Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Feng Shui: o que o seu cabelo revela sobre si

 

Tudo o que existe no Universo está em profunda relação. A energia circula entre aquilo que é considerado a nossa vida exterior - seja a nossa casa, o nosso trabalho, as pessoas que nos rodeiam - e o nosso mundo interior, os nossos pensamentos, emoções, a vida espiritual. Por essa razão, para que uma pessoa se sinta verdadeiramente bem e possa alcançar os seus objetivos, é tão importante criar condições de bom Feng Shui no seu mundo exterior como estar em harmonia com o seu corpo e a sua mente.

O Feng Shui aplicado ao corpo permite pois perceber porque razão certas pessoas nos atraem mais do que outras, e de que modo podemos satisfazer melhor as nossas necessidades pessoais e criar relacionamentos saudáveis, seja na vida privada, seja no domínio profissional. De acordo com os conhecimentos orientais, é possível identificar a personalidade de uma pessoa de acordo com os seus traços fisionómicos, o seu cabelo, as suas mãos. O Feng Shui ensina a relação que existe entre todas as coisas para que cada ser humano possa tirar partido das suas características pessoais e viver da melhor forma possível.

Os monges taoistas estudaram aprofundadamente a fisionomia humana, chegando à conclusão que os traços físicos correspondem a determinados dons com que cada um de nós nasce e que influenciam a forma como construímos o nosso destino. Cada ser humano capta as energias do Universo através das células que o constituem de forma pessoal e única, e por essa razão cada pessoa possui uma linguagem corporal própria.

O Feng Shui interpreta o nosso rosto considerando que a parte que vai da testa às sobrancelhas representa o céu, que das sobrancelhas ao nariz se encontra o que define o Homem em si, e que a parte do nariz até ao queixo está associada à terra. Assim, cada tipo de rosto diferente integra as energias associadas ao céu, ao homem e à terra também de maneiras distintas.

O cabelo funciona como a “moldura do rosto” e tem uma grande influência sobre o nosso aspeto físico e consequentemente sobre a impressão que causamos nas outras pessoas, nomeadamente numa entrevista de emprego ou numa reunião importante de negócios, por exemplo.

O cabelo deve ter um brilho e cor vigorosos, e não deve tapar nem a testa nem as maçãs do rosto. As mulheres que usam o cabelo para cobrir certas partes do rosto têm uma personalidade doce e afável, mas algum medo interior que procuram esconder, ou uma personalidade que prima pela originalidade.

Um cabelo forte auspicia bom Feng Shui e capacidades para lutar contra os obstáculos e obter o sucesso. Se for um homem, terá uma vida amorosa muito intensa e agitada. Um homem que tenha um corpo maciço mas cabelo fino poderá ter de enfrentar mais obstáculos, devendo ser muito perseverante e acreditar mais em si próprio. O risco ao lado num penteado simboliza romantismo, enquanto que o risco ao meio indica que essa pessoa tem uma grande rectidão de princípios e muita honestidade.

No caso das mulheres, cabelos mais suaves trazem melhor Feng Shui. O cabelo curto numa mulher indica independência e frontalidade, mas se for muito curto pode denotar carência afectiva e necessidade de atenção, que possivelmente está associada a uma infância menos feliz. Por outro lado, uma mulher que usa o cabelo comprido e liso é geralmente doce e possui um sentido estético apurado. Se for encaracolado, demonstra uma personalidade romântica e que procura obter conforto material e afectivo, embora seja inconstante. Tem boas possibilidades de concretizar os seus objectivos com facilidade. Uma mulher com cabelo comprido e ondulado aprecia o luxo e dá importância a todos os pormenores. Aquelas que costumam prender o cabelo numa longa trança têm uma maior inclinação para a vida espiritual, mas têm alguns problemas de relacionamento a nível social, sendo mais introvertidas e tímidas.

Uma mulher que use o cabelo até abaixo dos ombros tem uma grande preocupação com o seu aspecto físico, mas pode também ter um carácter difícil. As permanentes em cabelos curtos demonstram insegurança e tendência para ter uma atitude conservadora. Por outro lado, um cabelo mais comprido num penteado armado denota uma certa exuberância e um gosto original, embora também possa degenerar em atitudes de arrogância. Mulheres que não penteiam o cabelo para trás têm dificuldade em revelar aquilo que sentem, mas gostam muito de crianças e são bastante compreensivas para com os outros. 

