Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Astrologia

Especial Dia dos Namorados - Casais Famosos

 


Eros e Psique

 

 

 

Eros, Deus Grego do Amor, também conhecido como Cupido (mitologia Romana, filho de Vénus) é protagonista de uma das mais bonitas histórias de amor de sempre.

Num reino longínquo, existia um rei muito poderoso que tinha três filhas, cuja beleza despertava o interesse de inúmeros pretendentes. Duas delas logo se casaram, mas uma, Psique, recusou-se a fazê-lo porque dizia ainda não ter encontrado o verdadeiro amor.

Os pais, preocupados com a solidão da filha, resolveram perguntar a um oráculo o que deveriam fazer, ao que o oráculo respondeu que deveriam vestir a sua filha de noiva e deixá-la no cimo de um monte. Eles assim o fizeram e Psique foi arrastada pelo vento até um reino maravilhoso, onde tudo era mágico.

Quando a noite chegou e Psique se foi deitar, sentiu a presença de alguém, que lhe disse ser o seu companheiro, mas que ela nunca o poderia ver, pois se o fizesse, correria o risco de o perder para sempre. A partir de então, Psique conheceu os momentos mais felizes da sua vida, onde tinha tudo aquilo que sempre sonhara. Amava e era correspondida, o que a fazia muito feliz. No entanto, os dias de felicidade não duraram muito, pois a rapariga começou a sentir saudades da família e resolveu ir visitá-los. As irmãs, cheias de inveja da sua felicidade, convenceram-na a ver o marido.

Quando chegou a casa, esperou que o marido adormecesse e acendeu uma vela para ver o seu aspecto. Ao ver a sua beleza ficou tão emocionada que, por descuido, deixou cair um pouco de cera para cima do marido, o que fez com que acordasse. Ao ver que a esposa tinha quebrado a promessa, cumpriu com a sua palavra e abandonou-a para sempre.

Esta sofreu tanto, que passou a vaguear pelo mundo, até que sucumbiu a um sono profundo. Eros, ao ver o sofrimento da amada, pediu a Zeus que ressuscitasse a amada, pedido que foi concedido. Assim, Eros (um Deus Imortal) uniu-se a Psique (Mortal) -  que passou a representar a Alma Humana – no Monte Olimpo, onde permaneceram felizes, vivendo o seu amor para toda a Eternidade.

A partir de então, o Amor e a Alma estão sempre unidos em todos o romances de Amor, pois estes têm a protecção de Eros e da sua inseparável Psique.