Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Astrologia

O significado simbólico, esotérico e místico dos Solstícios de Inverno e Verão!

Diversas religiões consideram os dias de Solstício e

Equinócio como sendo dias Mágicos, uma vez que

são em tais momentos que ocorre a mudança das

estações.

Por ser o dia de maior noite no ano, o solstício de

Inverno (21 de Dezembro, no hemisfério Norte e

21 de Junho no hemisfério Sul) é associado à morte,

ao desconhecido ou à escuridão, enquanto que o

dia de maior claridade (21 de Junho, no hemisfério

Norte e 21 de Dezembro no hemisfério Sul) é

associado a Vida ou à Luz (solstício de Verão).

Na antiguidade, as iniciações eram feitas sempre

no solstício de Inverno, porque sendo o ultimo dia

de maior noite, significava a marca do inicio do ciclo

de dias de luz cada vez maiores; significava ainda

a saída do mundo dos mortos (a noite, a escuridão),

ou a entrada no mundo dos vivos (o dia, a Luz).

As iniciações tinham assim o significado de renascer,

ou nascer de novo para a Luz; o renascimento assume

assim o significado simbólico da vida que se renova,

após a grande noite (morte).

No Egipto antigo, os Faraós eram reiniciados a cada

novo solstício de inverno. As Pirâmides foram

construídas em alinhamento para receber o Sol de

frente à porta de entrada, exactamente no dia do

solstício de Inverno.

Em diversas outras civilizações, as grandes obras

de arquitectura foram construídas com este

alinhamento e com este objectivo.