Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Astrologia

Vêm aí dias (in)tensos!

 

Se tem tido um padrão de sono mais instável, se tem sentido maior irritabilidade e falta de paciência para lidar com as situações do dia-a-dia, ou até mesmo se tem tido maiores atritos e discussões com as pessoas com quem lida, saiba que os astros podem explicar o que se passa consigo! O período entre 17 e 20 de Fevereiro assiste a importantes movimentos planetários, que podem (e, provavelmente, vão) afetar o seu dia-a-dia!

No dia 17 de Fevereiro acontece um dos aspetos mais tensos que pode haver entre dois planetas: Saturno, que está em Aquário, forma uma quadratura com Úrano, que está em Touro.

Saturno representa (e procura, e precisa de) ordem e estabilidade, e encontra-se no irreverente signo de Aquário, sempre pronto a desafiar todas as convenções. Úrano, por seu lado, é o regente de Aquário e está sempre associado a mudanças, a algumas explosões, à superação de barreiras, normas e convenções - e está, por seu lado, no tão pouco flexível signo Touro. É fácil perceber, assim, que a energia de ambos os planetas "está desconfortável" com o signo onde se encontra. Mas, até aqui, nada de novo: como são planetas de trânsito lento, a sua passagem por estes signos ainda levará algum tempo até ser concluída. 

No entanto, em 2021 estes dois grandes senhores cósmicos irão "defrontar-se", formando uma quadratura (um dos aspetos que traz maior tensão) três vezes neste ano: a primeira acontece no dia 17 de Fevereiro, repetindo-se a 14 de Junho e a 24 de Dezembro. Curiosamente ou não, este aspeto só se repete a cada 22 anos, aproximadamente.

A quadratura de Úrano e de Saturno é considerada um dos principais aspetos astrológicos de 2021, já que esta energia é particularmente forte - e, sim, bastante tensa. 

Evite tomar qualquer decisão neste período, se tiver essa possibilidade. A impulsividade está mais do que exacerbada, porque Úrano é o desejo de romper com as tradições, as amarras, e até os compromissos, também, e Saturno é o planeta "fatal", que nos "obriga" a aceitar tudo isso e a suportar o que nos pesa, em prol da estabilidade, da construção, de um projeto maior.

Saturno deseja preservar, Úrano deseja romper: aqui tem a dicotomia que irá governar os próximos dias.

Assuntos relacionados com a liberdade dentro dos relacionamentos, das relações profissionais, ou num sentido mais amplo, estão em destaque. É provável que sinta que chegou a um ponto na sua vida em que alguma coisa tem forçosamente de mudar, porque aquilo que fez até aqui não lhe trouxe os resultados que esperava ou o retorno de que precisa.

Uma vez que Saturno é um planeta fortemente associado ao Karma, é também provável que as áreas da sua vida que são ativadas por esta energia são aquelas que estão relacionadas com a repetição de padrões e comportamentos, e com algo que precisa de aprender a superar nesta sua encarnação na Terra.

Embora este aspeto traga muita tensão interior e dificuldade em saber o que fazer, a sua energia pode ajudar-nos a libertarmo-nos de situações ou hábitos que nos têm impedido de avançar.

Evite tomar decisões e agir sem pensar muito bem antes de fazer seja o que for, mas aproveite esta energia de forma criativa.

Esteja atento ao que se passa à sua volta, pois pode haver reviravoltas que lhe trarão novas oportunidades. Uma alteração súbita pode ajudá-lo a estar exatamente onde precisa de estar, alinhado com o seu destino e com o seu propósito.

Se tem algum tipo de aptidão artística, este período pode trazer-lhe um aumento notável de inspiração, portanto aproveite-o para criar.

Qualquer outra atividade que o ajude a descomprimir e que o mantenha centrado em si próprio, como a Meditação, Yoga, Pilates, jardinagem, cozinha, ou qualquer passatempo que lhe permita estar a sós consigo e com os seus pensamentos, é bastante recomendado para ajudá-lo a ultrapassar estes dias.

Evite abusar do consumo de café ou de bebidas alcóolicas nesta fase, porque a tendência para a instabilidade está já acentuada, e tudo o que vier pôr em causa o seu equilíbrio pode ter efeitos particularmente nocivos.

No dia 18 de Fevereiro, o Sol deixa o signo Aquário para entrar em Peixes, o que pode induzir-nos a alguma confusão e incerteza. Peixes é conhecido por ser o signo mais intuitivo do Zodíaco, aquele que está ligado ao inconsciente, ao sonho, à imaginação e às verdades profundas que se escondem no Universo e às quais não acedemos facilmente de forma consciente.

Este é também o signo da compaixão, do altruísmo, da especial sensibilidade aos problemas dos outros. É um dos que mais facilmente dá o seu casaco para aquecer quem tem frio.

Mas Peixes é, também, o signo regido por Neptuno, o planeta que induz ao sonho e à ilusão. É bastante comum que os nativos deste signo vivam com os pés desligados da Terra, alheando-se com facilidade da realidade.

Assim, durante o próximo mês, todos nós, seja qual for o nosso signo, somos influenciados pela energia do Sol a transitar por Peixes, o que, se por um lado nos deixa mais sensíveis e intuitivos, por outro lado dificulta a capacidade de vermos as situações de forma clara e objetiva, agindo em conformidade com o que é melhor para nós.

No dia 19 de Fevereiro a Lua entra na fase de Quarto Crescente e encontra-se no signo Gémeos, o que pode ajudar-nos a agilizar processos mentais, permitindo-nos processar mais depressa a informação que recebemos e ajudando-nos a encontrar soluções, mas também pode, por outro lado, deixar-nos mais tensos e nervosos, com maior dificuldade em acalmar os nossos medos interiores e as nossas inseguranças.

No dia 20 de Fevereiro Mercúrio deixa de estar retrógrado e, embora isso traga boas perspetivas para o desenrolar das situações, pode trazer ainda uma instabilidade acrescida ao nosso dia-a-dia, já que os dias em os planetas ficam retrógrados e os dias em que ficam diretos são sempre dias de maior tensão.