Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Astrologia

Os segredos por detrás dos mitos urbanos

Lendas ou factos reais?

 

Tudo aquilo que não conseguimos explicar fascina-nos. É, por isso, tão fácil acreditar em mitos que nascem, muitas vezes, como simples boatos e que depois de muitas vezes repetidos e contados se tornam uma verdade absoluta. Desvende todos os mistérios por detrás dos mais conhecidos mitos urbanos.

 

O Lobisomem de St. Bonnet

Em França, durante o século XVI, nasceu a lenda da existência de um Lobisomem que comia crianças. Os corpos das vítimas eram encontrados

mutilados, com algumas partes comidas. Durante algum tempo viveu-se sob o terror da imagem de um monstro meio homem meio lobo, mas a verdade acabou por aparecer. Na verdade, este assassinoera apenas um homem, de seu nome Gilles Garnier, que acabou por ser capturado,
juntamente com a sua mulher, a quem o marido acusou também de o ajudar a comer as crianças. Ele foi apanhado em flagrante, enquanto devorava uma das suas vítimas, quando a polícia entrou pela sua casa, depois dos aldeões terem ouvido gritos seguidos de um rugido de lobo. Gilles foi preso e acabou por ser queimado vivo.

 

O Gato Preto

A superstição associada ao mau-agouro do gato preto nasceu apenas na Idade Média, quando a perseguição às bruxas teve o seu auge. Mas a aura mística que envolve este animal começou com os Egípcios que o consideravam um ser abençoado, a encarnação do Deus Bast. A desgraça do gato preto mudou quando começou a haver uma população excessiva destes animais pela rua e a Igreja o começou a associá-lo aos rituais pagãos e às histórias de bruxarias que prosperaram na Idade Média. Se para o paganismo o gato preto significava proteção, para a magia negra ele representava a personificação do Diabo. Os seus olhos luminosos que iluminavam a noite, bem como a sua cor preta, associada às trevas, contribuíram para deixá-lo sempre associado ao mal e ao azar. Depois deste conceito, as histórias de horror associadas a este animal prosperaram a uma enorme velocidade. Havia quem contasse que as bruxas se transformavam em gatos pretos durante a noite e na Alemanha várias testemunhas diziam que uma mulher acusada de bruxaria se transformou neste animal quando estava a ser queimada na fogueira. Mas ao mesmo tempo que surgiam todos estes boatos, apareciam algumas histórias reais associadas ao gato preto. O rei Carlos I de Inglaterra tinha um destes bichos, pelo qual tinha uma grande estima e dizia que ele lhe trazia muita sorte. E a verdade é que o animal do monarca morreu um dia antes deste ter sido preso, acusado de traição. Há superstições favoráveis e desfavoráveis em diferentes países sobre o gato preto, mas em Portugal ele está sempre associado a um mau presságio.

 

Sexta-feira 13

Tal como muitas outras superstições também esta tem as suas raízes no cristianismo. Primeiro pelo facto de supostamente Jesus Cristo ter sido crucificado numa sexta-feira e também por que antes de ser levado para a cruz a última ceia contou com os 12 apóstolos, sendo que o 13º elemento que se sentou nesta mesa foi o próprio Messias. Logo, este número começou a ser associado à má sorte. Mas a superstição da sexta-feira 13 continuou  ser evidenciada ao longo dos tempos. Em outubro de 1307, numa sexta-feira 13, Filipe IV ordenou uma perseguição aos templários e cinco anos mais tarde eles acabaram por desaparecer. Devido a várias lendas associadas a este número e também a este dia da semana, e em que ocorreram situações dramáticas, o azar ficou para sempre associado à sexta-feira 13.

 

Bloody Mary

Esta é umas das lendas mais conhecidas em todo o mundo e existem várias versões da mesma história. Enquanto umas contam que Bloody Mary é o

espírito de uma mulher que perdeu um filho, outras dizem que ela é o espírito de uma rapariga que foi assassinada. A superstição diz que para invocar Bloody Mary é necessário estar em frente a um espelho,à luz de velas, chamando pelo seu nome três vezes. Acredita-se, porém, que este mito é baseado na história da Rainha Mary I de Inglaterra que, pelo facto, de não conseguir engravidar se tornou uma mulher fria e cruel e como fuga para a sua frustração mandava executar pessoas, sem dó nem piedade.

 

 

 

 

 

Veja grátis: Horóscopo diário ! 

 

Clique aqui para marcar uma consulta de Tarot, ou falar comigo! 

maria helena.jpg


Envie-me um e-mail em branco e receba uma surpresa!

Clique aqui!

 

Mais informações para:

Telefone: (00351) 21 092 9000

E-mail: mariahelena@mariahelena.pt

Site: http://www.mariahelena.pt/

Facebook: www.facebook.com/MariaHelenaMartinsMHM

logo dra.png

Error running style: Style code didn't finish running in a timely fashion. Possible causes: