Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

8 coisas que tem em sua casa e que lhe roubam a boa energia

 

O seu lar é o seu refúgio, é o lugar onde recupera energias e se prepara para enfrentar os desafios. Por isso, a qualidade do ambiente que o rodeia é fundamental para o seu equilíbrio e bem-estar. Conheça 8 coisas que podem contribuir para que se sinta mais cansado e que perca a preciosa energia de que precisa para estar bem.

É fundamental que a energia do seu lar flua livremente e de forma positiva. Quanto mais tempo passamos em casa, mais importante se torna atender ao que está à nossa volta e cuidar para que tenhamos uma atmosfera favorável ao nosso equilíbrio mental, emocional e, claro está, físico.

Uma das regras essenciais consiste em arejar diariamente todas as divisões. Mesmo no tempo mais frio, abrir todas as janelas por cinco minutos diariamente é quanto basta para revigorar as energias. Lembre-se que tudo o que existe é feito de energia e, por isso, uma casa fechada cumula tensão e energias de baixa densidade, que nos fazem sentir mais em baixo.

Para além desta rotina diária, é também importante saber reconhecer alguns objetos que interferem com a qualidade do ambiente.

1 - Objetos partidos

Quadros, loiça de cozinha, jarras de flores, objetos decorativos. Tudo o que está partido emana uma energia de ruptura, que influencia negativamente a sua energia. Assim, liberte-se de tudo o que está partido, a não ser que consiga dar-lhe um novo uso, fazendo da quebra uma nova peça inteira.

2 - Plantas que estão a morrer

As plantas são um dos elementos mais positivos para purificar a energia do lar. Porém, se estiverem doentes elas atraem energias de baixa densidade. Assim, coloque-as à parte, por exemplo num canto da varanda ou de uma janela, e tente recuperá-las. Se ao fim de uma semana elas não revitalizarem, terá de deitá-las fora, devolvendo-as à Terra, num jardim, e substituí-las por plantas saudáveis, de preferência ainda jovens e cheias de rebentos (que atraem a energia de crescimento). Se tiver um aquário assegure-se de que a água é limpa com regularidade.

3 - Objetos que trazem recordações tristes

Sabe aquela caixa onde guarda fotografias e lembranças de amores do passado, pessoas de quem se afastou ou alguém que acabou por desiludi-lo? Estão apenas a contribuir para que a energia da sua casa seja mais triste e pesada. Claro que há memórias das quais será mais difícil libertar-se, como é o caso de objetos associados a alguém que já partiu mas, nesse caso, guarde-os num lugar reservado, que deve purificar regularmente com o fumo do alecrim (veja aqui como fazer uma defumação) e que não deve estar visível. Tudo o resto que ainda guarda deve simplesmente deitar fora. Aproveite uma fase lunar favorável para fazê-lo, como a Lua Nova ou o Quarto Minguante, e faça um ritual que tenha um simbolismo forte de libertação para si.

4 - Roupas e sapatos que não usa

As roupas e os sapatos absorvem a energia das pessoas que os usam, devido ao facto de, durante o período de tempo em que os utiliza, estarem em contacto direto consigo. Por isso, ao guardar roupas velhas e sapatos que já estão estragados, está a manter a sua energia pessoal ligada a algo que já não está bom. Assim, faça uma limpeza regular (uma vez por estação do ano, por exemplo) e desfaça-se de tudo o que já não usa, quer seja doando a outras pessoas o que ainda é utilizável, criando assim uma corrente positiva de renovação energética, ou deitando fora o que já está estragado.

5 -  Comida e medicamentos fora de prazo

Faça de vez em quando uma avaliação à sua despensa e ao armário de medicamentos. Tudo o que passou de prazo perdeu as suas potencialidades e, assim, deixou de ser útil, estando apenas a bloquear energia. Caso adoeça não vai tomar um medicamento que está fora de prazo, portanto entregue-o numa farmácia ou noutro ponto de recolha.

6 - Eletrodomésticos avariados

Tudo bem que queira manter consigo aquele telemóvel avôzinho dos smartphones, que nunca deixou de funcionar, e que pode sempre vir a ser útil. No entanto, todos os eletrodomésticos e aparelhos elétricos que deixaram de funcionar estão a acumular energia tensa: arranje-os e, se já não houver salvação para eles, deposite-os num local de recolha adequado. O mesmo é válido para pilhas antigas, lâmpadas fundidas, relógios estragados...

7 - Roupa amontoada, gavetas caóticas

É normal que, na azáfama do dia-a-dia, não tenha tempo de arrumar diariamente a roupa usada, a que está lavada e precisa de ser passada, a que tem de ir para lavar... O mesmo acontece com papéis e outros objetos de uso corrente, que facilmente nos habituamos a guardar fechados em gavetas onde, verdade seja dita, demoraríamos horas para encontrar o que pudessemos precisar. Não deixe que essa desarrumação se arraste para além de uma semana, fazendo uma organização regular e procurando manter tudo arrumado.

8 - Lixo

Embora seja indispensável reciclar o lixo, e nem sempre seja possível colocá-lo nos contentores adequados diariamente, lembre-se que o lixo acumula, para além de germes e bactérias que atraem pragas e doenças, energia muito negativa. Assim, despeje diariamente o lixo orgânico e coloque na reciclagem as embalagens, o vidro e o papel no mínimo todas as semanas. Escusado será dizer que NUNCA deve deixar restos de comida espalhados pela casa, nomeadamente pacotes de bolachas ou de salgados, latas e garrafas vazias, etc...

A regra de ouro a seguir para saber o que deve guardar consigo consiste, sempre, em avaliar que utilidade efetiva determinado objeto tem na sua vida atual. Mesmo que queira manter algumas coisas "de reserva", faça uma seleção criteriosa e não mantenha mais do que um ou dois objetos que "pode vir a usar".