo com o Feng Shui, a casa de banho não deve estar localizada nem nas proximidades da cozinha nem da sala de jantar ou de estar, e também não é aconselhável que esteja em frente da porta de entrada.

Se isto acontecer, redobre o cuidado de manter sempre a porta da casa-de-banho fechada.

O tampo da sanita deve estar sempre para baixo, e a melhor posição para a sanita é atrás da porta ou de forma a que não seja imediatamente visível mal se entra nessa divisão.

Se a sua casa de banho for suficientemente espaçosa, pode colocar um biombo que encubra a vista da sanita.

Uma casa de banho pequena beneficia do uso de azulejos claros e que reflictam a luz, bem como da utilização de espelhos.

Pendurar espelhos em paredes opostas não traz bom Feng Shui porque criam instabilidade ao duplicar a imagem de si próprio, e o mesmo acontece com pequenos espelhos quadrados, que dividam a imagem que reflectem.

Os espelhos portadores de melhor Feng Shui são simples, fixos na parede e com superfície plana e lisa.

Assegure-se de que liberta a sua casa de banho de tudo aquilo que pode gerar bloqueios e impedir o bom Feng Shui de circular.

Como tal, esvazie o caixote de lixo que tem na casa de banho, deite fora frascos e tubos vazios de cremes ou de pasta de dentes. Os espelhos sujos trazem mau Feng Shui, por isso tenha uma particular atenção à sua limpeza.

 

Dica:

Aprender a utilizar a casa-de-banho como espaço de relaxamento e descontracção é uma forma eficaz de ter bom Feng Shui. Cuide da decoração deste espaço de forma a que ele lhe transmita calma e serenidade. Utilize óleos essenciais durante um banho relaxante, acenda velas e deixe o seu corpo descontrair, livre de preocupações.

Conhecer o seu Anjo da Guarda

 

"No momento em que nascemos, o nosso Anjo da Guarda vem para junto de nós, e fica ao nosso lado até chegar a hora de voltarmos ao Céu. Ele ama-nos, incondicionalmente, em todos os momentos da nossa vida. Não nos recrimina quando não agimos bem, nem espera que façamos as coisas de determinada maneira. Vê em nós, sempre, o potencial para sermos fantásticos, para fazermos grandes realizações. O nosso Anjo da Guarda é o nosso fiel guardião, que assegura que estamos sempre protegidos, embora respeite a nossa privacidade sempre que precisamos dela.

Cada pessoa tem um Anjo da Guarda que lhe é destinado, e cujo crescimento espiritual acompanha o seu. Embora os Anjos da Guarda sejam mais evoluídos espiritualmente, eles também estão a fazer a sua aprendizagem, e a sua missão é cumprida através da ajuda que nos prestam. Para encontrar o seu Anjo da Guarda precisa de ter o coração aberto e uma mente pura que se deixe deslumbrar pela riqueza ímpar da vida. Cada vez que se queixa, que reclama, que lamenta, o seu Anjo da Guarda entristece. Porque, como um pai que zelosamente tudo faz pelo filho e que não recebe reconhecimento, carinho ou gratidão, sente que o labor que diariamente tem consigo é menosprezado. Mas os Anjos não desistem de si, não lhe viram as costas nem o deixam sozinho, porque a sua essência é feita de amor e o amor compreende, aceita e perdoa.

Os Anjos regem-se por leis diferentes daquelas a que estamos habituados a obedecer:

Orientam-nos, mas a decisão de seguir o caminho que nos mostram é sempre nossa. Os Anjos estão disponíveis e dispostos a ajudar, mas é necessário que a pessoa não imponha resistência a essa ajuda. Habitue-se a pedir, diariamente, e a estar atento aos sinais que recebe. Muitas vezes a ajuda que recebemos não é exatamente aquela que esperávamos, mas é seguramente a melhor para nós. Agradeça tudo aquilo que recebe, pois quanto mais agradecer, mais receberá. O amor é a linguagem universal dos Anjos, e só é possível chegar ao amor se houver perdão. A culpa e o ressentimento mantêm-nos presos a padrões negativos de pensamento. Quando temos pensamentos positivos, os Anjos dão-nos a realização dos milagres. Ao confiarmos que Deus e os Anjos estão a cuidar de nós, recebemos as suas infinitas bênçãos. Existem formas de chamar mais depressa os Anjos, pois ao conhecê-los melhor e ao tomar conhecimento da sua "linguagem" podemos atrair a sua ajuda de forma mais direta e eficaz. 

Limpeza espiritual rápida com o seu Anjo da Guarda

Quando precisar de estabelecer uma ligação mais forte com o seu Anjo da Guarda, de forma rápida e em qualquer lugar, faça o seguinte:

1 – Feche os olhos (se puder), inspire e expire profundamente durante alguns instantes. Inspire três vezes e sinta o ar dirigir-se ao centro do seu peito, um pouco abaixo, e expire então profundamente, sentindo-se relaxar.