O poder das plantas

plantas_verdes_bonitas_94ab081647432ae1e16e2e6ee2f

 

O culto da beleza sempre existiu desde as civilizações mais antigas. Os egípcios davam muita importância à aparência física e, como tal, tinham uma grande atenção aos artefactos de beleza, aos perfumes e a rituais de bem estar. As mulheres egípcias maquilhavam-se, perfumavam-se e criavam elaborados penteados.

 

Os romanos, por outro lado, massajavam o corpo com óleos e loções perfumadas e tinham o hábito de frequentar termas com banhos aromáticos. As mulheres do mundo árabe perfumavam o corpo e o hálito e tinham um grande cuidado com o banho e com a higiene corporal. No Japão as mulheres sempre cuidaram da sua alimentação para manterem sempre a pele limpa e pura e os cabelos luminosos e fortes. Enquanto que na Índia plantas e raízes eram (e ainda são) utilizadas para pintar os cabelos e enfeitar o corpo.

 

Em todos estes hábitos de asseio e embelezamento presentes nas civilizações antigas a utilização das plantas, raízes, frutos e cereais tinham uma grande importância.

 

Ser bonita não significa simplesmente ter um corpo atraente ou um rosto cativante. A beleza física reflete o que existe no interior de cada pessoa, e cultivá-la é procurar que os pensamentos e as emoções sejam puros e verdadeiros. Uma mulher deve, pois, ser bonita em todos os sentidos da palavra.

 

A ligação com a natureza, a procura do equilíbrio e o culto da harmonia contribuem de forma muito eficaz para que qualquer mulher se sinta bem consigo mesma e se sinta bonita. Aprender a conhecer as virtudes das plantas e saber utilizá-las é uma forma simples e eficaz de preservar e evidenciar a sua beleza interior e exterior.

 

Através das plantas é possível criar perfumes, loções para o rosto, óleos de massagem para o corpo e sais para o banho, assim como bálsamos e remédios naturais que nos ajudam a manter a forma. É necessário ter cuidado com os produtos que escolhemos para uso de cosméticos, que devem ser de origem orgânica para não terem substâncias químicas nem tóxicas que possam fazer mal ao organismo. Também é preciso ter atenção à sensibilidade da pele, cabelo e unhas de cada pessoa.

 

Relativamente à forma de utilização, o óleo essencial pode ser adicionado a outros óleos para massagem e as folhas e frutos podem ser fervidos, depois de lavados cuidadosamente, sendo que os frutos podem ser liquidificados e aplicados diretamente na pele ou nos cabelos, transformados em puré ou utilizados através do vapor.

Mezinhas para Cabelos

Máscara de Abacate para dar brilho ao cabelo

Igredientes: 1/2 colher (chá) de óleo de Abacate | 2 colheres (sopa) de iogurte natural


Preparação:

Misture os dois igredientes e bata-os juntamente no liquidificador. De seguida coloque esta mistura sobre os seus cabelos e deixe actuar durante 30 minutos. Após esse tempo recomendado, enxagúe com água fria e lave, como de costume, com o seu shampoo preferido.

 

Amaciador de Banana

 

Ingredientes: 1 banana | 1 colher (café) de vaselina

Preparação: Amasse a banana com um garfo até obter uma pasta consistente, junte a vaselina e aplique  nos cabelos lavados. Deixe actuar durante 30 minutos e após esse tempo enxagúe com água fria.

 

 

 

Tónico Balsâmico 

Este Tónico deve ser aplicado após lavagem do cabelo, permitindo que este fique mais brilhante e com mais volume.

 

Ingredientes: 1 colher (sopa) alecrim | 1 litro de Água | 1 colher (sopa) de vinagre de cidra ou sumo de limão

Preparação: Coloque a água ao lume e assim que começar a ferver junte as ervas do alecrim.

Deixe em lume brando durante 15 minutos e depois apague o lume. 
Coe o preparado e adicione a cidra ou o sumo de limão. Reserve o líquido  num frasco e quando lavar o cabelo, aplique o liquido depois da lavagem, massajando sempre para que este remédio caseiro entranhe no couro cabeludo.

Um Negócio que faliu por causa de um corte de cabelo

Em 1920, uma americana ficou célebre no seu país

por ter 2 metros e 34 centímetros de comprimento

de cabelo.

Jackie Walls usava umas longas tranças e vendia um

tónico capilar que ela própria fabricava.

O seu negócio gozava de um grande sucesso, no

entanto, um dia os seus cabelos enredaram de tal

forma que Jackie foi obrigada a cortar os seus grandes

cabelos e o seu negócio acabou por falir.