Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Imbolc: a festa das luzes e do fogo purificador

 

Os antigos povos pagãos, dos quais conhecemos melhor os Celtas, regiam o seu calendário pelos ritmos da Natureza e do Universo. O seu calendário assinalava algumas festividades especiais, destacando-se os Solstícios e os Equinónios, que marcam mudanças significativas no desenrolar dos dias. A última festividade do ano é o Solstício de Inverno, a noite mais longa. A primeira é o Imbolc, que nos lembra que a Primavera não tarda a chegar. 

O Imbolc é ainda hoje celebrado pelos pagãos e pela Wicca (religião neopagã que se rege pela Natureza, adorando de igual modo o Deus e a Deusa, que procura o desenvolvimento espiritual através do conhecimento da Natureza e da natureza humana. Está muitas vezes associada à Magia Branca, do Bem, que respeita todos os seres sem interferir com o livre arbítrio de cada um).

Assinala-se na noite de 1 para 2 de Fevereiro, a meio caminho entre o Solstício de Inverno e o Equinócio da Primavera, marcando o tempo em que começam a despontar os primeiros sinais da aproximação da Primavera. (De notar que o nome Fevereiro deriva do latim Februarius, que por sua vez está associado a Februa, a festividade romana de purificação, e ao deus Februo, deus da morte e da purificação.)

Esta festividade está associada à deusa celta Brigid (que corresponde a Santa Brígida) sendo  uma deusa com três faces. Ela é a deusa do fogo, da cura e da poesia. Diz-se que possui a Chama eterna, carregando consigo uma tocha que nunca se apaga. O fogo tem o poder de curar, de transformar, de limpar e de afastar aquilo que é negativo (os primeiros povos usavam o fogo para afastar a escuridão das suas cavernas e para se protegerem contra os ataques dos animais selvagens).  

Brigid é também a deusa que estimula a intuição, a iluminação interior, a vitalidade. Ela lembra-nos da importância de dormirmos as horas necessárias para que a mente possa restabelecer-se do cansaço dos dias, e de relaxarmos, para que possamos ter espaço mental para sonhar, a dormir ou acordados. São os nossos sonhos que nos trazem o fôlego e o alento para enfrentarmos as exigências quotidianas.

O Imbolc é também chamado a festa das luzes e do fogo purificador (a festividade católica que lhe corresponde é a festa de Nossa Senhora das Candeias, também chamada Nossa Senhora da Candelária ou Nossa senhora da Luz) e está associado ao fogo e à fertilidade. É no início de Março que nascem os cordeiros, e muitas vezes os pastores só percebiam que as ovelhas estavam prestes a dar à luz em Fevereiro, quando as suas barrigas ganhavam maior volume. A alegria da renovação da vida trazia-lhes assim a segurança de que voltariam a ter gado, e por essa razão esta passagem da Natureza passou a ser celebrada. A palavra Imbolc significa, na sua origem, "na barriga". É o período em que muitos animais entram na fase do cio, que permite a procriação. Nas terras mais frias, onde há gelo e neve, estes começam a derreter por esta altura; para trás fica o período mais frio do Inverno. A erva fresca começa a despontar nos campos, a água corre ágil nos ribeiros: toda a natureza se espreguiça depois do tempo da hibernação e prepara-se para o despertar que chegará com a Primavera.

Nesta altura do ano os dias são já visivelmente maiores (já reparou que às 18 horas ainda é dia?).

Esta altura do ano é ideal para realizar rituais de purificação e de abertura de caminhos, para preparar terreno para a chegada da Primavera, quando plantamos as sementes daquilo que desejamos ver florir na nossa vida. Mas, por enquanto, devemos apenas "preparar o terreno", limpando a nossa energia e a energia do espaço que nos rodeia.

Primeiro, é aconselhável fazer uma limpeza geral na sua casa, varrer o chão (o ato de "varrer" tem um simbolismo de limpeza muito mais forte do que aspirar. Mesmo que aspire, é conveniente varrer depois o chão de cada divisão de sua casa, sempre no sentido dos ponteiros do relógio, empurrando o pó até à porta, apanhando-o depois), esfregar bem as paredes e as loiças da cozinha e da casa de banho, limpando os móveis, esvaziando alguns ao dar a alguém mais necessitado aquilo que você já não usa.

Depois, na noite que antecede o Imbolc (noite de 1 de Fevereiro) é aconselhável fazer um ritual do Fogo. Antes de o fazer, à medida que anoitece (a 1 de Fevereiro), acenda TODAS as luzes de sua casa e todos os bicos do fogão (menos os que forem elétricos, só contam os que têm "chama").

Diga então: O fogo e a luz aquecem o meu coração e iluminam a minha vida, purificam a minha casa e preparam-me para o renascimento.

Apague logo de seguida todas as luzes e os bicos do fogão, e retome a sua vida normal.