2 – Veja um Anjo dourado, muito luminoso, de pé atrás de si. Veja-o abrir as suas longas asas douradas à sua volta, protegendo-o como se criassem um ninho em seu redor.

3 – Imagine que, das suas asas, sai uma luz dourada brilhante que o cobre por completo, como se estivesse no chuveiro a tomar um duche. Sinta essa poderosa luz dourada cobrir todo o seu corpo, entrando na sua pele e chegando ao seu sangue. Sinta essa luz fluir através de si.

4 – Agradeça ao seu Anjo da Guarda a sua proteção e a limpeza espiritual que acabou de lhe fazer."

 

Ritual com o Tarot para se libertar de uma maldição familiar

 

Acredita que a sua família é vítima de uma praga rogada, ou de uma maldição que afeta várias gerações? Conheça este ritual praticado pelos magos antigos para remover estas energias negativas.

Este ritual usa o poderoso simbolismo das cartas de Tarot para neutralizar aquilo que tenha sido feito contra si e contra a sua família. Precisa, por isso, de ter um baralho de Tarot (pode ser qualquer um). Se já tem um baralho de Tarot pode utilizá-lo neste ritual, devendo de seguida limpar as cartas com incenso e alecrim seco (através da defumação). Deve realizar este ritual no primeiro dia depois do Quarto Minguante da Lua (não o faça à noite).

Vai precisar de:

- papel e caneta

- a carta de Tarot o Diabo, que representa a maldição ou praga rogada

- as cartas de Tarot Rainha de Espadas, 2 de Espadas, Rei de Espadas e Ás de Espadas, que vão cortar a maldição.

- Folhas ou flores de camomila secas, para restabelecerem a paz e a harmonia.

 

Preparação:

- Comece por escrever no papel aquilo que acredita ser uma praga ou maldição rogada sobre a sua família. Descreva o que se passa, de forma a concentrar tudo numa só frase. Por exemplo "A minha família tem muito azar nos negócios, nada corre bem." ou "Na minha família ninguém consegue ser feliz no amor".

- Depois de escrever a frase, dobre o papel em 4 partes e coloque-o sobre a carta o Diabo, que deve estar à sua frente, numa mesa.

- Coloque então a carta Rainha de Espadas à esquerda da carta o Diabo, virada de lado, como se a espada da Rainha fosse cortar a maldição. Esta carta representa a garra com que vai defender a sua família e cortar a praga ou maldição.

- Depois coloque a carta 2 de Espadas por baixo da carta o Diabo, esta carta, com duas espadas cruzadas, corta a influência negativa do Diabo e a maldição.

- Coloque então a carta Rei de Espadas à direita da carta o Diabo, deitada de forma a que a ponta da espada do Rei aponte para a carta o Diabo. Esta carta retira o poder da maldição.

- Por fim, coloque o Ás de Espadas direito, por cima da carta o Diabo. Esta carta anula por completo o efeito da maldição.

- Diga estas palavras:

"O mal que herdei

já não me faz mal.

O que me fizeste já não tem poder.

Esta praga acabou,

vai daqui para sempre,

que nunca mais voltes a fazer-me sofrer."

 

Siga esta imagem para perceber como deve colocar as cartas:

Espalhe então a camomila seca sobre todas as cartas e não mexa em nada durante 24 horas.

Passadas 24 horas, queime o papel num recipiente seguro, juntamente com a camomila seca, e espalhe todas as cinzas longe da sua casa. 

Limpe as cartas, passando-as pelo fumo do incenso.

Magia com o Tarot para alcançar metas

 

Para além de ser usado como método divinatório, o baralho de Tarot possui uma energia mágica especial, devido ao facto de conter símbolos esotéricos que os sábios antigos sabiam ser capazes de desbloquear energias e descortinar as verdades que ainda estão por ser reveladas. Realize esta magia simples numa noite de Quarto Crescente da Lua e use as cartas de Tarot para atrair maior determinação e energias positivas para alcançar as suas metas.

Vai precisar de:

- 1 carta Rei de Paus 

- 1 carta Rei de Ouros 

- 1 carta Ás de Espadas 

- 1 folha de papel branca

- 1 caneta de tinta preta

- 1 fita de cetim vermelha

- 3 velas lamparinas

- 1 jarra com água e um pau de bambu

Preparação:

- Disponha as 3 cartas lado a lado: o Ás de Espadas ao centro, o Rei de Ouros à direita e o Rei de Paus à esquerda.

- Coloque uma vela lamparina à frente de cada carta.

