Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Os 72 nomes de Deus

O alfabeto Hebreu é composto por 22 letras que combinadas de várias formas revelam os 72 nomes sagrados que manifestam a presença de Deus. São sequências de três letras que compõem uma fórmula que resulta na superação das leis da natureza. Saiba como o poder divino se revela na Terra e de que maneira estas 72 sequências estão codificadas na Bíblia. 

  

Contendo profundos segredos da criação, a Cabala através do alfabeto hebreu descodificou os códigos e sistemas aplicados nas Sagradas Escrituras e que nos dizem que as combinações pelas quais Deus se manifesta estão carregadas de energias que regem as Leis da natureza e são canais que transmitem toda a junção de luz, energia e amor ao nosso corpo físico. Foi através das formas, sons, sequências e vibrações destes nomes que Móises e os Judeus conseguiram realizar o milagre da separação do Mar Vermelho, superando então as leis da natureza.

 

Cada uma das três letras isoladamente significam três grandes forças espirituais – negativa, positiva e fio-condutor de ligação da vida terrena à vida espiritual – e cada uma das sequências associadas a essas letras representa a ligação a uma força específica. As 22 letras que compõem então o alfabeto, nas mais variadas formas possíveis, são as forças energéticas que deram origem à criação do Universo e que finalmente combinadas de diversas formas constituem o código genético cósmico e liga-nos a diversos tipos de energia, energias essas que são pelo menos 72. Portanto, os 72 nomes de Deus não são na realidade nomes, mas sim as 72 manifestações do poder divino.

 

Os 72 significados do nome de Deus