Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Astrologia

Oração a São Paulo

 

O dia 29 de Junho é dedicado aos Apóstolos São Pedro e São Paulo. São Paulo protege contra as picadas e é também protetor das pessoas que sofrem de surdez.

A história de São Paulo é um dos exemplos de conversão do Cristianismo. De seu nome Saulo, era um cidadão romano, de origem judaica, que perseguia os cristãos. Um dia, conta-se, uma luz muito forte fê-lo cair do cavalo, pois cegou-o. Terá, então, Saulo ouvido uma voz que lhe disse: "Saulo, Saulo, porque me persegues?" Depois desse dia, Saulo mudou o seu nome para Paulo e dedicou o resto da sua vida a Cristo.

Oração a São Paulo

Ó glorioso S. Paulo,
que de perseguidor do nome cristão
vos tornastes um Apóstolo ardentíssimo pelo vosso zelo.
E para tornar conhecido o nome do Salvador Jesus
até os últimos confins do mundo sofrestes cárceres,
flagelações, lapidações, náufragios,
perseguições de todo o género e,
enfim, derramastes todo o vosso sangue
até à última gota
por Cristo.
Obtende-nos, pois,
a graça de receber como favores da Divina Misericórdia,
as curas das nossas enfermidades
e o alívio das nossas atribulações,
a fim de que as vicissitudes desta vida
não nos esmoreçam no serviço de Deus,
mas nos tornem sempre mais fiéis
e fervorosos.
São Paulo Apóstolo,
rogai por nós!

 

Oração a São Paulo (II)

Ó S. Paulo, Apóstolo das gentes, olhai com amor para o nosso tempo. 
O vosso coração dilatou-se para acolher e abraçar todos os povos num amplexo de paz. 
A caridade de Cristo nos impulsione a iluminar todos os homens com a luz do Evangelho e a estabelecer o Reino do Amor. 
Suscitai vocações; animai os operários do Evangelho; que todos conheçam e amem Jesus Cristo. 
Que todos os povos encontrem em Cristo o Caminho, a Verdade e a Vida, façam brilhar no mundo a sua luz, e procurem sempre o Reino de Deus e a sua justiça. 
Ó Santo Apóstolo, pregador do Evangelho, fazei que sejamos iluminados pela fé que vós anunciastes diante de reis e nações, e que a Igreja de Jesus Cristo se manifeste sempre como mãe e mestra de todos os povos.
Ámen.

O poder da fé

bible-by-candlelight.jpg

 

Sabia que não há nada que o homem faça que Deus não desfaça? A palavra fé vem do latim "fides", que significa fidelidade. A bíblia diz que a fé move montanhas, e na verdade quando temos fé tudo passa a ser possível.

 

Ter fé é ser fiel a uma convicção, a uma ideia, a algo ou a alguém. Implica acreditar em alguma coisa ou em alguém e crer em Deus, seja qual for a ideia que tenhamos d’Ele. Quando temos fé, temos a certeza de que algo é verdade, sem exigirmos provas que o assegurem.

 

Ter fé em Deus e acreditar que Ele está sempre ali, ao seu lado, amparando-o, não o deixando desistir, orientando os seus passos, é a ajuda necessária para subir todas as montanhas que encontre pelo seu caminho.

 

A teoria basilar da fé cristã é expressa na bíblia, livro sagrado do cristianismo. A bíblia, também chamada a Sagrada Escritura, é composta pelo conjunto de livros do Antigo e do Novo Testamento, onde se encontram as doutrinas que orientam o comportamento dos cristãos. Testamento é uma palavra hebraica que significa aliança, pacto. A bíblia sagrada é o livro mais vendido de todos os tempos, que já foi traduzido em mais de 200 idiomas.

 

O primeiro livro da bíblia, chamado Génesis, foi escrito por volta de 1445 a. C e o último livro, o Apocalipse, foi escrito por volta de 90 a 96 d.C. A bíblia foi escrita por aproximadamente 40 homens, ao longo de cerca de 1600 anos.

 

A bíblia católica é composta pelo Antigo Testamento e pelo Novo Testamento. O Antigo Testamento corresponde à bíblia judaica, a primeira bíblia conhecida pelos cristãos, composta por 39 livros que contam histórias relativas à criação do mundo e ao que aconteceu até ao ano 445 a.C. No seu último livro, anuncia-se a vinda de Jesus.

 

O Novo Testamento é composto pelos Evangelhos, Atos dos Apóstolos, Cartas e o Apocalipse. Integra 27 livros que narram a história de Jesus Cristo, contando a história da sua vida e falando do que aconteceu após a sua morte. Os Atos dos Apóstolos narram a história mais antiga da Igreja, enquanto que os quatro Evangelhos relatam, de formas diferentes, a vida de Jesus. No Novo Testamento encontram-se também as cartas de São Paulo, entre outras.