- Acenda a vela que está à frente do Rei de Paus e diga, enquanto se concentra naquilo que mais deseja:

                                               "Que eu tenha força e energia para alcançar (dizer a meta)"

- Depois acenda a vela que está à frente do Rei de Ouros e diga:

                                               "Que eu tenha a sabedoria e a inteligência para alcançar (dizer a meta)"

- Por fim, acenda a vela em frente ao Ás de Espadas e diga:

                                                "Que eu tenha sucesso e consiga (dizer a meta)..."

- Enquanto as 3 velas ardem escreva no papel o seu pedido, de forma clara e direta.

- Quanto mais tempo dedicar a visualizar o seu pedido a ser realizado mais energia lhe confere, atraindo melhores resultados.

- Quando as 3 velas terminarem de arder, enrole cuidadosamente o papel à volta do bambu e prenda-o com a fita vermelha.

- Coloque-o dentro da jarra com água. Não se preocupe se a tinta se dissolver. A água representa a abundância e ajuda a atrair a prosperidade para o seu pedido.

- Guarde as cartas de Tarot junto do restante baralho.

Ritual para atrair um milagre

 

No mais profundo do nosso coração, todos nós temos um sonho especial, um desejo maior que gostaríamos de ver concretizado. Realize este ritual e atraia a concretização do seu maior sonho.

Precisa de:

- 1 vela dourada
- 1 terço
- 1 copo com água e sal
- 3 folhas de louro 
- 1 saquinho
- 1 papel para escrever o pedido
- caneta, fósforos


Preparação:

- Coloque o terço aberto em cima da mesa.
- Coloque a vela no centro do terço e acenda-a.
- Escreva num papel o seu pedido. Coloque o papel aberto dentro do terço, junto da vela. Coloque por cima as 3 folhas de louro.
- Molhe os dedos na água com sal e faça 3 vezes o sinal da cruz sobre o papel com o seu pedido.

- Reze então esta oração consagrada a Santa Ana e São Joaquim, avós de Jesus, a quem Deus concedeu o grandioso milagre de serem pais de Maria, mesmo tendo já uma idade avançada:

Gloriosa Santa Ana, a quem Deus
concedeu o milagre
de dar à luz Maria, mãe de Jesus,
eu te peço
que me tragas também este milagre
que a minha alma tanto deseja.

(dizer o pedido)

Abençoado São Joaquim, bendita Santa Ana,
a vós suplico
que entreguem este meu pedido a Nossa Senhora,
e que ela interceda por mim junto de Jesus
e Deus Nosso Senhor.

 Santa Ana, rogai por nós.
São Joaquim, rogai por nós.
Assim seja.
Ámen.

- Depois, dobre o papel em 4 partes mantendo as folhas de louro dentro dele. Coloque tudo dentro de um saquinho, juntamente com o terço, e guarde-o num lugar escondido, de preferência debaixo da sua cama.
- Deite fora o resto da vela quando terminar de arder.

Oração de proteção contra todo o tipo de mal

 

Esta oração muito poderosa, que é a versão reduzida da oração completa de São Patrício protege contra os feitiços, inimigos ocultos e todo o tipo de mal que sobre nós seja projetado. Quem a reza com fé e confiança está protegido e nenhum mal poderá atingi-lo. Pode, também, escrevê-la num papel que deve dobrar em quatro partes e guardar na sua carteira, para que ande sempre protegido. Se colocar um trevo dentro do papel atrairá ainda mais sorte e fortuna.

Oração de proteção contra todo o tipo de mal

Cristo comigo,
Cristo à minha frente,
Cristo atrás de mim,
Cristo em mim,
Cristo abaixo de mim,
Cristo sobre mim,
Cristo à minha direita,
Cristo à minha esquerda,
Cristo quando me deito,
Cristo quando me sento,
Cristo quando me levanto,
Cristo no coração de cada um que pensa em mim,
Cristo na boca de cada um que fala de mim,
Cristo em todos os olhos que me vêem,
Cristo em todos os ouvidos que me ouvem.

Ámen!

Porque é que o novo ano astrológico começa em Março

 

No Equinócio da Primavera o Sol entra no signo Carneiro e, ao fazê-lo, dá início a um novo ano astrológico, uma espécie de "Ano Novo" celebrado de acordo com os ritmos do universo. Porque é que Carneiro é o primeiro signo do Zodíaco? Saiba porque é que o novo ano astrológico começa em Março!

Há milhares de anos atrás, quando ainda não havia calendários estipulados, o Homem regia-se pela observação dos astros e pelos ritmos da Natureza. Os primeiros estudos de Astrologia de que há registo datam do século VII a.C., sendo que as civilizações antigas se ocupavam da observação do Céu, por constatarem que os astros influenciavam o destino dos homens. Assim, durante muito tempo os povos orientaram-se pelo Sol, astro rei da nossa galáxia, por compreenderem que dele vinha toda a vida na Terra. O horóscopo como hoje o conhecemos terá surgido por volta do século V a.C. com a criação do Zodíaco (que significa "roda de animais") - o "cinto de constelações" que envolve a Terra e que vai girando à volta dela. Cada constelação representa um signo do Zodíaco, num desfilar ao longo do ano. O signo "em que estamos" é aquele por onde o "Sol passa", quando visto a partir da Terra.

A Astrologia ocidental resulta dos estudos dos babilónios, dos cálculos matemáticos dos egípcios e das filosofias grega e romana. O princípio que a rege, e que determina, entre outras coisas, qual é o primeiro signo do Zodíaco e quando começa o ano astrológico, são os ritmos da Natureza. O ano astrológico começa em Março, no Equinócio da Primavera, porque esta é a data que assinala o renascimento da Natureza, o início de um novo ciclo. Carneiro, signo regido pelo planeta Marte, é o primeiro do Zodíaco, pois é na constelação de Carneiro que o Sol entra aquando do Equinócio da Primavera. Março é também o mês regido pelo deus Marte da guerra. Para os Romanos, este era o primeiro mês do ano, até que, no ano 46 a.C. o imperador Júlio César mudou o primeiro dia do ano para 1 de Janeiro, porque era o dia em que os oficiais romanos eleitos tomavam posse dos cargos. Durante a Idade Média o início do ano ainda era muitas vezes celebrado no Equinócio da Primavera, contudo em 1570 o Papa Gregório XIII implantou o calendário gregoriano e fixou esta data no dia 1 de Janeiro, para por fim às celebrações pagãs de início do ano.

Os Equinócios, que acontecem duas vezes por ano  - no Outono e na Primavera - assinalam o momento em que os dias e as noites são iguais e os raios de Sol incidem da mesma forma no Hemisfério Norte e no Hemisfério Sul. São datas especialmente importantes pois assinalam as mudanças do tempo frio para o tempo quente (Equinócio da Primavera) e do tempo quente para o tempo frio (Equinócio de Outono). Nos Equinócios, o dia e a noite têm a mesma duração - marcando um ponto de equilíbrio na Natureza, que nos lembra, a nós, da importância que esse equilíbrio tem também na nossa vida.

Para os Celtas, estes eram dias de grande poder energético. A Mãe Natureza contorcia-se nos seus eternos movimentos cíclicos e oferecia-nos a nós a possibilidade de nos ajustarmos com ela, retificando tudo aquilo que precisa de ser equilibrado na nossa vida. O Equinócio da Primavera era uma das mais importantes festividades Celtas, chamada "Ostara", exaltando o nascimento, o renascimento da Natureza, o despertar da vida, a fertilidade. Uma vez que o dia - força masculina - tinha a mesma duração da noite - força feminina - havia um equilíbrio entre o Deus Sol e a Deusa Lua, uma sintonia entre a forças opostas da Natureza, que traria as flores e as boas colheitas.

O calendário astrológico começa em Março, no momento do Equinócio da Primavera, que é o momento em que a Natureza "renasce", em que o Universo se concentra num novo começo. O signo que inicia o Zodíaco é Carneiro, tendo os primeiros astrólogos observado que as pessoas nascidas neste primeiro mês do ano astrológico se caraterizam pelo vigor, pela impulsividade, pelo dinamismo que caraterizam os impulsos dos começos.

Novidade - Maria Helena lançou a sua primeira revista exclusiva online com as Previsões primavera-verão para todos os signos!

capa final-REVISTA.jpg

Maria Helena – previsões primavera-verão 2022 é a revista exclusiva online com previsões especiais detalhadas para todos os signos de abril a setembro.

 Nesta revista encontra:

 - Previsões detalhadas para todos os signos - amor, saúde , trabalho, dinheiro, datas mais favoráveis e compatibilidades mês a mês

 - O que nos trazem os 2 poderosos eclipses que acontecem em abril e maio

 - Numerologia: o seu Número da Alma revela os desafios que tem para superar

 - Dicas que ajudam a dormir melhor

 - Benzeduras para afastar a inveja e o mau olhado

 - Rituais para atrair mais dinheiro, amor e saúde

 - Horóscopo chinês: o ano do Tigre para todos os signos

 - Como aproveitar a energia do equinócio da primavera e do solstício de verão

 - Remédios naturais: chás e frutos que ajudam a fortalecer o organismo

 - Oráculo das conchas - para consultar quando precisar.

 Compre a sua revista online e tenha-a sempre à mão, no seu telemóvel!

Saiba mais: mariahelena@mariahelena.pt

wwww.mariahelena.pt 

Pág. 1/4